Falso policial é preso em São Bernardo com colete, distintivo e munição

Sem Comentários

03/12/2018

Policiais civis de São Bernardo do Campo encontraram, na última quinta-feira (29), um homem que era procurado pela Justiça. Ele foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e uso de documento falso. Mas o caso não parou por aí. Antes de ser levado para a delegacia, o homem pediu para os policiais passarem na casa dele, pois queria pegar uma muda de roupas. Na residência do criminoso, os agentes descobriram que o homem também se passava por policial na região. Lá, encontraram um “kit” completo de equipamentos: colete da Polícia Civil, algemas, dois distintivos, munições calibre 38 e dois simulacros de arma de fogo. Questionado pelos investigadores, o falso policial disse que não sabia de onde os objetos tinham vindo. Ele foi preso e encaminhado à Justiça. O “kit policial” foi apreendido e levado para perícia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Metro

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Trio é preso suspeito de usar documentos falsos no nome de outras pessoas para comprar carros em Goiânia

Sem Comentários

30/11/2018

Em Goiânia, três homens foram presos suspeitos de usar documentos falsos no nome de outras pessoas para aplicar golpes na compra de carros. Conforme as investigações, desta forma, eles conseguiam pegar o dinheiro do financiamento junto ao banco, mas depois não pagavam a dívida. Somente o dono de uma loja perdeu três carros para o grupo e estima um prejuízo de R$ 300 mil. Os homens foram presos na quinta-feira (30), quando tentavam aplicar um novo golpe, desta vez na aquisição de uma caminhonete. Câmeras de segurança mostram quando um deles chega ao estabelecimento e depois é detido em flagrante dentro da loja. O dono, que desconfiou da ação, foi quem acionou a corporação. Os outros dois comparsas, que esperavam o homem em um carro na porta da loja, também foram presos. Segundo a polícia, eles confessaram o crime. O delegado responsável pelo caso, explicou como o trio agia. “É uma fraude muito bem aplicada e organizada por esses grupos. É uma fraude tardia porque demora muito tempo para financeira descobrir que caiu em um golpe. Eles usam a documentação falsa, conseguem o financiamento e posteriormente não pagam. Só quando a financeira vai cobrar descobre que foi usada documentação falsa e os dados nela inseridos dizem respeito a uma vítima que nem sabe que ela foi utilizada para financiar um veículo”, explica. O trio utilizava nomes de pessoas idôneas e com bom nome na praça para aplicar o golpe. Os suspeitos usavam as próprias fotos nos documentos, mas com nomes de outras pessoas, que mal sabiam o que estavam acontecendo. O delegado pontuou que eles confessaram o crime.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher falsifica diploma para conseguir emprego em escola infantil no AP; ela foi indiciada por estelionato

Sem Comentários

28/11/2018

Mulher usou diploma falso para conseguir emprego em uma escola de educação infantil em Macapá — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Nesta quarta-feira (28), uma mulher, de 29 anos, foi indiciada pelo crime de estelionato. Ela teria falsificado diplomas de curso superior e de especialização para conseguir emprego em uma escola particular de educação infantil em Macapá, que lida com crianças de 0 a 5 anos. As informações são da Polícia Civil. O delegado à frente do caso, relatou que as investigações iniciaram há dois meses, a pedido do Ministério Público Federal (MPF). Segundo apuração, a mulher utilizou um diploma do curso de pedagogia, com rubricas e marcas falsas da Universidade Federal do Amapá (Unifap) e outro certificado de pós-graduação Latu Sensu da mesma instituição de ensino superior. A polícia informou que chegou até a suspeita após perceber que as informações contidas nos certificados não tinham registros no Conselho Municipal de Educação e, através de comparação, foi possível identificá-la. A suspeita responderá em liberdade pelo crime de estelionato. Se condenada, pode cumprir pena de um a cinco anos de reclusão e pagar multa. As investigações se concentraram na falsificação de documentos para uso pessoal. Não se tem informações se ela repassou a outras pessoas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é detida após usar documentos falsos para sacar benefício em Arcos

Sem Comentários

23/11/2018

Um jovem, de 29 anos, e um homem, de 53, foram detidos usando documentos falsos para sacar o benefício Seguro Defeso, destinado a pescadores que ficaram impossibilitados de trabalhar no período da Piracema, em Arcos. De acordo com a Polícia Militar (PM), eles foram encontrados ao tentar aplicar o golpe em uma agência bancária da cidade. Um dos envolvidos é de Goiás e, o outro, do Paraná. A PM informou ainda que eles teriam praticado o golpe em Formiga, Campo Belo, Oliveira e Perdões. Um deles foi abordado pelos militares no momento em que saía da agência com R$ 4.679 em dinheiro após a central de videomonitoramento do programa ‘Olho Vivo’ identificá-lo. O outro envolvido foi preso nas imediações do local. Ainda segundo a PM, a dupla afirmou que o golpe faz parte de um esquema que utiliza documentos falsos, produzidos em São Paulo, para sacar benefícios em diversas cidades o país. Além do dinheiro, foram apreendidos documentos falsos e comprovantes de saques de benefícios. Eles foram levados para a delegacia da cidade.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PRF apreende caminhonetes de luxo clonadas e duas pessoas são presas no Sul do Piauí

Comentários desativados

26/11/2018

Na noite desse domingo (25), no KM 294 da BR 316 em Picos, Sul do Piauí, duas caminhonetes de luxo clonadas foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Duas pessoas, identificadas apenas pelas iniciais R.A.M.N, 34 anos, e M.P.M, 39 anos, foram presas durante a fiscalização. Segundo a PRF, os condutores saíram de Juazeiro do Norte, no Ceará, com destino a São João dos Patos, no Maranhão, quando foram abordados pela equipe que realizava uma fiscalização. Ao consultar a placa dos veículos os policiais constaram que as caminhonetes eram adulteradas. Uma das caminhonetes estava relacionada a uma ocorrência de roubo/furto registrada em setembro de 2017 em Salvador, Bahia. Os policiais não conseguiram descobrir a originalidade do outro veículo devido aos sinais de identificação terem sido adulterados. Segundo a PRF, o CRLV de um dos carros era falsificado. Os veículos passarão por laudo pericial. Os condutores foram presos e encaminhados para a Polícia Civil de Picos para serem autuados e podem responder por receptação, adulteração de sinal identificador de veículo e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende estelionatário que tentava sacar R$ 14 mil em banco

Sem Comentários

21/11/2018

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu um homem no momento em que ele tentava sacar valores referentes a precatório judicial em uma agência bancária. R.S. usou um documento falso e foi flagrado quando tentava embolsar R$ 14 mil. A prisão foi efetuada por uma equipe da Coordenação de Repressão ao Crime Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf). As investigações apontam que o homem integrava um esquema criminoso de desvio de valores de ações previdenciárias, lesando vítimas – a maioria idosos – que aguardam anos na esfera judicial para receber os benefícios. O acusado disse ter sido procurado em Ceilândia por um conhecido. Ele teria passado os detalhes do esquema e fabricou um documento falso para R.S. Aos policiais, ele relatou ainda que receberia R$ 1 mil pelo golpe e deveria repassar o restante para os chefes da quadrilha. O homem responderá por tentativa de estelionato e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Metrópoles

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal é preso ao tentar aplicar golpe em locadora de veículos em Várzea Grande

Sem Comentários

22/11/2018

A Polícia Militar prendeu na quarta-feira (21), um casal que tentava aplicar golpe com uso de identidades falsas, em uma locadora de veículos, situada no Centro de Várzea Grande (MT). A situação só foi percebida após o funcionário notar as inconformidades nos dados apresentados pela dupla. Segundo a PM, um homem chegou ao local acompanhado de duas mulheres e em seguida apresentou uma CNH afirmando que tinha feito reserva empresarial. Entretanto, o atendente notou que o mesmo não possuía nenhuma semelhança física com a foto apresentada e não fez a liberação do carro. A testemunha disse ainda que uma das mulheres também pretendia alugar outro carro, com a mesma narrativa, porém em razão da negativa ela achou melhor desistir. Acionada, a PM fez rondas nas proximidades e localizou os suspeitos no ponto de ônibus em frente ao Aeroporto Municipal. A suspeita, ao perceber a aproximação da viatura tentou se desfazer da carteira de motorista, mas a ação foi percebida pelos militares, que agiram rapidamente para abordá-la. Questionados, ambos os suspeitos confessaram o crime de estelionato e revelaram que a ordem era entregar os veículos para um quarto envolvido. Diante do flagrante, J.K.G.S. e a suspeita N.G.S., foram encaminhados na Delegacia de Polícia Civil da cidade para medidas cabíveis. A terceira envolvida I.A.S., foi conduzida devido estar junto no momento da tentativa de crime. O casal deverá responder por uso de documento falso, formação de quadrilha e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Bom da Notícia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo