Empresária deposita R$ 4 mil para falso primo e cai em golpe

Sem Comentários

12/07/2019

Foi registrado nesta quarta-feira (10) no Primeiro Distrito Policial de Votuporanga o caso de uma moradora da cidade que caiu em um golpe de estelionato ao depositar R$ 4 mil em uma conta do suposto primo de seu marido, que havia enviado uma mensagem por um aplicativo de mensagem solicitando um empréstimo. 

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.), o criminoso teria enviado a mensagem para o marido da vítima, se passando por seu parente e alegou estar precisando de uma quantia de R$ 4 mil e disse ainda que devolveria o valor em até uma semana. Dado o fato, a vítima prontificou-se a ajudar o suposto primo e realizou duas transações bancárias no valor solicitado.

O prazo de uma semana expirou-se e o estelionatário não cumpriu com o acordo combinado. A empresária então entrou em contato com o primo de seu marido e lhe foi dito que um indivíduo havia invadido seu aplicativo de mensagens e que estava se passando por ele. Nas conversas, o criminoso pedia várias quantias para seus contatos e, ao perceber isso, o primo também registrou um boletim de ocorrência. A mulher prontamente tomou a mesma atitude e relatou o caso para o Primeiro Distrito Policial da cidade como estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Jornal A Cidade de Votuporanga

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal perde 3 mil reais em golpe do falso acidente

Sem Comentários

25/02/2019

Neste domingo (25), em Carmo do Paranaíba, um casal procurou o quartel da Polícia Militar, relatando que caiu em um golpe e que perdeu cerca de R$ 3.400. Uma das vítimas disse que recebeu uma ligação de um DDD de número 62, onde o indivíduo se identificou como L.A. alegando ser funcionário de uma empresa de seguros. O golpista disse que um familiar da mãe de uma das vítimas havia se envolvido em um acidente na rodovia Fernão Dias e que necessitava de um depósito no valor de R$1.200 para que a seguradora pudesse realizar o trabalho de apoio. Acreditando ser verdade, a vítima foi até uma agência e realizou uma transferência no valor pedido para uma conta em nome de uma mulher em uma agência na cidade de Aparecida de Goiânia (GO). Posteriormente, o golpista retornou a ligação e solicitou mais um depósito no valor de R$ 2.200 o qual foi realizado novamente pela vítima. Depois de algumas horas, as vítimas conseguiram entrar em contato com o familiar, que disse que não estava em viagem.

Supervisora de Mogi perde R$ 1,4 mil no golpe do conserto do carro

Sem Comentários

06/02/2019

Uma supervisora de 29 anos de Mogi das Cruzes perdeu R$ 1,4 mil, no golpe do conserto do carro. Ela comunicou o caso à Polícia Civil nesta terça-feira (05). No 2º Distrito Policial, a vítima contou que recebeu um telefonema de um homem que se identificou como um primo dela de Minas Gerais. Ele disse que precisava de R$ 1,4 mil, para pagar uma seguradora para buscar o carro dele que tinha quebrado. A vítima explicou que acreditou que ele era mesmo seu primo, porque o golpista falou o nome da mãe, da irmã e do filho dela. A vítima disse que fez o depósito do dinheiro na conta indicada pelo golpista. Após fazer a transação, ela ligou para uma tia, que explicou que nada tinha acontecido com o carro do filho. A supervisora destacou que neste momento percebeu ter sido vítima de um golpe.

Homem perde R$ 800 após cair no golpe do falso parente

Sem Comentários

21/01/2019

Nesta segunda-feira (21), em Rio Preto, um mecânico de 62 anos perdeu R$ 800 após ter sido vítima de estelionato. Conforme consta no boletim de ocorrência, a vítima recebeu um telefonema de uma pessoa que se dizia ser seu sobrinho. O suspeito afirmou que teria perdido o controle do carro e colidido contra um outro veículo. Para arrumar o próprio carro e seguir viagem ele pediu que a vítima depositasse R$ 800. Segundo o mecânico, a voz do estelionatário era muito parecida com a de seu sobrinho e acabou fazendo o depósito. Apenas depois da transferência do dinheiro, ele percebeu que se tratava de um golpe. O caso foi registrado por estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário da Região

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher cai em golpe e perde mais de R$ 2 mil em Araraquara

Sem Comentários

10/01/2019

Na quarta-feira (09), em Araraquara (SP), uma mulher de 54 anos caiu em um golpe e perdeu R$ 2,2 mil. Segundo o boletim de ocorrência, ela recebeu um telefonema de uma pessoa afirmando ser seu primo e que estaria com o carro quebrado em Matão. O golpista pediu R$ 5,4 mil para o reparo do veículo. A vítima depositou a quantia em duas partes, uma no valor de R$ 2,2 mil e a segunda de R$ 3,2 mil. Após realizar as transferências, a mulher desconfiou da história e ligou para o primo e soube que ele estava em Itumbiara (GO). A mulher foi até a agência bancária onde conseguiu bloquear a segunda transferência, mas o valor de R$ 2,2 mil já havia sido debitado da conta e não foi possível recuperar o dinheiro.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Tia recebe pedido de ‘empréstimo’ da ‘sobrinha’ pelo WhatsApp, deposita R$ 850, mas descobre que caiu em golpe

Sem Comentários

08/01/2019

Na tarde desta segunda-feira (07), em Presidente Prudente, um homem, de 42 anos, e sua mulher, caíram num golpe aplicado via WhatsApp. No boletim de ocorrência registrado pelo homem consta que a esposa dele recebeu uma mensagem da sobrinha pelo aplicativo solicitando um depósito de R$ 850 a ser feito em uma conta corrente. Ele disse que a sobrinha estava solicitando o depósito porque, de acordo com a mensagem, ela não estaria conseguindo realizar a operação bancária. E que posteriormente, efetuaria o pagamento para os tios. Após receber as informações do depósito, a tia entrou em contato novamente com a sobrinha informando que a operação havia sido concretizada, mas recebeu a resposta que nenhuma solicitação de depósito de dinheiro havia sido feita por ela. As duas, então, descobriram que o número da sobrinha havia sido clonado, e o pedido de dinheiro teria sido feito por um estelionatário. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Outros casos

Em setembro e outubro do ano passado, houve uma série de golpes aplicados através da clonagem de WhatsApp em Presidente Prudente e região. Em um dos casos, uma mulher perdeu R$ 2 mil. Dias antes, um médico e um administrador de empresas tiveram prejuízos de R$ 6 mil. A Polícia Civil estima que o número de casos deve ser maior, porque há quem não faça o registro das ocorrências. Além dos golpes efetivados, há boletins de ocorrência confeccionados também para denunciar diversas tentativas de estelionato.

Golpe do falso parente faz idosa perder R$ 850 reais para criminosos em MS

Sem Comentários

22/11/2018

Na tarde desta terça-feira (20), uma mulher de 69 anos, residente em Batayporã, perdeu R$ 850 ao ser vítima de um estelionatário, no golpe do falso parente. Conforme o boletim de ocorrência, a idosa disse que recebeu uma ligação a cobrar no telefone fixo de sua casa, sendo que, um homem que dizia ser sobrinho dela e estava pedindo ajuda. O homem afirmou que estava com o carro quebrado em uma estrada de Batayporã e que precisava da quantia de R$ 850,00 para comprar uma peça e fazer a manutenção do veículo. O golpista passou o número de uma conta para depósito, sendo que, de imediato a vítima foi até a casa lotérica e efetuou a transação. Uma segunda ligação foi feita, sendo que o suposto sobrinho perguntou se o depósito já havia sido feito. Desta vez quem atendeu foi a irmã da vítima, que perguntou ao homem em qual ponto do município ele estava para que ela mandasse socorro, sendo que o autor não soube explicar, momento em que ela percebeu que se tratava de um golpe. Avisada pela irmã, a vítima foi novamente até a casa lotérica, onde foi orientada a comparecer na Delegacia de Polícia para registrar um boletim de ocorrência. O caso de estelionato deverá ser apurado pelas autoridades.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: MS Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior