Falsos garis são presos na Tijuca acusados de tentar aplicar golpe

Sem Comentários

29/11/2012

Dois homens que usavam uniformes de garis da Comlurb foram detidos por policiais da UPP do Morro do Borel, na Tijuca, nesta quinta-feira (29). Os dois estavam na Rua Conde de Bonfim, altura do número 1305, com uma lista de doações em dinheiro para uma caixinha de Natal. Empregados de um bar, desconfiados, não reconheceram os garis como os que trabalham a vizinhança e resolveram chamar a polícia. Os dois suspeitos foram levados para a 19ª DP (Tijuca) . Eles não são garis e agora vão ter que dizer com quem conseguiram os uniformes da Comlurb para aplicarem o golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O dia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso falso técnico de informática que invadia residências

Sem Comentários

19/10/2012

A Polícia Civil apresenta às 10h desta sexta-feira (19) na Delegacia Turismo (Detur) , o resultado de um investigação iniciada em junho deste ano e que terminou com a prisão do falso técnico de informática de 26 anos. Ele é acusado de furtar vários computadores de residências de Aracaju. Somente na Detur, nos meses de maio a julho deste ano, foram lavrados três Boletins de Ocorrência noticiando que um homem se passando por técnico em informática e alegando ser conhecido do proprietário da residência, induzia as vítimas a efetuar a entrega de equipamentos eletrônicos com o suposto propósito de conserto ou reparo. Em um dos furtos praticados pelo suspeito, câmeras de segurança de uma residência captou as imagens do autor do delito. As imagens foram divulgadas na imprensa e como consequência da divulgação várias denúncias foram feitas, o que possibilitou a prisão do procurado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Plenário

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia flagra mulher atuando como falsa dentista no interior de MT

Sem Comentários

26/09/2012

Uma mulher que atuava ilegalmente como dentista foi presa na cidade de Alto Garças (MT), a 366 quilômetros da capital, nesta última terça-feira (25). De acordo com a polícia, a suspeita, de 47 anos, foi detida pela denúncia de exercício ilegal da profissão de dentista. Após uma checagem ao sistema da polícia, os investigadores verificaram que ela já foi detida anteriormente pelo mesmo crime, mas continuava a exercer a profissão ilegalmente no Mato Grosso. A falsa dentista foi presa em flagrante no seu consultório, na Avenida Tiradentes, na região central de Alto Garças. A polícia informou ainda que a suspeita realizava consultas, restaurações dentárias e outros tratamentos odontológicos. Quando questionada sobre o seu registro profissional, a suspeita apresentou uma carteira de técnica de saúde bucal, que é de um profissional apto a realizar apenas procedimentos mais simples da área. A falsa dentista foi encaminhada à delegacia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Falso policial civil é preso após denúncia anônima

Sem Comentários

26/09/2012

A polícia prendeu nesta terça-feira (25) um criminoso que se passava por policial civil na região do Jaraguá, zona norte da capital paulista. Ele foi abordado em frente a um supermercado na altura do nº 1.858 da Estrada Turística do Jaraguá, no Parque São Domingos, após uma denúncia anônima que chegou à Polícia Militar. Procurado por porte ilegal de arma e com várias passagens pela polícia, ele afirmou que trabalhava como segurança no supermercado. Ele não portava arma no momento em que foi preso, mas apresentou aos PMs um distintivo da Polícia Civil. No carro do falso policial, segundo a polícia, havia munições para pistola calibre ponto 40 e uma carteira com o brasão da Polícia Civil. Ele foi autuado em flagrante no 33º Distrito Policial, de Pirituba, por usurpação de função pública e porte ilegal de munição.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: A tarde

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

 

Fiscalização flagra falsos dentistas atuando em cidade de Mato Grosso

Sem Comentários

26/09/2012

Dois homens foram detidos em flagrante nesta terça-feira (25) por suspeita de exercício ilegal da profissão de odontologia, nas cidades de Arenápolis e Barra do Burgres, a 259 e 169 quilômetros de Cuiabá, respectivamente. As irregularidades foram encontradas durante uma fiscalização do Conselho Regional de Odontologia (CRO). Conforme o CRO, a ideia é percorrer toda a região Centro-norte de Mato Grosso para impedir o exercício ilegal da profissão. Em um dos casos, o falso dentista foi encontrado trabalhando em um consultório improvisado na própria casa na cidade de Arenápolis. Há 25 anos ele atuava como dentista no município. O suspeito não quis se pronunciar sobre o caso, mas deve responder por exercício ilegal da profissão. Segundo o Conselho, essa prática ilegal se torna comum em pequenas cidades. “A população é atendida de forma precária com instrumentos que não são esterilizados, podendo ser contaminados com doenças como a hepatite”, disse o gerente administrativo do CRO. Já na cidade de Barra do Burgues, o Conselho flagrou um acadêmico de odontologia atuando na área, inclusive atendendo pacientes. “Já encontramos mais de 10 profissionais ilegais só neste ano e nosso objetivo é acabar com os falsos profissionais no estado”, disse o gerente. Para exercer a profissão, além do curso superior, é necessário ter cadastro no Conselho Regional de Odontologia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Falso dentista é autuado por exercício irregular da profissão e estelionato

Sem Comentários

21/08/2012

Um falso dentista de 50 anos foi preso em flagrante nesta segunda-feira (20). Ele responderá pelos crimes de estelionato e exercício irregular da profissão. O falso dentista atendia pacientes em um consultório em Vicente de Carvalho, subúrbio do Rio de Janeiro. De acordo com o Conselho Regional de Odontologia (CRO), um paciente denunciou o suposto dentista por mau atendimento e, após averiguação, foi constatado que ele não possuia registro. O consultório em que ele atendia foi interditado. No local foram encontrados equipamentos enferrujados e medicamentos vencidos há 15 anos. Em depoimento à polícia, ele alegou que é técnico de prótese dentária e que os equipamentos do consultório haviam sido comprados para o filho que é estudante de odontologia. De acordo com a polícia, algumas vítimas que foram ouvidas na delegacia confirmaram que ele atuava como dentista realizando todos os procedimentos odontológicos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Próximo