Aposentada de 65 anos perde quase R$ 10 mil em golpe

Sem Comentários

12/08/2018

Na tarde do último sábado (11), em Araraquara (SP), uma aposentada de 65 anos foi vítima de estelionato. A vítima perdeu R$ 9,8 mil em uma operação financeira. De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, a mulher foi até uma agência bancária, na Avenida São Paulo, no Centro de Araraquara. Após realizar uma operação, ela foi interceptada por um homem branco, que aparentava ter 35 anos. Ele disse para a senhora que ela precisava voltar ao caixa eletrônico e encerrar a atividade. A aposentada fez o que ele disse. Até que outro homem chegou e também a ajudou. Ao sair do banco, ela desconfiou que poderia ter caído em um golpe e  retornou para verificar sua conta corrente. O extrato indicava uma transferência de R$ 9,8 mil para a poupança de uma pessoa desconhecida. O caso foi registrado como estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: A Cidade On

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos de estelionato são detidos com várias mercadorias

Sem Comentários

13/08/2018

Na tarde da sexta-feira (10), uma mulher e três homens foram detidos pelo crime de estelionato na Avenida José de Lima Castro, no bairro Nova Olinda, em Londrina, na tarde de sexta-feira (10). De acordo com informações policiais, uma denúncia anônima apontava que em uma residência haveria suspeitos de estelionato, em compras realizadas pela internet. A Polícia Militar foi até o endereço e, em frente da casa, estava um homem que ao perceber a viatura, correu para dentro da residência. Ainda, no interior da casa, a equipe policial encontrou uma mulher e outro homem, que teria jogado um objeto dentro da piscina. Ao todo foram localizados cinco notebooks, três celulares, dois receptores de modem com 16 canais cada, 17 modens de uma operadora e um relógio. Um dos suspeitos confessou que os objetos eram dele. Os quatro foram detidos e encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idoso acredita em falsa informação no caixa eletrônico e perde R$ 18 mil

Sem Comentários

12/08/2018

Neste domingo (12), na Vila Planalto, em Campo Grande (MS), um homem de 75 anos foi vítima de estelionato e perdeu R$ 18 mil ao tentar sacar dinheiro de um dos caixas eletrônicos de um supermercado. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima contou que ao tentar sacar dinheiro na máquina teve o cartão sugado pelo equipamento. Ao lado do caixa, havia uma cartaz com a frase: Problemas no terminais ligue imediatamente para a central de atendimento ao cliente pelo telefone 08008836208. O idoso, então, entrou em contato com o número e passou vários dados. Ele afirma à polícia que só não conseguiu digitar a senha. Porém, mesmo assim, horas depois a vítima foi informada que tinham sido realizados várias transações bancárias em sua conta corrente e compras totalizando prejuízo de R$ 18 mil. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. A reportagem foi até o local e os caixas estavam funcionando normalmente. O cartaz afixado com o 0800 não foi localizado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Campo Grande News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PM descobre fábrica de placas falsas de veículos na Grande São Paulo

Sem Comentários

10/08/2018

A Polícia Militar descobriu uma fábrica de placas falsas de veículos em São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo. O local foi descoberto pela Força Tática da PM da cidade, que percebeu que um Ford Eco Sport que transitava próximo à Praça Ibrahim de Almeida Nobre, em São Bernardo, tinha uma das placas com incoerência em relação ao padrão das placas produzidas no mercado. Ao ser abordado e questionado, o motorista informou que havia adquirido a placa com um fornecedor localizado na Estrada da Cama Patente, no interior da cidade.

No local, os policiais encontraram três homens produzindo placas falsas. Eles foram presos por estelionato, adulteração de sinal característico do veículo, peculato e associação criminosa. Uma quarta pessoa, um motorista que adquiria um par de placas falsas no local, também foi detido. Os suspeitos informaram que um funcionário do departamento de trânsito da cidade seria fornecedor dos lacres. Na casa dele, foram encontrados lacres e tarjetas de placas. O caso será registrado no 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher cai em golpe após ver anúncio em rede social e tentar empréstimo de R$ 10 mil em RR

Sem Comentários

09/08/2018

Em Boa Vista, uma mulher de 37 anos caiu em um golpe de estelionato e perdeu R$ 150 após ver o anúncio de uma financeira no Facebook e tentar fazer um empréstimo de R$ 10 mil reais. O caso foi registrado na Polícia Civil nessa quarta-feira (08). O valor perdido foi depositado na conta da suposta empresa como “seguro fiança”. Segundo a vítima, o anúncio na internet chamou a atenção porque era para pessoas com nome negativado e tinha baixa taxa de juros. Após o contato com a empresa através do Facebook, a negociação foi feita em um aplicativo de troca de mensagens. A vítima forneceu todos os dados pessoais e recebeu em seguida um contrato para firmar o empréstimo. A negociação foi feita nessa terça (07).

“[A suposta atendente] entrou em contato e explicou que o contrato era feito através do WhatsApp e que [o valor] seria liberado em duas horas após o contrato assinado”, contou a mulher no registro da ocorrência na delegacia. O documento de várias páginas e cláusulas contratuais continha as informações do suposto empréstimo, que deveria ser quitado em 60 parcelas de R$ 233,00, totalizado R$ 13.980. Além disso, os papéis tinham ainda um “selo de autenticidade”. Para prosseguir com a operação, a mulher teve de depositar os R$ 150 na conta de uma fiadora. Após o valor ser creditado na conta de destino, a vítima foi então bloqueada do aplicativo de mensagens e não conseguiu mais contato. Só então ela percebeu que tinha caído em um golpe. Na delegacia o caso foi registrado como estelionato, previsto no artigo 171 do Código Penal brasileiro. A pena, em caso de condenação, prevê reclusão de 1 a 5 anos e multa. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso ao tentar fazer empréstimo no valor de R$ 36 mil

Sem Comentários

09/08/2018

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Federal depois de tentar fazer um empréstimo consignado no valor de R$ 36 mil, em uma agência bancária. O caso ocorreu na quarta-feira (08). Segundo a polícia, ele estava com documentos falsos em nome de uma terceira pessoa. Também foi constatado que havia tentado obter outro empréstimo de forma fraudulenta, no município de Lagarto (SE), e que respondeu processo na Justiça Estadual por estelionato. O suspeito foi encaminhado à audiência de custódia na Justiça Federal, onde foram avaliadas as circunstâncias do flagrante e o histórico. Ao final, a prisão foi convertida em preventiva.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quatro homens são presos por falsificação de identidades e de cheques

Sem Comentários

10/08/2018

 Na tarde desta quinta-feira (09), quatro homens foram presos em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, por falsificação de documentos de identidade e cheques bancários. A prisão foi realizada em flagrante pelos policiais da delegacia do bairro. Os suspeitos foram identificados como R.F.Souza, A.S.Siqueira, L.S.Amorin e G.C.Sales. A quadrilha estava em posse de cédulas de identidade e inúmeros cheques falsos, diversos apetrechos de falsificação, extratos bancários e dinheiro, além do planejamento de uma possível ação criminosa no Recife. Um deles, procurado no Rio de Janeiro por estelionato, era foragido da Justiça. Para que não fossem presos, o grupo chegou a oferecer dinheiro aos policiais. Os suspeitos foram autuados por corrupção ativa, petrechos de falsificação e associação criminosa.

De acordo com o delegado responsável, a quadrilha tinha atuação interestadual. “Nenhum deles é de Pernambuco, todos são de outros estados e o grupo parece ter sede no estado do Mato Grosso. Identificamos atuação deles também no Rio de Janeiro, Minas Gerais e outros estados do sul. Acreditamos que eles movimentem grandes quantias em dinheiro, pela quantidade de extratos bancários e de cheques encontrada”, explica. A investigação segue na identificação de novas vítimas e novos crimes, inclusive com relação à falsificação de documentos públicos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: OP 9

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior