Homem é preso após tentar sacar R$ 35 mil em nome de aposentado em PG

Sem Comentários

11/06/2018

Na sexta-feira (08), policiais da Delegacia Sede de Praia Grande (SP) prenderam um homem de 36 anos que tentou sacar R$ 35,4 mil em um banco em nome de um aposentado, usando uma carta de concessão de crédito da Previdência Social e documento falso, com o nome da vítima. O acusado foi abordado pelos investigadores quando saía da agência bancária, na Avenida Presidente Kennedy, na Vila Tupi, ao desconfiar da demora para liberação da transação. Sob o comando do delegado, dois policiais revistaram o suspeito e localizaram uma carteira de identidade falsa com foto dele e o nome da vítima. Os policiais também apreenderam a carta de concessão de crédito, uma conta de telefone em nome da vítima e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) verdadeira do acusado.

Na agência bancária, os policiais constataram que o homem tentara retirar o limite de R$ 5 mil em espécie e movimentar o restante da quantia, R$ 30,4 mil, para uma conta. Os investigadores ainda apuraram que a demora estava ocorrendo porque o banco identificou que a transação poderia ser fraudulenta. O aposentado que foi vítima da ação, de 46 anos, foi localizado pelos policiais e disse que desconhecia a concessão de crédito da Previdência Social. O acusado foi autuado pelos crimes de tentativa de furto a estabelecimento bancário e uso de documento falso, sendo recolhido à cadeia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário do Litoral

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quatro são presos por falsificação de documentos na Fernão Dias em Vargem

Sem Comentários

22/11/2017

Em Vargem (SP), uma blitz de rotina terminou com a prisão de quatro homens na Fernão Dias. O carro em que eles estavam foi parado no pedágio e um dos passageiros apresentou um documento falso. Na abordagem, a polícia fez uma vistoria e encontrou dentro do filtro de ar condicionado 31 identidades falsas. Todas com as fotos dos passageiros, mas com nomes diferentes. Eles contaram que iriam até Pouso Alegre (MG) para fazer compras com documentos falsos. Todos foram presos em flagrante e vão responder por falsificação e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso estelionatário que abriu mais de 100 contas bancárias com documento falso

Sem Comentários

13/09/2017

Na manhã da terça-feira (12), a Polícia Civil prendeu um estelionatário que abriu mais de 100 contas bancárias utilizando documentos falsificados. O flagrante aconteceu em uma agência, na zona oeste da Capital. Após investigação, policiais da 3ª Delegacia Seccional levantaram informações de que o homem estava tentando abrir mais uma conta bancária com identidade falsa. Os agentes seguiram até a agência, onde identificaram o suspeito. Em revista, foram encontrados o documento verdadeiro do estelionatário e três cartões de crédito com nomes de outras pessoas. Os agentes conseguiram verificar 112 contas abertas pelo suspeito, que contabilizam um prejuízo de cerca de R$ 716 mil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Ata News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher com sete identidades falsas é presa ao pedir empréstimo de R$ 20 mil

Sem Comentários

31/08/2017

Em Araguaína, no norte do Tocantins, uma mulher de 51 anos foi presa dentro de um banco ao tentar usar um documento de identidade falso para pedir um empréstimo de R$ 20 mil. A Polícia Militar informou que foi acionada quando os funcionários do banco desconfiaram da documentação da suspeita. Ao revistar a suspeita, a PM encontrou sete documentos falsos com ela. A mulher vai responder por estelionato. Ela estava tentando um empréstimo consignado em uma agência bancária. A suspeita não teve o nome verdadeiro divulgado, mas a PM informou que além das sete identidades diferentes, ela também tinha um cartão de Cadastro de Pessoa Física que pertencia a outra pessoa. Ela foi levada para a delegacia da cidade e presa em flagrante. O caso foi na tarde desta quarta-feira (30).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por uso de documento falso em Guajará, RO

Sem Comentários

07/04/2016

Um homem de 38 anos foi preso em flagrante na quarta-feira (06), após apresentar uma identidade falsa durante uma abordagem de agentes do Serviço de Investigação e Captura da Polícia Civil (Sevic), em Guajará-Mirim (RO), município situado a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. A abordagem e prisão do suspeito aconteceram no terminal rodoviário do município, no Bairro Serraria. Segundo o boletim de ocorrência, uma equipe do Sevic viu o homem em atitude suspeita nas proximidades da rodoviária e fizeram uma abordagem de rotina. Questionado pelos agentes, o suspeito apresentou o documento de identidade, mas demonstrou nervosismo e acabou sendo conduzido à Delegacia de Polícia Civil para apuração de informações mais detalhadas. Já na Delegacia, o infrator acabou confessando que o documento era de outra pessoa e revelou seu verdadeiro nome. Segundo a Polícia Civil, o conduzido foi pego em flagrante pelo crime de uso de documento falso. Após ser ouvido, foi encaminhado à Casa de Detenção, estando à disposição da Justiça.

Grupo frauda documentos para retirar veículos apreendidos em Palmas

Sem Comentários

16/03/2016

Na tarde desta quarta-feira (16) em Palmas, dois homens foram presos  por fraudar documentos para retirar veículos apreendidos do pátio da Secretaria Municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte de Palmas (Smatt). Conforme investigação da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores, O.C.S., de 41 anos, e M.R.S., de 21, fraudavam documentos em cartórios do interior e revendiam os carros. De acordo com a polícia, eles faziam as falsificações principalmente no cartório de Dianópolis. Pelo menos dez carros foram retirados do pátio da prefeitura e os criminosos lucraram cerca de R$ 400 mil, conforme apontou a investigação. “Eles falsificavam procurações com identidades falsas nos cartórios do interior, onde era mais fácil fazer a fraude. Depois vinham em Palmas, retiravam os veículos apreendidos, transferiam para o nome deles e revendiam”, explicou o delegado. Os veículos retirados estavam no pátio há mais de um ano. Segundo a polícia, uma mulher agia com os homens e está sendo procurada. Para o delegado, não há indícios de envolvimento de servidores da prefeitura. “No meu ponto de vista, os funcionários da Smatt não tinham conhecimento da fraude e também foram vítimas.” Os presos devem responder por estelionato, falsificação de documento público e uso de documentos falsos. Além disso, a forma como as procurações eram conseguidas deve ser investigada. “As identidades apresentadas por eles nos cartórios eram falsificações grosseiras. Os cartórios emitiam uma procuração para um documento falso. Algo que é visível com um olhar mais atento.” A Prefeitura de Palmas foi procurada para comentar o caso, mas não respondeu até a publicação desta reportagem.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é detido suspeito de dar golpes com documentos falsos

Sem Comentários

12/12/2015

Neste sábado (12), a Polícia Militar de Araçatuba (SP), prendeu um rapaz, de 23 anos, na estrada vicinal Caran Rezek. O suspeito aplicava golpes no comércio utilizando documentos falsos. De acordo com a  polícia, uma equipe fazia patrulhamento de rotina, quando viu o jovem caminhando pela estrada. Ao ser abordado o rapaz mostrou os documentos, que continham informações erradas. A polícia questionou o jovem que confessou que utilizava uma identidade falsa em nome de outro homem. O suspeito levou os policiais até a casa dele, onde em revista foram encontrados mais de cinco documentos de identidade, de outras pessoas, uma carteira de habilitação de um homem e cupons fiscais de mercadorias compradas com documentos falsos. Além dos documentos, os policiais apreenderam uma bicicleta, uma chave utilizada para abrir e ligar veículos e um celular. Ele foi preso em flagrante, levado para o plantão policial e após ouvido, foi liberado. A polícia investiga se há envolvimento de mais pessoas no crime.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior