Suspeito de aplicar golpes em clientes de banco vai responder por quatro crimes, diz Polícia Civil

Sem Comentários

14/05/2019

Segundo a Polícia Civil, o homem de 25 anos preso em flagrante por tentar aplicar golpes dentro de uma agência bancária no Centro de Piracicaba (SP) responderá pro quatro crimes. Ele foi detido nesta terça-feira (14) pela Guarda Municipal, que encontrou um dispositivo que trava teclas dos caixas eletrônicos. Além disso, foi colado um aviso com um número falso de telefone. O homem responderá por tentativa de estelionato, associação criminosa, falsificação de documento particular e uso de documento falso. Ele deve passar por audiência de custódia na quarta-feira (15). Segundo o delegado responsável, o uso de documento falso ocorreu porque o aviso colado nos caixas tinha logotipo e grafia semelhantes ao do banco onde ocorreu a ação.

A prisão e o golpe

A Guarda Civil Municipal (GCM) foi acionada após o monitoramento do banco filmar dois homens demorando em caixas eletrônicos. Quando os guardas chegaram, um dos homens fugiu e o outro, de 25 anos, foi detido. O que conseguiu fugir segue foragido até esta publicação. Em três caixas foi encontrado o dispositivo que travava as teclas do equipamento e, ao lado, um adesivo com um número de telefone 0800 falso. O aviso sugeria aos clientes que ligassem para o número falso em caso de necessidade. Conforme a Polícia Civil, os clientes que tinham dificuldade para usar os caixas por conta do dispositivo que trava a tecla ligavam no número falso e passavam informações sigilosas, como senha e dados pessoais. Com isso, criminosos faziam saques ou compras no nomes das vítimas. A instituição informou em nota que orienta os clientes sobre os canais oficiais de atendimento e confirmou que o número indicado no aviso é falso. Além disso, que vai auxiliar a Polícia Civil na investigação.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Notícia relacionada.

Mulher é flagrada com documentos falsos ao tentar fechar contrato de R$10 mil com empresa em Belém

Sem Comentários

02/05/2019

Nesta quinta-feira (02), uma mulher foi autuada pela Polícia Civil por tentativa de estelionato, falsidade ideológica e uso de documento falso. V.C.L., de 30 anos, confessou o crime à Polícia. A suspeita foi flagrada em uma empresa financeira, no bairro da Pedreira, em Belém, tentando fechar um contrato de R$10 mil usando documentos de outra pessoa. A Polícia informou que a fraude foi comunicada à Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe). O delegado responsável explicou que um funcionário que atendeu a mulher suspeitou das informações na carteira de identidade apresentada. De acordo com a denúncia, o documento apresentava dados de uma pessoa com 40 anos, sendo que a suspeita aparentava ser mais jovem. À Polícia, V.C.L. disse que conseguiu o documento de identidade e retirou a foto da mulher, colocando a própria foto no lugar. Ela deve permanecer presa até audiência de custódia na Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulheres tentam enganar cliente com nota fiscal falsa e são presas em flagrante

Sem Comentários

25/04/2019

Um homem foi vítima de uma tentativa de estelionato e duas mulheres acabaram presas, em flagrante, na noite dessa quarta-feira (24), próximo a um supermercado no bairro Antares, parte alta da capital. A dupla chegou a vender um aparelho celular com nota fiscal falsificada. Conforme informações do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), a vítima solicitou pessoalmente apoio ao comandante da guarnição pertencente ao 1º Batalhão, pedindo ajuda para prender duas mulheres que o teriam enganado durante a venda do aparelho eletrônico. As suspeitas foram identificadas como D.M.F., de 24 anos, e E.M.S., de 27. A vítima, de 32 anos, marcou um encontro com as suspeitas, próximo ao supermercado e, no momento da chegada dos militares, ambas foram apreendidas e conduzidas à Central de Flagrantes I, no bairro do Farol. Na delegacia, a dupla foi autuada pelo crime de tentativa de estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Gazeta Web

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso ao tentar abrir conta bancária com nome falso em Florianópolis

Sem Comentários

18/04/2019

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta quarta-feira (17), um homem em flagrante por falsificação de documento público, uso de documento falso, falsa identidade e tentativa de estelionato, quando estava dentro de uma agência bancária, em Florianópolis. O suspeito chegou a abrir uma conta corrente no banco com o intuito de recebimento de benefício previdenciário. Ele apresentou documento de identidade e comprovante de residência falsos. Por meio de troca de informações entre funcionários da instituição financeira, descobriu-se que o suspeito teria tentado realizar o mesmo procedimento em outras duas agências de São José, mas com outro nome. No momento da abordagem, o suspeito se identificou com nome falso e apresentou RG falsificado, motivo pelo qual foi conduzido em flagrante para a Central de Plantão Policial da Capital.

Mulher é presa por tentativa de estelionato na Zona Sul de Natal

Sem Comentários

05/04/2019

Uma mulher, de 42 anos, foi presa por agentes da Delegacia Especializada em Falsificações  e Defraudações (DEFD), pela prática dos crimes de falsidade ideológica e tentativa de estelionato. A prisão aconteceu na manhã de quinta-feira (04), em uma agência bancária na zona sul da capital potiguar, quando a mulher tentava realizar um empréstimo de R$ 13 mil portando documentação falsa. De acordo com as investigações realizadas, a mulher integra um grupo criminoso e, destes R$ 13 mil que seriam resultantes do crime, ela ficaria com R$ 2 mil e o restante seria destinado aos demais integrantes, a serem identificados. Com ela foram apreendidos diversos documentos de supostas vítimas.

Mulher é presa ao tentar fazer empréstimo com documento falso

Sem Comentários

15/03/2019

Uma potiguar foi presa quando tentava fazer um empréstimo com documento falso em uma agência bancária de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. A mulher, de 64 anos, já responde a outros seis processos de estelionato na Justiça Federal. Desta vez, ela foi autuada em flagrante por tentativa de estelionato. No dia anterior, ela já havia aplicado o mesmo golpe em outra agência. C.M.P.M. utilizou uma identidade no nome de outra pessoa. Embora o nome fosse diferente, a foto correspondia à realidade. O documento chamou a atenção do atendente do banco, que acionou a Polícia Civil. “Ela disse que na verdade estava fazendo um favor para outra pessoa, que pediu para que ela fosse com esse documento sacar o dinheiro. Ela disse que receberia apenas R$ 1 mil do dinheiro que ela ia sacar, como pagamento do serviço. Se algum outro banco ou agência tenha feito empréstimos para essa pessoa, pedimos que procure a delegacia para que a gente registre a ocorrência”, afirma a delegada responsável. Com a suspeita, os policiais encontraram um caderno com anotações de vários nomes, data de nascimento e outras informações pessoais. A Polícia vai investigar se as informações marcadas com um “X” foram de golpes já aplicados, que já somaria quase R$ 15 mil.

Com tornozeleira, estelionatário é preso tentando comprar com documento falso

Sem Comentários

11/02/2019

Um homem, de 41 anos, que estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica, foi preso em flagrante por estelionato. Ele tentou comprar um carro usando documento falso. O caso aconteceu na última sexta-feira (08), mas foi divulgado nesta manhã (11) pela Polícia Civil. Policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (Defurv), foram acionados pelo proprietário de uma garagem de veículo, localizada na Avenida Manoel da Costa Lima. Um cliente havia tentando financiar veículo com documento falso. Ao analisar a documentação, o banco financiador constatou que os dados não coincidiam. Os investigadores, então, orientaram o garagista a combinar a entrega do veículo ao cliente no dia 08 de fevereiro, ocasião em que os policiais, disfarçados de clientes da garagem, aguardaram o momento em que o suspeito apresentou a RG com outro nome, porém com sua fotografia, além de uma conta de água que também era falsificada. O sujeito foi autuado em flagrante por estelionato na forma tentada, uso de documento falso e associação criminosa. Outros integrantes da associação, como a mulher que intermediou a negociação entre a garagem e o suspeito, e o homem que repassou os documentos falsificados para ele, já foram identificados e estão sendo procurados.

Anterior