Homem é preso com quase 30 cartões de crédito em nomes de terceiros

Sem Comentários

12/03/2018

Nesta segunda-feira (12), um homem foi preso e encaminhado ao 1º Distrito Policial de Londrina com quase 30 cartões de crédito em nomes de terceiros. Conforme o delegado responsável, o sujeito trabalhava em lojas de departamento, onde tinha acesso aos dados de clientes. “Ele perguntava aos clientes se gostariam de renovar o cartão, anotava os melhores clientes, passava a um comparsa pela internet, que realizava pedidos de cartões aos bancos com os dados dos mesmos. O indivíduo só mudava o endereço para que fossem entregues na residência dele”. A polícia foi ao endereço de entrega das correspondências, mas já havia sido mudado. “No entanto, descobrimos o endereço atual e o encontramos com cartões feitos com dados de diversas vítimas, além de documentos como CPF, RG e Título de Eleitor. O homem foi conduzido à delegacia e confessou que usava os cartões. Além disso, disse que era coagido pelo comparsa. Mas ele também fez gastos pessoais com os cartões.” Uma das vítimas já havia aberto um boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial afirmando que haviam comprado um iPhone no nome dela. Outro senhor também compareceu à delegacia afirmando que percebeu gastos sendo feitos em seu nome. “Apesar da materialidade e autoria dos fatos comprovadas, o suspeito não estava em flagrante delito no momento da abordagem, sendo assim, o mesmo foi interrogado sobre os fatos e liberado, contudo, ele irá responder a inquérito policial pelo delito de estelionato, procedimento que posteriormente será enviado à Justiça para o oferecimento de denúncia pelo representante do Ministério Público”, pontuou o delegado. 

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Bonde

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Presa quadrilha que aplicava golpes com cheques roubados na Capital

Sem Comentários

06/06/2012

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul divulgou a prisão de uma quadrilha de estelionatários que aplicava golpes em comerciantes e empresários do estado. Os três compravam produtos em nome de uma empresa aberta por eles com cheques fraudados e revendiam por um preço abaixo do valor de mercado. Com eles foram apreendidos vários cheques de terceiros, todos em branco, documentos de identidade e cartões bancários, utilizados para aplicar os golpes. No local onde eles faziam as negociações foram apreendidas 99 toneladas de calcário, 3,4 mil telhas, mandiocas descascadas e embalagens plásticas. Os suspeitos foram autuados em flagrante por estelionato e formação de quadrilha. Outros dois integrantes do grupo estão foragidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio do Estado

Saiba como evitar perdas com fraudes em documentos de identificação. Clique e conheça o BrSafe.

Funcionário público é principal vítima de estelionatários em Porto Velho

Sem Comentários

05/06/2012

A fraude de documentos de funcionários públicos estaduais e federais tem crescido em Porto Velho, Rondônia, de acordo com a Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Extorsões, Sequestros, Estelionatos e outras Fraudes. Os documentos são utilizados em abertura de contas, empréstimos bancários e financiamento de veículos em nome de terceiros. Uma das vítimas foi uma telefonista. Quando ouviu um comercial no rádio que cedia empréstimos de forma facilitada, achou que seus problemas estavam resolvidos. Entrou em contato pelo telefone que aparecia no comercial e seu cadastro para empréstimo no valor de R$ 20 mil foi aprovado rapidamente. Como não possuía nenhum bem em nome dela foi exigido que contratasse um seguro no valor de R$ 2,7 mil. Ao comparecer ao banco ela descobriu que havia caído em um golpe, pois a empresa nunca depositou o valor. Segundo a delegacia, as dicas para não cair nesse tipo de golpe é sempre agir com cautela, investigar a autenticidade e a origem do empréstimo e tomar cuidado com cartões e documentos na hora de utilizá-los.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal é preso suspeito de falsificar documentos no Distrito Federal

Sem Comentários

30/05/2012

A polícia prendeu nesta terça-feira (29), um casal suspeito de falsificar documentos no Distrito Federal. Eles  abriam contas utilizando dados de terceiros, inclusive de servidores públicos do governo do DF e com documentos falsos, realizavam compras e empréstimos bancários. As investigações apontam que a dupla tinha acesso a folhas de pagamento e informações sigilosas da Secretaria de Saúde e em posse desses dados, falsificavam documentos e abriam contas bancárias. Os estelionatários também aplicavam golpes em comércios pequenos. Eles foram descobertos ao tentar comprar um colchão  no valor de R$ 6 mil, no Núcleo Bandeirante. No entanto, a operadora do cartão de crédito entrou em contato com a verdadeira titular do documento apresentado e comunicou à polícia sobre a possibilidade do golpe. De acordo com a polícia, a dupla já aplicava os golpes há dois anos e a mulher já havia sido presa em 2011 por estelionato. O homem foi expulso da Polícia Civil de Goiás e já responde a 18 processos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba como evitar perdas com fraudes em documentos de identificação. Clique e conheça o BrSafe.

Polícia investiga se mulher caiu em golpe e perdeu R$ 101 mil em MS

Sem Comentários

28/05/2012

Uma mulher foi vítima de um golpe em uma agência bancária na manhã de domingo (27), no bairro Santa Fé, em Campo Grande, depois de tentar fazer um saque na conta da nora, uma médica, a pedido da titular da conta. O prejuízo chegou a R$ 101 mil. Segundo a polícia, a vítima aceitou ajuda de uma pessoa para fazer contato com o banco depois que o cartão magnético ficou preso no caixa eletrônico, e repassou informações pessoais, como senhas a terceiros por telefone. A médica confirmou que havia pedido à sogra para efetuar o saque e que forneceu a ela as informações. A titular da conta verificou o saque de R$ 1 mil e um empréstimo no valor de R$ 100 mil. 

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Federal prende treze em esquema de fraude no vestibular de medicina em Rondônia

Sem Comentários

28/05/2012

A Polícia Federal em Porto Velho recebeu denúncia anônima de um esquema criminoso para fraudar o vestibular do curso de medicina de uma faculdade, que ocorreu no domingo (27). Os envolvidos no esquema ofereciam a candidatos, em vestibulares de diversos estados, as respostas da prova, através de mensagem codificada de texto em seus celulares, mediante pagamentos de R$ 20 mil até R$ 150 mil, em função de instituição a ser lesada, até situações em que a quadrilha fornecia terceiros para realizarem a prova no lugar dos candidatos, com uso de documentos falsos. O líder do esquema era J. R. J., que mantinha em uma sua equipe, os pilotos (os que resolviam as provas e passavam o gabaritos aos demais envolvidos) e os copilotos (os que assumiam o lugar dos verdadeiros candidatos com documentos falsos). A Operação Panaceia, deflagrada no domingo (27), resultou na prisão de 13 pessoas, dentre elas uma menor de idade. Dentre os indiciados encontram-se médicos e advogados, estudantes de medicina, filhos de médicos, de servidores públicos, entre outros. 

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rondônia Agora

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Presa quadrilha que comprava carros com documentos falsos em São Luís

Sem Comentários

28/05/2012

O dono de uma loja gravou imagens no celular de um casal que foi à uma concessionária para assinar o contrato da compra de um veículo, mas os documentos apresentados por eles eram falsos. O proprietário do estabelecimento desconfiou da fraude porque, um mês antes dessa tentativa de compra, homem teria financiado um carro importado de luxo, no valor de R$ 60 mil. Na ocasião, ele apresentou os mesmos documentos da negociação anterior, porém, com informações adulteradas. A polícia prendeu o casal e uma terceira pessoa em flagrante. De acordo com a polícia, os suspeitos são de Brasília e agem em várias cidades do país comprando veículos com outros nomes em São Luís e revendendo a preços irrisórios em outros estados. A polícia procura por outros integrantes da quadrilha. Os presos serão autuados por estelionato, falsificação de documentos públicos e falsidade ideológica.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba como evitar perdas com fraudes em documentos de identificação. Clique e conheça o BrSafe.

Anterior