OAB/MS abre procedimento contra advogada suspeita de envolvimento em golpe milionário contra idoso

Sem Comentários

19/07/2018

A Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul (OAB/MS) abriu um procedimento administrativo pela suspeita de envolvimento de uma advogada com um golpe milionário contra um aposentado. Um grupo de Campo Grande teria conseguido roubar dinheiro da vítima com a venda fictícia de uma fazenda. O procedimento da OAB/MS é para apurar a conduta de E.A.F.S. e a possível participação dela no golpe. A mulher aparece no processo como advogada do falso dono da fazenda. Ela pegou quase R$ 4 milhões, sob a justificativa de recebimento de honorário. J.G., que usava um RG falso, se passando por vendedor da propriedade e outros dois homens foram presos em flagrante tentando fazer a transferência de mais um R$ 1,8 milhão, com uma procuração falsa.

O grupo conseguiu ter acesso ao dinheiro do aposentado S.J.M.B., do Rio de Janeiro, pela Justiça. Usando vários documentos falsificados, como notas promissórias e um termo de confissão de dívida, eles entraram com uma ação de execução, alegando não ter recebido quase R$ 7 milhões, pela venda da fazenda e ganharam a causa. A conta da vítima foi bloqueada pela Justiça e o dinheiro foi repassado ao grupo. Foi aí que a vítima descobriu o golpe. A advogada do aposentado, questiona o trabalho realizado pela Justiça e alega que alertou sobre os documentos falsos. Como a defesa da vítima alega que a Justiça simplesmente ignorou a solicitação de análise de assinaturas, ela entrou com um pedido de providências no Conselho Nacional de Justiça, contra a segunda Vara Cível de Campo Grande e registrou também boletim de ocorrência.

E aí sim a polícia pediu um exame grafotécnico. O laudo fica pronto em um mês, mas segundo a polícia, a diferença entre as assinaturas é bem visível. O que a polícia quer descobrir agora é como o grupo teve acesso as informações da conta bancária do idoso. A polícia pediu a prisão de E.A.F.S., que não foi aceita pela Justiça. O advogado dela nega as acusações. A advogada acusada já devolveu R$ 4 milhões e pediu prazo para devolver mais R$ 1,9 milhão. O aposentado ainda não teve acesso ao dinheiro. Depende de uma nova decisão judicial.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Saiba como se proteger do golpe do WhatsApp que atingiu ministros do governo

Sem Comentários

19/07/2018

Na última terça-feira (17), a Polícia Federal deflagrou uma operação contra criminosos que faziam clonagens de números telefônicos. O grupo utilizava a conta de WhatsApp das vítimas, se passava pelos reais donos dos números e solicitava transferências bancárias. Em março, os ministros da Casa Civil e da Secretaria de Governo, e o ex-ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, tiveram os seus celulares clonados pelo grupo.

O WhatsApp tem uma ferramenta que pode proteger a conta dos usuários, a verificação em duas etapas. O recurso, precisa ser ativado. Com a verificação o aplicativo passa a solicitar senha antes de conceder o acesso ao perfil e histórico de conversas, protegendo contra clonagens. A ativação da ferramenta é simples e pode ser feita em qualquer Smartphone Android, iPhone ou Windows Phone.

Confira o passo a passo: 

Passo 1 : Clique nos três pontinhos para acessar as configurações.

Passo 2:  Clique em Conta depois em “Verificação em duas etapas”.

Passo 3 : Insira um PIN de 6 dígitos e confirme.

Passo 4: Insira um email, confirme e pronto! Sua conta ficará protegida.


Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Povo

Saiba mais.

Mulher cai em golpe de empréstimo pela internet

Sem Comentários

19/07/2018

Uma mulher, de 38 anos, caiu em um golpe de empréstimo na internet. Necessitada, a vítima teria repassado o número de todos os documentos e efetuou um depósito de R$ 150 para garantir o contrato. O caso foi registrado como estelionato. Segundo o relatório policial, a vítima informou que precisava de um empréstimo e encontrou a oportunidade na internet. Ao entrar em contato com o anunciante, passou seus dados, endereço e efetuou o depósito para garantir a assinatura do contrato. Após a constatação do repasse do valor, foi bloqueada e não obteve mais contato. A Polícia deve investigar o caso. Até o momento ninguém foi preso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: A Cidade On

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Duas pessoas são vítimas de estelionatários por dia em Mogi das Cruzes, aponta Polícia Civil

Sem Comentários

20/07/2018

Duas pessoas são vítimas de estelionatários por dia em Mogi das Cruzes, evidenciam os dados da Polícia Civil sobre as ocorrências do primeiro semestre deste ano. De janeiro a junho, 503 pessoas registraram boletins de ocorrência na cidade. O número é menor quando comparado ao semestre anterior, com 614 pessoas. No entanto, cresce a perspicácia dos criminosos na hora de atuar, com golpes cada vez mais elaborados. Os criminosos atuam de diversas formas e, em muitos casos, vitimam os idosos. A titular da Delegacia do Idoso de Mogi das Cruzes, afirma que hoje o maior volume de ocorrências registrado na unidade é de estelionato. “A pessoa idosa se torna mais vulnerável até por uma questão cultural, não só do brasileiro que gosta de ajudar, agradar as pessoas, mas também porque eles vêm de uma época em que tinha estes crimes, mas era em menor quantidade, então eles acreditam mais nas pessoas”, destaca a delegada. Os criminosos estão aperfeiçoando cada vez mais as técnicas, agindo em dois ou três, e também utilizando mais os meios virtuais e as tecnologias do que pessoalmente. Mas, nas abordagens nas ruas, elas ocorrem geralmente na região central e Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco, devido a proximidade às agências bancárias. Sobre os crimes virtuais, a delegada orienta que os aparelhos tenham sempre antivírus para detectar um possível vírus utilizado pelo criminosos a fim de conseguir os dados. Ainda neste sentido, vale não clicar ou permitir que links desconhecidos sejam abertos nas máquinas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia procura dupla de estelionatários que aplicava golpes em idosos no Rio

Sem Comentários

20/07/2018

Uma dupla de estelionatários que, somente este ano, já aplicou 12 golpes – a maioria contra idosos – na área da Tijuca, Zona Norte do Rio, está sendo procurada pela polícia. Um homem está tentando ajudar a mãe, de 71 anos, a superar um trauma. Ela foi vítima do golpe do bilhete premiado e perdeu R$ 90 mil depois de ser enganada por dois estelionatários na semana passada, na Tijuca, logo depois que a idosa saiu de uma clínica de fisioterapia. “Ela está muito abalada ainda. Está, realmente, muito assustada porque ela não sabe exatamente o que aconteceu”, disse o filho da vítima. Segundo ele, a idosa foi parada na rua por um homem que disse que precisava encontrar um local porque tinha ganhado um prêmio. Ela disse não saber onde era e uma outra pessoa chegou. “Essa outra pessoa disse que trabalhava onde ela tinha saído, ela estava numa fisioterapia. Disse que trabalhava lá, que era médico de lá e tal, que eles podiam ajudar aquela pessoa. A minha mãe foi induzida. Para ajudar, ela foi sacando dinheiro, sacou, ficou rodando, foi em quatro agências no carro com essas pessoas”, explicou o filho da idosa. A vítima reconheceu um dos criminosos através de fotos. Ele foi identificado e está foragido. Só neste ano, na delegacia da Tijuca, o mesmo homem já foi reconhecido em 12 casos diferentes de estelionato. A polícia expediu um novo mandado de prisão para ele.

Golpes do bilhete premiado e do cartão de crédito

O suspeito aplica, principalmente, os golpes do bilhete premiado, que foi o caso da idosa de 71 anos, e o do cartão de crédito, em que rouba a senha e troca o cartão de alguém no caixa eletrônico para sacar o dinheiro da conta. Uma delegada diz ainda que, apesar de muitos golpes serem aplicados dentro das agências bancárias, as empresas não costumam se responsabilizar e, dificilmente, ressarcem as vítimas. Os estelionatários costumam se aproveitar, principalmente de idosos. “Os bancos têm que ter muita cautela. No âmbito da responsabilidade civil, a gente não descarta que o banco tenha responsabilidade. Penalmente, não se tem como falar, mas civilmente cabe às vítimas buscar perante o poder judiciário, a responsabilidade civil, se houver”, explicou.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatários presos ao tentar dar o golpe do bilhete premiado em Jaraguá do Sul

Sem Comentários

18/07/2018

Em Jaraguá do Sul (SC), na tarde desta quarta-feira (18), a polícia prendeu um casal suspeito de cometer um crime de estelionato. Eles aplicaram o famoso golpe do bilhete premiado em uma senhora. O casal, que usava um carro com placas de Canudos do Vale, no Rio Grande do Sul, conseguiu enganar a vítima e levar R$ 8,5 mil no golpe. Quando percebeu que foi enganada, a mulher chamou a Polícia Militar. Uma perseguição foi iniciada para capturar a dupla e a prisão foi realizada no bairro Barra do Rio Molha, por volta das 14h. A vítima foi abordada na frente de uma agência bancária, no Centro. Segundo ela, foi convencida de que estavam com um bilhete de loteria premiado. O valor da premiação seria de R$ 2 milhões. Convicta de que ficaria com o prêmio da loteria, caso os ajudasse, a mulher sacou o valor e deu em troca do bilhete. Depois, os estelionatários ainda levaram a mulher para casa.

Ao perceber que foi enganada, a mulher ligou para a Polícia Militar e, com as características do veículo, um Volkswagen Fox de cor preta, começou uma perseguição. A dupla chegou a jogar o dinheiro que tinha para fora do veículo. A ideia era se livrar das provas do crime durante a perseguição. Mas um motociclista percebeu que alguma coisa estava errada na atitude dos ocupantes do veículo e avisou a PM. O dinheiro jogado na rua foi recolhido. Uma guarnição da PM fechou o trânsito no sinaleiro da Prefeitura e, depois de percorrer a Barra do Rio Cerro e parte da Barra do Rio Molha, o casal finalmente foi abordado pelos PMs. Os policiais militares realizaram a prisão da dupla. Os dois foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: OCP News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher de Mogi das Cruzes perde mais de R$ 6 mil em golpe

Sem Comentários

19/07/2018

Na quarta-feira (18), uma mulher, de Mogi das Cruzes, teve um prejuízo de mais de R$ 6 mil, depois de cair em um golpe. Ela recebeu um telefonema de um estelionatário que se passou por um primo, que morava no Japão, mas tinha voltado ao Brasil. Ele disse que precisava de dinheiro para consertar o carro, depois de um acidente no caminho para Mogi. O caso foi registrado como estelionato no 1º Distrito Policial e será investigado. Segundo o boletim de ocorrência, uma mulher de 43 anos contou que sua mãe recebeu um telefonema de um homem que se identificou como um primo que morava no Japão e pretendia chegar de surpresa a Mogi das Cruzes. Ele disse que alugou um carro e, no caminho para Mogi, sofreu um acidente. Segundo o homem, a empresa que o socorreu não tinha máquina de cartão, por isso ele precisava de R$ 2.490, para fazer o pagamento. A mulher disse que sua mãe acreditou na história e pediu que ela depositasse o dinheiro. Ela informou que o suposto primo de sua mãe ligou novamente e pediu mais R$ 3.980, porque precisava complementar o pagamento. A vítima fez um novo depósito. A mulher destacou que depois sua mãe conseguiu entrar em contato com familiares e soube que o primo continuava trabalhando no Japão e percebeu que tinha caído em um golpe. Elas entraram em contato com o banco, mas descobriram que os valores já tinha sido sacados. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior