Aposentado de Mogi descobre mais de R$ 23 mil em empréstimo consignado

Sem Comentários

14/08/2018

Um aposentado de 73 anos de Mogi das Cruzes descobriu empréstimos consignados em seu benefício de mais de R$ 23 mil. Ele denunciou o caso à polícia nesta segunda-feira (13). O aposentado contou no 1º Distrito Policial que é beneficiário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ele afirmou que constatou que foram feitos quatro empréstimos consignados em seu benefício, totalizando mais de R$ 23 mil. Segundo a vítima, os empréstimos foram feitos em várias parcelas. O aposentado negou ter contratado os empréstimos e afirmou desconhecer quem possa ter feito a operação em seu nome. O boletim de ocorrência foi registrado como estelionato.

Sem seguro-desemprego

Uma mulher de 49 anos perdeu a segunda parcela do seguro-desemprego. Ela também esteve no 1º DP, nesta segunda-feira. A mulher contou que no dia 8 de agosto desconhecidos sacaram a segunda parcela do seguro, no valor de R$ 954, em um estabelecimento bancário em Santo André. A vítima disse que um funcionário do banco a informou que o saque foi feito por meio do cartão cidadão. No entanto, a mulher afirma que quando foi receber a primeira parcela, um funcionário do banco solicitou um cartão cidadão em seu nome. Ele disse que a vítima o receberia quando sacasse a segunda parcela do benefício. Porém, ela disse que não recebeu até o momento o cartão. O caso também foi registrado como estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Seic prende homem suspeito de estelionato em Paço do Lumiar

Sem Comentários

25/01/2018

Policiais Civis do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), prenderam um homem de 53 anos, quando este tentava realizar saques e transferências bancárias em um banco, onde teria se apresentado utilizando de documento de identidade falso. Durante apuração foi constatado que ele já possuía em seu nome dois antecedentes pela prática do mesmo crime, e que ele seria integrante de uma quadrilha especializada na falsificação de documentos para a realização de empréstimos consignados fraudulentos em nome de servidores públicos, onde em seguida apoderam-se dos valores obtidos ilicitamente, levando prejuízo à diversas instituições financeiras. Após análise técnico-jurídica dos fatos, o indivíduo foi autuado pelo crime de estelionato, e encaminhado ao Centro de Triagem e Observação Criminológica do Sistema Penitenciário Estadual, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: SSPMA

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Trio é preso após praticar estelionato em estabelecimento

Sem Comentários

24/01/2018

As equipes da Delegacia de Defraudações e Combate à Pirataria  (DDCP), efetuaram a prisão em flagrante de três indivíduos, que após investigações confirmarem que o trio vinha realizando práticas fraudulentas apresentando documentação falsa para obtenção de empréstimo junto a um centro de apoio a empreendedores, localizado no bairro Suíssa. A Delegada do DDCP, responsável pelo caso, informou devido a constante troca de documentos ocorreu uma demora na localização dos suspeitos. “Em 2016 recebemos uma denúncia dos próprios funcionários da empresa que tinham sido vítimas de algumas fraudes uma vez que eles trabalham realizando empréstimos para pequenos empreendedores, geralmente por meio de contrato de mútuos para duas ou três em grupos, sendo percebido a apresentação de documentos falsos, comprovantes de residência falsos e essas fraudes foram constatadas. Os funcionários denunciaram e a partir daí foi aberto uma investigação aqui na unidade que teve dificuldades de andamento por conta da localização dessas pessoas já que elas estavam utilizando documentação falsa” afirmou. A delegada conta que essa é a terceira vez que um dos suspeitos apresentava documentos falsos na mesma empresa com a finalidade de ser favorecido por meio empréstimos fraudulentos. As duas primeiras situações ocorreram no ano de 2015, sendo os fatos noticiados nesta delegacia em 2016, quando então se iniciou uma investigação para apuração dos crimes, culminada na prisão de hoje. Segundo a delegada, os funcionários do estabelecimento foram orientados a aguardar um retorno dos suspeitos para a realização do flagrante. “No incídio do ano, a equipe do Departamento foi procurada mais uma vez pelos funcionário uma vez que um dos indivíduos que havia apresentado a documentação fraudulenta voltou a empresa apresentando novos documentos falsos com o objetivo de obter mais um empréstimo. A empresa foi orientada a aguardar o retorno dessas pessoas com a finalidade de assinar os contratos para que assim pudéssemos atuar, no dia de ontem a equipe conseguiu por meio de diligências efetuar a prisão desses três indivíduos no momento em que eles celebravam o contrato para obter esse empréstimo mais uma vez através do uso de documentos falsos”, disse. Um dos suspeitos responde a diversos processos criminais pela prática de estelionato, tendo inclusive passagens pelo sistema prisional. No momento da prisão, ambos faziam uso de identidades falsas, enquanto o terceiro indivíduo, que teria a conta utilizada para depósito da quantia, se valia de comprovantes de residência. “Ele já havia conseguido dois empréstimos todos em torno de R$10 mil a R$15 mil e dessa última vez eles tentavam um empréstimo de R$15 mil e o que tinha sido aprovado para eles tinha sido um empréstimo de R$9 mil e pela divisão que eles tinham feito cada um ficaria com R$3mil” destacou a delegada. É provável que o trio esteja envolvido em outras fraudes, por isso a investigação terá continuidade. “É muito provável que existam outras pessoas envolvidas por isso as investigações terão continuidade para que elas venham a ser identificadas e responsabilizadas pelas práticas criminosas”, finalizou. Os suspeitos serão apresentados ao Ministério Público e ao Judiciário em audiência de custódia, para apreciação de suas situações.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Faxaju

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Civil prende integrantes de quadrilha especializada em aplicar golpes em aposentados

Sem Comentários

08/08/2017

Na noite de segunda-feira (07), dois integrantes de uma quadrilha especializada em dar golpes em aposentados foram presos por policiais civis da Delegacia de Defraudações. As investigações revelaram que os criminosos usavam documentos falsos para se passar pelas vítimas e contratar empréstimos consignados, que variavam de R$ 1,5 mil a R$ 5 mil. O grupo levantava informações de benefícios do INSS e escolhia, preferencialmente, recém-aposentados. Pelo menos três vítimas, todas do Rio de Janeiro, foram localizadas pela polícia até o momento. A.C.P., de 37 anos, e E.A.M.V., de 48, que estavam sendo monitorados pela polícia, foram presos em flagrante pelos agentes em frente à estação de trem de Bangu, na Zona Oeste da cidade, quando assinavam contratos para contratação de empréstimo consignado. Segundo a Polícia Civil, a função dos dois detidos dentro da quadrilha era se passar pelos beneficiários. A titular da Delegacia de Defraudações, informou que há indícios de que possa haver envolvimento de algum funcionário do INSS no esquema. Os dois presos foram autuados por associação criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso tentando fazer empréstimo consignado usando documento falso

Sem Comentários

07/07/2017

Na tarde desta sexta-feira (07), um homem, de 44 anos, foi preso por policiais civis da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa. Ele é suspeito de praticar o crime de estelionato. O investigado estava tentando fazer empréstimos consignados usando um RG falso do estado do Rio Grande do Norte com outro nome. A polícia foi informada da prática criminosa por um funcionário de uma agência bancária que desconfiou do documento e decidiu entrar em contato com a Delegacia de Defraudações e Falsificações. Para evitar que o suspeito fugisse, o atendente pediu para que ele esperasse um pouco enquanto solicitava autorização para a abertura da conta corrente e contratação dos diversos empréstimos consignados no valor superior a R$ 100 mil. Enquanto o suspeito aguardava para concluir o processo, os agentes de investigação da DDF chegaram ao local e o abordaram. Dentro do carro dele os policiais encontraram vários cartões de visitas, que ofereciam serviços de contratação de empréstimos bancários, maquinetas de cartões de crédito, um cartão de conta corrente de um banco no nome de outra pessoa, um RG e uma Carteira Nacional de Habilitação. O suspeito foi autuado pelos crimes de estelionato e uso de documento falso e pode ser condenado a mais de 10 anos de reclusão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Paraíba Online

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quadrilha desarticulada desviou mais de R$ 1 milhão no RN e na Paraíba

Sem Comentários

16/03/2017

A quadrilha desarticulada na Operação Quimera V, realizada nesta quinta-feira (16) pela Polícia Federal, causou prejuízo de mais de R$ 1 milhão aos bancos nos estados do Rio Grande do Norte e Paraíba. Os criminosos usavam documentos falsos para fazer empréstimos consignados e sacar precatórios judiciais em nome de outras pessoas. Segundo a delegada responsável, a quadrilha sabia quem podia fazer tal empréstimo ou tinha ganhado alguma causa na Justiça e estava para receber algum valor em dinheiro. “O próprio bancário era iludido, achava que a documentação estava OK e fazia os contratos em boa fé”, afirma. Só quando essas pessoas iam ao banco receber o dinheiro que percebiam a fraude. “Eles iam na frente e retiravam a pensão e até os precatórios, que uma pessoa demora uma vida pra receber”, diz. A delegada conta que grande parte das vítimas tinha contracheque fixo. “Eram servidores públicos, aposentados, pensionistas”, enumera. Os criminosos serão indiciados por estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Jovem é preso ao adquirir R$ 50 mil em golpes a bancos e consignados

Sem Comentários

02/08/2016

Em Campo Grande (MS), policiais da Delegacia Especializada em Repressão à Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), prenderam em flagrante um estelionatário de 23 anos, por falsificar um cheque e tentar depositar a lâmina em uma agência bancária. O delegado responsável pelas buscas, disse que o jovem já deu um prejuízo de R$ 50 mil e é suspeito de ser autor de pelo menos cinco inquéritos na 1ª e 6ª Delegacia de Polícia. “Ele aplicava o golpe do consignado, falsificação de documentos e ainda fazia empréstimos. Neste último caso, estava no banco tentando depositar um cheque de R$ 3,9 mil. No entanto, o gerente entrou em contato com a pessoa e ela falou que não tinha liberado nenhuma lâmina. Foi quando ele foi preso em flagrante. Dias antes, apresentou um documento falso e realizou um empréstimo de R$ 22.220 e mais R$ 3 mil em outra empresa”, afirmou o delegado. O suspeito estava acompanhado do irmão de 31 anos. Ambos foram levados para a delegacia. “Ele mudou apenas um dos sobrenomes e passou por exames periciais para comprovarmos a fraude. Hoje vamos indiciá-lo pelos crimes de falsidade ideológica e estelionato na forma tentada”, explicou. Além dos inquéritos no qual ele é o principal suspeito, o suspeito fala que o homem têm antecedentes por furto, roubo qualificado, estelionato e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior