Suspeito de estelionato é preso em Cariacica depois de aplicar golpe de falso emprego

Sem Comentários

18/12/2018

Nesta segunda-feira (17), um homem foi preso por suspeita de estelionato, em Cariacica, na Grande Vitória. Ele promoveu um treinamento para uma vaga de emprego que não existia e sumiu com o dinheiro dos participantes. O caso foi registrado na Delegacia Regional de Cariacica. Por não ter sido em flagrante, o homem foi liberado e o caso será investigado. Mais de 10 pessoas procuraram a polícia depois de perceberem que foram vítimas do golpe. Elas participaram, no sábado (15), de um suposto treinamento para uma vaga de emprego em uma empresa de material de limpeza. Para passar pelo treinamento, as vítimas tinham que pagar R$ 50. Para aplicar o golpe, o homem alugou uma sala no bairro Campo Grande e usou o nome de uma empresa grande de recrutamento. Dezenas de pessoas foram atraídas pela promessa de emprego. Após as denúncias, o delegado explicou que o homem foi preso, mas já foi solto porque passou o período de flagrante. O caso será encaminhado e investigado pela delegacia em Campo Grande. Uma das pessoas que fez a denúncia foi o dono da sala, mas para registrar que não teve participação no esquema. A empresa que ele se passava publicou uma nota dizendo que não tinha participação nesse caso e que o homem não faz parte do quadro da empresa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpe do falso emprego faz mais de 40 vítimas na Grande BH

Sem Comentários

26/10/2018

A Polícia Civil de Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, investiga um golpe contra pessoas que buscam entrar no mercado de trabalho no estado. Até o momento, 42 vítimas foram identificadas e vem sendo ouvidas pela corporação na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, uma quadrilha induzia pessoas humildes a comprarem cursos de capacitação profissional com a garantia de uma vaga de emprego ao final do processo, o que não ocorria. Para captar as vítimas, eles usavam nomes de redes de lojas e empresas de telemarketing conhecidas. As investigações começaram a partir de uma denúncia. Na última sexta-feira (19), dois homens e uma mulher foram presos, autuados em flagrante por estelionato. Um deles é apontado como chefe do grupo criminoso. Nessa quinta-feira, uma outra suspeita se apresentou em uma delegacia, foi ouvida e liberada. Outras sete pessoas estão sendo investigadas por participação no esquema. Os nomes dos envolvidos ainda não foram divulgados.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: EM

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Falso policial que cobrava por vagas de emprego em delegacia é preso no AM

Sem Comentários

12/06/2018

Na tarde desta segunda-feira (11), um homem de 56 anos, que teria fingido ser Policial Civil, foi preso na Avenida Eduardo Ribeiro no Centro, em Manaus (AM). De acordo com as investigações, ele oferecia e cobrava por falsas vagas de emprego na área administrativa da Delegacia Geral. O suspeito foi detido depois de denúncia de uma das vítimas. Na delegacia, o homem confirmou o crime e afirmou que cometia os delitos porque tinha sonho de ser policial civil. O delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) disse que o infrator pedia o valor de R$430 em troca da vaga de emprego. Ele costumava abordar as vítimas em via pública. Depois de selecionar as vítimas, o homem pedia os documentos necessários para a admissão para essa falsa vaga, além do dinheiro. Após receber, ele sumia com o valor. Ele deverá responder por estelionato. 

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.