Cinco suspeitos de aplicar golpes em agências bancárias de Curitiba são presos em flagrante

Sem Comentários

20/11/2017

Cinco pessoas foram presas suspeitas de integrarem uma quadrilha especializada em aplicar golpes em agências bancárias de Curitiba. Entre os suspeitos, há dois irmãos. Segundo a Polícia Civil, as vítimas costumam ser idosos. As prisões ocorreram no domingo (19). Policiais estavam observando a movimentação em uma agência bancária na Rua Padre Anchieta, e prenderam os cinco em flagrante. Procurado, o banco não havia comentado o assunto, até a última atualização desta reportagem. Nesta segunda-feira (20), o delegado responsável falou sobre o caso, cuja investigação começou há um mês. Conforme a Polícia Civil, cinco vítimas já foram identificadas. Os criminosos, geralmente, abordavam os idosos no setor de caixas eletrônicos e furtavam os cartões, trocando-os sem que as vítimas percebessem. Depois, induziam para que colocassem os cartões nos caixas e digitassem a senha para, então, memorizá-las. Os suspeitos são de São Paulo (SP) e iam a Curitiba nos fins de semana para agir. As agências bancárias escolhidas para que os golpes fossem aplicados ficam em bairros de classe alta ou classe média alta, conforme explicou o delegado. Os cinco foram autuados em flagrante por associação criminosa, um furto qualificado pela fraude e uma tentativa de furto qualificado pela fraude.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpes em idosos de Mogi, neste ano já superam em 6% os casos de 2016; veja como agem os estelionatários

Sem Comentários

29/10/2017

Entre as desculpas de maus espíritos, prestação de serviços, bilhetes premiados e a lábia para ajudar os idosos com os caixas eletrônicos, os golpistas têm encontrado “presas fáceis” nos idosos de Mogi das Cruzes. A ingenuidade é um dos fatores para que as pessoas com mais de 60 anos sejam as vítimas mais frequentes dos casos de estelionatos. De acordo com o delegado titular do 1° Distrito Policial de Mogi das Cruzes, que abrange a região central e, consequentemente recebe o maior número de casos, o número de ocorrências registradas neste ano já supera em 6% o volume de boletins de ocorrência de todo o ano passado. “Preocupa. Os golpistas ficam só observando: eles percebem quem tem dificuldades com o caixa eletrônico, as pessoas que estão com o cartão em mãos com a senha anotada junto e se aproximam”, comenta. Ao longo de 2016, a delegacia registrou 414 casos e ainda recebeu mais 134 boletins de ocorrência para investigação. Essas últimas ocorrências foram registradas em outras delegacias mas, como o crime aconteceu na região central, foram encaminhadas ao 1° Distrito. Já neste ano, até o final do mês de setembro, foram 435 casos e mais 147 deverão ser investigados. No total, o volume de ocorrências aumentou de 548 para 582. O início do mês, época de pagamento das aposentadorias, é o período em que há o maior número de casos, segundo o delegado. “São N golpes. Os casos que acontecem nas ruas, como bilhete premiado e o golpe da macumba, são mais difíceis de serem investigados. Quando acontece dentro do banco, por exemplo, é mais fácil da gente consultar as imagens, buscar os favorecidos das transações bancárias.” Clique em “Ler a notícia na íntegra” para conhecer os golpes mais praticados contra idosos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem se passa por PM para aplicar golpe em empresários e é preso em Sinop

Sem Comentários

27/10/2017

Um homem foi preso na avenida Londrina, no Setor Industrial de Sinop, na tarde desta quinta (26), suspeito de se passar por um policial militar e aplicar golpes contra empresários do município. Também foram apreendidos alguns supostos jornais intitulados “Brasil Integração Policial”, blocos de recibo, guias telefônicos e uma quantia de R$ 250. Segundo a polícia, o sujeito teria entrado em contato com o proprietário de uma loja de máquinas e dito que o Comando Regional faria uma palestra na sede do Sindicato das Indústrias Madeireiras. Na ocasião, pediu uma “contribuição” no valor de R$ 200 e avisou que passaria mais tarde para recolher. Em benefício, o empresário receberia um adesivo para colar em seu veículo, e quando passasse em uma fiscalização não seria abordado. A PM se deslocou até a empresa, onde encontrou o suspeito no escritório da vítima. Ao ser questionado se era um agente de segurança, o homem relatou que era filho de um coronel, contudo, o empresário afirmou que ele era a mesma pessoa com quem tinha falado no telefone mais cedo. A Força Tática prendeu o suspeito e o encaminhou à delegacia para as devidas providências. Ele deve responder pelo crime de estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: RD News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos de aplicar golpes em Mogi tentam subornar policiais e acabam presos, diz polícia

Sem Comentários

25/10/2017

Na noite da terça-feira (24), um ajudante geral de 22 anos e um eletricista de 62 anos foram presos em Mogi das Cruzes, depois de tentar subornar policiais. Eles são suspeitos de aplicar golpes na cidade. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial na noite de terça-feira (24), como corrupção ativa e receptação. Segundo o boletim de ocorrência, a dupla estava com um carro na Rua Coronel Santos Cardoso por volta das 12h30. Policiais militares contaram na delegacia que já tinham recebido denúncias de que dois homens praticavam golpes com dinheiro falso usando esse veículo. Por isso, eles decidiram fazer a abordagem. Na vistoria do carro, nada de ilícito foi encontrado. No entanto, os policiais afirmaram que acharam um maço de papel cortado como notas de dinheiro e coberto com uma nota verdadeira de R$ 100. Os policiais informaram que a dupla tentaria praticar golpes em vítimas de agência bancária em troca de dinheiro de verdade. Com a desconfiança de que os dois eram estelionatários, os celulares dos suspeitos foram apreendidos. Foi constatado então, segundo os policiais, que o aparelho de um deles era roubado. Os policiais militares relataram ainda que os dois ofereceram, ao todo, R$ 506 a eles para que fossem liberados. Os suspeitos foram encaminhados à delegacia. O veículo e o dinheiro dos suspeitos foram apreendidos pela PM. Na delegacia, por meio de consultas ao sistema da Polícia Civil foi descoberto que os suspeitos tinham diversas passagens pela polícia por crimes como corrupção passiva, estelionato, porte ilegal de arma de fogo e receptação. Segundo a polícia, ao ser questionado sobre o maço com papéis e a nota de R$ 100, o eletricista afirmou que usa a estratégia para enganar os ladrões, porque tem medo de ser assaltado. Ele negou que tenha praticado golpes na cidade e disse que não sabia a origem do celular que adquiriu há dois meses. Já o ajudante negou que os dois tenham oferecido dinheiro aos policiais. De acordo com o boletim de ocorrência, ele confessou que estavam procurando uma vítima para um estelionato. O ajudante disse ainda que junto com o eletricista aplicou golpes há um mês em Mogi, Itaquaquecetuba e Suzano. Os suspeitos foram encaminhados para a cadeia de Mogi das Cruzes.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla suspeita de golpe em app de transporte é detida com R$ 40 mil na Dutra

Sem Comentários

19/10/2017

Dois homens suspeitos de aplicarem golpe em aplicativos de transporte particular foram detidos com R$ 40 mil na noite desta quarta-feira (18) no trecho de Lavrinhas (SP) da Dutra. A dupla saiu de Porto Alegre (RS) e seguia para o Rio de Janeiro (RJ). Eles disseram que usariam os R$ 40 mil para fazer compras no Rio de Janeiro, mas não souberam explicar a origem do dinheiro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois tinham vinte celulares dentro do veículo – todos ligados em aplicativos de transporte. Dez aparelhos simulavam ser de motoristas e dez simulavam ser de passageiros. O golpe é que nos celulares que simulavam o passageiro, eles se aproveitavam de bônus oferecido pelo aplicativo. E no celular que simulava o motorista, eles recebiam o dinheiro da empresa. A PRF encaminhou os dois para a delegacia de Cruzeiro, que vai investigar o caso. Eles foram ouvidos e liberados.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia tira de circulação trio que aplicava golpe do empréstimo

Sem Comentários

19/10/2017

A Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) prendeu, nessa quinta-feira (19), um trio de estelionatários. O grupo é responsável por uma série de golpes em Campo Grande. Com documentos falsos, os suspeitos se passavam por aposentados, faziam empréstimos em bancos e comércios e fugiam com o dinheiro. Segundo a delegada titular da especializada, a prisão aconteceu no centro, principal área de atuação do trio. Usando documentos falsos em nome de aposentados, P.L.P., L.E.P.P. e L.S., realizavam empréstimos em banco e comércios da cidade. “Para esse tipo de golpe, eles precisam, além dos documentos falsos, de uma pessoa com as características do aposentado. A L.S. fazia esse papel na quadrilha. Ou seja, eles falsificavam os documentos, colocavam a foto dela e ela se apresentava como o aposentado”, explicou a delegada. L. e P. davam apoio ao golpe e ainda usavam veículos – produtos de estelionato – para cometer o crime. O grupo tinha acesso a dados de aposentados, inclusive os que recebiam pensão por morte. Como o grupo recebia os dados das vítimas ainda é investigado pela Deco. Na casa dos autores, os investigadores apreenderam vários documentos falsos, em nome de pessoas diferentes.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Campo Grande News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Como evitar golpes no Facebook

Sem Comentários

17/10/2017

O Facebook é uma das redes sociais mais usadas no mundo, com um total de 2 bilhões de usuários. Por isso, não são raros os golpes que visam roubar dados dos internautas ou então espalhar links maliciosos. Entre os golpes mais comuns na rede social estão os de romance, no qual o golpista geralmente envia mensagens para pessoas que não o conhecem, fingindo ser alguém divorciado, viúvo ou em um casamento passando por dificuldades, com a esperança de se envolver em um relacionamento online;  os de loteria, que afirmam que a vítima recebeu uma quantia em dinheiro e exige informações pessoais; e os de empréstimo, no qual o golpista envia mensagens oferecendo empréstimos instantâneos a uma taxa de juros baixa, mais uma vez, por uma pequena quantia como adiantamento.

Veja o que você pode fazer para evitar cair em golpes:

  1. Links
    Tome cuidado ao receber mensagens de desconhecidos ou mensagens estranhas de desconhecidos e nunca clique em links suspeitos.
  2. Páginas falsas
    Antes de clicar e compartilhar links de alguma página, verifique se não é uma notícia falsa. Muitos links maliciosos usam endereços de Internet similares a sites de notícias grandes e até possuem páginas que copiam o layout oficial.
    Evite também aceitar convites de contas falsas, pois eles costumam ser feitos para aplicar golpes e tentar roubar acesso de usuários na rede.
  3. Aplicativos
    O Facebook permite utilizar aplicativos em conjunto com a rede social. No entanto, alguns desses aplicativos, como de jogos, quizz e testes de personalidade podem ser usados para roubar informações. Para evitar isso, entre nas “Configurações”, procure por “Aplicativo” e remova o acesso de apps suspeitos.
    O mesmo vale para extensões de navegadores. Antes de acessar sua conta na rede social, veja se existe alguma extensão suspeita instalada. Caso tenha, desinstale e só depois faça login no Facebook.
  4. Sessões ativas
    Nas configurações você pode verificar as sessões ativas da sua conta e checar se o seu Facebook foi acessado em algum computador ou região estranha. Para fazer isso, vá em “Configurações”, depois em “Segurança” e procure por “Onde você se conectou”. Caso identifique uma conexão suspeita, toque nos três pontinhos que aparecem ao lado do dispositivo e clique em “Não é você?”. Agora, se você se conectou, mas esqueceu de deslogar, selecione a opção “Sair”.
  5. Autenticação de dois fatores
    Ative a função de autenticação de dois fatores do Facebook. Dessa forma, você saberá sempre que alguém tentar acessar sua conta, pois receberá uma notificação para confirmar que é você que está tentando acessar a rede social.
    A função pode ser ativada na área de “Segurança”. Aproveite para ativar as notificações sobre logins feitos em dispositivos desconhecidos e você ainda pode escolher de três a cinco amigos para caso você perca o acesso a sua conta.
  6. Mude sua senha
    Caso você perceba que caiu em algum golpe, mude sua senha imediatamente – não só do Facebook, mas também de outras redes sociais e e-mails, e avise o Facebook por meio do link www.facebook.com/hacked e seus amigos, pois os hackers podem usar sua conta para tentar espalhar malware para os seus contatos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Olhar Digital

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior