Estelionatário preso em flagrante em Rio Verde

Sem Comentários

19/07/2019

Nesta quinta-feira (18) a Polícia Civil, através do Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público (GEPATRI), conseguiu prender em flagrante um homem devido à prática do crime estelionato. A Polícia Civil já havia recebido denúncias de que um homem estava praticando estelionato na cidade de Rio Verde (GO), através de uso de documentos falsos. A partir daí, as investigações começaram. Outra denúncia foi feita ontem (18), quando foi indicado que o autor estaria em uma agência bancária da cidade. Os agentes policiais então se descolaram até a agência bancária, mas o suspeito já havia saído.

Na agência bancária, o suspeito se identificou com documento de nome diferente do seu, e estava na iminência de realizar um empréstimo de R$ 10 mil, porém, não teve o cadastro aprovado. Os agentes policiais continuaram a busca e lograram encontrando o suspeito, que confessou estar aplicando crime de estelionato, utilizando documento falso.

Os agentes realizaram busca no interior do veículo do suspeito e encontraram vários documentos, todos falsificados, além de vários comprovantes de endereço em nome de terceiros.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rio Verde Agora

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende quadrilha que fazia documentos falsos para foragidos no Sul de SC

Sem Comentários

18/07/2019

Na última quinta-feira (11), com apoio do Setor de Operações da Diretoria de Inteligência da PC (DIPC), uma operação da Polícia Civil de Sombrio (SC) desmantelou um grupo que confeccionava carteiras de identidades falsas para foragidos do sistema prisional do Rio Grande do Sul.

De acordo com investigações da Polícia, o grupo cobrava R$ 5 mil a cada carteira de identidade. Nas cédulas eram inseridos dados falsos de foragidos do sistema prisional gaúcho. Ainda foi apurado que 15 cédulas de identidade foram produzidas ilegalmente e entregues.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: ND Mais

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso acusado de aplicar golpe de R$ 4 milhões

Sem Comentários

18/07/2019

Nesta quinta-feira (18), a Polícia Civil prendeu um homem acusado de praticar fraudes no valor de R$ 4 milhões na Paraíba. O prejuízo foi praticado por meio de crimes de estelionato e golpes contra bancos. o acusado teve a prisão preventiva decretada pela justiça, após investigações comprovarem que ele constituiu diversas empresas utilizando documentos falsos para fraudar a arrecadação estadual. As investigações da Polícia Civil ainda comprovaram que as empresas eram utilizadas para a captação de empréstimos bancários e financiamentos, configurando, além das fraudes fiscais, o crime de estelionato.

O preso foi submetido a exame de corpo de delito e recolhido à carceragem da Polícia Civil, onde permanecerá até ser apresentado ao Poder Judiciário, em audiência de custódia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: MaisPB

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos de estelionato e receptação de carros roubados são presos pela PRF na PB

Sem Comentários

16/07/2019

Nesta terça-feira (16), dois homens de 45 e 59 anos de idade foram presos pela Polícia Rodoviária (PRF)  na BR-230, em Pocinhos (PB). No carro em que eles estavam haviam drogas, cheques furtados e notas promissórias com dados falsos, além de documentos falsos. Contra um deles havia um mandado de prisão expedido.

Segundo a PRF, os dois homens estavam em um veículo com placas de Fortaleza (CE). Após uma revista preliminar, foi encontrado com cada um deles uma pequena quantidade de substância semelhante a maconha, que eles alegaram ser para uso pessoal. Na abordagem, o homem de 59 anos, que estava como passageiro, apresentou identidade com nome e demais dados falsos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeito de chefiar quadrilha presa por estelionato estava com 6 documentos de identidade falsificados, diz polícia

Sem Comentários

17/07/2019

Segundo a Polícia Civil, A.L.S., de 49 anos, seria o chefe do grupo e mantinha seis registros com nomes diferentes com a mesma foto. Ele usava o nome de terceiros para falsificar documentos e cartões bancários e conseguir pegar empréstimos, isto é, usava os documentos falsos para golpes de estelionato. Ao todo, oito pessoas foram presas em Sorocaba (SP) e Votorantim (SP). Ainda segundo a polícia, funcionários de banco estão sendo investigados para se identificar se repassavam essas informações sabendo que seriam para crimes. O grupo também usava os documentos fabricados para fazer contratos com empresas de telefonia e TV a cabo e vendia o serviço sem ter mensalidade, por um preço fixo.

Todos vão responder pelos crimes de associação criminosa, falsificação de documentos e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeita de estelionato é presa na BA após usar dados de pensionistas de SP e fazer empréstimos

Sem Comentários

09/07/2019

Nesta terça-feira (9), uma mulher de 58 anos foi presa suspeita de cometer crime de estelionato após sair de uma agência bancária no bairro do Imbuí, em Salvador (BA), depois de sacar R$ 4,8 mil de um empréstimo fraudulento. De acordo com as informações da Polícia Civil, a suspeita realizou mais de 20 empréstimos nos últimos dois anos. A mulher usava dados das vítimas, pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em São Paulo, e realizava a fraude na capital baiana.

Ainda segundo a polícia, a mulher já havia sido presa em São Paulo e Santa Catarina por estelionato. A polícia apreendeu vários documentos falsos e formulários para solicitação de empréstimos, além do dinheiro. A Polícia Civil informou que a suspeita foi autuada em flagrante por estelionato e está à disposição da Justiça na delegacia da Barra.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatário reincidente oferece R$ 10 mil para não ser preso, diz SSP

Sem Comentários

07/07/2019

No final da noite de sexta-feira (5), de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um homem foi flagrado pela Rondesp Atlântico com documentos e cartões falsos e chegou a oferecer R$ 10 mil para não ser conduzido. S.P.S.N. de 37 anos já havia sido preso em 2014 pela Polícia Federal pelo crime de estelionato, voltou a se envolver com o mesmo tipo de ação ilícita. A informação é da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Os militares patrulhavam no bairro de Stella Maris, em Salvador (BA), quando decidiram abordar o veículo modelo Sandero. O homem desceu do carro e durante revista apresentou documentos falsos. Questionado, o acusado informou que confeccionava os materiais ilícitos em um imóvel no mesmo bairro.

Chegando na casa do suspeito, os PMs apreenderam duas impressoras, um scanner, uma máquina de imprimir cartões, talões de cheque, cartões de crédito, uma carteira com documentos falsos, entre outros materiais. O caso foi registrado na Central de Flagrantes.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Acorda Cidade

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior