Idoso perde mais de R$ 2 mil depois de ser abordado por casal em avenida de Mogi

Sem Comentários

12/07/2018

Um idoso perdeu mais de R$ 2 mil depois de ser abordado por um casal em uma rua de Mogi das Cruzes. Ele disse que os suspeitos levaram sua bolsa onde estavam documentos, cartões e o dinheiro. Nesta quarta-feira (11), a vítima esteve no 1º Distrito Policial e contou que na terça-feira (10), por volta das 12h30, saiu de um banco na Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco. Segundo o idoso, nesse momento ele foi abordado por um casal. A vítima afirma que a dupla tentou aplicar um golpe. Mas como não caiu, o homem e a mulher levaram a bolsa do aposentado onde estavam documentos, cartões bancários e R$ 2.150, fugindo em seguida. O caso foi registrado como furto a transeunte.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso após tentar sacar R$ 35 mil em nome de aposentado em PG

Sem Comentários

11/06/2018

Na sexta-feira (08), policiais da Delegacia Sede de Praia Grande (SP) prenderam um homem de 36 anos que tentou sacar R$ 35,4 mil em um banco em nome de um aposentado, usando uma carta de concessão de crédito da Previdência Social e documento falso, com o nome da vítima. O acusado foi abordado pelos investigadores quando saía da agência bancária, na Avenida Presidente Kennedy, na Vila Tupi, ao desconfiar da demora para liberação da transação. Sob o comando do delegado, dois policiais revistaram o suspeito e localizaram uma carteira de identidade falsa com foto dele e o nome da vítima. Os policiais também apreenderam a carta de concessão de crédito, uma conta de telefone em nome da vítima e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) verdadeira do acusado.

Na agência bancária, os policiais constataram que o homem tentara retirar o limite de R$ 5 mil em espécie e movimentar o restante da quantia, R$ 30,4 mil, para uma conta. Os investigadores ainda apuraram que a demora estava ocorrendo porque o banco identificou que a transação poderia ser fraudulenta. O aposentado que foi vítima da ação, de 46 anos, foi localizado pelos policiais e disse que desconhecia a concessão de crédito da Previdência Social. O acusado foi autuado pelos crimes de tentativa de furto a estabelecimento bancário e uso de documento falso, sendo recolhido à cadeia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário do Litoral

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Vovozinha engana bandidos que tentavam roubar o seu cartão do banco em Limeira

Sem Comentários

01/03/2018

Nesta quarta-feira (28), em Limeira (SP), uma aposentada de 79 anos foi vítima de uma tentativa de estelionato. Conforme informações do boletim de ocorrência, a idosa recebeu uma ligação de uma mulher que dizia ser funcionária do seu banco. O motivo da ligação seria para informar que o cartão da aposentada havia sido clonado, e um saque no valor de R$1.000 tinha sido realizado. A suposta funcionária acrescentou ainda, que para providenciar o estorno do valor e o bloqueio do cartão, seria necessário passar os dados pessoais, inclusive a senha do cartão. E que por segurança o cartão atual seria trocado. Para isso, um funcionário do banco levaria o cartão novo até à residência da idosa. A aposentada desconfiada, comentou com o porteiro do edifício onde mora, e ele acionou a Polícia Militar. Desta forma, quando o indivíduo chegou ao edifício foi surpreendido pelos PMs. O jovem de 19 anos, que é de Poá (SP), confessou aos policiais que a intenção era subtrair o cartão da idosa para praticar estelionato. A mulher, que também participou do crime e colheu informações da idosa por telefone, não foi localizada. O rapaz foi preso em flagrante e com ele foram apreendidos dois celulares, provavelmente utilizados para manter contato com outros integrantes da quadrilha e uma máquina de cartão. O caso será investigado pela polícia civil e o jovem segue à disposição da justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rápido no Ar

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpista é preso ao tentar pegar empréstimo de R$ 30 mil, com identidade falsa

Sem Comentários

27/02/2018

Um homem, de 48 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Maracajá, com apoio da Polícia Militar, por uso de documento falso. O caso ocorreu nesta terça-feira (27). Segundo um dos policiais civis, na segunda-feira (26), o gerente de uma agência bancária de Maracajá entrou em contato com a DPMU do município e informou que um homem queria fazer um empréstimo de aproximadamente R$ 30.000, no entanto ele estava bastante nervoso, levando o gerente a desconfiar da veracidade do documento de identidade apresentado por ele. Conforme a polícia, o gerente passou os dados da identidade apresentada pelo golpista e, ao ser consultado, a fraude foi comprovada. A foto da identidade original não é do suposto cliente. “Havia uma foto na identidade consultada no sistema, assim tirei a foto da imagem do sistema e mandei para o gerente. Quando o gerente recebeu a imagem, logo viu que a fotografia na identidade apresentada pelo suspeito era falsa”, explicou o agente da Polícia Civil. O golpista foi preso por volta das 14 horas de terça, quando retornou ao banco para assinar o contrato de empréstimo e apresentou novamente a identidade falsa para o gerente, que imediatamente ligou para a Delegacia. Um policial civil e um soldado da PM foram até o banco e prenderam o suspeito no momento em que ele estava saindo da agência às pressas, pois o empréstimo havia sido negado. O homem é natural de Tubarão e a identidade que ele falsificou é de uma pessoa de Vargem, um município localizado na região do Vale do Contestado, em Santa Catarina. Ele ainda apresentou um comprovante de residência de Araranguá, como sendo morador do bairro Cidade Alta. Ele foi preso em flagrante por uso de documento falso e foi encaminhado para a Central de Plantão Policial (CPP) de Araranguá.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Revista W3

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem de 80 anos é flagrado tentando tirar RG falso

Sem Comentários

19/09/2017

Nessa segunda-feira (18), um homem de 80 anos foi preso em flagrante tentando obter um RG falsificado no Poupatempo de Bauru para fraudar a aposentadoria. P.S. tentava se passar por outra pessoa e acabou confessando o crime. Conforme o boletim de ocorrência (BO), o flagrante ocorreu por volta das 10h30. O acusado foi até o Poupatempo para buscar um RG que ele havia dado entrada no dia 29 de agosto. Na ocasião, ele apresentou certidão de nascimento e demais documentos no nome de L.F.L. e não fez a assinatura, alegando ser analfabeto. A documentação foi enviada para a Capital, onde, pelas impressões digitais, notou-se que já havia um RG com os dados coletados no nome de P.S., documento cadastrado em Rio Claro no final do ano passado. Também foram feitas consultas no Cartório de Registro Civil e descobriu-se que os dados informados pelo homem na certidão de nascimento não coincidiam com os dados de L.F.L. Nessa segunda (18), enfim, o solicitante compareceu ao Posto do Poupatempo de Bauru para retirar o documento. Questionado sobre as divergências, ele negou tudo e confirmou que era L.F.L. O policial civil do Poupatempo foi acionado e o suspeito foi conduzido à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde, finalmente, confessou a tentativa de golpe. Disse que seu nome verdadeiro era P.S. e que nem sequer conhecia L. Revelou também, segundo o BO, que, com o RG falso, iria buscar uma aposentadoria fraudada junto ao INSS. Como o crime de falsa identidade é inafiançável, ele foi preso em flagrante.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: JCNET

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Bandido tenta golpe contra idosos alegando ter dívida para receber

Sem Comentários

17/05/2017

Tentando aplicar golpe em um casal de idosos na tarde desta quarta-feira (17), na Vila Bandeirante, em Campo Grande, um bandido forjou uma dívida pendente com o filho das vítimas. O  crime foi descoberto depois que o pai do suposto devedor questionou débito. Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito chegou em uma motocicleta, alegando que foi receber uma quantia referente à um serviço elétrico prestado para o filho dos moradores, no valor de R$ 183. A idosa, de 67 anos, disse que não tinha o valor em casa e foi convencida a ir até um caixa eletrônico sacar. Enquanto a mulher seguia em seu carro para um caixa eletrônico no supermercado mais próximo, o suspeito a seguiu na moto. Neste tempo, o marido da vítima conseguiu entrar em contato com o filho, onde foi informado de que não devia dinheiro para ninguém. Sabendo que se tratava de um golpe, o senhor ligou para a esposa e, imediatamente, bandido anunciou o roubo. A vítima já havia sacado R$ 200 para o criminoso, que não se contentou e afirmou querer mais dinheiro. Em entrevista aos investigadores da delegacia, a senhora disse que é revendedora de uma marca de cosmético a qual existe uma loja no supermercado e, então, começou a acenar pedindo ajuda. Neste momento, o marido da mulher chegou ao estabelecimento acompanhado de uma vizinha, que começou a gritar, chamando o suspeito de ladrão. Ele tomou o aparelho celular e a quantia de dinheiro das mãos da mulher, mas com medo de ser contido por outros populares e seguranças do local, jogou a quantia e o celular no chão e fugiu sem levar nada. O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia Civil e será investigado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio do Estado

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Aposentada denuncia tentativa de golpe em Maringá

Sem Comentários

26/04/2017

Nesta manhã de quarta-feira (26), uma funcionária pública aposentada procurou a Polícia Civil de Maringá (PR), para registrar uma ocorrência que por pouco não deixou um prejuízo grande para ela. A mulher contou que pagou uma conta em uma loja da cidade com um cheque, que possivelmente tenha sido clonado, e teve o valor alterado. O suspeito foi até a agência bancária e tentou trocar o cheque no caixa. O valor era de R$ 4,8 mil. Mas, a funcionária do banco desconfiou e chamou o gerente. O suspeito percebeu que poderia ser ‘descoberto’ e fugiu.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior