Jovem é preso por suspeita de estelionato e crimes virtuais em Monte Carmelo

Sem Comentários

06/02/2018

Em Monte Carmelo (MG), um jovem, de 28 anos, foi detido suspeito de praticar crimes na internet, estelionato e outras fraudes. De acordo com a Polícia Militar, ele havia montado uma central com objetivo de cometer os crimes virtuais. De acordo com informações passadas à PM, foram apreendidos equipamentos eletrônicos, com valor estimado em R$ 100 mil, uma espingarda e munições. A prisão ocorreu por volta das 17h15 na zona rural do município, depois que os policiais fizeram levantamentos e foram até a casa do suspeito. No imóvel, os militares localizaram diversos aparelhos eletrônicos novos, possivelmente, adquiridos por meio de fraudes. No quarto do jovem foi localizada uma espingarda calibre 36 e três munições. O veículo, que o suspeito disse ter comprado por R$ 80 mil, também foi apreendido. Segundo a PM, o documento apresenta ter evidências de ter sido falsificado. Entre os objetos localizados estavam três TVs, notebooks, videogame, sete telefones celulares, chips e um refrigerador. O jovem foi conduzido à delegacia junto aos materiais apreendidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é detida enquanto planejava suposto golpe de estelionato em Delmiro Gouveia

Sem Comentários

01/02/2018

Uma mulher, de 51 anos, suspeita de aplicar golpes de falso emprego, foi denunciada por estelionato na quarta-feira (31) em Delmiro Gouveia (AL), na 1º Delegacia Regional de Polícia. A polícia informou que a suspeita não pode ficar detida, já que ainda estava nos atos preparatórios do crime e não havia mandado de prisão. Conforme informações, a suspeita é da cidade de Iúna, no Espírito Santo, e estava em Delmiro há cerca de três meses, hospedada na casa de uma família que foi vítima de seu golpe. Ela contava para as pessoas que era milionária e possuía muitos bens, entre eles uma fazenda de café que ficava no Espírito Santo. Prometendo emprego, ela recolheu documentos pessoais de pelo menos cinco pessoas, afirmando ser necessário para a compra de passagens de avião. A mulher foi denunciada por uma de suas vítimas, que descobriu seu histórico de golpes quando suspeitou das promessas e decidiu buscar informações sobre ela na internet. O trabalhador encontrou matérias em vários jornais relatando os crimes dela e descobriu também que a mesma já havia cumprido pena por aproximadamente 9 anos e seis meses em Minas Gerais. A suspeita tem passagens pela polícia também por estelionato em outros Estados, como Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Ela costuma usar métodos parecidos nas cidades por onde passa e também frequenta igrejas evangélicas para extorquir fiéis. Na Bahia, a mulher já foi acusada de agir em várias cidades do interior, sendo detida em Morro do Chapéu, por crimes de estelionato e falsificação de documento público, usando uma identidade falsa com outro nome. Após o comparecimento à 1º DPR, a suspeita devolveu os documentos das vítimas, mas não ficou detida porque não foi constatado o flagrante. A suspeita vai responder judicialmente por tentativa de estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: TNH1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dois são detidos por suspeita de estelionato em Belo Horizonte

Sem Comentários

29/01/2018

Dois homens foram detidos, por suspeita de estelionato em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), eles foram encontrados perto de uma agência bancária na Savassi, na Região Centro-Sul. A corporação chegou até a dupla depois de receber uma denúncia anônima, informando que dispositivos de clonagem de cartão estariam sendo instalados em caixas eletrônicos, na Rua Sergipe. Quando os militares localizaram os suspeitos, eles chegaram a fugir, mas acabaram detidos. Com os homens, a polícia apreendeu um equipamento usado para clonagem, além de diversos cartões. A dupla foi levada para a Central de Flagrantes II, no bairro Santa Tereza.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.