Homem é preso em operação para desmontar esquema de estelionato

Sem Comentários

20/02/2013

Um homem foi preso nesta quarta-feira (20), em São Franciso do Conde, a cerca de 66 km de Salvador, sob suspeita de cometer crimes de estelionato que, segundo a polícia, envolve um montante de R$ 500 mil em desvios. O caso foi investigado e desarticulado por policiais da 21ª DP, no município que faz parte da região metropolitana de Salvador. De acordo com o delegado titular da unidade policial, o suspeito atuava no esquema ilegal por meio de uma loja de revenda de roupas, estabelecimento que serviria como fachada para os crimes de estelionato. A Polícia Civil fará a apresentação do suspeito na tarde de quinta-feira (21) e se limitou a passar detalhes sobre o esquema criminoso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso por ‘golpe das tampinhas’ mostra como engana o público

Sem Comentários

20/02/2013

A Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira (20), três homens suspeitos de aplicar o ‘golpe das tampinhas’ no Centro de Belo Horizonte. Eles foram abordados na Rua Guaicurus. Em um vídeo divulgado pela polícia, um dos suspeitos mostra como aplicava a trapaça. Três tampinhas ficam sobre uma mesa. Uma bolinha é colocada debaixo de uma das tampinhas e o homem começa a movimentar as peças. Sem que ninguém perceba, ele retira a bolinha e a esconde entre os dedos. No momento em que ele puxa outra tampinha, a bolinha é colocada por baixo dela. A partir daí a pessoa segue a tampinha errada. Segundo a polícia, o jogador já foi preso dez vezes e disse que há quarenta anos aplica o golpe nas ruas. Os outros dois detidos se passavam por apostadores. Com eles, foram apreendidos os objetos usados no golpe e R$ 150 reais em dinheiro. Os três foram detidos por prática de jogo de azar e foram encaminhados para o juizado especial criminal.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatário dá golpe em empresa de materiais para construção

Sem Comentários

18/02/2013

Uma empresa de materiais para construção foi alvo de estelionato durante a tarde do ultimo sábado (16), em Apucarana. De acordo com a Polícia Militar (PM) o prejuízo da empresa, situada em Arapongas, foi de aproximadamente R$2.798. Segundo a polícia, o falso comprador solicitou a entrega de 80 telhas eternit e 320 parafusos na Avenida Francisco Kitano, no Parque Industrial Norte. Um funcionário da empresa se deslocou até Apucarana para fazer a entrega. No local, um homem se identificou como funcionário do comprador. O golpista pediu que o entregador descarregasse o material e passou outro endereço para que ele pudesse receber o pagamento de seu chefe. O funcionário da Arenito foi até o local indicado, mas ninguém foi localizado. Ao retornar, não encontrou mais o suspeito e nem os materiais que havia descarregado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Tnonline

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Jovem que aplicava golpe em feirantes é detido no Piauí

Sem Comentários

16/02/2013

Um jovem de 20 anos, natural de Barreiras, na Bahia, foi preso por aplicar um golpe em feirantes. Ele recolhia dinheiro na central de abastecimento em Teresina, no Piauí, quando foi detido. O jovem dizia que o dinheiro seria destinado a uma cirurgia no valor de R$ 25.800 para a mãe, que estaria internada. Com o estelionatário foi encontrado ainda um registro de médico veterinário falso. Segundo autoridades, ele teria lesado mais de 40 feirantes no local. Em uma manhã ele chegou a recolher R$ 1.200 em dinheiro dos feirantes O envolvimento de outras pessoas no esquema não é descartado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: R7

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem passa cheque clonado e é preso por estelionato em Guarantã

Sem Comentários

15/02/2013

Um homem de 26 anos foi preso por estelionato em um posto no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Guarantã (SP), durante a noite de quinta-feira (14). Segundo a polícia, o proprietário do posto recebeu um cheque clonado em dois estabelecimentos comerciais. Ainda de acordo com a PM, a vítima informou à polícia que o suspeito deu a ele uma folha de cheque preenchida no valor de R$ 997 para abastecer 150 litros de óleo diesel. No entanto, ele se lembrou de que havia recebido em outro posto de combustível, que também é proprietário, um cheque com as mesmas características. A vítima comparou as duas folhas falsificadas e constatou que eram do mesmo banco e ainda estavam preenchidas com o mesmo valor. Um dos cheques estava no nome de uma usina e outro de uma metalúrgica. O proprietário fez uma pesquisa e constatou que a usina não tem conta no banco apontado pelo suspeito. O empresário acionou a polícia e o suspeito preso em flagrante por estelionato e encaminhado à cadeia de Avaí (SP).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia alerta motoristas de Curitiba para ‘golpe do falso mecânico’

Sem Comentários

15/02/2013

A Polícia Civil alerta os motoristas de Curitiba para um novo golpe que vem sendo aplicado na cidade. Normalmente agindo em dupla, os suspeitos se oferecem para consertar problemas mecânicos de veículos nas ruas, mas são eles mesmos os responsáveis pelos supostos danos. O objetivo é “consertar” o veículo por um valor abaixo do mercado, antes que o motorista acione o seguro. De acordo com a polícia, são pelo menos cinco reclamações desse tipo de golpe por semana. Um dos criminosos escolhe a vítima e em muitos casos joga bolas de gude ou pedras embaixo do carro em movimento. Quando o motorista ouve o barulho estranho e para o veículo, o outro golpista entra em ação fingindo ser mecânico e oferece ajuda. O falso mecânico mexe no carro e estraga alguma peça para convencer o motorista de que o conserto é preciso. Foram registrados casos em que pessoas pagaram mais de R$ 1 mil para os golpistas, acreditando que estavam remunerando um serviço lícito. Segundo o delegado, este tipo de oferta de ajuda deve ser vista com desconfiança. “Liga para o socorro do veículo e verifica se a situação é aquilo mesmo que foi relatada. A pessoa tem que ter um pouco de paciência para verificar se existe um problema no veículo, ou se não existe”, recomenda. Um homem, que preferiu não ser identificado, contou que foi abordado duas vezes no bairro Bigorrilho. Ele diz que desconfiou da conversa do falso mecânico, que desconectou uma peça do carro, e optou por chamar o guincho. “Na segunda vez foi a mesma coisa, daí eu já sabia do macete e disse para ele: ‘isso aí eu já sei qual é o problema”, lembrou.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Civil investiga golpe financeiro em Juiz de Fora, em MG

Sem Comentários

15/02/2013

Mais de 20 mil reais em moedas de diferentes países foram apreendidos durante uma operação da Polícia Civil para combate a golpes financeiros, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, em Minas Gerais. De acordo com investigações da Polícia Civil, o esquema tem relação com uma quadrilha, cujas ações foram descobertas em setembro de 2012, resultando na desativação do escritório responsável. O principal suspeito de comandar o grupo de estelionatários foi ouvido pela polícia nesta quarta-feira (14) e liberado em seguida. Segundo a polícia, o golpe consistia em convencer as pessoas a integrarem uma sociedade, com investimento inicial por parte delas, mas a promessa de lucros acima dos valores de mercado. O esquema é semelhante ao praticado em 2012, quando centenas de pessoas tiveram o dinheiro recolhido pela quadrilha. O contato acontecia pela internet. A sede da empresa usada para as atividades é em Santa Catarina. Com o mandado de busca e apreensão, um notebook, agendas e cheques, supostamente de propriedade dos criminosos, também foram encontrados. A polícia tenta identificar as vítimas do novo golpe. Por ser uma prática ilegal, as quantias aplicadas pelas pessoas para o investimento podem ser retidas. Outros suspeitos de envolvimento no esquema devem ser ouvidos nos próximos dias.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo