Polícia procura estelionatário suspeito de aplicar golpe em clientes de loja de carros

Sem Comentários

23/07/2018

A Polícia Civil procura um estelionatário e as vítimas dele após um golpe que lesou pelo menos 30 pessoas em São José dos Campos. Os carros delas, deixados à venda na loja do criminoso, no Centro, eram repassados por até metade do preço de mercado a outros clientes, também vítimas do esquema. A loja foi lacrada na última terça (17) e os veículos que ainda estavam no local recolhidos pela polícia. De acordo com o delegado do 1ºDP, o suspeito alugou um ponto comercial em maio dentro de um estacionamento na rua Francisco Rafael. A partir de junho, ele contratou funcionários e deu início às negociações. A loja não tinha nenhum registro comercial. O dono e os funcionários diziam aos clientes que ficariam com os veículos deles em consignação (sistema em que o carro é deixado na loja à disposição do vendedor) com a promessa de, caso o automóvel não fosse vendido em até 15 dias, que comprariam o carro pelo valor da tabela. Já aos clientes que iam à loja para comprar os carros recebiam ofertas tentadoras de preços bem abaixo da tabela.

“Ele vendia os carros, em alguns casos, pela metade do preço e dizia ao cliente que poderia levar o automóvel, mas o documento de transferência só em 30 dias. Quando eles voltavam para pegá-lo, viam a loja lacrada e começaram a vir aqui na delegacia pra registrar a ocorrência”, explicou. Quando os carros eram vendidos, os donos não eram informados, e o dinheiro da negociação sumiu. Agora o delegado quer cruzar os dados das vítimas, sendo ‘vendedores’ e ‘compradores’, na expectativa de localizar os veículos que sumiram. Além disso, a polícia tenta encontrar os proprietários dos 32 carros apreendidos antes da concretização do esquema. Os veículos estão no pátio da polícia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia investiga golpe de estelionato com roubo de cartão dentro da casa de idosa no Recife

Sem Comentários

23/07/2018

Foi divulgada nesta segunda-feira (23), pela Polícia Civil, imagens de uma mulher que entrou na casa de uma idosa no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife, e roubou cartões de banco afirmando ser funcionária da instituição. “A vítima recebeu um telefonema pela manhã de uma pessoa que se disse gerente do banco, afirmando que dois cartões haviam sido enviados para a casa dela. Como a idosa não havia recebido nada, a pessoa disse que enviaria uma funcionária à tarde para recolher os cartões antigos, junto com a senha”, afirma o delegado responsável pelo caso. A polícia, no entanto, desconfia que a mulher que coletou os cartões estivesse esperando o fim do telefonema do lado de fora do prédio. “A vítima diz que não teve tempo de compartilhar a história com ninguém, porque alega ter sido tudo muito rápido”, diz o delegado. As imagens da mulher que foi à casa da idosa para roubar os cartões, registradas pelas câmeras de segurança do prédio em que a vítima mora, podem ajudar nas investigações. Diante do caso, que resultou em compras e saques feitos com o cartão da vítima, a Polícia Civil faz um alerta para que casos como esse sejam evitados. “Os porteiros e zeladores de prédios em bairros como o Espinheiro, em que há muitos idosos, precisam ficar atentos com o acesso de pessoas estranhas”, alerta o delegado, ressaltando, ainda, que os idosos são um alvo em potencial para esse tipo de golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Duas pessoas são vítimas de estelionatários por dia em Mogi das Cruzes, aponta Polícia Civil

Sem Comentários

20/07/2018

Duas pessoas são vítimas de estelionatários por dia em Mogi das Cruzes, evidenciam os dados da Polícia Civil sobre as ocorrências do primeiro semestre deste ano. De janeiro a junho, 503 pessoas registraram boletins de ocorrência na cidade. O número é menor quando comparado ao semestre anterior, com 614 pessoas. No entanto, cresce a perspicácia dos criminosos na hora de atuar, com golpes cada vez mais elaborados. Os criminosos atuam de diversas formas e, em muitos casos, vitimam os idosos. A titular da Delegacia do Idoso de Mogi das Cruzes, afirma que hoje o maior volume de ocorrências registrado na unidade é de estelionato. “A pessoa idosa se torna mais vulnerável até por uma questão cultural, não só do brasileiro que gosta de ajudar, agradar as pessoas, mas também porque eles vêm de uma época em que tinha estes crimes, mas era em menor quantidade, então eles acreditam mais nas pessoas”, destaca a delegada. Os criminosos estão aperfeiçoando cada vez mais as técnicas, agindo em dois ou três, e também utilizando mais os meios virtuais e as tecnologias do que pessoalmente. Mas, nas abordagens nas ruas, elas ocorrem geralmente na região central e Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco, devido a proximidade às agências bancárias. Sobre os crimes virtuais, a delegada orienta que os aparelhos tenham sempre antivírus para detectar um possível vírus utilizado pelo criminosos a fim de conseguir os dados. Ainda neste sentido, vale não clicar ou permitir que links desconhecidos sejam abertos nas máquinas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idosos são vítimas de golpe por estelionatários no Piauí

Sem Comentários

10/07/2018

Estelionatários estão aplicando golpes em idosos na cidade de Teresina. Eles ofertam serviços dos Planos Bresser ou Collor para fazer com que as vítimas acreditem que tenham algum dinheiro para receber. A quantia levada já chega a R$ 100 mil reais e é aplicado através de telefonemas. Segundo a titular da delegacia do idoso, os bandidos inventam o número do processo e nome do advogado, depois afirmam que a quantia está liberada e que eles devem realizar depósitos para as custas do processo. Então a vítima é orientada a dirigir-se até uma casa lotérica e efetuar esse pagamento. A delegada relata que os valores são exorbitantes e geralmente pedem cada vez mais dinheiro sob a justificativa de que os custos processuais devem ser quitados para que o aposentado receba o seu montante. ”Começam pedindo R$ 2 mil reais, mas já registramos um caso onde um aposentado pagou até R$ 100 mil reais”, declarou. Neste ano, 20 casos já foram registrados. A delegacia está realizando investigações a respeito dos golpes por meio do acompanhamento das contas bancárias dadas pelos criminosos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: VIAGORA

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por estelionato em Tubarão

Sem Comentários

22/06/2018

Na noite desta quinta-feira (21), um homem de 35 anos foi preso em flagrante por estelionato, em Tubarão (SC). De acordo com a Polícia Militar (PM), uma guarnição foi acionada em um hotel, pois um hóspede havia passado um cartão de crédito clonado no estabelecimento. Os policiais conversaram com a funcionária no local e ela afirmou que o homem fez check-in no dia 18 de junho e que ainda se encontrava no estabelecimento. O titular do cartão recebeu o comprovante de pagamento em sua residência e ligou para o hotel questionando a cobrança. Mas, no momento em que os policiais estavam no local conversando com a funcionária e entendendo o caso, o homem que havia clonado o cartão apareceu na recepção para fechar a conta. Os policiais questionaram o homem, que nada falou. Ao consultar o nome do mesmo no sistema, foi constatado que ele estava com um mandado de prisão ativo. Diante dos fatos, o homem foi encaminhado à delegacia para os procedimentos cabíveis.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Engeplus

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PF prende estelionatário que se passava por médico, coronel e radialista

Sem Comentários

22/06/2018

A Polícia Federal prendeu, em Parnaíba (PI), um homem de 49 anos, que se passava por médico, coronel da polícia, massoterapeuta e jornalista. O acusado foi pego em flagrante enquanto realizava atendimento a um paciente.  Ele é natural do Rio Grande do Sul, mas morava no litoral do Piauí. De acordo com nota da PF, o homem informou estar atuando como radialista há dois meses e prestando serviços de massoterapia em domicílios na cidade. Por ordem da 2ª Vara Criminal de Parnaíba, foram realizadas buscas em sua casa, onde residia com a sua esposa, que afirmava falsamente pela cidade que era juíza federal. O acusado já possuía inúmeros registros criminais em todo o país por estelionato, uso de documento falso e assalto à mão armada. A polícia divulgou também que, atualmente, ele cumpre pena em regime aberto por um roubo a banco praticado no estado de Mato Grosso. Por conta disso, foi enviado um comunicado à Vara das Execuções Penais por onde tramita o processo para a expedição de mandado de prisão, pois ele não poderia se ausentar daquela cidade sem autorização judicial.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Portal O Dia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por estelionato no Centro de Maricá

Sem Comentários

21/06/2018

Nesta última terça-feira (19), Um homem foi preso, acusado de estelionato, no centro de Maricá (RJ). De acordo com a Polícia Militar, o homem foi até um estabelecimento comercial, na segunda-feira (18), e tentou realizar uma compra no cartão de crédito, porém a operação não foi aprovada. No dia seguinte, o homem voltou ao local e o proprietário da loja desconfiou da atitude, entrando em contato com a PM, que foi até o local e levou o suspeito para a 82ª DP (Maricá). Na unidade, os policiais identificaram que o homem estava utilizando um cartão de crédito clonado, além de documentos falsos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O São Gonçalo

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo