Homem tenta aplicar golpe em agência bancária por telefone

Sem Comentários

03/10/2014

A Polícia Militar esteve em uma agência bancária na praça São Domingos, nesta quinta-feira (02), onde uma funcionária que trabalha como caixa relatou que o telefone do estabelecimento tocou e ao atendê-lo um indivíduo no outro lado da linha anunciou um assalto. O autor descreveu as vestes e algumas características físicas da funcionária, dizendo que estava próximo e observando o que ela fazia. Muito nervosa, ela passou o telefone para outra funcionária e o autor novamente disse se tratar de um assalto. A primeira funcionária novamente pegou o telefone e começou a seguir as instruções do autor. Neste momento, chegou um homem, o qual é correntista da agência. O autor, ao telefone, ordenou que a funcionária depositasse a quantia de R$ 90 mil em uma conta, depositando primeiramente na conta deste homem que chegou à agência e é correntista, e posteriormente transferindo para outra conta indicada pelo autor. Aparentemente, o homem correntista não estava envolvido nas ações, apenas chegou à agência e foi usado pelo autor que provavelmente estava do lado de fora da agência e o viu entrar. O tesoureiro do banco, após verificar que se tratava de um golpe, bloqueou as ações realizadas. Não foi possível identificar o número de telefone do qual o autor ligou. Os policiais orientaram as funcionárias quanto ao procedimento nesse tipo de golpe, devendo acionar a PM antes de efetuar qualquer depósito com suspeitas de golpe. O boletim de ocorrência foi registrado e entregue à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

Estelionato: luxo sustentado por vários golpes

Sem Comentários

03/10/2014

Um jovem de 23 anos é suspeito de oferecer o aluguel falso de casas de veraneio, também utilizava cartões de crédito de outras pessoas para sustentar hábitos caros. Ele se apresentava sempre como recém-chegado de outro estado, rico e aparentando ter boa índole. O crime do falso aluguel já foi praticado no Distrito Federal. O jovem  responde na Coordenação de Repressão à Ordem Tributária e Fraude (Corf) por falso locador. “Ele mostrava fotografias no site de casas em praia ou lugares para descanso e alugava para mais de uma pessoa. A vítima tinha de pagar metade do aluguel antecipado para garantir o negócio. Não sabemos quantas vítimas ele fez”, afirma o delegado da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). O rapaz  veio de Bueno Brandão (MG) e foi pego após se hospedar em um hotel cinco estrelas do Plano Piloto, onde teria dado um golpe de mais de R$ 5 mil.  A farsa acabou descoberta na noite de quinta-feira, depois que  os funcionários do estabelecimento desconfiaram quando ele forneceu os dados da titular do cartão de crédito.  Eles  decidiram contatar a operadora, que teria confirmado o nome da cliente. “Os funcionários ligaram para a mulher, que disse que não autorizou ninguém a usar seu cartão. E denunciou que se tratava de um golpe”, afirmou o delegado-chefe da 5ª Delegacia de Polícia. O hotel  chamou a polícia e foi iniciada uma operação para prender o suspeito. O jovem teria tentado convencê-los de que não era dono do cartão, alegando que pediu para um colega fazer a reserva.  Mas acabou reconhecido por policial que já o prendeu em outra ocasião – o jovem tem passagem por estelionato cometido no ano passado no DF. Agora, ele vai responder por estelionato em flagrante. Se condenado, pode pegar de um a cinco anos de prisão em regime fechado. A pena pode aumentar com a condenação do outro crime cometido contra locatários. O estudante será transferido para o Departamento de Polícia Especializada (DPE), onde deve aguardar decisão da Justiça.

Homem se passa por policial para dar golpe e tenta se enforcar em Borrazopólis

Sem Comentários

03/10/2014

No fim da tarde de quinta-feira (02) um homem acusado de se passar por policial para dar golpe no comércio tentou se enforcar com um cinto ao ser detido em Borrazopólis. Conforme a Polícia Militar, o caso foi registrado por volta das 17h, na Avenida Paraná, no Centro. A proprietária de uma loja relatou que um indivíduo dizendo ser policial tentou pegar roupas para experimentar em condicional. Com as características do suspeito, o acusado foi encontrado em patrulhamento na área central, saindo de outra loja com várias sacolas na mão. Com o acusado, de 31 anos, os policiais flagraram três sacolas contendo sete calças jeans e dois cintos, que havia acabado de pegar para experimentar. Em contato com a delegacia de Faxinal (PR), o auxiliar do delegado informou que, em dias anteriores, o homem havia aplicado o golpe de levar as roupas em condicional e não retornar mais para devolver, e já havia sido reconhecido por fotos pelas vítimas anteriores. A ocorrência foi encaminhada à delegacia de Borrazopólis. No quadrante onde aguardava para ser entregue, o acusado tentou se enforcar usando o cinto que vestia, mas foi imediatamente socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal, depois transferido para o Hospital da Providencia de Apucarana  para ser submetido a uma radiografia. Depois, foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Faxinal para a lavratura do flagrante.

Homem é preso por estelionato em Volta Redonda, no sul do Rio

Sem Comentários

02/10/2014

Em Volta Redonda (RJ), nesta quinta-feira (02), um homem de 37 anos foi preso por aplicar golpes utilizando a internet. Segundo a Polícia Militar, o homem oferecia um carro em um site de venda de automóveis, mas fugia com o dinheiro das vítimas momentos após fechar o negócio. O suspeito atuava junto com uma mulher. Eles chegavam a marcar um encontro com os interessados em comprar o veículo, para mostrar o automóvel e ganhar a confiança do cliente. A vítima era iludida posteriormente, quando era convencida pelo suspeito de ir até uma papelaria, onde o dinheiro seria entregue pelo comprador e o “falso vendedor” assinaria um recibo, entregando a chave do automóvel. Ao sair do estabelecimento, a vítima não encontrava o veículo no local informado, porque a mulher já havia retirado o carro do estacionamento. A PM informou que pelo menos duas pessoas caíram no golpe. O casal foi encontrado próximo a um posto de combustíveis na Avenida Amaral Peixoto, após denúncia. Eles foram levados para a 93ª Delegacia de Polícia (Volta Redonda) e o veículo foi apreendido.

Golpe: bandido pede dinheiro emprestado para moradores de prédio fingindo ser vizinho

Sem Comentários

01/10/2014

Moradores de um prédio em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, sofreram um golpe de um jovem que fingia ser vizinho das vítimas. Ele dizia que estava trancado fora de casa e pedia o dinheiro para ir ao chaveiro. Segundo a síndica do edifício ele usava sempre a mesma desculpa. — Ele sempre falava “eu tenho cartão mas o chaveiro só aceita em espécie. Vou pegar o dinheiro com você, depois vou sacar e trago de volta.” Conforme a Polícia Civil foram pelo menos três golpes em uma mesma semana. Segundo uma delegada, ele ganhava as vítimas na conversa. — O poder de persuasão dele é muito grande. Tanto é que ele pediu R$ 30 para duas vítimas e cada uma deu R$ 50. A PC investiga se ocorrências parecidas registradas no início do ano em um bairro vizinho foram cometidas pelo mesmo homem. Nenhum suspeito foi detido.

Advogados dão golpe que promete reduzir prestação do carro em até 50%

Sem Comentários

01/10/2014

Reduza as parcelas do seu veículo em até 50%!. Estes são os dizeres de um novo golpe que promete tamanha redução. Só que descontos tão altos assim são praticamente impossíveis. Quem cai nessa pegadinha acaba perdendo mais dinheiro. Existem denúncias em vários estados. Teve gente que perdeu dinheiro, ficou com nome sujo e casos piores de quem deixou de pagar as prestações orientado por escritório de advocacia e acabou perdendo o carro apreendido por ordem judicial e usado para pagar a dívida. Na rua, na internet, ofertas tem para todo lado. Para reduzir pela metade ou mais a prestação do carro. É uma ilusão. Uma instrumentadora cirúrgica caiu na tentação e se deu mal. “A pessoa acha que vai melhorar, que vai dar tudo certo, que você vai resolver o seu problema, só que você acaba arrumando mais problemas porque já são quatro anos lidando com isso o tempo todo, tentando resolver uma coisa que eu não consigo resolver”, diz a mulher. Ela pagou R$1,5 mil ao escritório de advocacia que prometia reduzir a prestação que pagava. Os advogados entraram com uma ação na Justiça contra o banco e ela passou a depositar um valor menor em juízo em 2010. Pelo que ela já pagou, o carro deveria, mas não está quitado. Por telefone, um dos escritórios que oferecem o serviço chegou a admitir o risco do financiador tomar o carro. “Eles podem pedir busca e apreensão do veículo. Qualquer banco pode pedir, qualquer um pode pedir, qualquer um pode fazer um processo contra qualquer um. Isso não tem como evitar”, explica um atendente pelo telefone. Em outro, o rapaz diz que tem que se pagar R$ 2 mil para que um advogado entre com uma ação na Justiça contestando os valores. “Com um ano e meio de processo, um processo com os depósitos em dia, você já consegue chegar a 50%, 60% de desconto sobre essa dívida. Mas quanto mais tempo o processo tiver, maior vai ser esse desconto. Você pode chegar a 65%, 70%, 75%, tudo depende do seu processo”, diz pelo telefone. Um advogado da OAB explica que ações para revisão de contrato são legítimas, mas que é impossível um desconto como os anunciados. “Eles oferecem 70%, 50% de desconto na prestação, que nós advogados sabemos que jamais vai acontecer. Uma montadora jamais vai vender um carro por determinado valor e você vai pagar com 50% de desconto. Então, não existe esse tipo de situação jurídica”, comenta o presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB do DF. De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil, há denúncias, em todo o país, de profissionais que oferecem essas vantagens, não conseguem cumprir e lucram com a ingenuidade dos consumidores. No último ano, no Distrito Federal, 40 foram denunciados e punidos com a suspensão do exercício da profissão. A OAB alerta que quem quiser rever termos de contrato deve procurar um profissional de confiança para não cair em um golpe. Esse é um dos maiores riscos. Alguns escritórios forçam o cliente a partir para a inadimplência. E uma dica da OAB: desconfie de escritórios que oferecem muitas facilidades e soluções rápidas. E o mais importante, avalie bem o contrato do financiamento antes de assinar.

Polícia prende homem que usava RG falso para viajar de graça

Sem Comentários

02/10/2014

Na tarde desta quarta-feira (1º) em Araçatuba, um aposentado de 60 anos, morador em Ribeirão Preto, foi preso acusado de usar documento falso para obter direito a passagens de ônibus de graça. Com ele foram apreendidas duas carteiras de identidade, uma com a idade verdadeira e outra adulterada. O flagrante aconteceu no terminal rodoviário por volta das 15h30. O acusado foi até o guichê de uma empresa de ônibus e apresentando um documento com data de nascimento de 1948, ele solicitou uma passagem gratuita para Auriflama (SP). Como pelo documento ele teria mais de 65 anos, preenchendo os requisitos legais, a passagem foi concedida. Porém, minutos mais tarde o motorista foi até o guichê para questionar o funcionário, que teria concedido a passagem gratuita ao aposentado sem que ele fosse maior de 65 anos. A polícia foi chamada e constatou que o acusado tinha duas carteiras de identidade. O homem admitiu que um dos documentos era falso e que o utilizava para viajar sem pagar passagem. Ele não revelou como conseguiu a adulteração. Levado à delegacia, o aposentado foi preso em flagrante por estelionato e seria encaminhado à cadeia de Penápolis, onde ficará à disposição da Justiça.

Anterior Próximo