Mulher detida em operação da PF contra fraudes no INSS na Bahia já tinha sido presa 4 vezes em 2018

Sem Comentários

20/09/2019

Uma mulher que está entre os presos na Operação Lama Preta, deflagrada nesta quinta-feira (19), na Bahia, contra fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), já tinha sido detida outras quatro vezes em 2018, segundo informações divulgadas pela Polícia Federal (PF). O grupo era investigado há 3 anos e a suspeita é de que mais de 100 benefícios tenham sido falsificados. O prejuízo aos cofres públicos passam dos R$ 4 milhões. “Conseguimos desbaratar esse grupo criminoso, que é formado em sua maioria por estelionatários com amplas passagens policiais”, disse o delegado da PF. Segundo a PF, idosos e deficientes eram usados como “dublês” pelo grupo. Eles usavam nomes, fotos e documentos falsos e se apresentavam nas agências do INSS para obter benefícios da instituição. Pela participação no esquema, eles levavam uma parte do dinheiro. A suspeita foi surpreendida pelos policiais, no início da manhã juntamente com o marido, na cidade de Camaçari. Além do casal, segundo a PF, outras sete pessoas foram detidas nesta quinta. Entre eles um empresário de Vilas do Atlântico, área de classe média alta em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. De acordo com a PF, ele era responsável pela falsificação e produção dos documentos usados na fraude. Idosos e deficientes físicos que colocavam o esquema em prática também foram detidos. Outros três suspeitos seguem foragidos. Todos estão com mandados de prisão preventiva. Além da fraude em benefícios, conforme a PF, os envolvidos também usavam os documentos falsos para fraudar compras em lojas e financiamento de carros. Durante a operação, que também cumpriu 11 mandados de busca e apreensão, a Polícia Federal apreendeu fotos 3×4, cartões de crédito e documentos falsos usados pelo grupo. A corporação destacou que não foram identificadas participações de funcionários do INSS no esquema.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Pedreiro é preso suspeito de tentar comprar Porsche usando documento falso, em Goiânia

Sem Comentários

16/09/2019

Um pedreiro de 26 anos foi preso em flagrante na quinta-feira (12) suspeito de tentar comprar um veículo de luxo financiado utilizando documento falso em uma revendedora de carros em Goiânia. Segundo a polícia, o jovem disse que foi chamado por outra pessoa para cometer o crime. De acordo com informações da Polícia Civil, o acusado usou uma carteira de habilitação falsa, com outro nome, para tentar comprar um Porsche. Segundo o delegado da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), os vendedores da loja suspeitaram que ele não teria condições financeiras de comprar o veículo e chamaram a polícia. Ainda segundo o delegado, o suspeito confessou o crime, mas disse que tem um “mentor” por trás da tentativa de compra do veículo. “Ele diz que foi usado como ‘mula’, que só ia assinar o documento e essa outra pessoa iria buscar o carro”, afirmou. As investigações apontam que ele receberia R$ 1 mil dessa pessoa para apresentar a CNH falsa e assinar o contrato de compra e venda. O carro, avaliado em R$ 100 mil, é seminovo e seria financiado integralmente pela loja que denunciou a tentativa de estelionato. “Ele ia financiar todo o valor sem a intenção de pagar nada”, afirmou o delegado. O pedreiro, que permanece preso, irá passar por audiência de custódia e responderá por tentativa de estelionato e uso de documento falso, o que pode resultar em até oito anos de prisão. A polícia ainda trabalha para identificar o segundo envolvendo no crime.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba como evitar esse e outros tipos de fraude acessando a página do BrSafe, um sistema moderno e eficaz no combate a fraude em documentos.

Polícia Civil prende em Goiás mulher que usou documento falso para tentar sacar benefício do INSS

Sem Comentários

11/09/2019

Em investigação a estelionatos ocorridos em Jaraguá, os policiais civis da Delegacia de Polícia da cidade, após troca de informações, passaram a monitorar ontem (10) uma mulher em atitude suspeita. Ela estava dentro de uma agência bancária e, munida de Carteira de Identidade e Carteira de Trabalho falsas, chegou a conseguir a ordem de pagamento de R$ 4 mil emitida pelo banco. Porém, quando foi pegar o dinheiro, foi dada voz de prisão a ela. A mulher tentava, com o documento falso, sacar pagamento referente ao auxílio doença. A suspeita se passava por outra pessoa. Mas após diligências, os policiais civis descobriram seu verdadeiro nome. Na delegacia ela confessou o crime e foi autuada em flagrante pelos delitos de uso de documento falso e tentativa de estelionato. A acusada veio da cidade de Pirenópolis(GO) somente para aplicar o golpe em Jaraguá (GO). Agora, está no presídio à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: FOLHAGO

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatário acusado de dar golpe em mais de 100 vítimas é preso em Rondônia

Sem Comentários

11/09/2019

Agentes da 6ª Delegacia de Polícia de Porto Velho (Rondônia) prenderam na manhã desta terça-feira (10), um acusado de praticar crime de estelionato contra mais de 100 vítimas no país. No apartamento do acusado na capital de Rondônia, a Polícia também apreendeu diversos documentos e um notebook. Segundo os investigadores, o golpe praticado por ele é similar ao de pirâmide financeira. Ele se apresentava como investidor do mercado financeiro e oferecia o produto de moedas “criptografadas”, com a promessa de juros aviltantes no valor de 15% ao mês. De acordo com a Polícia, só em dois inquéritos, o golpe ultrapassou R$ 300 mil, entretanto, outras vítimas confirmaram que investiram cerca de R$ 1 milhão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: RONDONOTICIAS

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Foragido usa documento falso para tentar enganar polícia, mas acaba preso em Jardim

Sem Comentários

02/09/2019

Foi preso em flagrante na tarde do dia (26) pela Polícia Militar, um homem de 39 anos, depois de apresentar documento falso. Ele tentou enganar as autoridades, tendo em vista que tinha contra si mandado de prisão em aberto. Segundo boletim de ocorrência, durante abordagem a um ônibus na rodovia BR-060, próximo ao Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), os policiais desconfiaram do nervosismo do passageiro, motivo pelo qual decidiram entrevistá-lo.A CNH apresentada por ele era falsa. O homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Pantaneiro

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe:

Documentos falsos, R$ 20 mil e 40 cartões clonados são apreendidos com casal ‘ostentação’ suspeito de golpes de R$ 5 milhões

Sem Comentários

02/09/2019

A prisão do casal ocorreu na quinta-feira (29). Segundo a polícia, o homem tinha oito nomes falsos e a mulher, dez. Eles foram presos no imóvel de alto padrão onde moravam, em Goiânia. Casal é suspeito de agir com agência de viagens de ‘fachada’ e se apropriar de carros de locadoras. A Polícia Civil apreendeu cartões clonados, documentos falsos e dinheiro durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão que culminou na prisão do casal em Goiânia. Eles são suspeitos de aplicar golpes na ordem de R$ 5 milhões e ostentar uma vida de luxo nas redes sociais. No apartamento de alto padrão que eles moravam, no Setor Jardim Goiás, bairro nobre da capital, a corporação localizou 40 cartões de crédito clonados e R$ 20 mil em espécie. De acordo com a corporação, o casal chegou a montar cinco agências de viagens de fachada para enganar as pessoas. A investigação apontou que os clientes pagavam por pacotes, mas o dinheiro era embolsado pelo casal.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe:

Idosa é presa por apresentar documento falso em banco

Sem Comentários

02/09/2019

Nesta quinta-feira (29), uma idosa foi presa em Alagoas, após apresentar um documento falso em uma instituição financeira. Após suspeitar da autenticidade do documento o funcionário do banco solicitou um períto da instituição financeira para que avaliasse o documento, onde após suspeitas de fraude o funcionário aciounou a Polícia Militar. Ao chegarem no banco os militares efetuaram a prisão da idosa, por estelionato, agora ela está a disposição da justiça. Segundo o 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o fato foi registrado por volta das 15h30, na Rua do Sol.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Alagoas 24 horas

O BrSafe é a ferramenta ideal para evitar esse tipo de fraude. Clique e conheça:

Anterior