Jovem é preso por suspeita de estelionato ao ser flagrado com diferentes RGs em Ribeirão Preto

Sem Comentários

21/05/2019

Na manhã desta terça-feira (24), em Ribeirão Preto (SP), um homem de 24 anos foi preso por suspeita de estelionato. Conforme a Polícia Militar, o jovem era considerado foragido depois que a Justiça expediu um mandado de prisão contra ele por tráfico de drogas. Com o suspeito foram encontrados vários documentos que seriam usados para aplicar golpes. Segundo a PM, o rapaz foi localizado na porta da casa dele, no bairro Valentina Figueiredo, na Zona Norte da cidade. Ele fugiu no momento em que os policiais tentaram abordá-lo por desconfiarem da atitude, mas acabou sendo detido. Ao fazerem buscas pela casa, os agentes encontraram RGs em diferentes nomes, um cheque em branco e um extrato bancário. Uma moto furtada em Sertãozinho (SP) também foi localizada no imóvel. A suspeita é de que os documentos tenham sido roubados para serem usados em golpes para obter dinheiro de instituições financeiras em empréstimos. O rapaz foi levado para a Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde deverá prestar depoimento, e será encaminhado a uma unidade prisional.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso tentando renovar CNH falsa em Sinop

Sem Comentários

23/05/2019

O suspeito, de 34 anos, foi preso dentro de uma agência da Ciretran, o Detran Vip, localizado na avenida dos Tarumãs, no centro, ao tentar renovar uma Carteira Nacional de Habilitação falsa. Os servidores da unidade informaram aos policiais que foram checar os dados pessoais do suspeito no sistema do Detran e não constava nenhuma informação. Em seguida, a PM foi chamada. Ainda na unidade, o suspeito confessou que há 2 anos comprou o documento por $ 2 mil de um homem que se passou por diretor do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso. Ele foi conduzido à delegacia e pode responder por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Só Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quadrilha é presa suspeita de aplicar o ‘golpe do motoboy’ em BH

Sem Comentários

23/05/2019

Nesta quinta-feira (23) no bairro Santa Efigênia, na região Leste da capital, quatro homens foram presos, com idades entre 20 e 30 anos. Uma moto, máquinas de cartão, cartões, dinheiro, além de duas CNH’s falsas, foram apreendidas. Conforme os policiais do 1º Batalhão da PM, os estelionatários praticavam um golpe que envolvia o trabalho de um motoboy: os homens se passavam por funcionários da financeira de cartões de crédito, confirmavam dados sigilosos e afirmavam que o cliente havia sido vítima de clonagem de cartão. Em seguida, informavam que um motoboy da empresa iria à casa do cliente naquele momento para retirar o cartão e inutilizá-lo. No entanto, com o dinheiro de plástico em mãos, os criminosos faziam compras com o item.

Segundo a PM, a maior parte das vítimas é composta por idosos e pessoas com alto poder aquisitivo e, curiosamente, com boa instrução. A polícia chegou até os homens após um cliente da financeira desconfiar da ação de busca in loco do cartão e ligar para o 190. A PM abordou o motoboy, que informou que apenas recebia R$ 50 para fazer o serviço logístico, porém, acabou levando aos demais envolvidos. Os homens estavam hospedados em um hotel, no Centro da capital. No local, havia máquinas de cartão de diversas empesas, além de cartões, dinheiro e duas CNH’s falsas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Hoje em Dia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso tentando empréstimo de R$ 50 mil com documento falso em São Luís

Sem Comentários

21/05/2019

Na tarde desta terça-feira (21), a Polícia Civil prendeu em São Luís, J.S.G., de 55 anos. Ele foi flagrado tentando realizar um empréstimo de R$ 50 mil usando documento falso com outro nome de em uma agência bancária na Praça João Lisboa. Após a prisão, ele foi conduzido à sede da Polícia federal na capital. Conforme a polícia, na última semana, o sujeito realizou o mesmo crime contra uma financeira, quando realizou empréstimo no valor de R$ 25 mil. No ano de 2015 ele já havia sido preso por estelionato no Ceará.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Operação da PF combate crimes de estelionato e uso de documento público falso no Pará

Sem Comentários

17/05/2019

Na manhã desta sexta-feira (17), a Polícia Federal realizou a operação “Papers Fake”, que significa papéis falsificados em inglês, para combater crimes de estelionato e uso de documento público falso. Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão na região metropolitana de Belém. Uma pessoa foi presa em flagrante durante a operação por porte de arma de fogo. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Marabá, no sudeste do Pará. Os alvos foram residências e escritórios de supostos intermediários junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que, de acordo com as investigações, ofereciam serviços de regularização fundiária com o uso de documentos como títulos agrários falsos. Todo material apreendido será analisado e periciado com o objetivo de aprofundar as investigações. Os crimes de estelionato e uso de documento público falso estão previstos nos artigos 171 e 304 do Código Penal, com penas máximas superando cinco anos de reclusão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Quadrilha é presa após tentar aplicar golpe com documentos falsos em Bragança Paulista

Sem Comentários

14/05/2019

Em Bragança Paulista, nesta segunda-feira (13), quatro pessoas foram presas após usar documentos falsos para tentar retirar semi joias. De acordo com as informações do delegado da CPJ, a Polícia Civil tinha informações de que uma associação criminosa com especialidade em estelionato e uso de documentos falsos iria atuar Bragança Paulista, em especial em um estabelecimento comercial de venda e consignação de semi joias. Diante das informações, os policiais montaram campana próximo ao referido estabelecimento, quando, por volta das 17h00 em um veículo oriundo da cidade de Salto, com quatro suspeitos, sendo dois homens e duas mulheres, portando documentos falsos, estacionaram e lá adentraram para efetuar um contrato de venda e consignação de semi-joias. Os policiais civis em uma ação controlada, visando aguardar a consumação do evento criminoso, esperaram até a assinatura do contrato, momento em que adentraram no estabelecimento e deram voz de prisão em flagrante aos associados que, de posse dos documentos falsos, não tiveram qualquer reação, entregando-se aos policiais. Eles foram levados para a delegacia, autuados em flagrante por estelionato, uso de documento falso e associação criminosa e apresentados em audiência de custódia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Jornal Bragança

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Trio suspeito de estelionato no Brasil e na Argentina é detido no DF

Sem Comentários

09/05/2019

Os três homens foram parados na BR-060, na altura do Engenho das Lages, no Distrito Federal. Ao revistar o carro, os agentes encontraram cartões de crédito e débito em nome de terceiros e de diferentes bancos; duas máquinas de cartão; comprovantes de operações bancárias, também em nome de terceiros, além de R$ 3,8 mil em espécie. Ao fazer a consulta no sistema, os agentes descobriram que o trio é acusado de estelionato praticado no DF, em Goiás e no Rio de Janeiro. Os nomes deles não foram divulgados. Eles têm 34, 40 e 53 anos. Segundo a PRF, os três cumpriram pena por estelionato no Rio de Janeiro, uma das cidades onde eles davam os golpes. Eles também são suspeitos de praticar crimes de “pesca” de envelopes de depósitos em caixas eletrônicos, além de transições internacionais. Eles recebiam dados de cartões argentinos e faziam a impressão e comercialização no Brasil. O grupo foi encaminhado para a 20ª Delegacia de Polícia (Gama).

Investigação

Segundo o delegado plantonista da 20ª DP, os suspeitos não puderam ser presos pois, no momento em que foram levados à unidade, não havia nenhuma possível vítima identificada pelos policiais. No entanto, todos os materiais foram apreendidos, assim como os celulares dos homens. Quando os homens foram questionados quanto aos objetos, eles afirmavam que “se tratavam de cartões de familiares ou de contas bancárias de empregados. Nenhum depoimento foi sólido e sem furos, o que nos dá mais certeza de que se trata, sim, de uma quadrilha especializada.” Os três celulares dos detidos também ficaram na delegacia. Os eletrônicos serão encaminhados para a perícia da Polícia Civil para a retirada das conversas dos objetos, a fim de encontrar informações e vítimas do possível esquema criminoso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio Braziliense

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior