Motorista é detido com carro roubado, documento falso e mais de R$ 8 mil na BR-101, em Rio Bonito, no RJ

Sem Comentários

10/07/2018

Na noite de segunda-feira (09), um homem de 35 anos suspeito de receptação e uso de documento falso foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após ser flagrado com um carro roubado na BR-101, na altura de Rio Bonito (RJ). Conforme a PRF, os agentes realizavam uma fiscalização no km 269, sentido Região dos Lagos, quando avistaram o veículo e decidiram abordar o motorista. Ainda de acordo com a PRF, após a verificação do documento veicular foram encontrados alguns indícios de adulteração, fato que chamou a atenção dos policiais. Logo em seguida, também foi constatado que as placas eram clonadas e o motor era proveniente de roubo. Os policiais também encontraram a quantia de R$ 8,8 mil no interior do veículo e o motorista não soube explicar a procedência. O suspeito e o veículos foram encaminhados para a 119ª Delegacia Legal de Rio Bonito.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso suspeito de dirigir carro clonado em Florestal, na Grande BH

Sem Comentários

25/10/2017

Um homem foi preso suspeito de dirigir um carro clonado em Florestal, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A prisão foi feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no pedágio da BR-262. Segundo a PRF, o homem é comerciante de carros em Barbacena, na Zona da Mata, e voltava de Uberlândia, no Triângulo. O carro que ele dirigia era roubado e tinha as placas clonadas. Além disso, ainda de acordo com a polícia, os documentos do veículo eram falsos. O homem de 34 anos possui passagem por estelionato e por tráfico de drogas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso com carro roubado e alega ter comprado veículo em site de classificados, diz PRF

Sem Comentários

30/08/2017

Na manhã desta quarta-feira (30), um homem de 47 anos foi preso com um carro roubado durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-242, trecho de Barreiras, no oeste da Bahia. Segundo a PRF, o suspeito alegou que comprou o veículo em um site de classificados, em 2015. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, durante a abordagem, feita no km 785 da rodovia, os agentes constataram que a documentação do veículo era falsa e que as placas do carro eram clonadas de outro veículo. Segundo a PRF, o veículo, um Hyundai/ HB20, foi roubado em setembro de 2014, no município de Novo Gama, em Goiás. O condutor do carro, o veículo roubado e o documento falso foram levados para a Delegacia de Barreiras. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mãe e filho são presos em veículo roubado na BR-101

Sem Comentários

05/04/2017

A Polícia Rodoviária Federal prendeu em flagrante mãe e filho por estarem ocupando um veículo adulterado e com restrição de roubo. O fato ocorreu no KM-199 da BR-101, em Cristinápolis (SE). A equipe da PRF realizava o trabalho de patrulhamento ostensivo da rodovia quando percebeu um veículo Fiat/Strada, com placas da Bahia, que tinha fugido de uma tentativa de abordagem policial na BR-235 no dia 17 de fevereiro deste ano. O homem apresentou o documento do veículo com indícios de adulteração e após consulta ao banco de dados utilizado pela PRF, os agentes federais descobriram que o documento era falso. Durante inspeção ao veículo, os policiais encontraram vários indícios de adulteração, e em nova consulta ao sistema, verificaram que as placas de identificação do veículo eram clonadas e que na verdade eram de Sergipe. O carro possuía um registro de roubo do dia 21 de fevereiro de 2017, na cidade de Aracaju (SE). Questionado sobre a procedência do veículo, o condutor disse que pertence a sua mãe, passageira. Ela, por sua vez, disse que o comprou de um homem há duas semanas, mas mesmo tendo pago a metade do valor do veículo, nunca recebeu o recibo ou o documento do carro. O condutor é reincidente pelo crime de receptação, quando foi preso no fim do ano passado por conduzir um outro veículo que também possuía registro de roubo. A mãe, passageira de 45 anos, e o filho, condutor de 25 anos, foram detidos e juntos com o veículo foram encaminhados à sede da Polícia Federal, em Aracaju.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Info Net

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Caminhões do Exército e carros zero km são usados para clonagem

Sem Comentários

11/12/2016

Têm sido usados para a clonagem de carros por quadrilhas de todo o país, caminhões do Exército brasileiro e veículos zero quilômetro, que sequer foram emplacados. O esquema foi revelado pela Delegacia de Roubo de Veículos do Rio Grande do Sul. Na semana passada, uma operação realizada em 15 cidades resultou na prisão de 13 pessoas e na localização de 26 caminhões clonados. Os bastidores do trabalho da polícia foram acompanhados por três meses. A investigação teve início com uma apuração solitária realizada por um agricultor de São Lourenço do Sul, ao Sul do estado gaúcho, após o roubo de seu caminhão na ERS-118, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele buscou informações em postos de combustíveis e ouviu colegas motoristas, até descobrir um galpão no interior da cidade de Canguçu, também no Sul. É lá que estava o veículo roubado. “Fiz de conta que ia comprar um caminhão. Aí, perguntava para um, perguntava pelo outro. Numa certa revenda, lá todo mundo suspeitava. Falava: ‘Olha, aquele cara é perigoso’. Fui atrás desse cara, fui investigar”, explicou o caminhoneiro.

Com a informação, a polícia passou a investigar o suspeito pelo envolvimento no furto. O sujeito é dono de uma loja de caminhões localizada na cidade de Pelotas. Ele foi uma das pessoas presas na operação realizada pela polícia na semana passada, juntamente com a mulher e um funcionário. Ele, porém, negou as acusações. O homem teria negociado a maioria dos 50 caminhões clonados que rodam no Rio Grande do Sul. No entanto, a estimativa é que o número total de clones rodando pelo Brasil chegue a 1 mil veículos. Segundo um dos delegados responsáveis pela apuração, os bandidos tinham acesso à numeração de chassis dos caminhões do Exército, que não eram emplacados. De posse dessas informações, os suspeitos roubavam veículos similares e remarcavam os chassis com a numeração dos caminhões militares. Ao realizar esse tipo de clonagem, os criminosos corriam menos riscos, uma vez que não existe veículo similar e legal rodando por ruas e estradas, o que dificulta a descoberta da fraude.

“Com isso, este veículo subtraído em roubo ou furto andará, transitará pelo Brasil normalmente, regularmente, uma vez que não haverá no país um veículo idêntico aquele em trânsito. Porque parte desses veículos estarão em unidades do Exército Brasileiro”, disse o delegado. A participação de funcionários do Centro de Registro de Veículos (CRVAs) no golpe é investigada pela polícia. Entre os veículos clonados registrados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) estava o caminhão do agricultor. O Comando do Exército informou ter realizado uma investigação interna, sem identificar o envolvimento de militares no vazamento da numeração dos chassis. Uma das linhas de investigação é a de que os dados tenham sido vazados a partir do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), órgão ligado ao Ministério das Cidades, que gerencia o sistema de registro de veículos de todo o Brasil. Por meio de nota, a pasta diz que não existem evidências de que esteja ocorrendo algum vazamento. “É uma fraude extremamente especializada. Trabalho há 13 anos na área criminal, nunca tinha visto coisa igual”, afirma outro delegado que também participa das investigações.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quadrilha suspeita de estelionato é presa em Barreiras, na Bahia

Sem Comentários

10/08/2016

Um grupo que estava em um carro roubado e portando notas falsas e drogas, foi preso, na quarta-feira (10), em Barreiras, oeste da Bahia. Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a ação iniciou no KM 801 da BR 242, após o condutor desobedecer à ordem de parada e tentar fugir por uma vicinal. Durante a perseguição ao veículo, o condutor do carro colidiu em uma cerca e os quatro ocupantes, dentre eles uma mulher, fugiram a pé. Logo após o acidente, a polícia capturou um dos suspeitos. Os outros três, na tentativa de despistar a equipe policial, entraram em um rio, mas foram capturados após buscas na região. O veículo em que eles estavam, com placas de Goiânia, foi vistoriado, sendo verificado que os sinais identificadores estavam adulterados, concluindo-se, após análise, que o carro estava portando placas “clonadas” de outro de mesma característica e que o original havia sido roubado há 15 dias, em Brasília. Ainda durante a fiscalização, foram encontrados cinco gramas de maconha dentro do veículo, além de cédulas de dinheiro falsa. A PRF informou que uma vítima do grupo foi até a Unidade Operacional da PRF em Barreiras e levou cédulas falsas que haviam sido utilizadas pelos golpistas, reconhecendo-os de imediato. Eles estavam vindo de Brasília com destino a Barreiras e informaram que compraram o carro pelo valor de R$ 2 mil. Os quatro ocupantes do veículo foram encaminhados com o carro, o dinheiro falso, o entorpecente e pertences para a delegacia de polícia judiciária de Barreiras.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Falso médico é preso vendendo carros roubados pela internet, diz polícia

Sem Comentários

01/07/2016

Na terça-feira (29), um falso médico, de 47 anos, foi detido por uma equipe da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), vendendo dois carros roubados, por meio de um site especializado em classificados. Dois comparsas que estavam com ele também foram presos. Com o trio, flagrado num shopping, os policiais apreenderam um Honda CRV e um Renault Sandero, roubados em abril deste ano, que estavam com as placas clonadas, chassis adulterados e os documentos falsificados. As investigações vinham sendo feitas há pelo menos duas semanas. Na sequência da diligência, os policiais foram até a residência do falso médico, num condomínio de alto padrão, onde encontraram três jalecos brancos, um aparelho usado para aferir a pressão arterial, receitas em nome de outros médicos e uma carteira falsa do Conselho Federal de Medicina (CFM), em nome dele. Os outros dois homens residem em Campinas de Pirajá e foram autuados em flagrante por receptação, formação de quadrilha, uso de documento falso e adulteração de sinal identificador de veículos automotor. O falso médico vai responder por todos estes mesmos crimes, além de estelionato e exercício da profissão sem formação legal.

Anterior