Suspeitos de estelionato são presos com dinheiro falso em Valença

Sem Comentários

02/08/2019

Nesta sexta-feira (2), dois homens suspeitos de estelionato foram presos com R$ 5.936 em cédulas falsas. A detenção ocorreu durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Valença (PI). Segundo informações da PRF, o dinheiro estava na posse de um homem de 34 anos que conduzia um veículo e do passageiro de 20 de anos. Durante as buscas, os policiais encontraram uma agenda com dados pessoais com contas bancárias, senhas e valores, registro de nascimento de pessoas idosas, além de cédulas de identidades em branco e cartões de créditos. Eles deverão responder pelo crime de falsificação de papel-moeda e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: GP1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Advogada investigada por estelionato, comunicação falsa de crime e uso de documento falso é presa em Divinópolis

Sem Comentários

26/07/2019

Foi presa nesta sexta-feira (26) em Divinópolis (MG), uma advogada de 27 anos pelos crimes de estelionato, patrocínio infiel, comunicação falsa de crime e uso de documento falso perante a Justiça do Trabalho e Polícia Federal (PF).A advogada teria fraudado um documento para o pagamento de uma consignação a um funcionário de uma empresa que havia falecido. O documento afirmava que um cliente dela e responsável pela empresa informava que a advogada tinha feito um depósito no valor de R$ 3.677,69 dentro da ação e que, por isso, precisava de um reembolso por parte do cliente. Ela também teria enviado um comprovante de pagamento. Porém, segundo a ata, a advogada depositou R$ 677,69 e teria alterado dados na guia que consta no processo. Após o cliente questioná-la, a advogada teria afirmado que o juiz da 2ª Vara do Trabalho de Divinópolis teria imposto uma multa à ação. A ata afirmava ainda que o cliente desconfiou da atitude dele, chamou outro advogado e fez registros em cartórios de conversas por aplicativo com a suspeita. Durante a audiência, ela foi destituída do caso e conduzida para a Delegacia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos de tentar tirar passaporte com documentos falsos são presos no ES

Sem Comentários

24/07/2019

No mês de julho, oito pessoas foram presas em flagrante pela Polícia Federal, no Espírito Santo, suspeitas de tentar tirar passaporte com documentos falsos. Segundo a PF, o objetivo dos suspeitos era entrar ilegalmente nos Estados Unidos (EUA). As tentativas de tirar os documentos aconteceu na delegacia de Cachoeiro de Itapemirim (ES). A Polícia Federal explicou que os suspeitos deram entrada nos documentos em momentos diferentes. As prisões aconteceram, em flagrante, nestes momentos. O agente que atendeu os suspeitos identificaram as inconsistências nos documentos e fizeram as prisões. Todos os presos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim, e responderão por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso com veículo roubado e documento falso na BR-110

Sem Comentários

16/07/2019

Nesta segunda-feira (15), um homem de 48 anos foi preso dirigindo um veículo roubado e com documentação falsa. O caso ocorreu no KM 02 da BR-110, no trecho de Paulo Afonso. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os agentes faziam fiscalização de rotina na rodovia, quando abordaram um motorista de um Ford/Ka. O suspeito entregou o documento do automóvel e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e após uma verificação, foi constatado que o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) apresentava sinais de falsificação. O condutor foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil local com a documentação e veículo apreendidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: A TARDE

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Integrante do PCC é preso por uso de documentação falsa, em Goiânia

Sem Comentários

15/06/2018

Na noite desta quinta-feira (14), um integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi preso por utilização de documentos falso na região noroeste de Goiânia (GO). I.G.O.R., de 40 anos, também estava foragido há cinco meses da Justiça sul-mato-grossense. Segundo o delegado, do 22° Distrito Policial, o homem era investigado há dois meses e as investigações da Polícia Civil começaram após a realização de um levantamento sobre os pontos de drogas da região, onde foi possível verificar que a residência do suspeito era também um ponto de comercialização de entorpecentes. O envolvido realizava o contrabando de armas de fogo e já tinha em andamento a negociação de um AK-47. Em um dos áudios do criminoso, ofertado pelo delegado, ele alega que traria grande quantidade de pistolas caso o negociação se concretizasse.

Durante sua prisão em flagrante, o suspeito deu outro nome de A.N. e apresentou um documento de identificação falso. O delegado ressalta que as investigações continuam agora para a localização dos demais criminosos para, assim, encontrar os demais integrantes do PCC em Goiânia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Portal Mais Goiás

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.