Preso por estelionato é suspeito de dar golpes desde os 13 anos

Sem Comentários

09/05/2012

Um homem de 30 anos, suspeito de estelionato, foi preso nesta quarta-feira (9), fazendo compras em um supermercado do bairro São Cristóvão. Já existia mandado de prisão em aberto contra ele em Teresina e São Luís (MA). Ele praticava os golpes há 17 anos. Ele é acusado de assalto, formação de quadrilha e estelionato. As investigações apontam que o acusado é suspeito de abrir empresas com nomes falsos, comprar carros e fazer empréstimos com documentos falsificados.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cidade Verde

O BrSafe é a ferramenta ideal para evitar esse tipo de fraude. Clique e conheça.

Polícia prende mulher suspeita de estelionato e falsidade ideológica

Sem Comentários

27/04/2012

A polícia de Belo Horizonte (MG) prendeu nesta sexta-feira (27), uma mulher de 28 anos suspeita de aplicar golpes. Ela teria aberto um estabelecimento comercial com documentos de outra pessoa e não pagou as faturas. Ela é suspeita de estelionato e falsidade ideológica. Segundo a polícia, com documentos de terceiros, a mulher adquiriu mercadorias e um veículo. Todo o material foi apreendido pela polícia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

O BrSafe é a ferramenta ideal para evitar esse tipo de fraude. Clique e conheça.

Homem é preso ao tentar dar golpe em loja usando documentos falsos

Sem Comentários

05/04/2012

A polícia de Maceió, Alagoas, prendeu nesta quinta-feira (5), Eduardo Leandro Lopes, de 28 anos, pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. O estelionatário foi detido quando tentava financiar um veículo com documentos falsos em nome de um homem falecido há dois meses. Eduardo foi até o Auto Shopping, localizado no bairro do Tabuleiro e tentou comprar um veículo. Ele teve o cadastro aprovado para pagar R$ 6,5 mil de entrada e financiar o restante do valor, cerca de R$ 9 mil. No entanto, a funcionária da financeira que finalizaria o cadastro era filha do homem que Eduardo utilizava indevidamente os dados, com apenas o endereço diferente. A funcionária informou a tentativa de golpe e a polícia foi acionada.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Primeira Edição

Saiba como evitar fraudes em documentos de identificação. Clique e conheça o BrSafe.

Polícia de RR indicia 22 de quadrilha que fraudava financiamento de carros

Sem Comentários

05/04/2012

A Polícia Civil de Roraima concluiu nesta quinta-feira (5) as investigações contra uma quadrilha especializada em falsificar documentos, que eram utilizados para financiar automóveis. Vinte e duas pessoas foram indiciadas e cinco, identificadas como líderes, permanecem presas. O prejuízo das vítimas foi avaliado em R$ 700 mil. A ação foi deflagrada em 23 de março e investigou um esquema em que os integrantes de uma quadrilha usavam documentos perdidos ou falsificados, como contracheques, de funcionários públicos para montar um histórico de renda falso para membros do grupo. Comprovada a renda eles financiavam veículos e pagavam apenas as primeiras parcelas. Em seguida vendiam os veículos e as dívidas ficavam em nome dos funcionários públicos. Os indiciados responderão por formação de quadrilha. Também responderão, dependendo da participação, por falsificação de documento público, falsificação de documento particular, falsificação de sinal público, estelionato, receptação e corrupção passiva e ativa. Até o momento foram localizados dois veículos. Cinco dos sete inquéritos instaurados na investigação levaram a polícia a funcionários da Secretaria da Saúde de Roraima. Três dos indiciados trabalham na secretaria.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba como evitar perdas com fraudes em documentos de identificação. Clique e conheça o BrSafe.

Notícias relacionadas:

Ação policial em Roraima prende oito suspeitos de falsificar documentos

Polícia prende suspeitos de falsificação de documentos

Sem Comentários

04/04/2012

A polícia de Curitiba prendeu nesta quarta-feira (4), em Colombo, Curitiba, três homens que utilizavam documentos falsos para abrir contas bancárias e para a compra de eletrodomésticos e carros. Com eles foram apreendidos documentos falsos, comprovantes de residência e munição. As investigações tiveram início após a denúncia de que alguns homens estariam vendendo documentos falsos em uma residência do município e apontavam que existia uma fábrica de documentos falsos na residência de Francisco Gomes da Silva, 52 anos. Na abordagem Marcos de Jesus Machado, 45, e Ronie Kleverson Eidam, 35, estavam comprando documentos falsos de Francisco e foram presos em flagrante. O trio foi indiciado por falsificação de documentos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Bem Paraná

Saiba como evitar perdas com fraudes em documentos de identificação. Clique e conheça o BrSafe.

Polícia procura família de estelionatários que aplica golpes na Capital

Sem Comentários

03/04/2012

Delegado mostra duas das diversas facetas que a jovem se utiliza para aplicar golpes

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul investiga uma ‘família de estelionatários’, que se utiliza de nomes e cheques falsos para realizar compras em lojas de Campo Grande. Marinês de Oliveira dos Santos, 48 anos, e Keila Fernanda dos Santos Medina, 30 anos, mãe e filha, possuem diversos RGs e talões de cheques falsos confeccionados em São Paulo. Segundo a polícia, elas já haviam sido presas em outubro de 2001, antes de aplicarem um golpe em uma loja e um supermercado. Quatro dias após a prisão elas foram soltas. Segunda Keila, a mãe pretendia montar um restaurante na rua Amazonas, onde inclusive alugou uma casa e colocava os objetos roubados. Keila fez compras com cheques em seu nome, mas que ela estaria em São Paulo na época. Em novembro de 2011, a polícia foi até a casa alugada pela dupla, onde seria o restaurante e descobriu que o local era apenas para guardar as compras. No antigo endereço delas a polícia encontrou uma mobília nova que teria sido comprada pela irmã de Marinês, também por meios fraudulentos. A família ainda aplicou golpes em Sorocaba, São Paulo. A fraude seria em um financiamento de veículo.  O companheiro de Marinês, Laércio Pereira da Rosa e o namorado de Keila, conhecido apenas como Giliard, também participavam do ‘esquema’. Eles e as pessoas que fabricavam os documentos estão sendo procurados. Com diferentes visuais, Keyla frequentava diversos lugares na cidade. Entre os nomes falsos de ambas, está Keila dos Santos e Marinês de Oliveira.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Mídia Max

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Ação policial em Roraima prende oito suspeitos de falsificar documentos

1 Comentário

23/03/2012

A Polícia Civil de Roraima iniciou na sexta-feira (23), uma ação para desmantelar uma quadrilha especializada em falsificar documentos, que eram utilizados para financiar automóveis. A quadrilha era investigada há seis meses e as perdas financeiras das vítimas são estimadas em R$ 500 mil. O golpe consistia no uso de documentos perdidos ou falsificados, como contra-cheques, de funcionários públicos para montar um histórico de renda falso para os integrantes da quadrilha. Comprovada a renda, eles financiavam carros, que eram vendidos ou repassados. Os servidores que tinham os documentos usados acumulavam dívidas em seu nome. As investigações continuam.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo