Quatro são presos pela Polícia Civil por comprar veículos com documento falsificado em Goiás

Sem Comentários

25/09/2019

A Polícia Civil do Estado de Goiás, desencadeou, na última sexta-feira (20), uma operação que possibilitou a recuperação de um veículo automotor e outros objetos adquiridos com uso de documento falso. Além disso, a Polícia Civil impediu que outros dois veículos todos zero quilômetro, adquiridos da mesma forma, fossem entregues aos estelionatários e receptadores. As investigações começaram quando uma mulher do Distrito Federal entrou em contato com os policiais e informou que uma pessoa estaria se passando por ela na cidade de Goiânia e usando seus dados pessoais para comprar uma motocicleta. Os golpistas já tinham comprado um carro, veículo que estava em circulação no seu nome. Com esses dados, as equipes foram a campo e conseguiram prender em flagrante quatro pessoas, sendo dois por crime de estelionato e outros dois por receptação. Um homem e uma mulher foram autuados em flagrante, recolhidos e colocados à disposição da Justiça e responderão por estelionatos consumados e tentados e uso de documento falso. Já outros dois homens foram autuados em flagrante pelo crime de receptação. Após pagamento de fiança foram soltos e responderão em liberdade.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: PCGO

O BrSafe é a ferramenta ideal para evitar esse tipo de fraude. Clique e conheça:

Suspeito de estelionato é preso ao tentar sacar R$ 10 mil no Piauí

Sem Comentários

06/08/2019

Nesta segunda-feira (5), o gerente de uma empresa de empréstimo consignado fez uma denúncia à polícia de União (PI) sobre um suposto golpe. O suspeito já havia conseguido concretizar um golpe no valor de R$ 1.400. Na ocasião, o acusado tentava concretizar um empréstimo no valor acima de 10 mil reais e teria vindo da cidade onde mora, São Miguel do Tapuio (PI), para entregar a documentação em União (PI), de acordo com a Policia Civil (PC). Ele foi preso enquanto estava em uma agência bancária.

O homem foi preso por falsidade ideológica, pois utilizava documentos falsos no nome de outra pessoa. A vítima e o acusado foram conduzidos para a Delegacia de Polícia (DP) de União e lá constatou-se que o mesmo já respondia pelos crimes de estelionato, embriaguez ao volante e violência doméstica.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Meio Norte

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem falsificava documentos para fazer compras e ostentava nas redes sociais

Sem Comentários

06/08/2019

O suspeito foi preso nesta segunda-feira (5) por policiais do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em cumprimento a mandado de prisão preventiva por estelionato, falsificação de documento público e uso de documento falso. Uma das vítimas é um servidor do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM). De acordo com a polícia, o suspeito utilizou documentos falsos em nome do servidor público para fazer compras em diferentes centros comerciais da capital. O é valor estimado em R$ 30 mil.

As investigações inciaram após a vítima comparecer na delegacia no dia 17 de julho deste ano e comunicar que havia uma pessoa usando o nome dele para fazer compras. Ainda segundo a polícia, o indivíduo realizou abertura de crédito em bancos da capital amazonense utilizando o nome da vítima. Em depoimento à polícia, o homem informou que pagava uma quantia de R$ 1 mil para obter documentos falsos de terceiros, e relatou ainda que comprava os produtos para dar de presente, o que caracteriza crime de receptação. Com ele foram apreendidos uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), contra cheques e comprovantes de residência falsos. R.B.M. foi indiciado por estelionato, falsificação de documento público e uso de documento falso. Ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: D24AM

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é detido com CNH falsa na Rodovia Anhanguera

Sem Comentários

05/08/2019

Neste domingo (4), a Polícia Militar Rodoviária (PMR) deteve na tarde um homem de 57 anos dirigindo com uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) falsa, próximo a praça de pedágio da Rodovia Anhanguera, em Nova Odessa (SP). Ele foi abordado por policiais no km 117 da via. O suspeito conduzia um Ford Escort e, segundo informações da polícia, foi apresentada uma permissão para dirigir cassada e com divergências na validade, número do espelho e na data de emissão.

Ao ser questionado, o indivíduo disse que renovou o documento através do Poupatempo em Diadema (SP) e que desconhecia quaisquer irregularidades. No trajeto até o plantão policial, no entanto, ele mudou a versão e confessou que, após ter o documento cassado, recorreu a um desconhecido que prometeu regularizar a CNH por R$ 2,8 mil.O suspeito não soube informar a identidade do rapaz que realizou o “serviço”. A ocorrência foi apresentada na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana (SP). O homem ficou preso na carceragem anexa à delegacia, permanecendo à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Liberal

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Três servidores do Detran-ES estão entre os presos em operação do Ministério Público

Sem Comentários

01/08/2019

Nesta quinta-feira (1), dez pessoas foram presas durante uma operação do Ministério Público Estadual (MP-ES). Dentre os detidos, encontram-se três servidores públicos do DETRAN-ES e despachantes. De acordo com as investigações, o golpe causou um prejuízo de R$ 100 milhões.

O promotor do Ministério Público explicou que os funcionários do DETRAN que foram presos ajudavam a tirar os falsos registros de veículos que não têm emplacamento no Brasil. O promotor ainda conta que o que eles faziam era pegar dados de veículos, especificamente o chassi de veículos, que foram vendidos ao Exército Brasileiro ou exportados, ou seja, esses veículos não tinham vínculo com o sistema do DETRAN, e através de documentos falsos, faziam registro vinculado a esse mesmo chassi de uma placa no Espírito Santo (ES). Segundo as informações do promotor do MP, com os documentos falsos em mãos, os criminosos aplicavam três maneiras de golpes:

“A pessoa poderia ‘esquentar’ um veículo roubado ou furtado, fazendo com que esse veículo produto de crime pudesse circular livremente com um documento válido. Também seria possível, e foi feito em alguns casos, o golpe do financiamento, ou seja, financiava o veículo através desse documento falso e também realizava o golpe de seguro, ou seja, ele tinha um documento do DETRAN-ES, não tinha o veículo, mas depois fazia uma comunicação de crime e recebia o prêmio relativo a esse seguro.” 

As investigações mostram que a quadrilha fraudou quase 900 documentos, o que gerou um prejuízo de mais de R$ 100 milhões.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Três homens são presos após golpe quase dar prejuízo de R$ 18 mil em banco

Sem Comentários

01/08/2019

Nesta quarta-feira (31), a Polícia Civil em Augustinópolis (TO) prendeu três pessoas suspeitas de aplicar um gole em uma agência bancária. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o golpe estava dando um prejuízo de de quase R$ 18 mil. A Polícia Civil informou que os suspeitos tinham contratado um cartão de crédito com valor aproximado de R$ 18 mil e logo depois retiraram todo o saldo. Eles foram presos momento que tentavam sair do banco. Os suspeitos foram presos em flagrante pela Polícia Civil, com auxílio da Polícia Militar e vão responder por estelionato, uso de documentos falsos e associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso por furtos em Dourados é autuado por uso de CNH falsa

Sem Comentários

31/07/2019

Na terça-feira (30), um homem de 31 anos foi detido após denúncia à 9ª Companhia da Polícia Militar. O indivíduo é suspeito de integrar quadrilha especializada em vários furtos registrados em Dourados (MS) ao longo do mês. O homem além de ter sido preso por furto, foi autuado por uso de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) falsa.  Ele é investigado por suposta participação em furto de um carro, seguido de dois assaltos a comércios em Dourados (MS): um supermercado e uma loja de celulares. Na casa onde foi encontrado a PM apreendeu várias ferramentas usadas para arrombar porta e cofres de comércios, como pé de cabra e disco de corte.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rádio Grande FM 92,1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior