Idoso é preso tentando sacar benefício do PIS com documento falso

Sem Comentários

05/02/2019

Na tarde desta terça-feira (05), um idoso de 65 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar, após tentar sacar o benefício do Programa de Integração Social (PIS) com documento de identidade falsa. O fato aconteceu na agência bancária localizada na rua Barroso, Centro de Manaus. Segundo informou um gerente de atendimento, M.A.S. chegou à agência e tentou sacar um valor aproximado de R$ 5 mil. De acordo com ele, as informações do documento eram falsas. Conforme o gerente, o documento apresentava fonte de texto fora do padrão e dados que não eram compatíveis com o portador. “Comecei a fazer perguntas simples e ele não sabia responder nada, são questionamentos de segurança porque vi que o RG era estranho”, explicou o gerente. Uma guarnição da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi à agência e conduziu o idoso até o 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Segundo a Polícia Civil, o homem deve ser autuado por uso de documento falso e também por tentativa de estelionato. Na quarta-feira, ele deve passar por uma audiência de custódia.

Casal é preso por estelionato na zona sul de São José, SP

Sem Comentários

04/02/2019

Na tarde desta segunda-feira (04), um casal foi preso por estelionato no Parque Industrial em São José dos Campos (SP). Segundo a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), os suspeitos utilizavam documentos falsos para abrirem contas bancárias e faziam saques em nome de outras pessoas. Eles aplicaram golpes em uma agência em Jacareí e funcionários acionaram a polícia, que passou a monitorar a dupla a partir do episódio. A polícia surpreendeu a dupla em uma agência em São José. Com eles foram apreendidos cartões, dinheiro e documentos falsos usados para abrir as contas. Eles foram levados para a delegacia, onde ficaram presos por uso de documentos falsos e estelionato.

Homem é preso suspeito de aplicar golpes em aposentados

Sem Comentários

04/02/2019

Nesta segunda-feira (04), um homem foi preso suspeito de estelionato em uma agência bancária no bairro Palmares, em Belo Horizonte. Na semana passada, ele foi até essa agência munido com documentos falsificados e teria sacado R$ 55 mil da conta de um beneficiário do INSS. Ainda há informações sobre outras vítimas que sofreram o golpe. O comportamento suspeito do homem chamou a atenção da gerência do banco, que acionou a Polícia Militar logo após ele voltar para realizar um novo saque do benefício. “O pessoal já estava monitorando a atividade suspeita dele e quando ele tentou sacar, entraram em contato com a polícia”, explicou um aspirante a oficial que conduziu a ação.

Com o homem foram encontradas três identidades falsas, um boletim de ocorrência falso em que ele atestava que havia perdido o próprio documento de identidade, números de conta, um alvará judicial que autorizava o resgate do dinheiro em nome de outra pessoa e até um recibo do guarda-volumes da rodoviária de Belo Horizonte. A equipe policial chegou a retirar uma mala do local, na qual foram encontradas outras duas identidades e uma máquina de cortar documentos. A suspeita do aspirante é de que o homem integra uma quadrilha de estelionatários que aplica golpes em BH. Quando questionado, o suspeito não negou que atua em grupo, mas omitiu o nome dos companheiros.

Motorista de ônibus interestadual é preso por uso de documento falso em estrada do Acre

Sem Comentários

02/02/2019

Um motorista de ônibus foi preso em flagrante por uso de documento falso no quilômetro 115 da BR-364, em Rio Branco. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, o documento apresentado pelo homem fazia parte de um lote furtado/extraviado do Departamento de Trânsito do Piauí. O flagrante ocorreu na noite da quinta-feira (31) durante uma fiscalização de rotina, mas a informação foi divulgada somente na sexta (1º). Segundo a polícia, o ônibus abordado fazia o transporte interestadual de passageiros de Rio Branco para Porto Velho (RO). Durante a fiscalização tanto de passageiros como de bagagens, os policiais solicitaram a carteira de habilitação do motorista e o Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV). Foi quando a equipe constatou que o veículo não tinha autorização para fazer o transporte interestadual de passageiros. A polícia informou que o proprietário do veículo estava no ônibus e confirmou que não tinha a autorização. Ao fazerem consulta no sistema, os policiais verificaram que o documento apresentado fazia parte de um lote furtado/extraviado do Detran do Piauí em outubro de 2018. Conforme a polícia, tanto o motorista quanto o proprietário afirmaram que não tinham conhecimento de que o documento fosse falso. O motorista foi levado para a Delegacia da Polícia Federal e o dono do ônibus também foi encaminhado para prestar esclarecimentos. O veículo foi apreendido.

Suspeito de estelionato é preso ao tentar sacar dinheiro com documentos falsos em Caruaru

Sem Comentários

04/02/2019

Em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, um homem foi preso por suspeita de estelionato ao tentar sacar dinheiro com documentos falsos. O caso ocorreu na sexta-feira (1º), mas as informações foram repassadas nesta segunda (04). Segundo a Polícia Federal, o homem tentou sacar um abono do Pis/Pasep no valor de R$ 998. “Ao ser constatada a falsificação no documento por funcionários do banco, o suspeito tentou sair da agência, mas foi detido pelos vigilantes”, informou a polícia. O suspeito ainda tentou oferecer dinheiro aos funcionários do banco. Ele foi levado para a Delegacia da Polícia Federal, e confessou os crimes.  O homem foi autuado em flagrante por estelionato, uso de documento falso e corrupção ativa. Ele foi encaminhado para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza onde ficará à disposição da Justiça Federal.

Polícia prende organização criminosa do Estado do Espírito Santo por fraudes bancárias no DF

Sem Comentários

30/01/2019

Nesta terça (29), três homens e uma mulher foram presos por envolvimento em uma organização criminosa que seria especializada em saques bancários fraudulentos. A Polícia Civil, responsável pela detenção, informou que eles saíram do Estado do Espírito Santo para aplicar os golpes na Capital. Os quatro foram presos em flagrante quando tentavam concluir mais uma ação criminosa em uma agência bancária do Sudoeste. Segundo a ocorrência, D.A.O., de 32 anos, sacou o valor de R$ 998 do Programa de Integração Social, o PIS, utilizando uma identidade falsa da conta de um terceiro. A desconfiança dos funcionários do banco começou quando eles perceberam que J.V.R., 46, foi ao banco para sacar o benefício de uma outra pessoa também utilizando uma identidade falsa. Para completar, D.A., que tinha conseguido realizar o saque de forma criminosa permaneceu nas proximidades a espera de J. Lá, ele estava em companhia de F.L.S., 40, e J.R.S., 41. Os funcionários do banco resolveram chamar a polícia, que abordou o grupo e o levou para a 3ª DP (Cruzeiro). Lá, a polícia resolveu averiguar os quartos de hotel em que esses suspeitos estavam. No local, encontraram impressoras, tones, computadores, câmeras fotográficas, identidades falsas em branco, papéis para carteiras de motoristas e comprovantes de pagamentos de gráficas. Assim, eles foram presos e devem responder por estelionato, uso de documento falso e associação criminosa.

Homem procurado por furtos em dois Estados oferece R$ 16 mil para não ser preso em Blumenau

Sem Comentários

30/01/2019

Um homem que tinha três mandados de prisão em aberto por furtos nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo foi preso, nesta terça-feira (29), pela Polícia Civil de Blumenau com apoio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), em ação integrada com agentes da Polícia Civil do Rio de Janeiro (DRF/PCERJ) e da Diretoria de Informação e Inteligência (DINI) da SSP de Santa Catarina. O jovem de 25 anos é suspeito de cometer furtos em residências de bairros nobres na cidade do Rio de Janeiro, como Leblon, São Conrado e Jardim Guanabara, na Ilha do Governador. Ele também teria furtado caixas eletrônicos em São Paulo, denotando a atuação interestadual do investigado. O conduzido também é investigado como autor de furtos em instituições bancárias com emprego de maçarico, sendo preso em 2016 por uma ação praticada em Niterói. Conforme o delegado regional de Blumenau, na tarde da segunda-feira os agentes receberam informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro, sobre o suspeito que estaria vivendo em Blumenau. A DIC foi acionada e localizou os endereços do jovem e na manhã deste terça saíram pra cumprir os mandados.

De acordo com os policiais, no momento da prisão em um apartamento no bairro Vila Nova, o suspeito teria oferecido R$ 16 mil que estava na casa do irmão, para que os agentes não efetuassem a prisão. O homem também teria apresentado documento falso, sendo autuado em flagrante pelos crimes de corrupção ativa e uso de documentos falsos. No apartamento onde os policiais fizeram a prisão foram encontrados chaves de fendas, rádio comunicadores, joias e relógios, que seriam objetos de furto. No computador do suspeito os agentes encontraram um arquivo com endereços em Blumenau, que segundo a investigação poderiam fazer parte de uma lista de alvos para o criminoso. O preso foi conduzido à Divisão de Investigação Criminal de Blumenau e posteriormente passará por audiência de custódia.

Anterior Próximo