Vítima de estelionato, morador em Aquidauana é desligado do Bolsa Família

Sem Comentários

02/08/2019

Um homem de 38 anos, morador de Aquidauana, procurou a Polícia Civil para dar queixa por ter sido vítima de estelionato. De acordo com o relato do homem, criminosos de Pernambuco (PE) usaram seus dados pessoais para retirar o benefício. Com isso, a vítima acabou perdendo o direito ao Bolsa Família. O caso só foi descoberto após a esposa da vítima haver tentado sacar o benefício.  A vítima explicou que a esposa, ao chegar ao banco, foi informada que a família havia perdido o direito porque o marido supostamente havia dado entrada no Seguro Defeso, para pescadores. Eles então procuraram o banco em busca de explicações e descobriram que alguém no Pernambuco havia feito o cadastro no nome do homem e, inclusive, efetuado saques de três pagamentos.

O homem informou ainda que a família jamais esteve no Pernambuco e que nunca autorizou ninguém a usar seus dados pessoais. Por este motivo, registrou um B.O. (Boletim de Ocorrência) na tentativa de poder voltar a ser beneficiário do Bolsa Família.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Pantaneiro

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Civil prende dupla investigada por estelionato em Paraty

Sem Comentários

02/08/2019

Nesta quinta-feira (1), a 167ª Delegacia de Polícia (DP) de Paraty prendeu dois homens investigados pelo crime de estelionato. O delegado, responsável pelo caso, informou que os indivíduos foram flagrados em Patitiba (RJ) suspeitos de organização criminosa na obtenção de vantagens ilícitas, envolvendo dados de cartão de crédito, estelionato, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Ao serem detidos em um residência, os policiais encontraram vários documentos, vídeos com imagens comemorando os golpes, uma máquina de passar cartão, vários cartões e veículo. Ambos foram encaminhados para a delegacia para as providências cabíveis.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: A Voz da Cidade

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Três homens são presos após golpe quase dar prejuízo de R$ 18 mil em banco

Sem Comentários

01/08/2019

Nesta quarta-feira (31), a Polícia Civil em Augustinópolis (TO) prendeu três pessoas suspeitas de aplicar um gole em uma agência bancária. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o golpe estava dando um prejuízo de de quase R$ 18 mil. A Polícia Civil informou que os suspeitos tinham contratado um cartão de crédito com valor aproximado de R$ 18 mil e logo depois retiraram todo o saldo. Eles foram presos momento que tentavam sair do banco. Os suspeitos foram presos em flagrante pela Polícia Civil, com auxílio da Polícia Militar e vão responder por estelionato, uso de documentos falsos e associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos de golpes em bancos usavam máquina para falsificar assinaturas em cheques, diz Polícia

Sem Comentários

01/08/2019

Nesta quarta-feira (31), foram presas três pessoas pela Polícia Militar (PM) dentro de uma agência bancária em Teresina (PI), pois possuíam uma máquina utilizada para falsificar assinaturas em cheques, para então sacar o dinheiro no caixa, de acordo com a investigação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO).

De acordo com o delegado responsável, dentro da agência os suspeitos conseguiam dados bancários de correntistas de Teresina. Depois, iam até um veículo estacionado ao lado do banco, onde estava a máquina que falsificava assinaturas. Com o cheque falso devidamente preenchido, voltavam para a agência, para sacar o dinheiro.  Os três suspeitos foram autuados por associação criminosa, uso de documento falso e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Costa Rica: Polícia descobre quadrilha especializada em “esquentar” carros de luxo

Sem Comentários

30/07/2019

Nesta segunda-feira (29), um integrante de uma quadrilha especializada em falsificar documentos de carros de luxo foi preso em Costa Rica (MS). A prisão ocorreu no momento em que o suspeito de 41 anos tentava transferir veículo de uma locadora de Guarulhos (SP) para seu nome. O Certificado de Registro de Veículos (CRV) do carro foi falsificado em Goiás (GO) e o veículo trazido para Campo Grande (MS), onde o criminoso tentou fazer a transferência fraudulenta no Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN). Ao ser abordado dentro da agência, o homem disse que havia comprado o carro por R$ 80 mil em um feirão de Goiânia (GO), no entanto, momentos depois confessou que havia sido contratado por uma quadrilha para fazer a transferência.

O acusado foi preso e autuado em flagrante por estelionato, falsificação de documento particular, uso de documento falso, furto qualificado pelo abuso de confiança e associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Correio News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Operação Iceberg: Prejuízos chegam a R$ 600 mil em empresas de Chapecó

Sem Comentários

29/07/2019

A Polícia Civil de Chapecó investiga a ação de um casal suspeito de estelionato e que deixou um prejuízo de mais de R$ 600 mil somente em Chapecó (SC). Essa operação policial foi realizada no dia 8 de julho deste mesmo ano, quando o casal foi preso juntamente com outras duas pessoas.

Segundo o delegado responsável, o crime se deu quando o casal fez compras de itens variados usando o nome de uma empresa. Entre os objetos comprados estão produtos eletrônicos, perecíveis, agropecuários, joias, itens escolares, de bazar, colchões, dentre outros produtos de maior valor agregado. Em algumas compras, o pagamento era realizado em forma de cheques, mas acabavam voltando e ainda em outros casos, eram emitidos boletos que não foram quitados. O delegado ainda informa que em um dos Boletins de Ocorrência (B.O.), a vítima relata que mantivera um relacionamento comercial com a suposta empresa por aproximadamente 2 anos e que não havia, sequer, atrasos nos pagamentos.

De acordo com a polícia, a investigação está em fase final e nos próximos dias deve ouvir os dois suspeitos. Depois, o inquérito deve ser concluído e os dois podem ser indiciados pelo crime de estelionato, com pena de 1 a 5 anos de prisão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: DI Online

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

 

Líder de igreja é preso em Goiânia suspeito de aplicar golpe de R$ 1,5 milhão na venda de gado

Sem Comentários

29/07/2019

Nesta sexta-feira (26), um líder de uma igreja em Goiânia (GO) foi preso suspeito de chefiar um grupo que aplicou golpes na venda de gado. O prejuízo às vítimas foi calculado, até o momento, em R$ 1,5 mi. Outra investigada se mudou do país e é considerada foragida. De acordo com as investigações policiais, o grupo negociava a venda de gado e recebia o pagamento, mas não entregava os animais. Três vítimas já foram identificadas, mas a polícia acredita que existam mais.

Segundo informações, durante a ação, os policiais cumpriram três mandados de busca e apreensão. Foram apreendidos documentos, um carro, uma caminhonete e uma moto. As contas bancárias dos investigados também foram bloqueadas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo