Polícia do Acre alerta população sobre golpes aplicados em aplicativos de vendas

Sem Comentários

25/02/2019

Com um número de 20 ocorrências de estelionato registradas nos últimos meses, a Polícia Civil do Acre passou a divulgar uma alerta com cuidados que a população precisa ter ao fazer uma negociação por meio de aplicativos de vendas. A polícia informou que não tem o número exato de casos, mas iniciou um levantamento das ocorrências. Um morador de Brasileia, interior do Acre, chegou a perder R$ 16 mil ao cair no golpe. Segundo a polícia, a vítima depositou o dinheiro em uma conta bancária do Mato Grosso do Sul. O valor seria a primeira parte da compra de um carro. A segunda parte seria depositada quando o veículo estivesse com o comprador. “A vítima fez um depósito no valor de R$ 16 mil em um conta do Mato Grosso do Sul para comprar um veículo de R$ 30 mil, os outros R$ 14 mil ia dar quando recebesse o veículo.

O criminoso simulou que seria o proprietário do carro, mas o proprietário era de Brasileia, e tinha colocado o veículo à venda”, explicou um delegado. Ainda segundo a polícia, o criminoso primeiro ligou para a vítima para pegar as informações do veículo. Com os dados, o suspeito esperou a primeira vítima ligar e fechar o negócio. A polícia acredita que tanto a conta bancária como o dono do chip do telefone usado sejam de ‘laranjas’. “Deu a conta de um terceiro e o saque foi feito em seguida. Tentamos o estorno da transferência, mas já havia sido feito o saque. Solicitamos os dados da conta, temos o cadastro da proprietária da conta e vamos fazer o encaminhamento de carta precatória para Mato Grosso para que ela seja ouvida. Também vamos pedir a quebra do sigilo do celular”, detalhou.

Homem suspeito de aplicar golpes na venda de carros pela internet é preso no Grande Recife

Sem Comentários

30/01/2019

Nesta quarta-feira (30), a Polícia Civil prendeu um homem, de 28 anos, suspeito de praticar golpes por meio de um site de vendas. Conforme a corporação, ele fingia estar intermediando as vendas de veículos para lesar os compradores e o prejuízo investigado ultrapassa R$ 90 mil. A prisão dele aconteceu na Rua Treze de Maio, no Centro de Camaragibe, no Grande Recife. O sujeito, que tem passagem pelo sistema prisional pelo crime de roubo, foi preso preventivamente após um mandado de prisão expedido pela 17ª Vara Criminal da Capital. O suspeito é um dos investigados em uma quadrilha interestadual que pratica golpes por meio da internet. A polícia informou que há registro de, ao menos, duas vítimas dos golpes e que os prejuízos delas são de R$ 20 mil e R$ 70 mil. “Eles agem de forma parecida, copiando o anúncio dos carros sendo vendidos na internet. Quando alguém respondia o anúncio, ele ligava para o real dono do carro, pedia para que retirasse o anúncio do ar e enviasse as fotos do veículo. Ao comprador, ele dizia que estava intermediando a venda. As vítimas depositavam o dinheiro em contas de laranjas”, afirma o delegado responsável pelo caso. Ele foi autuado pelo crime de estelionato e seguiu para o Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Golpistas criam falsos canais para roubar doações às vítimas de Brumadinho

Sem Comentários

28/01/2019

Cuidado ao doar dinheiro para as vítimas da tragédia de Brumadinho, pois há golpistas tentando lucrar com o sofrimento alheio. A PM (Polícia Militar) de Minas Gerais identificou tentativas de golpe em redes sociais, com pessoas publicando contas correntes falsas associadas a instituições renomadas e pedindo dinheiro com o pretexto mentiroso de ajudar os afetados pela catástrofe. “Os aproveitadores de plantão têm divulgado muitas imagens falsas, contas correntes falsas, imagens contendo fotografias de instituições de renome, mas com sites ‘fakes’”, alertou o major porta-voz da PM mineira. Em nota publicada nesta segunda-feira (28) no site da Defesa Civil, as forças de segurança reforçaram a mensagem que “ninguém está autorizado a recolher qualquer valor em nome do Estado” e alertando para sites falsos que fingem arrecadar fundos para as vítimas. “O mais importante é que as pessoas não confiem em muitas informações que têm sido veiculadas em mídias sociais, com contas para depósito. Não existe essa situação”, completou. O major orienta que os interessados em ajudar as vítimas busquem os canais oficiais das forças de segurança, em especial o site da Defesa Civil de Minas Gerais. No entanto, não há uma campanha de doações organizada pelo governo no momento, seja de dinheiro, alimentos não perecíveis, materiais de limpeza ou bens de utilidade pessoal. Até o momento, foram confirmadas 60 mortes desde que uma barragem da Vale rompeu na última sexta-feira (25) em Brumadinho. Ainda há 292 pessoas desaparecidas, mais 382 localizadas.

Golpe pela internet: acreditando estar comprando carro, homem deposita R$ 49 mil para criminosos

Sem Comentários

26/01/2019

Após aplicar um golpe por meio da OLX, três pessoas foram presas em Rondonópolis (210 km de Cuiabá) acusadas do crime de estelionato. O crime foi denunciado por C.A.F.S., de Mato Grosso do Sul, que depositou R$ 49 mil em dinheiro para os criminosos, acreditando estar comprando um carro. Segundo o boletim de ocorrência, quando a vítima, de 56 anos, percebeu que era um golpe, não conseguiu mais estornar os valores. Então, ele decidiu procurar a polícia, que logo descobriu o endereço do proprietário da conta bancária na qual foi feito o depósito. Acionada, a polícia local foi até a residência do suspeito, onde J.C.F.B. e sua filha D.O.F. acabaram confessando a participação no crime, mas alegaram ter apenas emprestado a conta bancária para aplicação do golpe, sob a condição de receber 20% do valor depositado. Os dois denunciaram então uma terceira pessoa, identificada como H.J.J.S., que também foi preso. Este, por sua vez, disse que apenas intermediou o fornecimento da conta bancária com a pessoa que efetivamente teria aplicado o golpe. No entanto, ele não soube informar o nome completo nem o endereço do quarto acusado, que não foi localizado.

Com golpe aplicado pelas redes sociais, homens são vítimas de estelionatário

Sem Comentários

08/01/2019

Nesta segunda-feira (07), agentes da Ronda no Bairro encaminharam dois homens que foram vítimas de um golpe durante a compra de uma moto até a delegacia. As vítimas acionaram os agentes para tentar localizar o  acusado de estelionato no Centro. Segundo informações, o crime aconteceu pelas redes sociais. O anunciante, de 23 anos, vendia uma moto em um site de vendas online pelo valor de mais de R$ 13 mil reais. O suposto estelionatário teria se passado pelo vendedor, copiando seu perfil e anúncio, só que num valor menor, de R$ 9 mil reais, para o mesmo produto. Sem saber que estava sendo enganado, um homem, de 33 anos, realizou uma transferência bancária para o suposto vendedor, no valor de R$ 9 mil. Ao marcar encontro com o dono do perfil em um cartório, os dois identificaram o crime, já que nenhum valor foi depositado na conta do real proprietário do veículo. Os dois homens fizeram um Boletim de Ocorrência (BO) que embasará as investigações pela busca do suspeito do estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cada Minuto

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Médica perde R$ 5,6 mil ao ter número de celular clonado em Rio Preto

Sem Comentários

18/12/2018

Em São José do Rio Preto (SP), uma médica de 26 anos perdeu R$ 5,6 mil ao ter o número do celular clonado. O caso foi registrado na polícia nesta segunda-feira (17). Conforme as informações do boletim de ocorrência, a vítima não conseguia acessar o aplicativo do banco e procurou uma agência, onde constatou o golpe. Ainda de acordo com o B.O., a mulher entrou em contato com a operadora de telefonia para cancelar a linha e foi informada de que alguém havia desbloqueado outro chip com o mesmo número dela. A operadora ainda informou à vítima que um celular foi habilitado para gerenciar a conta bancária dela a partir de um aplicativo.

Outro caso

Uma jovem de 22 anos teve prejuízo de mais de R$ 900 também na segunda-feira ao cair em um golpe pelo celular em Rio Preto. Conforme o depoimento à polícia, a vítima procurou uma loja da operadora de telefonia porque estava “sem serviço” no celular, mas a atendente disse que a linha estava normalizada. A mulher só percebeu que diversas transações bancárias haviam sido feitas em sua conta bancária ao habilitar um novo chip e instalar o aplicativo do banco no aparelho. Os contatos da vítima também receberam mensagens solicitando que fossem realizadas transferências de dinheiro para uma conta, mas nenhuma foi feita. Foi registrado um boletim de ocorrência como estelionato e os casos serão investigados.

Morador de Sinop faz compra em site falso e registra denúncia

Sem Comentários

18/12/2018

A denúncia foi registrada na manhã desta terça-feira (18), pelo morador de 38 anos, da rua Macedônia, no Jardim Umuarama 1. O homem alegou que  efetuou uma compra no último dia 25, em um site que seria falso. No documento, a vítima relata que fez a aquisição de um relógio, no valor de R$ 140, pelo ‘suposto site de vendas’ e efetuou o pagamento. No entanto, não conseguiu acompanhar a remessa do produto e, quando percebeu que se tratava de uma fraude, procurou a polícia para registrar o caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Só Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior