Dupla é presa por estelionato na Pavuna

Sem Comentários

23/09/2014

Dois homens, um de 65 e outro de 41, foram presos por policiais da 52ª DP (Nova Iguaçu) nesta segunda-feira (22), após terem sacado um benefício do INSS em uma instituição financeira utilizando documentos falsos. Na delegacia, o homem mais velho declarou que o outro é quem consegue a documentação falsa e que já teria realizado outros saques, pois seu trabalho é somente ir ao banco retirar o valor. De acordo com os policiais, o sujeito de 65 anos afirmou que o homem de 41 aliciou outras pessoas para praticar o golpe. Com a dupla foi apreendida uma carteira de identidade, com documentos de outra pessoa e a fotografia do mais velho, além de carta de concessão de benefício e R$ 918 em espécie. O homem de 41 anos já possui duas anotações criminais e o outro uma, ambos pelo crime de estelionato. A dupla foi encaminhada para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, onde ficará a disposição da Justiça.

Presos no DF bancavam vida de luxo com dinheiro de golpes, diz polícia

Sem Comentários

22/09/2014

Dois homens suspeitos de aplicarem golpes e bancos do Distrito Federal foram presos nesta segunda-feira (22) pela Polícia Civil. A dupla era do Rio de Janeiro e vinha regularmente a Brasília havia quatro meses. Na capital, eles alugavam carros e apartamentos em áreas nobres de Brasília. Segundo a polícia, os gastos eram pagos com o dinheiro dos golpes. Os dois foram presos em flagrante na Asa Sul ao tentar abrir uma conta em um banco com documentos falsos e subornar policiais. Segundo a polícia, os suspeitos abriam contas em bancos e depois sacavam o dinheiro do crédito pré-aprovado. Na última sexta-feira (19), um dos suspeitos tentou aplicar o golpe em outro banco. Ao desconfiar dos documentos apresentados, um funcionário do local acionou o setor de segurança da empresa. A Polícia Civil foi alertada. Nesta segunda, o homem, que se dizia modelo, foi chamado para assinar um contrato, mas foi preso em flagrante por uso de documento falso e falsidade ideológica. O outro suspeito de envolvimento na fraude, que se dizia dentista, foi chamado a testemunhar em favor do modelo, mas tentou subornar os policiais a caminho da delegacia. Ele ofereceu R$ 10 mil para que os dois fossem liberados, mas acabou preso em flagrante por corrupção ativa. Em depoimento à Polícia Civil, o dentista disse que vinha a Brasília com frequência nos últimos quatro meses para aplicar golpe em bancos do DF. Ele conseguiu sacar o crédito de pelo menos seis contas diferentes. Conforme o delegado responsável, o Distrito Federal foi escolhido pelos autores por apresentar “grande número de agências”. O golpe era aplicado com documentos falsos – que traziam nomes diferentes, mas sempre a mesma foto. O dentista disse que esse foi o primeiro envolvimento do modelo no esquema e que ele usaria o dinheiro em um curso de qualificação. Para o delegado, os dois homens mantinham um “alto padrão de vida”. “Pelas imagens que analisamos no celular deles, podemos ver que sobrevivem do golpe há bastante tempo. Por exemplo, um sempre vinha de avião, alugava apartamento no Sudoeste, alugava carro. O dinheiro do golpe servia para sustentar esse padrão.” A Polícia Civil do DF pedirá à Justiça a quebra de sigilo bancário dos dois homens. Também entrará em contato com a polícia do Rio de Janeiro para saber se os suspeitos têm antecedentes criminais. Por causa da falta de informações, o delegado ainda não soube estimar o valor total que os dois homens desviaram. Eles serão transferidos ao Departamento de Polícia Especializada, onde ficarão presos até decisão da Justiça. O dentista pode pegar no mínimo 17 anos de prisão e o modelo, 11 anos.

Motorista é preso com documento falso durante operação na BR-381

Sem Comentários

22/09/2014

Foi preso na noite deste domingo (21) durante uma operação da Polícia Rodoviária Federal em Itatiaiuçu, região central de Minas Gerais, um motorista com CNH (Carteira Nacional de Habilitação) falsa. De acordo com a corporação, o homem foi abordado durante a Operação Sentinela e apresentou um documento que teria sido adquirido por R$ 2.500,00 no estado de São Paulo. Ele foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Presos por estelionato, homens tentam subornar PMs

Sem Comentários

19/09/2014

Foram presos por tentar subornar uma guarnição da Polícia Militar na tarde da sexta-feira (19) na Boca do Rio, dois homens com documentação falsa, de acordo com nota da corporação. A prisão aconteceu depois de denúncia de funcionários de um banco de que A.G.B.J. tentou retirar um talão de cheques da conta do Condomínio Residencial Edifício Hortênsia usando declaração e CNH falsos. Policiais da 39ª CIPM foram até o local e detiveram o acusado e o comparsa L.C.L. A dupla então ofereceu aos PMs uma quantia em troca da liberação. Os dois então foram levados à 9ª Delegacia, onde foram autuados em flagrante tanto por estelionato como pela tentativa de suborno. A polícia apreendeu com os suspeitos dois celulares, documentos falsos e R$ 3.900 em dinheiro.

Polícia Civil prende dentista com documentos falsos em banco na Asa Sul

Sem Comentários

22/09/2014

Um cirurgião-dentista foi preso nesta segunda-feira (22) pela Polícia Civil por portar grande quantidade de documentos falsos. Entre eles, cartões de crédito, comprovantes de renda e carteiras de identidade. A ação ocorreu no interior de uma agência bancária na Asa Sul. O homem tentou chantagear os policiais para não ser conduzido à delegacia, mas foi preso no momento. Ele foi encaminhado à 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

Falso major dos bombeiros detido por estelionato

Sem Comentários

19/09/2014

Na manhã da quinta-feira (18), um empresário por pouco não se tornou vítima  de um homem que se passava por major dos bombeiros para aplicar golpes em Uberaba. A quase vítima alertou os bombeiros sobre o ocorrido. Mediante nova denúncia, equipe de inteligência da corporação localizou o suspeito em uma gráfica na tarde de ontem, onde tentava aplicar o golpe. O homem é funcionário de uma empresa que presta serviços à Associação dos Servidores do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar de Minas Gerais (Ascobom) e se valia desse recurso para praticar o estelionato. Segundo o registro de ocorrência, equipe do serviço de inteligência dos bombeiros estava há dois meses investigando um homem que usava o nome da corporação para arrecadação de fundos. Ele alegava, durante os golpes, que o dinheiro seria utilizado em prol da reestruturação do departamento social e esportivo e reforma da casa de recuperação (recuperando vidas). O suspeito apresentava um ofício da Ascobom, de 12 de setembro, para dar veracidade ao golpe. Após denúncia, os militares do serviço de inteligência dos bombeiros, com apoio de agentes da Polícia Civil, compareceram à avenida Coronel Joaquim de Oliveira Prata, onde o suspeito estava tentando aplicar o golpe em P.K.S., 30 anos, funcionária de uma gráfica da região. Conforme a vítima, o homem se identificou como major do Corpo de Bombeiros, momento em que foi abordado pelos militares e detido em flagrante. O empresário V.M., 57, quase caiu no golpe. Por volta de 10h, ele recebeu um telefonema de uma pessoa que se identificava como major do Corpo de Bombeiros, alegando que necessitava de fundos e precisava de sua colaboração. A vítima, acreditando na idoneidade da corporação dos bombeiros, imediatamente se prontificou a adquirir dois bilhetes para concorrer a um carro que ele estaria vendendo pela quantia de R$400. A vítima desconfiou e ligou para os bombeiros para confirmar o fato, momento em que foi alertado sobre o golpe. J.F.C., 36, foi preso por crime de estelionato e encaminhado à 4ª Delegacia de Polícia Civil.

Jovem com CNH falsa perde controle de moto e invade casa em MS

Sem Comentários

17/09/2014

Após perder controle da direção do veículo durante uma manobra perigosa, um motociclista invadiu uma casa durante a noite desta quarta-feira (17), em Campo Grande. De acordo com a corporação, o condutor estava empinando o veículo quando o acidente ocorreu. Ele ficou gravemente ferido e recebeu atendimentos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Na garupa levava  adolescente, de 15 anos que, conforme o Corpo de Bombeiros, sofreu ferimentos leves e também foi atendido pela viatura. O Batalhão informou ainda que o suspeito estava com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. Ele tem antecedentes criminais por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Anterior Próximo