Suspeito de aplicar golpes em pescadores é preso em Londrina

Sem Comentários

08/04/2019

Um homem foi preso em Londrina, no norte do Paraná, suspeito de ficar com dinheiro de viagens contratadas por um grupo que tinha planejado pescar na Argentina. A prisão ocorreu nesta segunda-feira (08). Em outubro de 2018, o grupo denunciou o caso. A viagem foi contratada, tudo foi planejado, mas quando os pescadores chegaram no país vizinho, descobriram que o hotel não estava pago. O dinheiro repassado ao responsável pela organização da viagem, desapareceu. Na época, o grupo registrou um Boletim de Ocorrência por estelionato. Segundo as investigações, o prejuízo pode ultrapassar R$ 150 mil. Ao todo, 50 pessoas podem ter sido vítimas do suspeito.

Suspeito de estelionato é preso após se passar por empresário para tentar furtar contêineres

Sem Comentários

05/04/2019

Um homem de 52 anos foi preso suspeito de tentar roubar quatro contêineres na Zona Oeste de Manaus. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu em janeiro deste ano e a prisão só foi efetuada nesta quinta-feira (04). A equipe de investigação do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu mandado de prisão preventiva por estelionato no nome do sujeito. Ele é investigado por se passar por um empresário para se apoderar de bens pertencentes a terceiros. A prisão foi efetuada em um flutuante localizado na estrada da Praia Dourada, bairro Tarumã, zona oeste da capital. No dia 23 de janeiro deste ano, o suspeito, junto com um companheiro que já foi preso, se passou por empresários, fazendo uso de nomes falsos, para obter, de forma ilícita, quatro contêineres que estavam guardados em uma propriedade particular na estrada da Praia Dourada. “O proprietário do local, um homem de 47 anos, chegou no momento em que os funcionários da empresa de transportes estavam fazendo a retirada dos contêineres. Quando percebeu que se tratava de um golpe, imediatamente acionou a equipe do 19º DIP. No entanto, a dupla empreendeu fuga sem levar os contêineres. Durante as investigações, descobrimos a localização do suspeito e logramos êxito na prisão dele. As buscas continuaram até prendermos o outro homem”, explicou o delegado. O suspeito foi indiciado por estelionato.

Mulher é presa duas vezes por suspeita de estelionato na venda do mesmo apartamento

Sem Comentários

04/04/2019

Uma mulher de 34 anos foi presa na quarta-feira (3) suspeita de estelionato. Segundo a polícia, é a segunda vez que ela é presa por tentar vender o mesmo apartamento em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), de forma irregular. De acordo com a Polícia Civil do Paraná, ela já havia sido presa em 21 de fevereiro, quando tentava negociar apartamentos de um conjunto habitacional em Pinhais, também na RMC. Desta vez, a mulher foi presa quando tentava vender para um advogado um dos mesmos apartamentos. A vítima já havia feito um depósito de R$ 500 mas achou estranho a forma como a negociação estava sendo conduzida pela suspeita e procurou a polícia. O valor de mercado do imóvel é de aproximadamente R$ 160 mil e no anúncio ofertado por ela saía no valor de R$ 70 mil. Nas duas situações ela se intitulava proprietária e engenheira responsável pelas construções, mas o objetivo era lesar os compradores.

Prisão anterior

A primeira prisão dela ocorreu depois que uma construtora de Pinhais, na RMC, viu anúncios de vendas na internet e fez a denúncia, alegando que a suspeita não tinha autorização para isso. A polícia entrou em contato com a suspeita e marcou um horário para atendimento na casa dela, um condomínio de luxo, em Pinhais. A mulher foi presa em flagrante pelo crime de estelionato e, junto com ela, havia documentos referentes à compra e à venda de imóveis da construtora. Ela disse, em interrogatório, que praticou esse golpe porque já trabalhou na construtora e que eles deviam para ela. Afirmou, ainda, que o fez para compensar o prejuízo que teve. A suspeita se intitulava proprietária de pelo menos seis imóveis, além de se passar por engenheira civil.

Empresária sofre prejuízo de R$ 385 após cair em golpe

Sem Comentários

04/04/2019

Uma empresária de São Carlos sofreu um prejuízo de R$ 385 após cair em um golpe. O caso foi registrado no 1° Distrito Policial e será apurado. Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), no dia 14 de fevereiro desse ano, a mulher recebeu uma ligação de uma suposta funcionária da 1° Vara Civil de São Paulo informando que ela estava sendo ‘protestada’ por uma empresa. O motivo seria o não pagamento de uma dívida. Na sequência, a funcionária passou o contato da empresa e orientou a empresária a pagar a dívida. A mulher ligou na empresa e realizou a transferência. No entanto, na terça-feira (02) recebeu novamente uma ligação da 1° Vara Civil de São Paulo falando sobre a mesma dívida. A empresária, que afirmou nunca ter comprado nada na empresa, desconfiou estar sendo vítima de estelionato e resolveu procurar a Polícia Civil.

Mulher é presa por tentativa de estelionato na Zona Sul de Natal

Sem Comentários

05/04/2019

Uma mulher, de 42 anos, foi presa por agentes da Delegacia Especializada em Falsificações  e Defraudações (DEFD), pela prática dos crimes de falsidade ideológica e tentativa de estelionato. A prisão aconteceu na manhã de quinta-feira (04), em uma agência bancária na zona sul da capital potiguar, quando a mulher tentava realizar um empréstimo de R$ 13 mil portando documentação falsa. De acordo com as investigações realizadas, a mulher integra um grupo criminoso e, destes R$ 13 mil que seriam resultantes do crime, ela ficaria com R$ 2 mil e o restante seria destinado aos demais integrantes, a serem identificados. Com ela foram apreendidos diversos documentos de supostas vítimas.

Suspeito de estelionato é detido após tentar fazer empréstimo

Sem Comentários

03/04/2019

Um homem de 45 anos, suspeito de estelionato, foi detido na noite desta terça-feira (02) por agentes do Programa Ronda no Bairro. O homem estava tentando fazer empréstimo bancário utilizando documentação falsa, no bairro Jacintinho, em Maceió. Na ocasião, ele apresentou procuração assinada por um suposto outorgante que o autorizava a sacar a quantia em seu nome. Tanto a documentação própria como a do suposto outorgante eram falsificadas. Após suspeitarem da ação, os funcionários do banco avisaram aos seguranças, que detiveram o homem e acionaram a guarnição do programa. Com a verificação dos documentos, foi constatado que os dados usados para a confecção do documento do outorgante pertencem a uma pessoa já falecida. O suspeito foi encaminhado à Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, junto dos documentos apreendidos, onde foi descoberta sua verdadeira identidade e ele confessou o crime.

Vítima de estelionato tem prejuízo de mais de R$ 700 em compra de ar-condicionado pela internet

Sem Comentários

29/03/2019

Na quinta-feira (28), uma vítima de estelionato registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil por ter tido um prejuízo de R$ 739,90 na compra de um ar-condicionado pela internet, em Presidente Prudente. De acordo com o documento policial, a vítima, de 38 anos, acessou o site de uma loja de comércio varejista, “aparentando ser verdadeiro”, e realizou a compra de um ar-condicionado. No mesmo site, foi gerado um boleto bancário no valor de R$ 739,90. A vítima pagou o boleto em uma casa lotérica, porém, no comprovante constava o nome de outra pessoa e não o seu. A vítima também verificou seus e-mails, mas não constava nenhuma movimentação. Ela entrou em contato com a empresa intermediária para obter explicações e foi informada que não havia nenhuma movimentação em seu nome na referida compra no site da loja.

Anterior Próximo