Homem é preso por tentar aplicar golpe em idosa em Guaratinguetá, SP

Sem Comentários

06/10/2017

Nesta quinta-feira (05), um homem de 59 anos foi preso depois de aplicar um golpe em uma idosa de 74 anos em Guaratinguetá. Conforme a Polícia Militar, ele tentava roubar R$ 1,3 mil que ela sacou no banco, mas foi flagrado e impedido por testemunhas. O caso aconteceu depois que idosa sacou o valor em um banco no centro e seguia para outro para o pagamento de contas. Com trajes sociais, ele abordou a mulher dizendo que ela havia esquecido de preencher documentos no banco para liberar o valor. Ele recolheu a quantia e deu os papéis forjados para ela preencher. Enquanto ela escrevia, ele pegou o valor sacado e tento correr. A idosa pediu por ajuda, o que chamou a atenção de pessoas que passavam pelo local e contiveram o criminoso. A polícia foi acionada e ao chegar percebeu que o homem era procurado pela polícia por crimes cometidos na Paraíba, onde nasceu. Ele foi preso por furto mediante fraude e encaminhado à Polícia Civil. O valor foi devolvido à vítima.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é presa em flagrante tentando roubar dinheiro de depósitos

Sem Comentários

13/04/2017

Dois homens foram presos em flagrante em um banco do Centro de Curitiba. Eles são suspeitos de furto mediante fraude por instalar um equipamento nos caixas eletrônicos para “pescar” envelopes de depósitos. Segundo a polícia, a dupla (genro e o sogro) veio do Estado de São Paulo (SP), com o objetivo de cometer crimes na capital paranaense, mas foram flagrados, duas horas após instalarem os equipamentos no caixa. Ambos possuem passagem pela polícia, o genro de 23 anos, inclusive, já foi condenado pelo mesmo crime na capital paulista. Com eles a equipe policial apreendeu uma Kombi utilizada para transporte, objetos utilizados para execução do crime, bem como envelopes com dinheiro e cheque. “Em São Paulo eles são suspeitos de aplicarem este golpe em várias agências bancárias. Aqui em Curitiba, acreditamos que eles tenham cometido apenas este crime”, afirmou o delegado titular da Delegacia de Estelionato. Na delegacia, ambos confessaram o crime, sem passar muitos detalhes. Eles responderão pelo crime de furto qualificado mediante fraude e ou, destreza, se condenados, poderão pegar de dois a oito anos de reclusão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpe causa prejuízo de R$ 600 mil a revendedora de veículos

Sem Comentários

08/03/2017

Um esquema contra uma revendedora de veículos de Curitiba foi desvendado por uma operação da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Uma mulher foi detida suspeita de desviar R$ 600 mil do estabelecimento. Além da ex-funcionária da revendedora de veículos, nove pessoas próximas à mulher foram encaminhadas para a delegacia. A operação cumpriu mandados judiciais na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) e em Colombo. Quatro veículos – uma moto Honda CB 650, um Fusion, um Pálio e um Ford Focus – foram apreendidos. As contas bancárias da suspeita e do marido, além de bens como duas residências (uma em Curitiba e outra em Itapoá) foram bloqueadas judicialmente. De acordo com a Polícia Civil, a mulher trabalhou na empresa durante dois períodos: entre 2012 e 2014 e de 2016 até janeiro deste ano, quando foi demitida. Ela era responsável pela administração financeira da empresa e possuía todas as senhas para movimentar as contas, além de obter todo conhecimento de entrada e saída de dinheiro. Esta situação permitiu que os golpes fossem realizados. A mulher realizou inúmeras transferências financeiras para própria conta bancária e para conta de familiares e amigos. “Ela adulterava extratos e boletos bancários a fim de mascarar os desvios que fazia”, comentou o delegado titular da especializada. O marido e o vizinho da suspeita ajudavam na falsificação dos documentos. “A adulteração de maneira permanente foi essencial para garantir a reincidência da prática criminosa, que durou por um ano”, afirma. A mulher confessou o crime. Ela disse que percebeu a facilidade ao realizar as transferências fraudulentas e deu continuidade à fraude. Com esse dinheiro comprou casa de luxo no litoral catarinense, carros, moto para presentear o namorado e colaborou com o financiamento de casa própria de parentes. A ex-funcionária, o marido e o vizinho foram indiciados por furto mediante fraude, falsificação de documentos e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Cearenses são presos tentando roubar caixas eletrônicos de banco em Prazeres

Sem Comentários

01/03/2017

Nesta quarta-feira (1º), a Polícia Federal em Pernambuco apresenta a prisão em flagrante de dois cearenses que tentaram furtar quantias sacadas por clientes em uma agência bancária. A dupla foi flagrada por volta das 18h do domingo de Carnaval por policiais militares utilizando dispositivos conhecidos por “réguas”, implantados nos terminais eletrônicos do banco. Os presos foram identificados como E.C.F.Sampaio, de 35 anos, sem antecedentes criminais e J.F.Souza, de 53 anos, que já havia sido preso três vezes, sendo uma por estelionato e condenado a seis anos e outras duas em 2013 no Recife e Panelas, por colocar dispositivos chamados chupa cabra em terminais de dois bancos, sendo condenado a seis anos de prisão. Por volta das 16h, uma equipe do 6º Batalhão da Polícia Militar recebeu uma determinação do Centro Integrado de Operações e Defesa Social (Ciods) para averiguar dois suspeitos dentro da agência, manipulando os terminais eletrônicos e colocando réguas para retenção do dinheiro sacado pelos clientes. Quando os militares chegaram na agência, os suspeitos já haviam saído do banco. Mas, por volta das 17h, eles receberam novamente uma ligação informando que os elementos voltaram ao banco e estavam retirando as cédulas que haviam sido retidas pela régua colocada na máquina. Quando os militares chegaram conseguiram abordar os homens e prendê-los. Após a prisão, os policiais fizeram uma revista e uma busca minuciosa nos suspeitos e no veículo que utilizavam, onde foram encontrados R$ 557, dois telefones celulares, dois cartões magnéticos, chaves de fenda, lixa, estilete, alicate, ferro de solda e tesoura. A dupla, que aparece nas imagens de circuito interno de filmagens da agência violando os terminais e colocando o equipamento, foi conduzida para a Superintendência Regional da Polícia Federal, onde foram autuados pelo crime de furto qualificado mediante fraude com concurso de duas ou mais pessoas. Caso sejam condenados, poderão pegar penas que variam de dois a oito anos de reclusão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário de Pernambuco

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia investiga golpes de até R$ 1 milhão contra locadoras de veículos

Sem Comentários

02/02/2017

Golpes aplicados por uma quadrilha interestadual contra locadoras de veículos instaladas no entorno do Aeroporto Internacional do Recife/Gilberto Freyre, na Zona Sul da capital, estão sendo investigados pela Polícia Civil do estado. Segundo a delegada do Turista, os crimes podem representar um prejuízo de até R$ 1 milhão. O golpe consiste na apresentação de documentos, falsos ou até mesmo verdadeiros, e retirada irregular dos veículos. Os carros não são devolvidos no prazo estabelecido. As empresas tentam localizar os locadores, mas não conseguem acesso nem por telefone nem por e-mail ou redes sociais. Quando a locação é feita com documento falso, isso significa que os suspeitos praticaram furto mediante fraude. Assim, como o locador pega o carro e não devolve no prazo, o veículo passa a ser considerado furtado. Na relação de veículos alugados pelos golpistas estão carros básicos, utilitários e até caminhonete de luxo. “Foi configurado esse tipo de crime contra quatro locadoras do Recife. Acredito que a proximidade do aeroporto é um fator importante. O fluxo de turistas é grande e nem sempre as empresas conseguem fazer o cadastramento necessário e tomar as medidas de segurança”, observa a delegada. A Delegacia do Turista começou a investigar os casos de furto mediante fraude há seis meses. Até agora, foi possível estabelecer a participação de duas pessoas. Entretanto, a policial acredita que o grupo tem mais integrantes. Segundo ela, já foram rastreadas habilitações e identidades falsas de outros estados, como Rio de Janeiro e São Paulo. Com a proximidade do carnaval, essas locadoras do entorno do aeroporto do Recife deverão ampliar as ações na área de segurança e de checagem de documentos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeito de trocar envelopes de depósito bancário no ES é condenado a 11 anos de prisão

Sem Comentários

24/11/2016

Foi condenado a 11 anos de prisão pela Justiça Federal, um suspeito de aplicar golpes em agências bancárias no Espírito Santo, utilizando envelopes para depósito. W.L.da Silva havia sido preso no dia 17 de junho deste ano, durante a Operação Truco, deflagrada pela Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e Tráfico de Armas (Delepat), da Polícia Federal. Ele respondia pelo crime de furto qualificado mediante fraude. A sentença é da 1ª Vara Federal Criminal de Vitória, que condenou o homem a uma pena de 11 anos e 10 meses de reclusão, mais multa de R$ 40 por dia, durante 72 dias, além do pagamento das custas judiciais e ressarcimento ao banco e às pessoas que foram lesadas pelo réu. Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF), os crimes foram cometido oito vezes, no período de 2012 a 2015. O golpe acontecia na sala de autoatendimento da instituição bancária. Vestindo roupa social, o acusado abordava a vítima no momento em que ela depositava dinheiro em um caixa eletrônico. Sob o pretexto de que iria auxiliá-la a realizar a operação bancária, ele segurava o envelope contendo o dinheiro que seria depositado e, ao distrair a vítima, apontando para a tela do caixa eletrônico, trocava o envelope que seria depositado por outro, contendo uma pequena quantia de dinheiro, e devolvia esse último envelope à vítima, para que fosse inserido no caixa eletrônico. Dessa forma, ele ficava com o valor que seria depositado. O suspeito foi identificado após o banco apresentar relatórios de imagens de várias ocorrências envolvendo o criminoso. Por meio de imagens das câmeras de videomonitoramento, a Polícia Federal observou que, no momento do depósito do envelope pelo cliente, havia a aproximação do acusado que, de forma ardilosa, trocava os envelopes. Houve cumprimento a mandado de busca e apreensão na residência do réu, com a apreensão de 14 envelopes de várias instituições bancárias no interior de seu automóvel, alguns deles com pequenas quantias de dinheiro. Isso comprova que o acusado praticava o mesmo crime reiteradamente, utilizando o mesmo modus operandi. Ainda de acordo com a Polícia Federal, ele mesmo admitiu, em depoimento, que tais envelopes seriam utilizados para a prática de novos delitos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Folha Vitória

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal é preso tentando “pescar” envelopes em banco de Taguatinga

Sem Comentários

07/07/2016

Na noite de quarta-feira (06), um casal que tentava “pescar” envelopes depositados por clientes em uma agência bancária de Taguatinga (DF), foi preso. A Polícia Militar chegou até os suspeitos por meio de uma denúncia anônima. O homem tem 32 anos e a mulher 30. Na casa deles, os policiais encontraram vários objetos utilizados no crime, além de diversas cédulas de dinheiro rasgadas. A polícia acredita que o dinheiro foi danificado acidentalmente durante a tentativa de retirada do caixa eletrônico. O casal foi levado à delegacia e responderá por furto mediante fraude. O rapaz é um velho conhecido da polícia e tem uma ficha bastante extensa, inclusive com vários tipos de estelionato.

Anterior