Polícia prende homem por falsificação de Carteira de Identidade

Sem Comentários

14/01/2019

Na última sexta-feira (11), policiais da Delegacia de Defraudações e Combate à Pirataria (DDCP), integrada ao Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), em parceria com Instituto de Identificação de Sergipe, efetuaram a prisão em flagrante de F.J.S.O., 30 anos, natural de Nossa Senhora da Glória. O homem foi preso depois que um papiloscopista constatou que ele fazia uso de documentos falsos para tentar obter a segunda via da Carteira de Identidade. O acusado tinha em seu poder uma Carteira de Identidade falsificada, a qual foi utilizada para obter uma Carteira de Trabalho, um Passaporte e um CPF, bem como para abrir conta bancária e requerer benefício junto ao INSS. O sujeito confessou a prática do crime e afirmou que a Carteira de Identidade falsa tinha sido produzida por um colega da cidade de Nossa Senhora da Glória (SE), motivo pelo qual as investigações terão continuidade, a fim de serem identificados outros envolvidos na fraude.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: InfoNet

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso com certificados escolares falsos em Paracatu

Sem Comentários

07/01/2019

Um homem, de 26 anos, foi preso na última sexta-feira (04) com certificados escolares falsos em Paracatu (MG). Segundo a Polícia Militar (PM), os agentes receberam informações de que o suspeito estava com documentos falsos e iniciaram rastreamentos no intuito de localizar o homem. O sujeito foi localizado pelos militares na Rua Donizete Victor Rodrigues, no bairro Bela Vista. Ele foi abordado num veículo Fiat/Siena. Dentro do carro, os militares localizaram dois certificados de ensino médio com indícios de falsificação. O homem disse para a polícia que teria recebido os dois certificados de um mototaxista desconhecido no dia 03 de janeiro deste ano, e que o documento seria entregue na rua onde ele havia sido abordado e o outro no centro da cidade. Ele ainda disse aos policiais que ganharia a quantia de R$ 100 por cada certificado. Ainda foram localizados mais dois documentos na casa do suspeito e mais três papéis de certificados não preenchidos. Diante da situação, o homem foi preso e conduzido para a delegacia de Polícia, juntamente com os documentos apreendidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Paracatu News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Certificados escolares falsos eram vendidos por R$ 500 em Porto Velho

Sem Comentários

03/01/2019

Em coletiva nesta quinta-feira, dois delegados apresentaram novos detalhes da Operação Vida Espúria, que investiga o esquema de venda de históricos escolares em Porto Velho. Conforme investigações da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), funcionários envolvidos falsificavam a assinatura dos diretores das escolas e cobravam R$ 500 por cada documento falso. O esquema funcionava desde 2013. Nesta segunda fase da operação foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de proibição de acesso a determinados locais e um mandado de afastamento da função pública. A primeira fase da operação desencadeada em setembro de 2018, apontou o envolvimento de uma funcionária da Escola Estadual Maria Carmosina Pinheiro que falsificava históricos escolares para apenados e outras pessoas que solicitavam o serviço. Após analisar toda a documentação apreendida na primeira fase da operação, a Polícia constatou o envolvimento de funcionários da Escola Estadual São Luiz que também estariam falsificando documentos escolares e cobrando cerca de R$ 500 pelo serviço. “Nós contatamos que os funcionários falsificavam a assinatura dos diretores desde 2013 quando começaram a agir. Não foi constatado o envolvimento da direção da escola”, disse o delegado. Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão nesta quinta, os policiais apreenderam vários certificados falsos impressos na residência dos compradores. “Entre os compradores estavam apenados que conseguiram benefícios com a justiça para usar tornozeleira eletrônica apresentando os certificados falsos”, finalizou o delegado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rondoniagora

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatário é preso ao tentar tirar segunda via da Carteira de Habilitação com documentos falsos em Fortaleza

Sem Comentários

28/12/2018

Na sexta-feira (28), um estelionatário foi preso ao tentar tirar a segunda via da Carteira de Habilitação com documentos falsos, em Fortaleza. O suspeito foi capturado em casa, no Bairro Henrique Jorge, por uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Contra ele consta um mandado de prisão por assalto em aberto, na cidade de Santa Luzia, na Paraíba. A polícia apreendeu com o suspeito mais de 150 cópias de cheques preenchidos em nomes de terceiros. “Quando o Detran entrou em contato com a pessoa original dos documentos, a pessoa disse que não estava tirando nenhuma segunda via, e isso chamou atenção. Nós mandamos uma equipe no endereço deixado pelo homem e ele recebeu a gente, e confessou que realmente praticou o assalto na Paraíba. Mas em relação aos cheques, não informou nada sobre isso”, disse um major da PRE. Celulares, chips e um veículo Ônix também foram apreendidos com ele pela polícia. O suspeito chegou a fazer três empréstimos em Fortaleza em nome da pessoa cujo documento tentou usar para tirar a segunda via da habilitação. O homem será encaminhado para a Paraíba para cumprir o mandado de prisão por assalto.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Professor é preso suspeito de tráfico de drogas e falsificação de documentos em Piracicaba

Sem Comentários

23/12/2018

Em Piracicaba (SP), um professor de 23 anos foi preso suspeito de vender drogas e falsificar documentos para menores. Ele foi detido na Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304) na tarde deste sábado (22) em um ônibus. Outras duas adolescentes foram detidas e liberadas após prestar depoimento. Conforme informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a Polícia Militar Rodoviária foi acionada após denúncia de tráfico de drogas, e por volta das 15h, conseguiu localizar o ônibus em que o suspeito estava seguindo na rodovia. Com ele, foram apreendidos 49 comprimidos de ecstasy, 20 microsselos de LSD, três pequenas porções de maconha e R$ 886,70 em dinheiro. Duas adolescentes que estavam no ônibus, de 15 e 16 anos, também foram detidas com identidades falsas. Segundo depoimento, o documento teria sido feito para elas pelo professor. A polícia não informou o destino do ônibus. O rapaz confessou ter mais drogas em casa, e no imóvel, a polícia encontrou mais três porções de maconha e um modelo de identidade falsificado. As adolescentes foram ouvidas pela polícia e liberadas. Os documentos foram apreendidos para serem periciados, além das drogas. O caso foi registrado no plantão da Delegacia Seccional de Piracicaba como drogas sem autorização ou em desacordo, falsificação de documento público e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende em flagrante trio com cédulas falsas em São Luís

Sem Comentários

18/12/2018

Em São Luís, na segunda-feira (17), três homens com cédulas falsas firam presos em flagrante pela polícia. W.S.R., de 34 anos, F.P.S.R., 35, e M.P.S., 41, foram presos após denúncias anônimas. Segundo os policiais, os três suspeitos foram presos no Bairro de Fátima após o veículo em que eles se encontravam ter sido abordado. Durante uma revista no veículo, a polícia encontrou 25 cédulas falsas no valor de R$ 20, uma impressora, R$ 535 em cédulas originais, três porções avulsas de maconha, um papelote de cocaína, uma mochila de carga, duas pulseiras douradas, um anel e um cordão dourado, dois aparelhos celulares, entre outras coisas. O veículo de passeio onde eles se encontravam também foi apreendido juntamente com os outros materiais. O trio foi encaminhado para a Superintendência de Polícia Federal onde foram autuados em flagrante, por se tratar de crime federal.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Trio é preso suspeito de usar documentos falsos no nome de outras pessoas para comprar carros em Goiânia

Sem Comentários

30/11/2018

Em Goiânia, três homens foram presos suspeitos de usar documentos falsos no nome de outras pessoas para aplicar golpes na compra de carros. Conforme as investigações, desta forma, eles conseguiam pegar o dinheiro do financiamento junto ao banco, mas depois não pagavam a dívida. Somente o dono de uma loja perdeu três carros para o grupo e estima um prejuízo de R$ 300 mil. Os homens foram presos na quinta-feira (30), quando tentavam aplicar um novo golpe, desta vez na aquisição de uma caminhonete. Câmeras de segurança mostram quando um deles chega ao estabelecimento e depois é detido em flagrante dentro da loja. O dono, que desconfiou da ação, foi quem acionou a corporação. Os outros dois comparsas, que esperavam o homem em um carro na porta da loja, também foram presos. Segundo a polícia, eles confessaram o crime. O delegado responsável pelo caso, explicou como o trio agia. “É uma fraude muito bem aplicada e organizada por esses grupos. É uma fraude tardia porque demora muito tempo para financeira descobrir que caiu em um golpe. Eles usam a documentação falsa, conseguem o financiamento e posteriormente não pagam. Só quando a financeira vai cobrar descobre que foi usada documentação falsa e os dados nela inseridos dizem respeito a uma vítima que nem sabe que ela foi utilizada para financiar um veículo”, explica. O trio utilizava nomes de pessoas idôneas e com bom nome na praça para aplicar o golpe. Os suspeitos usavam as próprias fotos nos documentos, mas com nomes de outras pessoas, que mal sabiam o que estavam acontecendo. O delegado pontuou que eles confessaram o crime.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior