Mulher tem aplicativo de banco clonado e perde R$ 1 mil

Sem Comentários

17/01/2020

Uma mulher de 27 anos teve o aplicativo de seu banco clonado e perdeu cerca de R$ 1 mil nesta quinta-feira, 16, em Rio Preto. Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima tentou acessar sua conta no banco por meio do aplicativo, quando recebeu um aviso que dizia que sua senha de acesso havia sido expirada. Nele dizia que a vítima deveria entrar em contato pelo atendimento online ou pelo próprio telefone do banco para solucionar o problema. A mulher acabou seguindo o procedimento de atendimento online e acabou informando os seus dados pessoais, que foram pedidos pelo suposto atendente. Ao perceber uma ação estranha, acabou entrando em contato com o atendimento via telefone, tentou solicitar o bloqueio de seu cartão para que não houvesse transações ilícitas, mas não conseguiu a tempo. O criminoso usou a conta da vítima para pagar um boleto particular no valor de R$ 1 mil. 

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário da Região

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatário se passa por colega de trabalho e mulher perde mais de R$ 1.500 em golpe

Sem Comentários

20/11/2019

Uma mulher de 56 anos foi vítima de estelionato, após sofrer um golpe por meio de um aplicativo de troca de mensagens, nesta segunda-feira (18), em Presidente Prudente. A mulher contou que recebeu uma mensagem no aplicativo, no qual o autor se passava por um colega de trabalho de seu esposo. O homem pediu que ela fizesse uma transferência bancária no valor de R$ 1.560, informando os dados da conta que seria beneficiada. A mulher realizou a transferência da quantia solicitada, no entanto, pouco depois, o autor voltou a pedir mais dinheiro, desta vez, R$ 1.550. Neste momento, ela desconfiou de que poderia estar sendo vítima de um golpe. De acordo com a ocorrência, ela ligou para o verdadeiro colega de trabalho de seu esposo, que informou que não havia sido ele o autor do pedido, pois seu número de celular havia sido clonado e ele havia registrado o fato na Delegacia Civil de Regente Feijó, município onde trabalha. A vítima ainda informou que o estelionatário tentou aplicar o golpe em seu esposo, mas não concluiu a conversa pelo aplicativo nem chegou a mencionar valores.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Celebridades sofrem tentativa de golpe por aplicativo de mensagens

Sem Comentários

20/11/2019

Uma apresentadora revelou, que sofreu uma tentativa de golpe via mensagem de aplicativo nesta terça-feira (19). O golpe já é conhecido na praça: os criminosos hackeiam o celular de uma pessoa e começam a disparar mensagens via aplicativo para os contatos do hackeado pedindo uma transferência bancária. A justificativa é sempre que o limite diário de transferência já teria sido excedido. Acreditando ser um pedido da pessoa conhecida, já que aparentemente a mensagem foi enviada pela conta de alguém de confiança, a pessoa faz a transferência e nunca mais vê a cor do dinheiro. No caso da apresentadora, o hackeado foi seu figurinista. Os criminosos usaram a conta dele e enviaram um pedido de transferência no valor de R$ 1.800 para a apresentadora, que só não caiu no golpe porque já havia sido avisada do possível hackeamento do celular do amigo. Ela conta que o criminoso chegou a pedir que ela ligasse para o número para confirmar o pedido, mas a apresentadora disse quer ao fazer isso poderia ter tido o próprio celular hackeado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: UOL

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PF cumpre mandados contra acusados de comercializar dinheiro falso em Cuiabá

Sem Comentários

22/10/2019

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (22), a Operação Real Fake, que visa combater a oferta e a comercialização de moeda falsa feita através de redes sociais e aplicativo de mensagens instantâneas e chamadas de voz para smartphones. As cédulas falsas são oferecidas pelos investigados como sendo de ótima qualidade e são encaminhadas aos compradores pelos Correios. Em junho, um homem foi preso em flagrante em São Paulo-SP quando estava prestes a enviar pelos Correios diversos objetos postais contendo cédulas falsas. Foi constatado que o preso tinha diversos antecedentes criminais entre elas o envolvimento em explosão de caixas eletrônicos e formação de quadrilha. A próxima etapa da operação será a análise dos materiais apreendidos visando a identificação não apenas de outros compradores e fornecedores como também dos falsificadores das cédulas monetárias.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Marreta Urgente

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.


Fintech é nova estrela de golpe em aplicativo de mensagens

Sem Comentários

01/10/2019

Um novo golpe que menciona uma Fintech circula atualmente em um aplicativo de troca de mensagens. A mensagem oferece convites para um novo cartão de crédito, com limite de R$ 12 mil, sem consulta aos órgãos de proteção ao crédito. A mensagem termina com uma URL que, ao ser acessada, pode instalar malwares no computador ou no celular do potencial cliente — atente-se para o fato de que ela não é um endereço atrelado a Fintech. Além disso, é provável que peça seus dados pessoais para usá-los de forma criminosa. Sempre que receber esse tipo de mensagem, desconfie. Aqui, incluem-se quaisquer outras promessas, como as que frequentemente envolvem o nome de O Boticário, por exemplo. Sempre procure informações sobre a oferta diretamente com o banco ou instituição que supostamente a está concedendo.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: OlharDigital

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher de Mogi das Cruzes perde R$ 1,7 mil, em golpe

Sem Comentários

23/07/2019

Nesta segunda-feira (22), uma mulher de 39 anos denunciou o golpe à Polícia Civil. A vítima teve ônus de R$ 1,7 mil. A moradora de Mogi das Cruzes (SP) disse que na última sexta-feira (19) recebeu uma mensagem de uma amiga por um aplicativo. O texto dizia que a moça estava com problemas com o limite de movimentações diárias da conta dela e, por isso, precisava de R$ 1,7 mil. A vítima concordou em repassar a quantia e, logo depois, a vítima descobriu que o celular da amiga havia sido clonado e concluiu que caiu em um golpe. O caso foi registrado como estelionato no 1º Distrito Policial.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.