Homem diz à PRF que usava CNH falsa por causa de exame de sangue

Sem Comentários

14/10/2019

Um homem de 37 anos foi detido em flagrante com uma carteira de habilitação falsa no Sertão de Pernambuco. Questionado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele alegou que estava usando documento falso porque tinha feito exame de sangue para tirar habilitação e aguardava a conclusão do processo. Detalhe: teste sanguíneo não é requisito para isso.  Ao ser abordado, de imediato foram vistos sinais de adulteração no documento. Foi aí que o homem fez a alegação do exame de sangue. O homem foi detido e encaminhado à Delegacia de Cabrobó, que ficará responsável pelo inquérito.

 

 

 

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio Brasiliense

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PCDF deflagra Operação Alicantina e prende sete Estelionatários

Sem Comentários

25/09/2019

A Polícia Civil do DF, deflagrou, na manhã dessa terça-feira (24), a Operação Alicantina. A ação teve o objetivo de desmantelar uma organização criminosa especializada em praticar crimes de invasão de dispositivo informático, falsidade ideológica, falsificação de documentos, uso de documento falso, receptação e estelionato. Sete pessoas foram presas em cumprimento a mandados de prisões temporárias. Os alvos principais do grupo são servidores públicos que não têm restrições no CPF e recebem um bom salário. Foram cerca de 50 vítimas que trabalham em vários órgãos. “O bando fabricava documentos em nomes das vítimas (RG, contraqueches, comprovantes de residência), obtinha CNHs materialmente verdadeiras, mas com conteúdo falso (fotografia do fraudador) e com os papéis adulterados”, explica o coordenador. O grupo invadia contas de e-mail e de outros sistemas informáticos, celebrava contrato de locação de imóvel, contratava planos de telefonia móvel, abria conta corrente em bancos e solicitava cartões de crédito, contraía empréstimos pessoais, além de realizar outras transações financeiras. As investigações sobre a atuação do bando foram iniciadas em janeiro de 2019. O prejuízo estimado ultrapassa R$ 1 milhão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: PCDF

O BrSafe é a ferramenta ideal para evitar esse tipo de fraude. Clique e conheça:

MPSC denuncia advogadas por falsidade ideológica e uso de documento falso em Santa Catarina

Sem Comentários

03/09/2019

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) denunciou três advogadas por falsidade ideológica e uso de documento falso em Araquari, no Norte de Santa Catarina. Segundo a denúncia, duas das advogadas falsificaram quatro “termos de quitação” e um “recibo” relativos a uma dívida de pensão alimentícia, a fim de livrar o devedor da prisão. A Justiça decidiu proibir as acusadas de manter contato por qualquer meio com as vítimas e testemunhas. O promotor destacou que “o advogado desempenha função essencial à Justiça, por isso a conduta das advogadas não pode ser tolerada”. 
A ação tramita na 2ª vara da comarca de Araquari e ainda cabe recurso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: MPSC

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Civil prende suspeitos de falsificar documentos para aquisição de visto americano

Sem Comentários

02/07/2019

Nesta terça-feira (02), três homens foram presos em Teresina e em Assunção do Piauí, durante a Operação Visto Fake, suspeitos de falsificar documentos para tentar obter vistos para entrada nos Estados Unidos. Segundo a Polícia Civil, o Consulado Americano detectou que pelo menos 11 pessoas do Piauí solicitaram visto com documentos falsos, o que levantou suspeitas. Elas também deverão responder pela ação, que é crime. O delegado geral da Polícia Civil do Piauí, informou durante entrevista coletiva que as investigações tiveram início ainda em 2018, quando um homem foi preso em flagrante no Consulado Americano em Pernambuco usando documento falso dando entrada no pedido de visto para entrada nos Estados Unidos. “Ele então informou como obteve os documentos e informou quem foram as pessoas que forneceram. Eles foram presos agora e devem responder por crime de falsidade documental e associação criminosa. Vamos ouvir o que eles têm a dizer e analisar os documentos usados por eles”, informou. Além das prisões, a polícia cumpriu cinco mandados de busca e apreensão e apreendeu diversos documentos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia investiga suspeitos de desviarem mais de R$ 11 milhões de clientes de escritório de advocacia no RS

Sem Comentários

21/06/2018

Na manhã desta quinta-feira (21), duas pessoas foram presas pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul que realiza uma operação contra suspeitos de desviarem mais de R$ 11 milhões que deveriam ser pagos a clientes de um escritório de advocacia no estado. Mais de 30 pessoas são suspeitas de envolvimento no caso. Conforme as investigações, os valores que deveriam ser pagos aos clientes desse escritório eram desviados por uma funcionária, que foi presa em Cachoeirinha, em Porto Alegre (RS). Para isso, ela falsificava documentos do sistema da empresa, e repassava o dinheiro para familiares e amigos. Só ela, segundo a polícia, teria desviado R$ 5 milhões. Em sua casa foram encontrados cerca de R$ 35 mil em dinheiro, e foram apreendidos notebook, celulares, passaportes e diversos documentos que serão analisados pela Polícia Civil. O esquema foi descoberto pelo escritório de advocacia, que assim que descobriu o esquema, demitiu a funcionária e denunciou o caso à polícia. Um homem suspeito de atuar como laranja dentro do esquema foi preso por posse ilegal de arma e drogas. Nessa operação da polícia, são investigados os crimes de estelionato, falsidade ideológica, falsidade documental, uso de documento falso e lavagem de dinheiro, envolvendo associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Integrante do PCC é preso por uso de documentação falsa, em Goiânia

Sem Comentários

15/06/2018

Na noite desta quinta-feira (14), um integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi preso por utilização de documentos falso na região noroeste de Goiânia (GO). I.G.O.R., de 40 anos, também estava foragido há cinco meses da Justiça sul-mato-grossense. Segundo o delegado, do 22° Distrito Policial, o homem era investigado há dois meses e as investigações da Polícia Civil começaram após a realização de um levantamento sobre os pontos de drogas da região, onde foi possível verificar que a residência do suspeito era também um ponto de comercialização de entorpecentes. O envolvido realizava o contrabando de armas de fogo e já tinha em andamento a negociação de um AK-47. Em um dos áudios do criminoso, ofertado pelo delegado, ele alega que traria grande quantidade de pistolas caso o negociação se concretizasse.

Durante sua prisão em flagrante, o suspeito deu outro nome de A.N. e apresentou um documento de identificação falso. O delegado ressalta que as investigações continuam agora para a localização dos demais criminosos para, assim, encontrar os demais integrantes do PCC em Goiânia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Portal Mais Goiás

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Trio é preso por estelionato com documentos falsos

Sem Comentários

06/06/2018

Na tarde desta terça-feira (05), em São José do Rio Preto (SP), um trio foi preso em flagrante por estelionato. A prisão foi realizada após um advogado informar à Polícia Civil que havia sido vítima de um golpe durante a venda de um carro. Segundo informações da polícia, uma investigação foi realizada e concluiu que os golpistas tinham confeccionado uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa e reconhecido firma em um cartório de Votuporanga (SP) com os dados obtidos nos documentos do advogado.

Os três homens, de 30, 31 e 34 anos, foram presos em flagrante por uso de documento falso, falsidade ideológica, estelionato e organização criminosa. Um dos suspeitos já tinha passagem pela polícia pelos mesmos crimes. O trio foi encaminhado à carceragem da delegacia de Rio Preto e posteriormente transferido para um presídio da região, onde permanece à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior