Golpista é preso ao tentar pegar empréstimo de R$ 30 mil, com identidade falsa

Sem Comentários

27/02/2018

Um homem, de 48 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Maracajá, com apoio da Polícia Militar, por uso de documento falso. O caso ocorreu nesta terça-feira (27). Segundo um dos policiais civis, na segunda-feira (26), o gerente de uma agência bancária de Maracajá entrou em contato com a DPMU do município e informou que um homem queria fazer um empréstimo de aproximadamente R$ 30.000, no entanto ele estava bastante nervoso, levando o gerente a desconfiar da veracidade do documento de identidade apresentado por ele. Conforme a polícia, o gerente passou os dados da identidade apresentada pelo golpista e, ao ser consultado, a fraude foi comprovada. A foto da identidade original não é do suposto cliente. “Havia uma foto na identidade consultada no sistema, assim tirei a foto da imagem do sistema e mandei para o gerente. Quando o gerente recebeu a imagem, logo viu que a fotografia na identidade apresentada pelo suspeito era falsa”, explicou o agente da Polícia Civil. O golpista foi preso por volta das 14 horas de terça, quando retornou ao banco para assinar o contrato de empréstimo e apresentou novamente a identidade falsa para o gerente, que imediatamente ligou para a Delegacia. Um policial civil e um soldado da PM foram até o banco e prenderam o suspeito no momento em que ele estava saindo da agência às pressas, pois o empréstimo havia sido negado. O homem é natural de Tubarão e a identidade que ele falsificou é de uma pessoa de Vargem, um município localizado na região do Vale do Contestado, em Santa Catarina. Ele ainda apresentou um comprovante de residência de Araranguá, como sendo morador do bairro Cidade Alta. Ele foi preso em flagrante por uso de documento falso e foi encaminhado para a Central de Plantão Policial (CPP) de Araranguá.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Revista W3

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é detida enquanto planejava suposto golpe de estelionato em Delmiro Gouveia

Sem Comentários

01/02/2018

Uma mulher, de 51 anos, suspeita de aplicar golpes de falso emprego, foi denunciada por estelionato na quarta-feira (31) em Delmiro Gouveia (AL), na 1º Delegacia Regional de Polícia. A polícia informou que a suspeita não pode ficar detida, já que ainda estava nos atos preparatórios do crime e não havia mandado de prisão. Conforme informações, a suspeita é da cidade de Iúna, no Espírito Santo, e estava em Delmiro há cerca de três meses, hospedada na casa de uma família que foi vítima de seu golpe. Ela contava para as pessoas que era milionária e possuía muitos bens, entre eles uma fazenda de café que ficava no Espírito Santo. Prometendo emprego, ela recolheu documentos pessoais de pelo menos cinco pessoas, afirmando ser necessário para a compra de passagens de avião. A mulher foi denunciada por uma de suas vítimas, que descobriu seu histórico de golpes quando suspeitou das promessas e decidiu buscar informações sobre ela na internet. O trabalhador encontrou matérias em vários jornais relatando os crimes dela e descobriu também que a mesma já havia cumprido pena por aproximadamente 9 anos e seis meses em Minas Gerais. A suspeita tem passagens pela polícia também por estelionato em outros Estados, como Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Ela costuma usar métodos parecidos nas cidades por onde passa e também frequenta igrejas evangélicas para extorquir fiéis. Na Bahia, a mulher já foi acusada de agir em várias cidades do interior, sendo detida em Morro do Chapéu, por crimes de estelionato e falsificação de documento público, usando uma identidade falsa com outro nome. Após o comparecimento à 1º DPR, a suspeita devolveu os documentos das vítimas, mas não ficou detida porque não foi constatado o flagrante. A suspeita vai responder judicialmente por tentativa de estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: TNH1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal é detido suspeito de fazer compras com documentos falsos

Sem Comentários

15/01/2018

Um casal foi preso ao tentar fazer compras usando documentos falsos em uma loja de departamento em São José do Rio Preto (SP). Conforme o boletim de ocorrência, a mulher teria apresentado o documento de outra pessoa para comprar eletrodomésticos. Enquanto o casal saia da loja, o sistema da empresa teria identificado a fraude. Funcionários impediram a saída dos suspeitos e entraram em contato com a polícia. Assim que chegou ao local, a equipe encontrou com a suspeita uma carteira de motorista, cinco carteiras de identidade e um cartão de crédito bancário. Todos os documentos eram falsos. O homem que estava com ela fugiu do local, mas foi localizado em um bairro de Rio Preto. Com ele, os policiais encontraram outras duas carteiras de identidade, um talão de cheques falso e um cartão de loja. Questionados pela equipe da corporação, eles confessaram que conseguiram os documentos em Barretos (SP). A dupla foi presa em flagrante e levada para a delegacia da cidade.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por tentativa de estelionato em Pinheiral, no Sul do Rio

Sem Comentários

05/12/2017

Na segunda-feira (04) em Pinheiral, no Sul do Rio, um homem de 48 anos foi preso por tentativa de estelionato e apresentação de documento falso. De acordo com a Polícia Civil, ele foi até uma agência bancária, no Centro, e solicitou a abertura de uma conta para receber um empréstimo no valor de R$ 40 mil. O homem foi abordado pela polícia e apresentou uma identidade com o nome de outra pessoa. Ele foi detido e levado para 101ª Delegacia de Polícia (Pinheiral), onde foi confirmado que o suspeito é de Nilópolis, na baixada fluminense, e já havia sido preso pelo mesmo crime. Segundo os agentes, no celular do suspeito havia mensagens indicando um possível golpe em Mendes (RJ), programado para este ano.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Depois de 2 anos sacando benefícios, suspeitos de estelionato são presos no PI

Sem Comentários

08/11/2017

Na terça-feira (07), no município de Piripiri, Norte do Piauí, dois suspeitos de estelionato foram presos. Eles sacavam benefícios de terceiros há dois anos, afirmou o delegado titular do 1º Distrito Policial. Ele afirmou que a dupla foi flagrada com diversos cartões e documentos falsos enquanto tentavam fazer cadastramento em uma agência bancária. “Eles estavam usando documentos falsos para efetuar cadastramento e retirar cartões bancários se passando por titulares das contas. A dupla estava de posse de documentos com dados de terceiros, mas com fotografias de um dos estelionatários”, explicou o delegado. Ao ser interrogado, um dos suspeitos confessou que há dois anos sacava quantias em dinheiro de uma conta e que precisou retirar um novo cartão. “Eles conseguiram fazer a solicitação de um novo documento de identidade e com o comprovante da solicitação, se dirigiram até a agência e forneceram os documentos”, informou. Com a dupla foram apreendidos diversos cartões bancários em nome de terceiros, fotografias 3×4 semelhantes às utilizadas nos documentos falsos e uma quantia em dinheiro não revelada pela polícia. Os dois foram autuados em flagrante pelos crimes de uso de documento falso e tentativa de estelionato e levados para o Distrito Policial para os procedimentos legais.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por tentar aplicar golpe em idosa em Guaratinguetá, SP

Sem Comentários

06/10/2017

Nesta quinta-feira (05), um homem de 59 anos foi preso depois de aplicar um golpe em uma idosa de 74 anos em Guaratinguetá. Conforme a Polícia Militar, ele tentava roubar R$ 1,3 mil que ela sacou no banco, mas foi flagrado e impedido por testemunhas. O caso aconteceu depois que idosa sacou o valor em um banco no centro e seguia para outro para o pagamento de contas. Com trajes sociais, ele abordou a mulher dizendo que ela havia esquecido de preencher documentos no banco para liberar o valor. Ele recolheu a quantia e deu os papéis forjados para ela preencher. Enquanto ela escrevia, ele pegou o valor sacado e tento correr. A idosa pediu por ajuda, o que chamou a atenção de pessoas que passavam pelo local e contiveram o criminoso. A polícia foi acionada e ao chegar percebeu que o homem era procurado pela polícia por crimes cometidos na Paraíba, onde nasceu. Ele foi preso por furto mediante fraude e encaminhado à Polícia Civil. O valor foi devolvido à vítima.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é vítima de estelionato em Japaraíba

Sem Comentários

21/09/2017

Uma mulher compareceu ao Quartel da Polícia Militar de Japaraíba (MG), nesta quarta-feira (20), alegando que no dia anterior notou que seu cartão bancário havia sido trocado por outro cartão desconhecido. A vítima informou também que seu pai foi vítima de estelionato do mesmo jeito em 24 de agosto deste ano. A vítima foi até sua agência bancária, retirou todo o dinheiro que estava em sua conta e encerrou suas atividades no banco. A princípio não houve nenhum prejuízo financeiro oriundo da ação delituosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Jornal Cidade

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo