Casal de falsos advogados é preso suspeito de aplicar golpes em Goiânia

Sem Comentários

20/10/2015

Um homem de 30 anos e a mulher dele, de 36, foram presos nesta terça-feira (20) na casa em que moram, em um condomínio de luxo de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, eles se passavam por advogados para aplicar golpes com a venda de créditos tributários falsos. A estimativa é que os dois tenham causado um prejuízo de R$ 10 milhões. O delegado responsável pelo caso, explicou que as investigações começaram em 2013. Os dois se apresentavam como advogados tributaristas, mas não tinham documentos que comprovassem a formação. “Uma das vítimas disse que passou R$ 1,8 milhão para os suspeitos para a compra de créditos tributários. Quando procurou o Estado para trocar o documento, foi informada que aquele crédito não existia”, explicou. O delegado contou ainda que, após dar o golpe, os suspeitos decidiram comprar a casa de luxo no condomínio fechado, onde foram presos. Porém, nunca chegaram a pagar o imóvel. Durante a prisão, o casal confessou os crimes e relatou com detalhes como cometia os crimes. “Eles usavam os dados dos créditos emitidos por um banco em Santa Catarina e que era comprado por outras pessoas, e vendiam aos clientes como se fossem verdadeiros. Quando os clientes iam usá-los, não tinham mais validade”, contou o delegado. A dupla mantinha um escritório de advocacia em Goiânia, onde atraía os clientes. A polícia procura por outras duas pessoas suspeitas de integrar o grupo. “Essas sim são advogadas. Uma é de Goiânia e outra de Santa Catarina, mas ainda estamos investigando a participação delas no esquema”, completou. O homem e a mulher vão responder por associação criminosa, apropriação indébita, estelionato, falsificação de documentos e exercício ilegal da profissão. Somadas, as penas desses crimes ultrapassam 20 anos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso falso médico que tratava câncer a partir de R$ 500, no Amazonas

Sem Comentários

27/03/2013

Um peruano foi preso na tarde desta quarta-feira (27), em Manaus. O homem, de 58 anos, é suspeito de exercer a profissão de medicina ilegalmente no Amazonas. Junto com o falso médico, a polícia apreendeu frascos com fitoterápicos e receituários. Ele nega as acusações. A polícia disse que o homem costumava diagnosticar câncer em pessoas saudáveis e tratar a doença com medicamentos supostamente importados de Cuba. A delegada do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), informou que investigava o peruano desde o início do ano. “Eu tinha aberto um inquérito contra ele, mas precisava de mais denúncias. Quando consegui, pedi a prisão preventiva e a Justiça concedeu o mandado de prisão”, disse. De acordo com a delegada, o falso médico diagnosticava os pacientes com câncer terminal e oferecia tratamento com fitoterápicos que seriam provenientes de Cuba. Cada frasco era vendido por R$ 500.  “Depois de um tempo, ele se oferecia para conseguir uma aposentadoria vitalícia e uma indenização retroativa para os pacientes. Uma das vítimas chegou a pagar R$ 7,5 mil em parcelas ao suspeito.”, disse a delegada. Em depoimento à polícia, o suspeito alegou que teria cursado medicina em Cuba e acupuntura na China. “Ele disse que era médico-cirurgião, acupuntor e fisioterapeuta”, afirmou a delegada. De acordo com a delegada, a situação do homem é legalizada no Brasil, mas ele não apresentou documentos que comprovem a formação em medicina. “Ele disse que o certificado estaria no Peru. Ele pode até ser médico em outro país, mas não me apresentou nenhum tipo de documentação que certificasse que é formado na área. Mesmo que tivesse documento, ele precisaria ser inscrito no CRM [Conselho Regional de Medicina] no Brasil”, informou a delegada. O falso médico foi preso pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, charlatanismo e exercício ilegal da profissão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende falso dentista em Nazaré da Mata, PE

Sem Comentários

17/01/2013

A polícia prendeu um homem de 60 anos que se dizia dentista, na manhã desta quinta-feira (17), em Nazaré da Mata, na Mata Norte de Pernambuco. De acordo com o delegado, o suspeito é um falso dentista e atendia em um consultório particular na região. “Ele disse que era formado por uma universidade da Bolívia. Pedimos o diploma e ele não apresentou. Procuramos informações sobre a faculdade que ele falou e constatamos que ela não existe. O Conselho Regional de Odontologia também confirmou que o registro dele era falso”, explicou o delegado. A polícia teve conhecimento do caso na noite da quarta (16), quando recebeu denúncia de uma mulher e uma adolescente, que se queixaram do mau atendimento do falso dentista. “A gengiva da mulher estava inflamada e ele disse que ela estava com câncer na boca. Cobrou cerca de R$ 500 reais por uma cirurgia. Ele cortou a gengiva dela de uma forma que estava já aparecendo a raiz dos dentes, ele causou uma deformidade na boca da paciente”, disse o delegado. De acordo com o delegado, mais dez pessoas já procuraram a polícia para dizer que foram atendidas pelo falso dentista e que vão entrar na Justiça contra ele. O suspeito será autuado e responderá por crime de estelionato e exercício ilegal da profissão. O homem deve ser encaminhado ainda nesta quinta para a Cadeia Pública de Nazaré da Mata.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Após prisão, falso médico é transferido para Bambuí, MG

Sem Comentários

11/01/2013

O falso médico que foi preso na tarde desta quinta-feira (10) em São Sebastião do Paraíso (MG) foi levado para a Cadeia de Bambuí (MG). Segundo o delegado Rafael Salim, o homem deve responder pelos crimes de estelionato, exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. Ele era procurado desde novembro do ano passado, quando fugiu da Policlínica Adélia Cardoso, em Bambuí (MG), após a morte de uma paciente atendida por ele. A mulher foi dispensada da unidade de saúde mesmo sentido dores no estômago, formigamento pelo corpo e um princípio de infarto. Conforme a polícia, o corpo da vítima deverá ser exumado para se confirmar a suspeita. Ainda segundo a polícia, o suspeito usava documentos falsos, entre eles um número do Conselho Regional de Medicina de um médico que já morreu há 20 anos. Ele oi preso em casa, onde vivia com a esposa e duas filhas, após quase duas semanas de investigação. O suspeito é enfermeiro e de acordo com o delegado, estudava medicina em Belo Horizonte. O falso médico deverá ser ouvido ainda nesta sexta-feira (11).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso falso médico que atendia em Sorocaba

Sem Comentários

10/12/2012

A polícia prendeu um falso médico na Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba, neste domingo (9), por volta das 15h30 da tarde. O homem de 30 anos, usava indevidamente o nome e o número de registo do Conselho Regional de Medicina (CRM) de um médico. O falso médico foi detido em flagrante após atender e prescrever medicamentos a pacientes. Foram aprendidos o carimbo usado por ele, além de documentos da Santa Casa que possam ajudar a esclarecer o caso. Ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisório (CDP) de Sorocaba. A Santa Casa realiza uma coletiva de imprensa às 16h para fornecer informações sobre o caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cruzeiro do Sul

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Falsos garis são presos na Tijuca acusados de tentar aplicar golpe

Sem Comentários

29/11/2012

Dois homens que usavam uniformes de garis da Comlurb foram detidos por policiais da UPP do Morro do Borel, na Tijuca, nesta quinta-feira (29). Os dois estavam na Rua Conde de Bonfim, altura do número 1305, com uma lista de doações em dinheiro para uma caixinha de Natal. Empregados de um bar, desconfiados, não reconheceram os garis como os que trabalham a vizinhança e resolveram chamar a polícia. Os dois suspeitos foram levados para a 19ª DP (Tijuca) . Eles não são garis e agora vão ter que dizer com quem conseguiram os uniformes da Comlurb para aplicarem o golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O dia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso falso técnico de informática que invadia residências

Sem Comentários

19/10/2012

A Polícia Civil apresenta às 10h desta sexta-feira (19) na Delegacia Turismo (Detur) , o resultado de um investigação iniciada em junho deste ano e que terminou com a prisão do falso técnico de informática de 26 anos. Ele é acusado de furtar vários computadores de residências de Aracaju. Somente na Detur, nos meses de maio a julho deste ano, foram lavrados três Boletins de Ocorrência noticiando que um homem se passando por técnico em informática e alegando ser conhecido do proprietário da residência, induzia as vítimas a efetuar a entrega de equipamentos eletrônicos com o suposto propósito de conserto ou reparo. Em um dos furtos praticados pelo suspeito, câmeras de segurança de uma residência captou as imagens do autor do delito. As imagens foram divulgadas na imprensa e como consequência da divulgação várias denúncias foram feitas, o que possibilitou a prisão do procurado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Plenário

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo