Polícia prende 34 pessoas que aplicavam golpe do empréstimo em São Paulo

Sem Comentários

30/10/2019

Trinta e quatro pessoas foram presas e dois menores apreendidos aplicando o golpe do empréstimo em Santo André, no ABC Paulista. Os golpistas ligavam para os clientes e ofereciam o financiamento. Antes exigiam uma contrapartida de R$ 300, em média, que tinha que ser paga para que o dinheiro fosse liberado. A polícia disse que os golpistas movimentavam R$ 30 mil por dia por meio de contas de laranjas e sacavam o dinheiro em casa lotéricas. Mas o financiamento nunca era concedido. Para fugir dos clientes, a quadrilha trocava os números dos telefones a cada 15 dias. E cada funcionário da falsa financiadora ganhava de R$ 2 mil a R$ 4 mil de comissão por mês. O valor dependia do número de golpes que cada um aplicasse. Os presos vão responder por associação criminosa, estelionato e corrupção de menores.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Publicitário cai em golpe de empréstimo pela internet

Sem Comentários

20/06/2019

Um publicitário de 24 anos perdeu cerca de R$ 1 mil em um golpe de empréstimo pela internet. O homem precisava de R$ 5 mil para mobiliar seu apartamento e recorreu ao serviço prestado por empresas virtuais. Ele chegou a fazer dois depósitos para liberação do valor solicitado antes de descobrir que se tratava de um golpe. Ele registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil. “Eu não tive malícia e confiei. Agora aprendi que devemos desconfiar de tudo”, disse o jovem. Ele é do estado do Piauí e veio para São Paulo em busca de emprego. Chegou a Paulínia há dois meses, após passar um ano na Capital. Como decidiu morar sozinho, resolveu recorrer a um empréstimo para mobiliar o apartamento que alugou. “Entrei na internet e busquei por empréstimos. Apareceu uma empresa e forneci o número do meu celular e o e-mail. Uma atendente entrou em contato e me enviaram uma planilha, com juros e formas de pagamento. Eles me passaram confiança. Sem contar que os juros estavam baixos”, contou. Após assinar contrato, foi informado que precisaria depositar uma taxa de R$ 398 para ter o montante solicitado, liberado. “Me falaram que meu nível de confiabilidade era baixo e me pediram outro depósito de R$ 524,30. Fiz novamente o depósito sem desconfiar de nada”, relatou. Como o empréstimo não foi depositado como o programado, a vítima fez novo contato com a empresa, e foi informada que precisaria fazer um terceiro depósito, desta vez de R$ 750. “Foi aí que minha ficha caiu. Liguei para o número que me forneceram e um homem passou a me ameaçar. Bloqueei o número”, disse.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Vítima de estelionato tem prejuízo de mais de R$ 3 mil ao tentar adquirir empréstimo de R$ 5 mil

Sem Comentários

24/05/2019

Na quinta-feira (23), uma pessoa de 23 anos procurou a Polícia Civil após ter um prejuízo de R$ 3.072 ao ser vítima de estelionato, em Presidente Prudente. A vítima relatou no Boletim de Ocorrência que no dia 1º de maio estava em sua casa, quando viu um anúncio na internet de uma empresa de empréstimo e realizou uma simulação no site para obter um empréstimo no valor de R$ 5 mil. Seriam 24 parcelas na quantia de R$ 245,29. No dia seguinte, a vítima recebeu uma mensagem por um aplicativo de troca de mensagens, onde um homem alegou ser da empresa de empréstimo e a comunicou que o financiamento foi aprovado. Já no dia 3 de maio, a vítima enviou pelo aplicativo cópias de seu RG, CPF e comprovante de endereço. Segundo o boletim, no dia 7 de maio, o representante da empresa enviou uma mensagem para a vítima solicitando um depósito de R$ 360 para liberação do empréstimo, sendo que o valor foi pago pela vítima. O possível representante da empresa entrou em contato novamente com a vítima para que ela depositasse R$ 620 para pagamento do IOF. A vítima realizou o depósito. No mesmo dia, a vítima recebeu outra mensagem do homem solicitando mais um depósito no valor de R$ 980, por variação cambial. Tal quantia também foi depositada pela vítima, segundo a ocorrência. Já no dia 9 de maio, a vítima fez mais um depósito de R$ 1.112 para a liberação do empréstimo. De acordo com o boletim, o valor do empréstimo seria liberado até o dia 20 em uma conta fornecida pela vítima, mas a quantia não foi depositada pela empresa. O representante da instituição financeira enviou mais uma mensagem para a vítima na qual afirmava que o empréstimo seria liberado, mas ela deveria depositar mais R$ 340. Diante disso, a vítima percebeu que caiu em um golpe. A empresa fica localizada na cidade de Barueri (SP). O caso foi registrado como estelionato na Delegacia Participativa da Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende suspeitos de aplicar ‘golpe do empréstimo’ pela internet

Sem Comentários

21/05/2019

Nesta terça-feira (21), quatro pessoas foram presas suspeitas de participação em golpes aplicados pela internet em Belo Horizonte e na Região Metropolitana. Segundo a Polícia Civil, a quadrilha oferecia falsos empréstimos. A Operação Arlequina prendeu M.V.G., de 31 anos, A.V.M., de 36, F.C.S., de 33, e M.V.S. de 34. A polícia ainda apreendeu notebooks, aparelhos celulares, cartões de crédito, cheques e outros documentos. De acordo com o delegado da 2ª Delegacia de Crimes Cibernéticos, o grupo também fez vítimas em outros estados. “Essas pessoas ofereciam empréstimo a pessoas carentes e à população em geral. Pactuado os valores, eles começavam a cobrar algumas taxas, algumas tarifas, para efetivar o empréstimo. Após fechar o negócio, no dia seguinte, falavam: ‘você deve depositar x em tarifa’. A pessoa fazia o depósito bancário. Esses depósitos geralmente eram com contas fraudadas ou com contas emprestadas por laranjas”, explicou. Segundo ele, novos depósitos continuavam a ser pedidos até que as vítimas não tivessem mais condições de pagar. Até o momento, a polícia estima que o valor movimentado pela quadrilha chegue a R$ 200 mil. Entretanto, esta quantia tende a ser ainda maior. Os sites usados para aplicar o golpe já foram retirados do ar.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher cai em golpe após depositar R$ 2 mil com a promessa de receber R$ 5 mil e procura a polícia em MT

Sem Comentários

21/03/2019

Nessa quarta-feira (20), uma mulher de 32 anos procurou a polícia depois de depositar mais de R$ 2 mil na conta de uma suposta empresa de crédito, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Ela declarou à Polícia Militar que esperava receber uma quantia de R$ 5 mil, o que não aconteceu. A mulher recebeu por telefone uma oferta de uma atendente que se disse funcionária de uma empresa de crédito pessoal, no valor de quase R$ 5 mil, mas para receber esse dinheiro ela tinha que depositar uma quantia na conta bancária de representantes da suposta empresa de crédito. Ela depositou cerca de R$ 2.300 em três parcelas e, na hora de pegar o dinheiro prometido, o valor não caiu na conta. Quando uma pessoa da suposta empresa ligou para ela informando que o valor de quase R$ 8 mil tinha caído na conta dela, a vítima estranhou, já que não era essa a quantia que pretendia emprestar, e entrou em contato com um amigo dela que trabalha em um banco. Esse amigo checou a conta para a qual ela havia transferido o dinheiro e ele constatou que era inexistente. Ela não conseguiu entrar mais em contato com a empresa. A mulher abriu um boletim de ocorrência na Polícia Militar e informou aos policiais que a empresa ainda liga e pede novos depósitos. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil como suspeita de estelionato.

Homem cai em golpe de falso empréstimo

Sem Comentários

21/03/2019

Um homem de Capivari foi vítima de estelionato na última semana. Conforme informações, ele solicitou um empréstimo pelo site, através de uma financeira, no valor de R$ 5 mil, que seria pago em 12 parcelas. A vítima entrou em contato com a empresa por telefone (DDD 11) e, após o contato, foi solicitado ao mesmo dois depósitos e a vítima fez o primeiro depósito no dia 1º de março, no valor de R$ 352,36, e outro no dia 6 de março, no valor de R$ 594,46. A suposta financeira entrou em contato novamente com a vítima solicitando um novo depósito, foi quando ela percebeu que se tratava de um golpe. Mesmo com a ampla divulgação da modalidade de crime, muita gente, de todas as idades, ainda cai na lábia dos bandidos. Casos de falso empréstimo são constantes e por isso, a importância de procurar a polícia, em qualquer delegacia, e fazer a denúncia. O importante é que qualquer pessoa que seja instigada a depositar algum valor antes mesmo de receber o dinheiro, desconfie e acione as autoridades.

Mulher cai no golpe do falso empréstimo e perde R$ 800

Sem Comentários

20/02/2019

Uma moradora do bairro Vila Mariana, de 40 anos, relatou para a Polícia Civil, que entrou em contato com uma empresa, no último dia 15, para tentar um empréstimo e iniciou a negociação. Ela fechou o negócio mas alega que foram pedidos R$ 500, para que o dinheiro fosse liberado. A mulher diz que fez o depósito e houve outro contato para liberar o empréstimo. Mas que para ser feito, seria necessário que ela depositasse mais R$ 300, o que acabou ocorrendo. O empréstimo acabou não sendo liberado. A mulher desconfiou de fraude e foi a polícia pedir providências. Na terça-feira (19), uma consumidora, de 23 anos, procurou a delegacia municipal e registrou boletim de ocorrência denunciando que fez uma compra pela internet, de um determinado produto (não informado no boletim) e não recebeu. A compra foi em 27 de dezembro e ela pagou R$ 3,3 mil.

Anterior