Suspeito de aplicar golpe em idosos do noroeste paulista é preso

Sem Comentários

02/09/2015

De acordo com o delegado de Jales, pelo menos 14 aposentados das cidades de Birigui, Araçatuba, Jales, Fernandópolis e Votuporanga foram vítimas de um golpe com cartão crédito. Somente na cidade, foram enganados por um homem, de 67 anos, que foi preso na manhã de terça-feira (1º), em Indaiatuba, e transferido nesta quarta-feira (02) para Jales. O prejuízo em compras e saques feitos com os cartões foi de aproximadamente R$ 50 mil. A polícia conseguiu chegar até o homem porque ele passava o cartão no comércio e dizia que era um representante comercial de São Paulo. Na casa do suspeito foram encontrados 11 cartões de banco. Conforme o delegado, a estimativa é de que ele tenha conseguido levar R$ 11 mil das vítimas. Segundo a polícia, o golpe sempre começava com a ligação de uma mulher para as vítimas. Ela dizia que era do banco e que o cartão estaria com problemas. Depois disso, uma pessoa bem vestida se passava por funcionário do banco e ia até a casa da vítima, em geral idosos, pedindo todos os dados pessoais, inclusive a senha. Em seguida, dizia à vítima que ela precisaria cortar o cartão do banco porque o mesmo já estaria cancelado. Para disfarçar o golpe, o suposto funcionário pedia para o idoso buscar uma tesoura, enquanto isso o golpista trocava o cartão original por um falso do mesmo banco. A vítima voltava com a tesoura sem imaginar que teria acontecido algo.

Prejuízos

Uma aposentada, de 73 anos, foi uma das vítimas e teve R$ 5,5 mil retirados da conta. Ela só ficou sabendo dos saques depois que o banco bloqueou o cartão, por medida de segurança. O delegado diz que o estelionatário agia na região de Ribeirão Preto, Araçatuba e Rio Preto. A investigação começou há dois meses, quando as primeiras vítimas de Jales procuraram a polícia. Nas imagens do circuito interno de segurança de uma loja de chocolates da cidade o homem aparece fazendo compras com um dos cartões furtados. O suspeito já tinha passagem por estelionato e está preso à disposição da Justiça. A polícia ainda investiga o envolvimento de outras pessoas no crime.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Justiça do RN condena homem que buscou empréstimo com nome falso

Sem Comentários

02/09/2015

Foi condenado nesta terça-feira (1º), a cumprir pena de 2 anos, dois meses e 20 dias em regime aberto, pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte, um homem que usou um documento de identidade falso para tentar obter um empréstimo consignado em uma agência bancária, em Natal. Conforme o Ministério Público Federal, L.S.F. se passou por H.M.S.P. para tentar conseguir o empréstimo. Com o mesmo nome falso, ele já havia conseguido abrir uma conta poupança e, a partir dela, emitir um cartão de crédito. “Como se não bastasse a vasta prova documental produzida nos autos, o acusado, em seu interrogatório prestado perante a autoridade policial, confessou a prática dos dois crimes, admitindo ter apresentado documentos falsificados perante o banco nas duas oportunidades, além de ter preenchido e assinado o contrato de crédito, e também a ficha de cadastro de pessoa física do banco. Em todos os casos, ele se passou pela pessoa de H.M.S.P.”, escreveu um juiz federal, na sentença. O magistrado ainda ressaltou que não restam dúvidas sobre a materialidade do crime e responsabilidade do acusado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Civil desmonta ‘poupatempo do crime’ que fazia até carteira da OAB

Sem Comentários

01/09/2015

Na tarde desta terça-feira (1º), a Polícia Civil de Nova Odessa (SP) desmontou uma espécie de “Poupatempo do crime”, que fabricava documentos públicos falsos, inclusive carteiras da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Segundo a investigação, o esquema funcionava em uma casa no Jardim Santa Luíza e um homem de 40 anos foi preso em flagrante. Entre outros objetos, foram apreendidos documentos de identidade de 13 estados diferentes (BA, SC, GO, SP, RJ, DF, PA, MG, ES, CE, AL, PR e RS). A Polícia Civil chegou até o suspeito através de denúncias. Agora, a investigação tenta identificar outros integrantes da quadrilha e também as pessoas que recebiam os documentos falsos. “É um Poupatempo do crime. Nós apreendemos todos esses documentos na residência dele e ele estava sozinho em casa, mas acreditamos que ele não trabalhava sozinho”, afirmou o investigador do caso. Além de uma carteira da OAB e das cédulas de identidade de 13 estados, foram apreendidos na residência talões de cheque, fotos 3×4, selos de autenticação de cartórios, CPFs, documentos de veículos, cartões de banco, formulários e uma procuração do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). A polícia ainda encontrou um computador, quatro pendrives, um HD externo e duas impressoras. Os equipamentos eram usados pelo suspeito para a fabricação dos documentos. O homem, que é comerciante, foi indiciado por estelionato e falsificação de documento público e será encaminhado para a cadeia de Sumaré. O caso foi registrado na Delegacia de Nova Odessa (SP).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal é preso acusado de aplicar golpe em loja de Várzea Grande

Sem Comentários

01/09/2015

Foi preso por policiais civis da Delegacia do Centro de Várzea Grande, um casal suspeito de participar do chamado “golpe do envelope vazio”. Eles estavam em uma casa, no Parque Sabiá, aguardando a chegava de produtos de materiais para construção comprados em uma empresa da cidade. A prisão ocorreu na segunda-feira (31), por volta das 16h30, após a gerência da empresa acionar os policiais. Essa seria a segunda entrega feita na mesma casa em menos de uma semana. O esquema seria gerenciado por um traficante da Penitenciária Central do Estado (PCE), que havia aliciado o casal a receber os produtos que seriam entregues para um comprador. Segundo a gerência, na semana anterior, os golpistas fizeram compras no valor de R$ 5,7 mil pagando através de depósito em caixa eletrônico. Mesmo sem a confirmação do crédito, os produtos foram entregues. Ao perceber que a compra havia sido feita no mesmo esquema de pagamento e o endereço era o mesmo, funcionários alertaram o gerente, que procurou a Polícia Civil. Assim que recebeu os produtos, o casal foi preso. Eles disseram que estavam a serviço de um preso do PCE conhecido como “Fernando”. Em poucas horas, uma pessoa iria buscar os materiais para construção, a mando de Fernando. Levado para a Central de Flagrantes, o casal foi autuado por tentativa de estelionato. Apenas os produtos da segunda entrega foram recuperados.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Midia News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Goianas denunciam ter sido vítimas de golpe de agência de viagens

Sem Comentários

01/09/2015

Uma contadora e uma dona de casa denunciam que foram vítimas de um golpe de uma agência de viagens, em Goiânia. Cada uma pagou R$ 8,3 mil para ir da capital goiana a Brindisi, na Itália. No entanto, não embarcaram, pois as passagens foram canceladas. A viagem estava marcada para o último dia 19. A dona de casa juntou as economias para ir visitar a filha e as netas, que moram na cidade italiana. Amiga da família, a contadora tirou férias no trabalho e trancou a faculdade para viajar. Elas estão revoltadas com a empresa. “Situação difícil. Sem ver minha filha, com dívida, devendo o cartão. Eu ainda estou pagando e não viajei nem nada”, lamenta. Ao descobrir que as passagens haviam sido canceladas, a contadora procurou o dono da agência, no Setor Santa Genoveva, mas não conseguiu reverter a situação. “Uma pessoa dessa não pode ficar na praça enganando as pessoas. Ele chegou a propor para mim que ia resolver o problema enganando outra pessoa”, revela. Depois do problema, as vítimas contam que a agência foi fechada. Elas registraram o golpe na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon). “Iremos intimar o proprietário da agência de turismo para prestar esclarecimentos aqui na delegacia e, se for o caso, iremos instaurar inquérito policial”, explicou o delegado responsável pelo caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idoso cai no golpe do bilhete e perde R$ 6 mil para suspeitos em São Carlos

Sem Comentários

01/09/2015

Na segunda-feira (31), um aposentado de 67 anos foi vítima do golpe do bilhete premiado em São Carlos (SP). A vítima deu R$ 6.150 mil para dois suspeitos que diziam estar com o tal bilhete. De acordo com a Polícia Militar, o homem havia acabado de sair de uma lotérica na Vila Prado e foi abordado por dois homens que afirmavam ter o bilhete e que o prêmio seria repartido entre os três caso o idoso pudesse adiantar a parte do dinheiro. A vítima deu R$ 1.350 mil para a dupla e foi com eles até um banco, onde sacou mais R$ 4,8 mil. Assim que o restante do dinheiro foi entregue, os suspeitos deixaram o aposentado no local e fugiram.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é presa suspeita de estelionato em compra de veículos em MG

Sem Comentários

31/08/2015

Um homem de 45 anos e outro de 34, foram presos nesta segunda-feira (31), em Montes Claros, Norte de Minas, por suspeita de estelionato. Conforme a polícia, eles compravam veículos usados, e não pagavam aos donos. Uma das vítimas contou para a Polícia Milita que havia colocado um anúncio de venda de uma moto na internet, e foi procurada por um dos estelionatários, dizendo que estaria interessado na compra da motocicleta. Os dois combinaram um encontro nesta segunda, próximo a Rodoviária da cidade, para a entrega da moto. Antes do encontro, a vítima ficou sabendo por outras pessoas que os mesmos homens estavam fazendo a prática de estelionato, e acionou a polícia. A polícia foi até o hotel em que os suspeitos estavam hospedados e confirmaram que eles estavam registrados com outros nomes. No quarto dos homens a polícia encontrou documentos pessoais falsos. Eles foram encaminhados para a delegacia de plantão e devem responder pelos crimes de estelionato e falsificação de documentos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo