Homem é detido com cerca de R$ 1 milhão em notas sem procedência em Corumbaíba

Sem Comentários

16/11/2017

Na tarde desta quarta-feira (15), um homem foi preso com aproximadamente R$ 1 milhão em notas verdadeiras, mas sem procedência, em um hotel de Corumbaíba, a cerca de 221 quilômetros de Goiânia. Conforme o delegado à frente do caso, informações levantadas pela Polícia Civil levaram aos agentes até o hotel que o suspeito estava hospedado. No local, estavam mais quatro pessoas, mas E.P.Silva, de 48 anos, confessou ser o único dono das cédulas que estavam dentro de uma mala. “Até o momento contamos cerca de R$ 800 mil, mas ainda há muitas notas para serem conferidas”, destaca o delegado. Além do dinheiro, três veículo de luxo, uma máquina de contar dinheiro e celulares também foram apreendidos. Ainda não se sabe dizer a real procedência dos valores, mas a PC investiga a suspeita de estelionato. A polícia também investiga a participação dos outros que estavam no hotel. Todo material apreendido foi encaminhado para a sede da Polícia Federal em Goiânia, juntamente com os suspeitos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Mais Goiás

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso com US$ 2.900 falsificados em Caraguá

Sem Comentários

12/04/2017

No bairro do Travessão, em Caraguatatuba (SP), um homem de 48 anos foi preso em flagrante com US$ 2.900 falsificados. O caso aconteceu na tarde da terça-feira (11), por volta das 12h30. A Polícia Militar foi acionada por uma pessoa que havia comprado notas do suspeito e percebeu que seriam falsas ao testar com uma caneta especial. O homem era conhecido por vender e comprar dólares na cidade. Ele estava com 29 cédulas falsas de US$ 100 no momento da abordagem policial. O suspeito foi encaminhado para a delegacia da Polícia Federal de Caraguá, onde permaneceu preso em flagrante por estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Meon 

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Banco Central Europeu lança nota de 50 euros contra falsificação em 19 países

Sem Comentários

03/04/2017

Na segunda-feira (03), uma nova nota de 50 euros foi lançada nos 19 países da zona do euro, a fim de tornar mais difícil a falsificação. A nova nota de cor laranja, emitida pelo Banco Central Europeu, incorpora uma parte transparente com uma imagem de “Europa” e uma deusa da mitologia grega em meio a uma faixa metálica. Em outra tentativa para evitar a falsificação, as figuras cinco e zero na nota, que são de cor esmeralda, mudarão de cor quando movidas de um lado para o outro. “Esta é uma nota muito inovadora em termos de segurança”, disse um funcionário do Banco da França, durante a apresentação da nota em Paris. Funcionários ressaltaram, contudo, que a antiga nota de 50 euros – atualmente a mais usada na zona do euro – não perderá o seu valor até ser eliminada. Cerca de 6,5 bilhões de novas notas de 50 euros serão impressas. O Banco da França afirmou que o euro é uma das moedas menos falsificadas do mundo.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Camaroneses são presos suspeitos de estelionato em Teresina

Sem Comentários

30/03/2017

Na noite de quarta-feira (29) em Teresina, dois camaroneses foram presos em flagrante suspeitos de estelionato. De acordo com a polícia, uma vítima procurou a delegacia após a dupla pedir uma quantia em dinheiro com a promessa de aumentar o valor, mas entregando notas falsas. Com a dupla, foram apreendidos quase R$ 12 mil, notebooks, celulares, papel cortado no tamanho de cédulas, além de produtos químicos a serem usados na falsificação. “Eles estavam praticando estelionato e adulteração de veículos. Alegavam para vítimas que fabricavam moeda. A vítima que informou o crime à PF queria vender um sítio e eles queriam comprar prometendo fabricar R$ 5 milhões com um investimento de R$ 20 mil da vítima para bancar os custos da fabricação”, disse a delegada da Central de Flagrantes. Ainda conforme a delegada, para provar que conseguiriam fabricar notas em grande escala, eles apresentavam dinheiro verdadeiro como se fosse falso na tentativa de mostrar a qualidade e receber o investimento inicial da pessoa. A Polícia Civil ainda não sabe quantas pessoas foram vítimas da dupla. O caso foi registrado também no 5º Distrito Policial. Os dois são de Camarões, país da África Central, mas se apresentavam como franceses e usaram documentos falsos para se hospedarem em um hotel na Zona Leste da capital. De acordo com um delegado, a dupla não chegou a ser autuada por falsificação de moeda porque as notas encontradas ainda serão submetidas à perícia. No entanto, os dois permanecem presos por falsidade ideológica e ainda estelionato. A polícia também irá investigar se contra os dois há registros na Justiça em outros estados pelos mesmos crimes. “Durante a prisão eles se recusaram a falar. A droga encontrada, pela quantidade, não chega a caracterizar tráfico, mas para consumo próprio. Eles são camaroneses e usaram nome falso para se hospedarem aqui. A princípio, o dinheiro encontrado com eles não é falso, mas vamos submeter à perícia”, falou o delegado. Os dois homens passaram por audiência de custódia na manhã desta quinta-feira (30) e foram encaminhados ao sistema penitenciário.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PRF apreende mais de R$ 2 milhões em notas falsas na BR 153

Sem Comentários

04/10/2016

Nesta segunda-feira (30), na BR 153, km 501, próxima a cidade de Goiânia, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu R$ 2.500.000. O flagrante ocorreu às 15h, quando policiais rodoviários federais abordaram um veículo conduzido por um homem de 42 anos. Durante a revista, os agentes acharam aproximadamente 50 mil notas falsas de cinquenta reais, além de R$ 10.100 em notas verdadeiras. O condutor não soube explicar a origem do dinheiro falso e afirmou que receberia R$ 2 mil para levar a mala com as notas falsas até a rodoviária de Brasília, onde uma pessoa desconhecida estaria aguardando. O homem afirmou que já realizou esse transporte em outras ocasiões e estava transportando esse dinheiro para Brasília. O motorista foi detido e conduzido à Delegacia de Polícia Federal em Goiânia, onde foi indiciado pelo crime de estelionato e uso de moeda falsa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário de Goiás

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idosa é vítima de golpe aplicado por falsa funcionária do INSS no RS

Sem Comentários

23/08/2016

Dois casos de golpes aplicados com dinheiro falso já foram registrados pela cidade de Rio Grande (RS). Uma das vítimas foi abordada em casa por uma mulher que se identificou como funcionária do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). A vítima de 77 anos estava sozinha em casa quando, por volta do meio-dia, uma mulher de estatura baixa, de cabelos pretos e ondulados, e bem arrumada se apresentou como funcionária do INSS. Ela pediu para ver o número de série das cédulas sacadas da aposentadoria da idosa. Foi quando ela trocou o dinheiro verdadeiro pelo falso, provocando um prejuízo de R$ 1,2 mil. “Ela foi fazer uma compra em um minimercado e disseram que a nota era falsa”, relata a filha da vítima. Sobre a golpista, ela a descreve como“bem arrumada, falava bem, conversava bem, bem atenciosa. Tem que ter esse alerta”, completa a mulher que preferiu não se identificar. A Polícia Federal orienta que as pessoas procurem conhecer as características das notas no site do Banco Central. A principal diferença é a marca d’água. “É importante que as pessoas procurem saber como identificar cédulas falsas e também ter o conhecimento que o Banco Central ou o INSS jamais mandam servidores para verificar cédulas nas casas das pessoas. Quando as pessoas forem vítimas do crime de moeda falsa, é importante registrar a ocorrência o mais rápido possível na Polícia Federal para que se possa iniciar a investigação e tentar identificar os responsáveis pelo crime”, explica do chefe da Polícia Federal em Rio Grande. Ninguém foi preso pelo golpe, mas a Polícia Federal já tem pistas de quem seriam os autores. Nos primeiros cinco meses de 2016, mais de R$ 8 mil em notas falsas já foram apreendidas em todo o estado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Fazendeiro é vítima de golpe e perde US$ 100 mil em Uberlândia

Sem Comentários

23/10/2015

Um fazendeiro de 47 anos, morador de Unaí, a cerca de 440 km de Uberlândia, foi vítima de um golpe e perdeu cerca de R$ 400 mil. Ainda não há identificação do suspeito de cometer o crime, que fugiu e ainda não foi encontrado. De acordo com a vítima, após receber a informação de um fornecedor, dizendo que o suposto autor estaria procurando fazendas para comprar na região de Unaí e que queria entrar em contato com ele. O primeiro encontro entre a vítima e o suspeito ocorreu em um hotel em Brasília. Lá, o suposto autor disse não estar mais interessado em fazendas, pois já teria comprado o que procurava, mas desejava comprar US$ 100 mil e que pagaria R$ 1,2 milhão nessa transação. O suspeito afirmou à vítima que o dinheiro era proveniente de uma igreja evangélica e precisava ser depositado em dólar em uma conta no exterior. A vítima aceitou fazer o negócio e, para conseguir os dólares, vendeu três caminhões Bitrem. O fazendeiro conseguiu comprar os dólares com valores entres R$ 3,90 e R$ 4,10. A transação entre o fazendeiro e o suspeito foi marcada para acontecer no aeroporto Tenente Coronel Aviador Cesar Bombonato, em Uberlândia, onde o suposto autor disse que estava o dinheiro arrecadado pela igreja. Na manhã desta sexta-feira (23), no aeroporto, a vítima e o suspeito, que estava acompanhado de uma mulher, se encontraram para a troca. A vítima entregou os dólares em um envelope e recebeu uma mala com diversas notas de R$ 50, que, no momento, pareceram verdadeiras ao fazendeiro. O suspeito e a mulher saíram do local em um táxi e a vítima verificou novamente o dinheiro e percebeu que somente as notas que estavam por cima, que somavam R$ 2.750, eram verdadeiras. A vítima foi até a polícia e registrou o crime. A maleta com todo o dinheiro foi apreendido e contado. Em notas falsas foram contabilizados R$ 541.700. As notas falsas tinham tarjas brancas impressas com as frases “material para publicidade” e “sem valor”. A Polícia Civil deve investigar o caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio de Uberlândia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior