Golpistas usam sites falsos para roubar dados de cartões de crédito

Sem Comentários

21/10/2018

Em São Carlos (SP) e região, golpistas estão usando sites falsos para roubar dados de cartão de crédito. É preciso ficar atento às faturas e registrar boletim de ocorrência para investigação e para que as medidas de segurança sejam reforçadas. Somente neste ano, de janeiro a agosto foram identificados mais de 920 mil golpes com cartão de crédito no país. São quase 3 casos por minuto.

Golpe

Um professor foi vítima dos criminosos. Eles usaram os dados dele para fazer compras de R$ 3 mil no exterior. O dinheiro foi estornado, mas o susto fez ele ser mais cauteloso. “Hoje em dia eu prefiro conhecer a empresa. Se for comprar alguma coisa eu fuço, fico vendo se ela tem algum problema, se é idônea”, afirmou.

Dados do cartão

Com a presença dos chips e do desbloqueio por meio senha, a clonagem de cartões ficou mais difícil, mas os fraudadores encontram um novo caminho. Agora não é preciso ter acesso ao cartão de crédito da vítima pra fazer os gastos em nome do verdadeiro dono, bastam ter os dados deles.

Nova forma de agir

Os bandidos também mudaram o jeito de agir. Às vezes o valor é tão pequeno que o dono nem percebe na fatura. Os fraudadores fazem isso pra testar se o cartão e válido e também pra saber qual o limite. Por isso os torpedos de compra ganham cada fez mais importância. Um servidor público começou a receber SMS do aplicativo do banco inicialmente com valores pequenos. A segunda clonagem ocorreu há quinze dias, mas dessa vez os fraudadores foram bem mais ousados. Ele oficializou a reclamação junto ao setor de segurança da empresa e diminuiu o limite.

Estelionato

O presidente da comissão de direito digital da OAB diz que, apesar de ser um crime cibernético, a nova clonagem de cartões de crédito pode ser enquadrada como estelionato. “Você coloca a pessoa numa situação de fraude porque convence a pessoa a fazer algo que para ela é real, mas tudo não passa de um teatro. O estelionato pode ter uma pena de até 5 anos de prisão”, afirmou.

Casal é preso suspeito de aplicar golpe do cartão de crédito clonado em idosas no interior de SP

Sem Comentários

29/11/2017

Nesta quarta-feira (29), em Avaré (SP), um casal de Guarulhos (SP) foi preso suspeito de aplicar o golpe do cartão de crédito clonado em duas idosas. Segundo a Polícia Civil, as vítimas informaram que receberam a ligação de um homem que se apresentou como o gerente de banco e informou que o cartão de crédito havia sido clonado. Na ligação, foi solicitada a senha do banco e foi informado que uma funcionária iria recolher o cartão. A polícia constatou que os criminosos gastaram quase R$ 10 mil na compra de oito aparelhos celulares e ainda sacaram R$ 1.200 com os cartões das duas vítimas. Após investigações, o casal foi preso enquanto comprava mais aparelhos em uma loja na área central. Os dois foram levados para a delegacia, onde foram autuados por estelionato e estão à disposição da Justiça. Ainda segundo a polícia, a suspeita é de que os dois façam parte de uma quadrilha especializada em aplicar esse tipo de golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Imagens mostram homem aplicando golpe do cartão de crédito em loja de joias

Sem Comentários

10/08/2017

Câmeras de segurança de uma loja de joias, localizada na área central de Avaré (SP), registraram o momento em que um estelionatário aplica o golpe do cartão de crédito em uma das vendedoras do estabelecimento. Em julho deste ano, um homem com características físicas semelhantes foi flagrado por câmeras aplicando o mesmo golpe em uma loja de roupas de Itapetininga (SP). Nas imagens é possível observar que o estelionatário pega a máquina de cartões para efetuar o pagamento. Em um momento de distração da vendedora, ele cancela a compra e emite um recibo em branco. Na hora de devolver a máquina, o golpista entrega um documento falsificado e vai embora com uma corrente no valor de quase R$ 5 mil. A funcionária do estabelecimento, que preferiu não se identificar, disse que o caso aconteceu na sexta-feira (14). Segundo ela, o suspeito aparentava ser um cliente comum atrás de um presente para a esposa. Ainda de acordo com ela, o homem fingiu que digitou a senha. “Porém, ele cancelou a venda. Ele apertou o botão pra sair o papelzinho como se tivesse feito barulho que foi efetuada a transação, me deu a via como se tivesse ficado com a dele. Perguntei pra ele onde estava a via e ele disse que não precisava. Achei estranho”, conta.

Investigação

De acordo com a polícia, essa foi a segunda vez que câmeras de monitoramento registraram esse tipo golpe na região de Itapetininga em menos de um mês. No mês passado, o golpista gastou quase R$ 3 mil em uma loja de roupas em Itapetininga e, na hora de pagar, pegou a máquina de cartão na mão e cancelou a operação. Segundo a polícia, apesar das imagens, o suspeito ainda não foi identificado. Os casos seguem sob investigação. Acesse a notícia na íntegra para ver o vídeo.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.