Polícia indicia 50 pessoas por esquema de fraudes em empréstimos na cidade de Iguatu, no Ceará

Sem Comentários

12/12/2018

Nesta terça-feira (11), a Polícia Civil do Ceará indiciou 50 pessoas por um esquema fraudulento de empréstimos, por meio da internet, que utilizava contas bancárias do município de Iguatu, na Região Centro-Sul do Estado. Segundo a polícia, o inquérito sobre o caso foi concluído na terça pelo delegado, responsável pelas investigações e titular da delegacia do município. O prejuízo das vítimas pode chegar a R$ 500 mil. As investigações tiveram início há um ano, quando a delegacia recebeu dezenas de ofícios de vários estados brasileiros, informando que contas de agências bancárias da cidade cearense estavam recebendo depósitos fraudulentos de vítimas de estelionato. O inquérito policial foi encaminhado para o Ministério Público para oferecimento de denúncia.

Indiciados por recepção

Conforme a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), 48 suspeitos foram indiciados por receptação, pelo empréstimo das contas para o recebimento do dinheiro, e dois foram indiciados como chefes do esquema criminoso. A dupla líder da quadrilha mantinha na internet 12 sites falsos que ofereciam empréstimos a pessoas de todo o país. “Quando as vítimas acessavam a página, eram direcionadas para realizar o preenchimento de formulários que geravam falsos empréstimos. Com isso, as vítimas eram induzidas a depositar taxas administrativas que seriam a comprovação para a liberação dos empréstimos”, explica o delegado. Em depoimentos, os suspeitos do estelionato contaram ao delegado que recebiam o pagamento de 10% dos valores que caiam em suas contas. A polícia apurou ainda que os valores arrecadados estavam relacionados a quantias recolhidas para pagamentos em sites de apostas esportivas online.

Polícia faz alerta sobre golpe do falso empréstimo consignado

Sem Comentários

21/10/2018

A Polícia Civil emitiu um alerta sobre o golpe do falso empréstimo consignado. A prática é reincidente no estado e tem por finalidade lesar, principalmente, servidores públicos. Segundo um delegado, a estratégia dos golpistas consiste na veiculação de anúncios de concessão de empréstimos utilizando empresas reais como “fachada”. Em casos recentes investigados pela polícia, os criminosos tomaram emprestado o nome de uma empresa de empréstimos, que é sediada em Belo Horizonte, para trazer a impressão de fidedignidade ao negócio. No entanto, os terminais telefônicos informados nos anúncios não são dessa empresa, e serão atendidos pelos estelionatários, que passarão a impressão de serem empregados da instituição financeira. A vítima, no intuito de obter um empréstimo consignado de forma rápida, paga as taxas de mercado sem hesitar, e é este o lucro indevido que os golpistas visam.

O delegado disse ainda que se outras pessoas tiverem sido vítimas do golpe que compareçam até à sede da 1ª Delegacia de Palmas, para que a ocorrência seja devidamente registrada e as investigações sejam realizadas a fim de que os responsáveis pelo crime sejam devidamente responsabilizados conforme determina a lei. “Já estamos com procedimentos abertos no sentido de apurar a prática desse tipo de golpe e, nesse sentido, pedimos a colaboração da população para que nos ajude com denúncias que possam levar a identificação dos indivíduos responsáveis por tais atos”, ressaltou.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Sou Mais Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem cai em golpe do falso empréstimo em Sorriso

Sem Comentários

18/10/2018

Na quarta-feira (17), o denunciante, de 39 anos, registrou um boletim de ocorrência, informando que foi vítima do golpe do falso empréstimo e teve um prejuízo de R$1.050 mil ao tentar emprestar R$ 15 mil. O homem disse que estava em casa quando recebeu a ligação de uma pessoa se passando por funcionário da suposta financeira oferendo empréstimo. Então, solicitou R$ 15 mil emprestados. Porém, para receber o valor ele precisaria depositar R$1,5 mil para liberação. A vítima afirma que fez um depósito de R$ 650 e outro de R$ 400, entretanto, o funcionário disse que para receber o valor precisar completar os R$ 1,5 mil. Ele desconfiou que se tratava de um golpe e procurou a polícia para registrar a denúncia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Só Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Aposentados são vítimas de empréstimo consignado falso no INSS; veja como se proteger

Sem Comentários

18/10/2018

Milhares de aposentados e de pensionistas estão recebendo depósitos a título de empréstimo direto na conta bancária sem nunca terem pedido o dinheiro e estão sendo descontados. Um aposentado descobriu um dinheiro que foi depositado em sua conta, mas que nunca foi solicitado. “Não é meu, não existe, é fraude. Nem meu nome não é”, disse, revoltado. Do início de 2016 até junho de 2018, a ouvidoria do INSS recebeu mais de 97 mil reclamações relativas a empréstimos consignados não autorizados pelos clientes. “Eu quero devolver esse dinheiro porque não é meu, não me pertence. E aí eles falaram: ‘então você vai ter que pagar R$ 2.900 e pouquinho por causa de taxa, de tudo’. Eu não pedi dinheiro nenhum, por que vou pagar taxa?”, diz um piloto comercial, que passa pelo problema.

O Banco Central declarou que vem fiscalizando as operações de crédito consignado, e que nos últimos cinco anos foram emitidos 39 ofícios com determinação de correção de procedimentos e controles por parte das instituições financeiras e que foram instaurados dez processos administrativos sancionadores. Ele afirmou ainda que o cidadão que receber um empréstimo não solicitado deve contatar a instituição que enviou o valor e pedir os dados bancários para devolver o valor recebido, e os bancos têm o dever de receber o valor de volta e cancelar a operação imediatamente, sem qualquer custo. A diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça diz que a empresa que, comprovadamente age de má fé, não deveria permanecer no mercado, e orienta o consumidor. “Ele deve fazer um boletim de ocorrência para se proteger de um estelionato, por exemplo, e bloquear, cancelar esse contrato”, afirma.

Moradora de Venâncio perde R$ 1.200 no golpe do empréstimo

Sem Comentários

10/10/2018

Uma moradora de Venâncio Aires, de 37 anos, perdeu R$ 1.200 no golpe do empréstimo. Um desconhecido, via rede social, lhe ofereceu um empréstimo de R$ 50 mil. A negociação estava se encaminhando, quando a vítima soube que precisaria fazer um depósito, para que o valor fosse liberado. Em um primeiro momento ela depositou R$ 200. Depois, o estelionatário pediu mais R$ 1 mil e a vítima depositou. Nesta quarta-feira o golpista entrou novamente em contato e disse que precisaria de mais R$ 2.500 para liberar o dinheiro. Desconfiada, a mulher procurou a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento e registrou o golpe. “Ninguém pede dinheiro para liberar o valor que tu pediu emprestado. Isso não existe”, alertou um delegado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Folha do Mate

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idosa procura a polícia para denunciar golpe do empréstimo em Vilhena

Sem Comentários

04/10/2018

Em Vilhena (RO), na região do Cone Sul, uma idosa, de 63 anos, procurou a Delegacia de Polícia Civil para denunciar um golpe. O caso foi registrado como estelionato, na quarta-feira (03). Após receber a ligação de um suposto funcionário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), ela constatou um empréstimo na pensão no valor de R$ 5,3 mil. Segundo a mulher, o suposto funcionário ligou para ela no dia nove do mês passado. O homem disse que o pagamento da pensão havia sido bloqueado, pois ela não teria renovado a prova de vida. Com isso, o homem pediu que ela enviasse fotografias dos documentos pessoais e dados da conta bancária, via WhatsApp, para que o benefício fosse liberado. A idosa atendeu ao pedido do homem. Contudo, quando foi receber a pensão, percebeu um desconto de R$ 150. Ela entrou em contato com o INSS, que informou sobre um empréstimo de R$ 5.374, 42, realizado no dia 11 de setembro deste ano. A mulher disse à polícia que não autorizou o empréstimo. A Polícia Civil deve investigar o caso. De acordo com o INSS, a prova de vida é um procedimento obrigatório para todos os beneficiários, feito anualmente. O objetivo é evitar pagamentos indevidos de benefícios e fraudes previdenciárias. Contudo, para provar que está vivo, o aposentado ou pensionista deve ir até a agência bancária onde recebe o benefício. O procedimento não é feito por telefone nem por aplicativos de mensagens.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Procon de Americana alerta para golpe do empréstimo

Sem Comentários

31/08/2018

De acordo com informações do Procon, os alvos do golpe são pessoas que buscam dinheiro de forma mais acessível e em instituições não credenciadas. A operação muitas vezes é realizada por meio de sites. O golpe funciona da seguinte forma: o consumidor encontra propostas atraentes de empréstimos em sites, depois entra em contato com o golpista por telefone. Durante a ligação são realizadas as negociações, porém, para que a transação se concretize, o interessado deve fazer um depósito bancário. “Muitas vezes recebemos denúncias desses golpes, razão pela qual orientamos às pessoas a não fazerem contratações pela internet e principalmente por telefone”, explicou o coordenador do Procon. O órgão orienta também que os consumidores desconfiem da empresas que ofertam muitas facilidades para empréstimos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Liberal

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior