Homem é preso por uso de documento falso ao tentar abrir conta

Sem Comentários

17/12/2018

Na sexta-feira (14), um homem, de 53 anos, foi preso por uso de documento falso pela Polícia Civil de Bragança Paulista. O sujeito foi até uma agência bancária da Praça Raul Leme e tentou abrir um conta. O gerente  desconfiou da autenticidade dos documentos por ele apresentados e acionou a polícia. Os policiais foram para o local e viram o suspeito caminhando pela praça.  O homem entrou no banco, saindo logo em seguida. Na sequência ele foi até uma camionete GM/S-10, azul, que estava estacionada defronte a instituição. Foi nesta hora que os policiais o abordaram. O homem deu outro nome para a polícia e passou a responder de forma evasiva e desencontrada às perguntas feitas pelos policiais. Foi então que confessou sua real identidade e disse que os documentos exibidos eram realmente falsos e que os tinha usado para abrir a conta. Os policiais revistaram a camionete e nela encontraram outros documentos, em nomes de pessoas distintas. Diante dos fatos o homem foi levado para a delegacia. Ele foi autuado em flagrante por uso de documento falso e falsidade ideológica. Posteriormente, ele foi apresentado em audiência de custódia. A camionete, por sua vez, foi recolhida ao guincho. Cheques e documentos foram apreendidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Bragança em Pauta

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende estelionatário que tentava sacar R$ 14 mil em banco

Sem Comentários

21/11/2018

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu um homem no momento em que ele tentava sacar valores referentes a precatório judicial em uma agência bancária. R.S. usou um documento falso e foi flagrado quando tentava embolsar R$ 14 mil. A prisão foi efetuada por uma equipe da Coordenação de Repressão ao Crime Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf). As investigações apontam que o homem integrava um esquema criminoso de desvio de valores de ações previdenciárias, lesando vítimas – a maioria idosos – que aguardam anos na esfera judicial para receber os benefícios. O acusado disse ter sido procurado em Ceilândia por um conhecido. Ele teria passado os detalhes do esquema e fabricou um documento falso para R.S. Aos policiais, ele relatou ainda que receberia R$ 1 mil pelo golpe e deveria repassar o restante para os chefes da quadrilha. O homem responderá por tentativa de estelionato e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Metrópoles

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é acusada de tentativa de estelionato

Sem Comentários

25/11/2018

Uma professora, de 51 anos, registrou um boletim de ocorrência na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Jaú na manhã do sábado (24) após notar que sua mãe, de 78 anos, havia sido vítima de tentativa de estelionato. A mulher informou que duas desconhecidas se identificaram como funcionárias da Prefeitura na manhã da última quarta-feira e pediram para usar o banheiro da residência, situada à Rua Quinze de Novembro, no Jardim Santa Terezinha, em Jaú. A dupla entrou e logo depois partiu levando documentos e cartão bancário da aposentada. A vítima entrou em contato com o banco para solicitar o bloqueio do cartão e foi informada que o mesmo já estava bloqueado devido a muitas tentativas de compra e saques indevidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Comércio do Jahu

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpistas são presos tentando fazer empréstimo em banco de Guarujá

Sem Comentários

12/11/2018

Policiais da Delegacia de Guarujá prenderam em flagrante três homens que tentaram obter financiamento bancário no valor de R$ 30 mil para adquirir um Toyota Corolla avaliado em R$ 75 mil. O golpe era realizado em um banco da Avenida Puglisi, 315, no Centro. Residente em Rio Claro (SP) e portando documentos falsos em nome de P.L., N.S.C., de 63 anos, abriu inicialmente conta nessa agência para depois obter o financiamento por meio de fraude. Para o sucesso do golpe, ele contava com a colaboração de dois homen , de 35 e 38 anos, moradores em Piracicaba e Rio Claro. No final da tarde da quinta-feira (08), o trio foi preso por investigadores, que agora apuram a participação dos acusados em outras fraudes bancárias. Os policiais detiveram o homem logo após ele sair do banco. Esse acusado fez gestos aos comparsas, que já estavam na rua, informando-os de que algo estava dando errado. Os policiais apuraram que o suspeito, recentemente, também se passou por P.L. para obter financiamento de veículo em outra agência bancária. O trio foi autuado em flagrante por tentativa de estelionato e associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: A Tribuna

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por aplicar golpes em pessoas que usam sites de vendas pela internet no Recife

Sem Comentários

25/10/2018

Nesta quinta-feira (25), no Recife, um homem foi preso em flagrante por aplicar golpes em pessoas que usam sites especializados em vendas pela internet. Segundo a Polícia Civil, a captura ocorreu quando A.M.P., de 38 anos, tentava desbloquear uma conta corrente, aberta com documentos falsos em um banco localizado no Centro da cidade. O estelionatário enganava, ao mesmo tempo, vendedores e compradores. Para isso, ele falsificava documentos e praticava o crime em várias etapas. Primeiro, ele entrava em sites especializados e escolhia um produto oferecido por uma determinada pessoa. Depois, informava que aquela mercadoria pertencia a ele e colocava à venda em seu nome. Ao entrar em contato com um cliente em potencial, o homem orientava que a vítima do golpe depositasse o dinheiro em uma conta bancária, aberta com os documentos falsos produzidos por ele. A prisão do estelionatário foi efetuada por uma equipe da Delegacia do Cordeiro, na Zona Oeste. No ato da captura, ele estava com uma identidade em nome de outro homem. Autuado por tentativa de estelionato, uso de documento falso e falsificação de documento público, ele deve ser levado para a audiência de custódia na sexta-feira (26).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é vítima de tentativa de estelionato em Santa Cruz

Sem Comentários

17/10/2018

Em Santa Cruz do Sul, uma mulher de 27 anos foi vítima de tentativa de estelionato. Ela relatou que recebeu uma mensagem via SMS com a orientação para quitar um débito pendente. Se não pagasse, estaria sujeita à penhora de bens e inclusão do nome na Serasa. No texto, aparecia um número, que era o contato para mais informações. Uma mulher atendeu a ligação e disse que o débito se referia a uma multa por conta de um cheque dado fora do prazo, em razão da compra de uma dívida de um banco. Foi solicitado o pagamento de R$ 2.396,00. Em contato com o banco, a gerente afirmou que a instituição não tem esse tipo de processo com cheques devolvidos e orientou para que o boletim de ocorrência fosse registrado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: GAZ

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quadrilha aplicava golpe do envelope vazio e explodia caixas para pedir ressarcimento ao banco e é presa em Cuiabá, diz polícia

Sem Comentários

28/09/2018

Em Cuiabá, foi presa na manhã desta sexta-feira (28), na ‘Operação False Flag’, uma quadrilha que aplicava o golpe do envelope vazio e explodia caixas eletrônicos para pedir ressarcimento ao banco. De acordo com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), foram cumpridos três mandados de prisão e oito mandados de busca e apreensão. A operação é resultado de investigações sobre as ações criminosas contra uma agência alvo de ataque na região Central de Cuiabá. Naquela ocasião, caixas eletrônicos, portas, vidraças e o teto foram destruídos. A investigação apontou que o grupo usava explosivos para destruir o terminal de autoatendimento e ocultar depósitos vazios realizados anteriormente. O crime de estelionato pretendia fazer o pedido de ressarcimento ao banco. Conforme a GCCO, o grupo comprava produtos pela internet e negociavam os pagamentos por meio de depósito bancário. Eles pediam as contas dos vendedores e faziam o depósito sempre após o fechamento da agência. A quadrilha colocava envelopes vazios e, na parte da madrugada, outros membros do grupo explodiam os caixas eletrônicos para disfarçar o golpe. Segundo a delegada à frente da investigação, os presos foram indiciados pelos crimes de explosão, tentativa de estelionato, associação criminosa e emprego de artefato explosivo. Os detidos serão apresentados em audiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior