Entregadores de comida aplicam o golpe do delivery.

Sem Comentários

01/10/2019

O usuário faz um pedido usando algum aplicativo de entrega que o conecta com um estabelecimento. O entregador chega e, no momento da cobrança, disponibiliza uma maquininha com o visor quebrado ou com arranhões que impedem a visualização do valor digitado. Ele irá dizer que sofreu uma queda em uma das entregas e, por isso, o equipamento está daquele jeito. O entregador digita um valor bem superior ao correto, e o consumidor, já envolvido com a história, digita a senha sem desconfiar que está caindo em um golpe. Há dezenas de casos sendo investigados em todas as regiões de São Paulo, por exemplo. A maquininha danificada pertence ao golpista, e não ao estabelecimento que preparou a refeição. E, para diminuir o risco de ser identificado, a conta com o valor real será paga pelo próprio golpista na maquininha certa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: TudoGolpe – BlogosferaUOL

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal de idosos de Curitiba cai em ‘golpe do travesseiro’ e tem prejuízo de mais de R$ 9 mil

Sem Comentários

12/07/2019

Nesta terça-feira (9), um casal de idosos de Curitiba (PR) caiu no “golpe do travesseiro”. O homem e a mulher, que têm mais de 70 anos, disseram que tiveram um prejuízo de mais de R$ 9 mil. Eles registraram um Boletim de Ocorrência (B.O.) na Delegacia de Estelionato. Eles relataram que foram abordados por um casal que vendia travesseiros e estava em um carro com placas de Belo Horizonte (MG), conforme consta no Boletim de Ocorrência. Os idosos passaram a quantia de R$ 65, que era o preço cobrado pelo travesseiro, várias vezes na máquina de cartão, com mais de um cartão de crédito, pois os vendedores diziam que os cartões não estavam funcionando.

Mais tarde, os idosos foram até a agência bancária e descobriram, no extrato, cinco compras de autoria desconhecida. O casal de idosos não foi ressarcido pelo banco.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.