Polícia prende suspeitos de aplicar golpes em lojas e clínicas de estética em Fortaleza

Sem Comentários

11/07/2018

A polícia prendeu dois homens e uma mulher suspeitos de integrar uma quadrilha investigada há quatro meses por aplicar golpes em comércios e clínicas de estética em Fortaleza. Segundo o delegado titular do 2º Distrito Policial, os suspeitos realizaram diversos procedimentos estéticos e pagaram com cheques falsificados. Uma empresária vítima do esquema informou que teve um prejuízo de R$ 15 mil em procedimentos de estética. Empresas do ramo de móveis e eletrodomésticos também foram alvos dos suspeitos. A Polícia Civil apreendeu impressoras, computadores, cartões de crédito e documentos falsificados. Os policiais ainda encontraram identidades e outros documentos prontos para serem impressos pelo grupo. Durante a ação policial, um dos suspeitos tentou fugir e acabou atropelando um motociclista, que acabou morrendo. Após a prisão, os suspeitos foram conduzidos ao 2º Distrito Policial, no Bairro Meireles, onde foram autuados pelos crimes de organização criminosa, uso de documento falso, falsificação e estelionato. Outros dois suspeitos de participação no esquema ilícito seguem foragidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PF faz operação para desarticular organização especializada em fraudes de precatórios judiciais no RS e DF

Sem Comentários

04/07/2018

Na manhã desta quarta-feira (04), a Polícia Federal cumpriu 10 ordens judiciais no Rio Grande do Sul e no Distrito Federal, que resultaram na prisão de dois advogados e uma empresária em Porto Alegre. A quadrilha é especializada em fraudes de precatórios judiciais. Além das prisões também foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos dois estados. A investigação teve início em abril deste ano, depois da prisão em flagrante desta empresária, presa hoje novamente. Na ocasião, ela tentou sacar R$ 1,3 milhão em uma agência bancária referente a precatório judicial, com a apresentação de documento de procuração falso. Ela havia sido solta e foi presa novamente, em virtude de mandado de prisão temporária. O grupo também usou documentação falsa para negociar precatórios a terceiros interessados. Segundo a PF, uma análise preliminar da atuação da associação criminosa demonstrou que, no período de aproximadamente um mês, o prejuízo superou os R$ 3 milhões. A Operação Rotten Money investiga os crimes de fraude processual, associação criminosa e estelionato qualificado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quadrilha é presa com cartões clonados e documentos falsos em São José

Sem Comentários

07/06/2018

Em São José dos Campos (SP), na tarde de quarta-feira (06), uma quadrilha de Campinas foi presa por estelionato. Com eles, a polícia encontrou cerca de 50 cartões clonados, documentos falsos, material para falsificação de documentos e R$ 10,7 mil. Conforme a Polícia Militar, a corporação foi acionada após o bando fazer saques de valores considerados altos e levantar suspeita na agência bancária. Eles foram detidos na saída do banco. No veículo dos criminosos foram apreendidos o dinheiro, cartões com nomes de várias vítimas da quadrilha, um notebook, impressora e cédulas e documentos em branco para a falsificação. À PM as três mulheres e o homem apresentaram documentos de identificação falsos e foram encaminhados à Polícia Civil. Na delegacia eles foram identificados e, segundo a polícia, já tinham passagens por sequestro, receptação e furto nas cidades de Campinas, Ribeirão Pires e Americana. Os quatro foram presos em flagrante e vão responder por estelionato, formação de quadrilha, uso de documento falso, além de lavagem de dinheiro. Uma das criminosas, segundo a polícia, mantinha uma empresa em Campinas e transferia os valores obtidos por meio dos golpes para a conta empresarial para fazer a lavagem.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Policial Civil é preso dentro de hospital suspeito de participar de fraude com ciganos

Sem Comentários

01/06/2018

A Justiça Federal determinou a prisão de um policial civil suspeito de participar de um esquema de corrupção que foi descoberto pela Polícia Federal. Lotado em Piripiri, o policial foi apontado por integrantes presos de que ele ajudava no esquema de corrupção. F.K. foi preso com auxílio da Corregedoria da Polícia Civil do estado. Ele estava internado no Hospital São Paulo, em Teresina, com diagnóstico de pneumonia, onde ocorreu sua prisão quando teve alta médica. Ele foi levado para o 10º Distrito, no bairro Bela Vista. A prisão do policial é desdobramento da “operação Biditos” que foi realizada pela PF e resultou na prisão de 19 pessoas, entre eles um vereador, dois empresários e vários ciganos. Os presos são acusados de participar de uma organização criminosa que frauda benefícios assistenciais do INSS, concedidos a idosos e deficientes.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cidade Verde

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é presa aplicar golpe do ‘envelope vazio’ a mando do marido preso

Sem Comentários

24/05/2018

Na noite desta quarta-feira (23), uma mulher foi presa quando fazia depósitos de envelopes vazios a mando do marido que está recluso na Penitenciária Central do Estado (PCE), no bairro Carumbé, em Cuiabá. A prisão da mulher aconteceu em uma agência bancária, na Avenida Couto Magalhães, centro de Várzea Grande. Policiais militares do 4º Batalhão receberam uma informação que em uma agência bancária no centro de Várzea Grande havia uma mulher fazendo vários depósitos em envelopes vazios. Os militares foram até o local e encontraram a mulher, que foi abordada. Durante conversa, ela contou que faz depósitos de envelope vazios em contas de  diversas empresas, que são encaminhadas por seu marido J.B.C., que está preso na PCE. Após efetuar o falso depósito, ela envia os comprovantes para marido, que aplica  os golpes juntamente com seus colegas de cela, que formariam uma quadrilha. Os policiais fizeram diligências na residência da suspeita, onde foram encontrados diversos comprovantes de depósitos de datas anteriores. Na ocasião, a quantia de R$1.300 foi apreendido. A suspeita foi encaminha a Central de Flagrantes para registro da ocorrência.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cenário MT

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mãe e filha de 17 anos são detidas suspeitas de venderem carros roubados em MT

Sem Comentários

22/04/2018

Em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, uma mulher e a filha foram detidas suspeitas de venderem carros roubados como se fossem veículos financiados. A Polícia Civil fez a detenção na sexta-feira (20) e divulgou neste domingo (22). De acordo com a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA), as duas mulheres são suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em receptação e adulteração de veículos roubados/furtados. Com elas os policiais recuperaram um veículo Prisma, roubado no dia 17 de abril. A adolescente, de 17 anos, foi flagrada pelos policiais da DERRFVA quando fazia a entrega do veículo roubado para um suposto comprador. A mãe dela, de 34 anos, possui passagens anteriores e foi presa na casa dela, no bairro Jardim Califórnia, em Cuiabá. O companheiro dela é apontado como líder da quadrilha e continua sendo procurado. A quadrilha acusada de vender veículos roubados como se fossem financiados já era investigada pela DERRFVA. Com a informação de que grupo estava negociando um veículo Prisma, pelo valor de R$ 14 mil, que seria entregue em um shopping em Várzea Grande, os policiais monitoraram o local. A adolescente estava acompanhada da mãe dela. Em seguida, a jovem encontrou com a suposta compradora e a levou até o estacionamento para entregar o veículo e receber o dinheiro, momento em que foi abordada pela equipe policial. Em checagem do veículo, foi constatado que o automóvel foi roubado no dia 17 de abril e estava com placas adulteradas e documento de Certidão de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) falso. Questionada, a adolescente inicialmente apresentou documento falso e disse que estava fazendo a entrega do veículo a pedido de um ‘paquera’ e que receberia pagamento pelo serviço. Os policiais descobriram o verdadeiro nome da adolescente e o endereço em que mora com a mãe no bairro Jardim Califórnia. Os policiais seguiram até a casa, onde fizeram a prisão. A casa já foi alvo de mandado de busca e apreensão, em uma operação deflagrada em janeiro deste ano pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). Na ocasião, a suspeita e o companheiro dela foram presos em flagrante. Naquela época a polícia encontrou uma caminhonete S-10 roubada e vários materiais utilizados para prática de adulteração de veículos. Mãe e filha foram conduzidas até a DERRFVA. A mãe foi autuada em flagrante pelos crimes de associação criminosa, receptação, adulteração de sinal identificador de veículo, uso de documento público falso e corrupção de menores. A adolescente responderá por ato infracional análogo a associação criminosa, receptação, adulteração de sinal identificador de veículo e uso de documento público falso, sendo o procedimento encaminhado para Delegacia Especializada do Adolescente de Várzea Grande (Derf-VG).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quadrilha que aplicava golpes pela internet é presa

Sem Comentários

20/04/2018

Na manhã desta quinta-feira (18), em Pontes Lacerda (MT), a Polícia Judiciária Civil deflagrou a “Operação OLX”, desarticulando uma quadrilha especializada em crimes de estelionato. O grupo criminoso era investigado há cerca de um mês pela equipe da Polícia Civil do município e aplicava golpes através de sites na internet. A ação realizada pela Delegacia Regional e Municipal com apoio do Núcleo de Inteligência (NI), resultou na prisão de cinco suspeitos, recuperação de grande quantia em dinheiro e cheques, além da apreensão de maços de cigarro contrabandeados e de pepitas de ouro. Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de estelionato e associação criminosa. Esse último também responderá por contrabando e armazenamento ilegal de ouro. Na quarta-feira (17), o grupo aplicou o golpe em uma vítima de 33 anos, moradora da cidade de Goiânia (GO). Na ocasião, os suspeitos, mediante estelionato, simularam a venda de um veículo Toyota Corolla, obtendo a quantia de R$ 68 mil, depositada na conta do quinto suspeito. Após tomarem conhecimentos do golpe aplicado através da internet, pelo site de compra e venda OLX, investigadores de polícia rapidamente conseguiram levantar as informações e identificar os envolvidos no crime. O titular da conta bancária emitiu quatro cheques no valor de R$ 5 mil, cada, que foram trocados direto no caixa da agência bancária, pelos quatro suspeitos. Outros R$ 9,5 mil foram debitados em uma máquina de cartão pertencente a uma pessoa. Durante diligências na residência do quinto suspeito, foram apreendidos mais de R$ 5,5 mil em dinheiro, provenientes dos saques feitos pelos comparsas, duas folhas de cheque preenchidas em R$ 5 mil cada, as quais possivelmente seriam trocadas nesta quinta-feira (19), mais duas folhas de cheque em branco, além de trinta e seis maços de cigarro contrabandeados e 5,3 gramas de ouro em pepitas. Em continuidade as diligências, os outros quatro integrantes da quadrilha foram localizados, sendo encontrado em posse do primeiro suspeito, mais de R$ 1 mil em dinheiro, referente sua participação no crime, e o cartão bancário no nome do quinto suspeito que seria usado para saque do restante do dinheiro adquirido através do golpe. Diante do flagrante, os cinco presos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda, onde foram interrogados e autuados pelos crimes de estelionato e associação criminosa. O preso também será indiciado por contrabando e armazenamento ilegal de ouro. As investigações sobre o caso continuam com objetivo de identificar e prender outros integrantes da associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cenário MT

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior