Polícia procura dupla de estelionatários que aplicava golpes em idosos no Rio

Sem Comentários

20/07/2018

Uma dupla de estelionatários que, somente este ano, já aplicou 12 golpes – a maioria contra idosos – na área da Tijuca, Zona Norte do Rio, está sendo procurada pela polícia. Um homem está tentando ajudar a mãe, de 71 anos, a superar um trauma. Ela foi vítima do golpe do bilhete premiado e perdeu R$ 90 mil depois de ser enganada por dois estelionatários na semana passada, na Tijuca, logo depois que a idosa saiu de uma clínica de fisioterapia. “Ela está muito abalada ainda. Está, realmente, muito assustada porque ela não sabe exatamente o que aconteceu”, disse o filho da vítima. Segundo ele, a idosa foi parada na rua por um homem que disse que precisava encontrar um local porque tinha ganhado um prêmio. Ela disse não saber onde era e uma outra pessoa chegou. “Essa outra pessoa disse que trabalhava onde ela tinha saído, ela estava numa fisioterapia. Disse que trabalhava lá, que era médico de lá e tal, que eles podiam ajudar aquela pessoa. A minha mãe foi induzida. Para ajudar, ela foi sacando dinheiro, sacou, ficou rodando, foi em quatro agências no carro com essas pessoas”, explicou o filho da idosa. A vítima reconheceu um dos criminosos através de fotos. Ele foi identificado e está foragido. Só neste ano, na delegacia da Tijuca, o mesmo homem já foi reconhecido em 12 casos diferentes de estelionato. A polícia expediu um novo mandado de prisão para ele.

Golpes do bilhete premiado e do cartão de crédito

O suspeito aplica, principalmente, os golpes do bilhete premiado, que foi o caso da idosa de 71 anos, e o do cartão de crédito, em que rouba a senha e troca o cartão de alguém no caixa eletrônico para sacar o dinheiro da conta. Uma delegada diz ainda que, apesar de muitos golpes serem aplicados dentro das agências bancárias, as empresas não costumam se responsabilizar e, dificilmente, ressarcem as vítimas. Os estelionatários costumam se aproveitar, principalmente de idosos. “Os bancos têm que ter muita cautela. No âmbito da responsabilidade civil, a gente não descarta que o banco tenha responsabilidade. Penalmente, não se tem como falar, mas civilmente cabe às vítimas buscar perante o poder judiciário, a responsabilidade civil, se houver”, explicou.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatários presos ao tentar dar o golpe do bilhete premiado em Jaraguá do Sul

Sem Comentários

18/07/2018

Em Jaraguá do Sul (SC), na tarde desta quarta-feira (18), a polícia prendeu um casal suspeito de cometer um crime de estelionato. Eles aplicaram o famoso golpe do bilhete premiado em uma senhora. O casal, que usava um carro com placas de Canudos do Vale, no Rio Grande do Sul, conseguiu enganar a vítima e levar R$ 8,5 mil no golpe. Quando percebeu que foi enganada, a mulher chamou a Polícia Militar. Uma perseguição foi iniciada para capturar a dupla e a prisão foi realizada no bairro Barra do Rio Molha, por volta das 14h. A vítima foi abordada na frente de uma agência bancária, no Centro. Segundo ela, foi convencida de que estavam com um bilhete de loteria premiado. O valor da premiação seria de R$ 2 milhões. Convicta de que ficaria com o prêmio da loteria, caso os ajudasse, a mulher sacou o valor e deu em troca do bilhete. Depois, os estelionatários ainda levaram a mulher para casa.

Ao perceber que foi enganada, a mulher ligou para a Polícia Militar e, com as características do veículo, um Volkswagen Fox de cor preta, começou uma perseguição. A dupla chegou a jogar o dinheiro que tinha para fora do veículo. A ideia era se livrar das provas do crime durante a perseguição. Mas um motociclista percebeu que alguma coisa estava errada na atitude dos ocupantes do veículo e avisou a PM. O dinheiro jogado na rua foi recolhido. Uma guarnição da PM fechou o trânsito no sinaleiro da Prefeitura e, depois de percorrer a Barra do Rio Cerro e parte da Barra do Rio Molha, o casal finalmente foi abordado pelos PMs. Os policiais militares realizaram a prisão da dupla. Os dois foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: OCP News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpe do bilhete premiado faz mais uma vítima e deixa prejuízo de quase R$ 14 mil

Sem Comentários

05/07/2018

Apesar de antigo, o golpe do bilhete premiado continua fazendo vítimas. Desta vez, a situação foi registrada em Paranavaí (PR), na quarta-feira (04), e deixou um prejuízo de quase R$ 14 mil. A vítima, uma mulher, de 58 anos, transitava pela Rua Getúlio Vargas, no Centro da cidade, quando foi abordada por um homem. O suspeito contou que havia ganhado um prêmio de loteria e pediu ajuda para resgatar o dinheiro. Em seguida, outro homem chegou, identificando-se como advogado e se prontificando a auxiliar o ganhador. O “advogado” pediu que a vítima apresentasse uma quantia em dinheiro, para simbolizar que não tinha interesse no prêmio do homem. Com isso, a mulher sacou R$ 7 mil em uma agência bancária e mais R$ 6.600 em outra, totalizando quase R$ 14 mil. A dupla de golpistas pegou o dinheiro da vítima e passou a circular com ela em um carro, pelo Centro. A mulher percebeu o golpe e saiu do carro, e os homens fugiram em um carro. A polícia foi acionada, mas apesar das buscas, não conseguiu localizar os suspeitos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia da PB prende dupla suspeita de aplicar golpe do ‘bilhete premiado’

Sem Comentários

04/07/2018

Mais duas pessoas foram presas na terça-feira (03) suspeitas de aplicarem o golpe do “bilhete premiado” em mais de 50 vítimas na Paraíba. A operação da Delegacia de Defraudações e Falsificações de Campina Grande e do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil da Paraíba (GOE) realizou a prisão de um homem e de uma mulher na Zona Rural da cidade de Sertânia, em Pernambuco. A polícia da Paraíba se deslocou até a cidade de Caruaru, em Pernambuco, com o objetivo de cumprir dois mandados de prisão preventiva contra os suspeitos. No entanto, chegando na cidade, descobriram que eles já haviam fugido, quando souberam da prisão de duas pessoas envolvidas no mesmo golpe, no dia 19 de junho, em João Pessoa. Com apoio da Polícia Civil de Pernambuco e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi possível localizar os suspeitos na Zona Rural de Sertânia. Eles são apontados como envolvidos em vários casos de estelionato na Paraíba.

Golpe do ‘bilhete premiado’

Segundo o titular da delegacia de Defraudações e Falsificações de Campina Grande, o golpe do “bilhete premiado” é feito, normalmente, por uma pessoa aparentemente simples, humilde e analfabeta. As principais vítimas são mulheres idosas que são abordadas com um pedido de ajuda. O suspeito informa que precisa localizar algum endereço para poder receber um bilhete premiado e, em seguida, oferece uma proposta de gratificação pela ajuda. A partir desse momento, a vítima acredita que receberia a gratificação e acaba aceitando a proposta do suspeito. Geralmente, outra pessoa também está envolvida no golpe, para fazer a vítima acreditar que estão falando a verdade.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla presa em Passo Fundo aplicou golpe em idosa em Ijuí

Sem Comentários

25/06/2018

Neste domingo (24), a Polícia Civil de Passo Fundo (RS) prendeu um casal por estelionato. No final de maio deste ano, a dupla convenceu uma idosa de Ijuí, no estado do Rio Grande do Sul, a entregar R$ 8 mil para eles, no chamado golpe do bilhete premiado. Contra os suspeitos, havia um mandado de prisão expedido pela justiça de Ijuí. Conforme a polícia, foi preso, no decorrer da semana passada, um terceiro indivíduo, também integrante do bando. A dupla, presa ontem (24), estava em uma casa em outro bairro. Após registro policial, eles foram levados para a cadeia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idosa perde R$ 44 mil em golpe do falso bilhete premiado

Sem Comentários

18/06/2018

O caso aconteceu na última quarta-feira dia (14), mas foi registrado na sexta-feira (16), na Central de Flagrantes, em São José do Rio Preto (SP). Uma idosa de 67 anos foi vítima de estelionato ao cair no golpe do falso bilhete premiado e perdeu cerca de R$ 44 mil. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima caminhava pela rua Santo André, quando um homem se aproximou pedindo ajuda, alegando que era da zona rural e não conhecia bem a cidade. Ele dizia que havia ganhado um prêmio de R$ 10 mil na lotérica. Neste momento, mais duas mulheres se aproximaram, uma dizia ser advogada e a outra era sua filha. A que se intitulou como advogada pegou o celular e, supostamente, ligou para a lotérica para confirmar o prêmio. Durante a suposta ligação, ela foi informada de que na verdade o prêmio seria de R$ 23 milhões. O homem ficou eufórico e a vítima também ficou empolgada com a situação. Após a ligação, um carro preto com vidros escuros se aproximou dos três. O homem que dirigia o veículo cumprimentou a tal advogada e disse que era um policial de férias e ajudaria o homem que teria sido sorteado com o bilhete premiado. A vítima vendo tudo que estava acontecendo se ofereceu também para ajudar. Então foi oferecido para ela R$ 100 mil pela ajuda.

A quadrilha conseguiu convencer a idosa a dar uma quantia em dinheiro como garantia enquanto não recebesse o tal prêmio. Então, todos entraram no carro preto, conduzido pelo suposto policial, e se dirigiram para uma agência bancária que fica na avenida Potirendaba. A aposentada, com a filha da suposta advogada, foram até o caixa eletrônico e sacaram R$ 4 mil. Em seguida, dirigiram-se até o atendimento do caixa e sacaram mais R$ 5 mil da conta da vítima. Saindo da agência, os quatro foram até um shopping, onde novamente a vítima transferiu R$ 30 mil de sua conta para a conta da agência de câmbio na intenção de comprar dólares. Saindo do shopping com os dólares foram até outra agência bancária, onde a aposentada sacou mais R$ 5 mil e entregou tudo a “filha da advogada”. Depois entregar todo o dinheiro a quadrilha, eles pediram para que a vítima ficasse esperando em frente ao prédio do novo Fórum enquanto a suposta advogada buscasse a parte dela do dinheiro.

A idosa permaneceu esperando por cerca de meia hora. Como ninguém apareceu, ela percebeu que havia caído em um golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário da Região

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

 

Mulher cai no golpe do bilhete premiado

Sem Comentários

15/06/2018

No início da tarde desta quinta-feira (14), uma mulher foi vítima de golpistas no bairro da Nova Rússia, em Ponta Grossa (PR). O crime foi registrado por volta de 12h20 na rua Dom Pedro II e ninguém foi preso, segundo informou a Polícia Militar. A vítima foi abordada por dois homens que passaram “uma boa conversa”, dizendo estar com um bilhete premiado. A mulher espontaneamente entregou dinheiro e um aparelho celular em troca do bilhete. Assim que percebeu que se tratava de um golpe, a vítima acionou a polícia, mas os autores não foram encontrados. O caso de estelionato será investigado pela Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: CGN

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior