Trio de estelionatários é detido pela PRF no sul da Bahia

Sem Comentários

04/08/2014

Foi detido pela Polícia Rodoviária Federal neste final de semana, em Teixeira de Freitas, sul da Bahia, um trio de estelionatários. De acordo com a PRF, os criminosos foram detidos após uma denúncia de que três ocupantes de um veículo estavam comprando em diversas lojas utilizando cheques sem fundo. A equipe da PRF conseguiu abordar o veículo suspeito no km 880 da BR-101, encontrando, em seu interior, um grande volume de mercadorias, fruto da prática criminal já mencionada. Os três ocupantes, de 23, 40 e 30 anos, respectivamente, utilizavam um documento de identidade falso, com nome de outra pessoa, que teria sido obtido na “Feira do Rolo”, em Salvador. Conforme a PRF, os golpes foram aplicados em lojas de eletrodomésticos, informática, automotivas e de materiais de construção, a maioria no município de Mucuri. O trio foi encaminhado à delegacia de Polícia Judiciária Local.

Balada Responsável flagra motorista com documento falsificado

Sem Comentários

04/08/2014

Um condutor foi flagrado pela equipe da Balada Responsável com documento falso na blitz realizada em Caldas Novas no último domingo (03). Durante os trabalhos, a equipe abordou um motorista que apresentou o Certificado de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV) com sinais de adulteração, ao averiguar a equipe descobriu que o documento, ainda em branco, havia sido roubado da Ciretran de Uruaçu, em 2010. Segundo a equipe, o condutor e o veículo foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Caldas Novas. Ele foi autuado em flagrante por uso de documento falso e por receptação de produto roubado. Nos trabalhos realizados em Caldas Novas, no último final de semana, foram abordados 403 veículos, lavradas 36 autuações de condutores flagrados dirigindo sob a influência de álcool e 195 autuações por diversas infrações ao Código de Trânsito Brasileiro. Outros quatro condutores foram presos e autuados em flagrante por conduzir veículos com concentração de álcool superior a 0,33 MG/L de ar expelidos pelos pulmões.

Auxiliar é presa com documento falso na fila de visita de penitenciária

Sem Comentários

02/08/2014

Ao apresentar um documento de identidade falso para entrar na Penitenciária de Junqueirópolis, neste sábado (2), por volta das 6h30, uma auxiliar de produção de 33 anos foi presa em flagrante. Os agentes de plantão foram informados da ocorrência e abordaram a mulher logo na fila de visita. A meliante é conhecida no meio policial por já ter cometido outros crimes semelhantes anteriormente. Segundo a Polícia Civil de Dracena, o Grupo de Operações Especiais (GOE) e o Centro de Inteligência Policial (CIP) receberam a informação que uma indivídua tentaria entrar na penitenciária, portando uma identidade falsificada. Em complemento, ela estaria escondendo drogas pelo corpo. Diante da denúncia, a auxiliar apresentou o documento irregular aos agentes, no momento em que estava na fila de visita, antes de entrar no local. Ela foi presa em flagrante e levada a delegacia, onde foi submetida ao exame de Raio-X, em razão da suspeita de tráfico de drogas. Porém, nenhum entorpecente foi detectado em seu organismo. Ao término dos procedimento policiais, a meliante foi encaminhada à Penitenciária Feminina de Tupi Paulista, onde ficará à disposição da Justiça. Caso venha ser condenada, ela poderá pegar a pena de dois a seis anos prisão. Conforme a polícia, a auxiliar já possui antecedentes criminais por uso de documentos falsos, por outras três vezes anteriores, além de falsificação de documento público, falsidade ideológica, tráfico de drogas, associação para tráfico de drogas, porte de arma e furto.

Polícia investiga ‘golpe da locação’

Sem Comentários

31/07/2014

Uma nova modalidade de golpe aplicado por um morador de Pirajuí (SP) está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com a polícia, ele contatava empresários do ramo de locação de máquinas que anunciam na internet simulando ser funcionário de concessionária e dizia que a empresa estava interessada no serviço. Para intermediar a contratação, pedia o depósito de uma garantia e de sua comissão. Pelo menos dez empresas podem ter sido enganadas pelo golpista, que já foi identificado. De acordo com o delegado titular de Pirajuí, uma das vítimas do estelionatário é um comerciante de Bauru. No mês passado, uma pessoa se identificando como ‘Paulo’ telefonou para ele dizendo que era funcionário de uma concessionária e que um engenheiro da empresa estava interessado em firmar contrato de locação de máquinas para recapear 560 quilômetros de rodovia. Para que o acordo fosse firmado, o golpista pediu ao comerciante o depósito de R$ 2 mil na conta do suposto engenheiro e mais R$ 3 mil, que seria sua “comissão”. O ‘Paulo’ chegou a ir até a empresa da vítima, onde lhe mostrou o contrato. No dia 1 de julho, os R$ 2 mil foram depositados. No mesmo dia, o suposto funcionário levou o comerciante até a sede da concessionária para assinar o contrato. Lá, ele recebeu R$ 3 mil e foi embora, alegando que não poderia acompanhar as negociações. Após aguardar na recepção por alguns minutos a chegada do suposto engenheiro, o comerciante descobriu que não havia ninguém na empresa com o nome que lhe informaram e que havia caído em um golpe. De volta a Bauru, a vítima decidiu armar um plano para tentar achar o estelionatário. Usando nome e número de telefone diferente, ele fez um novo anúncio na Internet e, ontem, recebeu a ligação de uma pessoa que, novamente, identificou-se como ‘Paulo’. Após ouvir a mesma história, o comerciante marcou encontro com o golpista em um posto de combustível em Pirajuí. A Polícia Rodoviária foi avisada e Paulo, que na verdade se chama M.B.N.J., acabou detido. Na carteira dele, os policiais encontraram cartão bancário no nome do suposto engenheiro. Ele foi conduzido à delegacia, onde prestou depoimento e confessou a prática de diversos golpes. Um inquérito foi instaurado para apurar o caso. “Com a documentação apreendida em poder dele, também havia caderno de anotações com os nomes de várias empresas que, provavelmente, também foram vítimas”, conta. Nos próximos dias, o delegado irá ouvir os empresários para apurar se eles chegaram a ser enganados pelo investigado, que responde a outro crime em regime aberto.

PF prende suspeito de tentativa de fraude contra um banco em Natal

Sem Comentários

31/07/2014

Nesta quarta-feira (30) um homem de 54 anos foi preso em uma agência bancária em Natal suspeito de tentativa de fraude. Segundo a Polícia Federal, o sujeito apresentou documentos falsos para abrir uma conta corrente. A prisão aconteceu em uma agência do bairro Lagoa Nova, na Zona Sul da capital potiguar. A ação criminosa do suspeito teve início esta semana quando ele procurou a unidade do banco alegando que precisava ter uma conta para receber benefício do INSS. Após fornecer a documentação exigida e aguardar aprovação, o homem ficou de retornar no dia seguinte para assinar o cartão de autógrafo. Diante da análise que comprovou que todos os papéis estavam adulterados, uma equipe da Polícia Federal foi acionada e conseguiu flagrar o suspeito quando ele retornou à agência, na tarde de quarta. O suspeito foi levado para autuação na superintendência da PF e durante o interrogatório confessou ter obtido os documentos falsificados na cidade do Rio de Janeiro. Ele disse ainda que  o objetivo era se apoderar dos futuros empréstimos que viessem a ser liberados. O homem foi enquadrado nos crimes de tentativa de estelionato e uso de documento falso.

Fraude em vestibular de Medicina é constatada no Maranhão pela PF

Sem Comentários

30/07/2014

Foi confirmado nessa terça-feira (29) pela Superintendência Regional do Maranhão da Polícia Federal a existência de fraude em processos seletivos – aplicados entre os anos de 2010 e 2014 – de instituições de ensino superior do Estado que ofertam vagas nos cursos de Medicina. De acordo com a PF, um dos autores da ilegalidade já foi identificado . Com base nas investigações, além dos golpistas, a Polícia já identificou também as pessoas que compravam vagas de Medicina nas instituições de ensino e confirmou que era cobrado até R$ 100 mil por candidato. Ainda conforme a PF, pela participação no golpe, cada beneficiado deverá responder por formação de quadrilha e falsidade ideológica. A Polícia Federal no Maranhão apura ainda novas informações sobre o caso em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual do Estado do Piauí. De acordo com as investigações policiais, na primeira etapa da fraude um golpista – de posse de documentos falsos – se passava pelo candidato que pretendia comprar a vaga. Uma segunda pessoa, também contratada para participar da fraude e com alto nível de conhecimento, se submetia à prova no lugar do candidato verdadeiro. Na etapa seguinte do golpe os fraudadores faziam uso de pontos de voz instalados nas carteiras das salas onde eram aplicadas as provas para que o suposto candidato recebesse as respostas do gabarito. Em janeiro de 2013, a PF revelou a existência de fraude semelhante no acesso de interessados em cursos de Medicina de universidades situadas em seis estados do país, incluindo o Maranhão. Por meio de interceptações telefônicas com registros de conversas de novembro de 2011, um aluno, que estava na ocasião se submetendo ao processo seletivo para uma vaga no curso de Medicina em uma universidade do Maranhão, foi flagrado recebendo – por meio de ponto eletrônico – o gabarito oficial da prova. À época, o Ministério da Educação (MEC) informou que as pessoas apontadas como responsáveis ou envolvidas no crime seriam punidas com a cassação do diploma, caso tivessem concluído o curso.

Denunciadas 12 pessoas por desvio de precatórios no RS

Sem Comentários

28/07/2014

A Promotoria Criminal de Porto Alegre denunciou 12 pessoas nesta segunda-feira (29) por estarem envolvidas na investigação da Operação Precatórios. Os denunciados agiam falsificando a concessão de precatórios sem o conhecimento dos beneficiados, prestes a receber o valor devido pelo Estado. Na sequência, os falsificadores vendiam os títulos para empresas interessadas em reduzir dívidas de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) com o governo estadual. O promotor responsável pela investigação ressaltou que a quadrilha agia há pelo menos cinco anos e os prejuízos a beneficiários de precatórios podem chegar a R$ 100 milhões. “Sabemos de R$ 37 milhões em prejuízos, mas pode-se afirmar que os valores ultrapassaram em muito esses números. Aí estão dispostos apenas os casos que chegaram ao nosso conhecimento”, sustenta. As investigações demonstraram a participação de dois núcleos no desvio dos títulos de dívida do Estado com credores. Um primeiro fazia a negociação da venda fraudulenta de precatórios às empresas. As vítimas adquiriam o crédito para abater ou suspender processos de execução de dívidas. Meses depois, o Judiciário e a empresa descobriam ter caído em um golpe. Esse núcleo fraudou cerca de R$ 26 milhões por meio da conta bancária de uma casa noturna do bairro Cidade Baixa. Já o segundo grupo, representado por seis denunciados, era ligado a uma funcionária do Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça, que recebia propina para entregar informações cobertas pelo sigilo funcional. Esse núcleo também falsificou documentos e assinaturas, fraudando, com isso, R$ 11,6 milhões. Os 12 investigados foram denunciados pelos crimes de formação de quadrilha, estelionato, corrupção passiva, corrupção ativa, uso de documento falso, violação de sigilo funcional e falsidade ideológica.

Anterior Próximo