Duas mulheres são presas suspeitas de furtar cartão de crédito e fazer compras em shopping de Goiânia

Sem Comentários

11/11/2018

No sábado (10), duas mulheres foram presas suspeitas de furtar um cartão de crédito e fazer compras de roupas, celulares e perfumes em um shopping de Goiânia. Segundo o Comando do Policiamento da Capital (CPC), elas são de São Paulo e vieram à capital goiana para aplicar golpes. Os policiais militares localizaram as mulheres após a esposa do dono do cartão informar a uma equipe da PM sobre o furto. Conforme o CPC, os agentes entraram em contato com um segurança do shopping, que localizou e deteve a dupla. As mulheres relataram que abordaram o titular do cartão em um caixa eletrônico, momento em que pegaram os dados dele. Logo depois, segundo o relato policial, elas compraram roupas, celulares, malas, mochilas, sandálias e perfumes. Aos policiais, uma delas ainda apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. No entanto, a equipe encontrou o documento verdadeiro escondido embaixo do tapete do automóvel alugado por ela. Os militares ainda apreenderam com as mulheres cinco máquinas de cartão e R$ 2,6 mil. Os policiais levaram a dupla para a Central de Flagrantes da Polícia Civil. Segundo o CPC, elas foram autuadas em flagrante por estelionato e, uma delas, por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla suspeita de aplicar golpes em comerciantes é presa com cartão clonado em Sorocaba

Sem Comentários

25/10/2018

Nesta quarta-feira (24), dois homens foram detidos suspeitos de aplicarem golpes em comerciantes, no Centro de Sorocaba (SP). Conforme informações da Polícia Militar, a equipe conseguiu localizar a dupla por meio de uma denúncia. Durante abordagem e revista pessoal, os policiais encontraram com um dos suspeitos um cartão de crédito clonado, que estava “rústico”, sem os dados do dono. Um deles também tinha passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Um comerciante relatou que na terça-feira (23) havia sido vítima de outro homem, que conseguiu levar de sua loja de eletrônicos dois videogames, no valor total de R$ 5 mil, pagos com um cartão de crédito. Um dos suspeitos declarou aos policiais que receberia R$ 300 para aplicar os golpes e o outro alegou que receberia 40% de tudo o que conseguisse comprar com o cartão, com limite de R$ 10 mil. A dupla foi levada para o plantão norte, onde foi registrado um boletim de ocorrência por averiguação de estelionato, pois, segundo informado à PM pelo delegado, não houve cometimento de crime. Eles foram liberados para responder em liberdade e o cartão clonado foi apreendido. O homem que aplicou o mesmo golpe no comerciante é procurado pela polícia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpistas usam sites falsos para roubar dados de cartões de crédito

Sem Comentários

21/10/2018

Em São Carlos (SP) e região, golpistas estão usando sites falsos para roubar dados de cartão de crédito. É preciso ficar atento às faturas e registrar boletim de ocorrência para investigação e para que as medidas de segurança sejam reforçadas. Somente neste ano, de janeiro a agosto foram identificados mais de 920 mil golpes com cartão de crédito no país. São quase 3 casos por minuto.

Golpe

Um professor foi vítima dos criminosos. Eles usaram os dados dele para fazer compras de R$ 3 mil no exterior. O dinheiro foi estornado, mas o susto fez ele ser mais cauteloso. “Hoje em dia eu prefiro conhecer a empresa. Se for comprar alguma coisa eu fuço, fico vendo se ela tem algum problema, se é idônea”, afirmou.

Dados do cartão

Com a presença dos chips e do desbloqueio por meio senha, a clonagem de cartões ficou mais difícil, mas os fraudadores encontram um novo caminho. Agora não é preciso ter acesso ao cartão de crédito da vítima pra fazer os gastos em nome do verdadeiro dono, bastam ter os dados deles.

Nova forma de agir

Os bandidos também mudaram o jeito de agir. Às vezes o valor é tão pequeno que o dono nem percebe na fatura. Os fraudadores fazem isso pra testar se o cartão e válido e também pra saber qual o limite. Por isso os torpedos de compra ganham cada fez mais importância. Um servidor público começou a receber SMS do aplicativo do banco inicialmente com valores pequenos. A segunda clonagem ocorreu há quinze dias, mas dessa vez os fraudadores foram bem mais ousados. Ele oficializou a reclamação junto ao setor de segurança da empresa e diminuiu o limite.

Estelionato

O presidente da comissão de direito digital da OAB diz que, apesar de ser um crime cibernético, a nova clonagem de cartões de crédito pode ser enquadrada como estelionato. “Você coloca a pessoa numa situação de fraude porque convence a pessoa a fazer algo que para ela é real, mas tudo não passa de um teatro. O estelionato pode ter uma pena de até 5 anos de prisão”, afirmou.

Crescimento do número de estelionatos surpreende petropolitanos

Sem Comentários

22/10/2018

Em Petrópolis (RJ), os crimes de estelionato voltaram a crescer. Em 2016, foram registradas 434 ocorrências. No ano seguinte, os números caíram para 376. Entretanto, de janeiro a setembro deste ano, as delegacias da cidade já contam com quase a mesma quantidade que em todo o ano anterior, sendo 371 registros. Segundo dados apontados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), as maiores notificações aconteceram no mês de agosto, quando foram contabilizados 65 casos. Na última semana, diferentes famílias foram vítimas do golpe do falso aluguel. Tentando contratar um imóvel para passar dias de lazer em Cabo Frio, algumas pessoas assinaram um suposto contrato e depositaram parte do valor combinado na conta da “dona do imóvel”. A farsa foi descoberta após publicação da proprietária da casa, que esclareceu os casos. A criminosa utilizava o Google Maps para pegar a foto da fachada do imóvel, colocando fotografias falsas do interior da residência. A publicação acontecia nas redes sociais, onde as vítimas encontravam o telefone para contato com a estelionatária. Por meio de mensagens, a criminosa induzia os locadores ao golpe.

“Então, eu trabalho com contrato de locação, onde o mesmo é enviado para seu e-mail para que as cláusulas sejam lidas e avaliadas por você. Caso esteja de acordo com as mesmas, me mande seus dados para que eu possa preencher. Em seguida, vou te reenviar para que assine juntamente com uma testemunha de sua preferência. Preciso que depois me devolva escaneado, e, após a devolução, você me dá uma garantia, através de um depósito calção de 40%”. Dessa maneira, mais uma vítima caiu no golpe. Segundo o ISP (Instituto de Segurança Pública), dos 371 casos de estelionato, 86,5% foram registrados na 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro, que equivale a 321 casos. Na delegacia de Itaipava, já foram apontadas 50 ocorrências. De acordo com o ISP, nos últimos 10 anos foram contabilizados 3.940 estelionatos, em Petrópolis. Nesse período, o maior índice foi registrado em 2015, onde as delegacias apontaram 415 ocorrências.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário de Petrópolis

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

INSS recebe 461 denúncias de golpes contra aposentados

Sem Comentários

17/08/2018

Segundo dados da Ouvidoria Previdenciária, as denúncias de golpes financeiros contra aposentados e pensionistas do INSS tiveram queda de 29% no primeiro semestre de 2018. Entre janeiro e junho, o órgão recebeu 461 queixas. No mesmo período de 2017, a Ouvidoria havia registrado 649 relatos de beneficiários que se disseram vítimas de estelionatários. O recuo nas denúncias em 2018 pode ser reflexo do aumento fora do comum ocorrido no ano anterior. Na comparação entre os primeiros semestres de 2016 e de 2017, as reclamações à Ouvidoria cresceram 84%, passando de 353 para 649.

Os números devem ser observados com cautela, avalia a presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário). Ela explica que a quantidade de golpes informados é pequena perto do total de beneficiários e, por isso, pode não representar efetiva redução nas fraudes. “Os golpes continuam sendo aplicados”, afirma. “A redução das denúncias pode significar desconhecimento da população sobre o canal [Ouvidoria] ou descrença em relação à solução do problema”, diz. O Ministério do Desenvolvimento Social, responsável pelo INSS, recomenda aos segurados não repassarem nenhum tipo de informação pessoal ou dados previdenciários a pessoas ou empresas desconhecidas. Caso tenha dúvidas sobre o benefício, o segurado deve procurar as agências da Previdência ou ligar para o 135. Caso já tenha sido vítima de algum intermediário, a recomendação do órgão ao beneficiário é que ele cadastre uma manifestação na Coordenação Geral da Ouvidoria Previdenciária e relate o ocorrido, informando detalhes. A reclamação pode ser registrada pelo telefone 135, escolhendo a opção “ouvidoria”, ou por meio do site do INSS (inss.gov.br).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio do Estado

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Detran de Araraquara alerta moradores sobre golpes aplicados em redes sociais

Sem Comentários

01/08/2018

A Superintendência da região de Araraquara (SP) do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) alerta moradores sobre golpes envolvendo oferta de serviços de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), documentação e multas por meio de perfis falsos nas redes sociais. O superintendente informou que as falsas ofertas consistem em diminuir aulas para retirada da CNH e regularização de multas por valores menores. “Recebemos no WhatsApp foto do nosso diretor presidente oferecendo serviços por preços baratos e tomamos as providências rápidas e urgentes porque o Detran não oferece nenhum serviço nas redes sociais”, afirma. A retirada da CNH não pode ser feita pela internet, mas o site do órgão oferece outros 36 serviços eletrônicos já autorizados. O superintendente afirma que além do prejuízo financeiro, os moradores que caírem no golpe entrarão em situação comprometedora e ainda podem sofrer processo penal.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla suspeita de praticar golpes em comércio é presa em Santa Maria

Sem Comentários

30/07/2018

Na tarde dessa segunda-feira (30), um homem e uma mulher foram presos em frente ao shopping de Santa Maria tentando fugir em um carro com placa clonada. Os dois são suspeitos de praticar golpes em comércios na região. Ao fazer a abordagem, a equipe da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) constatou que a dupla portava documentos falsos. Conforme a corporação, os policiais faziam o patrulhamento na área quando viram as duas pessoas em atitude suspeita. A equipe constatou que o carro era roubado e a placa estava adulterada. As identidades e as carteiras de motorista de ambos também eras falsas. Já os celulares eram clonados. A Polícia Militar afirma que os dois são suspeitos de aplicarem diversos golpes em comércios na região. Uma vítima identificou a mulher, que teria comprado um celular em uma loja no sábado (28), usando documento falso. Os dois tem passagens por estelionato, o homem com oito passagens e a mulher com duas. Os dois foram encaminhados para a 20ª Delegacia de Polícia (Gama). O homem será autuado por receptação de veículo roubado e uso de documentos falsos. Já a mulher, por uso de documentos falsos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio Braziliense

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior