Idoso é preso usando identidade falsa para regularizar CPF suspenso, no Recife

Sem Comentários

05/11/2018

Com idoso preso no Recife, foram apreendidos uma cédula de identidade falsa e um celular

Em uma agência da Receita Federal do Recife, um idoso de 67 anos foi preso usando uma identidade falsa para tentar regularizar um CPF que havia sido suspenso. Conforme a Polícia Federal, o documento falso era oriundo do Rio Grande do Norte e o homem já havia sido preso pelo mesmo crime na cidade de Santo Antônio dos Lopes, no Maranhão. Os detalhes sobre o caso foram divulgados pela PF nesta segunda-feira (05). Um celular também foi apreendido com o suspeito no momento da prisão, na quinta-feira (1º). Conforme a PF, havia um registro de alerta para averiguar com cautela documentos com origem no Rio Grande do Norte depois que, no dia 12 de fevereiro de 2016, cerca de 2.880 cédulas de identidade foram furtadas da Direção Geral do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP/RN). Com a análise do documento e constatação da falsidade, R.D.N. foi detido e o serviço de segurança foi acionado. Em seguida, a Polícia Federal encaminhou o homem para a sede da corporação, no Bairro do Recife, no Centro.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso suspeito de pedir empréstimo de R$ 100 mil com documentos falsos, na PB

Sem Comentários

24/10/2018

Nesta terça-feira (23), um homem foi preso em uma agência bancária de João Pessoa, suspeito de solicitar um empréstimo de R$ 100 mil utilizando documentos falsos. Conforme a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), o paraibano, de 30 anos, entrou na agência, foi até o setor de abertura de contas, disse que era médico e apresentou um documento de identidade (RG) emitido na cidade de Iporá, em Goiás. O documento estava em nome de outro homem, de 28 anos. Além disso, ele também entregou ao funcionário uma conta com o mesmo nome que constava no documento falso e um recibo de imposto de renda com um rendimento tributário de R$ 50,4 mil. “Ele solicitou um empréstimo de R$ 100 mil ao banco, mas o funcionário desconfiou que pudesse haver alguma coisa errada com os documentos apresentados e entrou em contato com a Delegacia de Defraudações e Falsificações. Enquanto a nossa equipe se deslocava para o local, o homem foi informado que estava sendo realizada análise do crédito. Quando chegamos na agência, encontramos o suspeito sentado e com os documentos falsos”, informou o delegado. O homem foi preso em flagrante. Depois de um levantamento, o delegado descobriu que os documentos que o investigado estava usando pertencem a um médico que mora em São Paulo. Esta não é a primeira vez que o suspeito é flagrado com documentos falsos. Em 2015, ele foi preso no município de Pombal pela prática do mesmo crime.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Passageiros com passaportes falsos são presos em Guarulhos

Sem Comentários

18/10/2018

Dois passageiros com passaportes falsos foram presos pela PF (Polícia Federal) no Aeroporto Internacional de São Paulo. Os agentes foram acionados na tarde da quarta-feira (17) para que apurassem a possível falsidade de dois passaportes sul-africanos. Segundo nota divulgada pela PF, após uma breve sequência de perguntas, os passageiros confessaram os verdadeiros nomes e admitiram terem comprado os passaportes. Os homens, nacionais de Bengala, têm 21 e 32 anos de idade e estavam embarcando para Bogotá, na Colômbia e San Jose, na Costa Rica. Ambos receberam voz de prisão em flagrante pelo crime de uso de documento falso. Os presos serão encaminhados ao presídio estadual, onde ficaram à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Destak

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Trio é preso com documentos falsos e carro extraviado em Sobrado, na PB

Sem Comentários

12/10/2018

Na noite da quinta-feira (11), três homens foram presos no município de Sobrado, na Paraíba. Eles estavam em um carro extraviado com documentos falsos, cartões de crédito de outras pessoas e cheques no valor de R$10 mil, cada um. O trio foi abordado no quilômetro 69 da BR-230 pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O homem que conduzia o carro, apresentou uma identidade falsa com os dados do próprio irmão que também estava no veículo. Dois dos homens que estavam no carro, informaram à polícia que pagaram o valor de R$200 por cada documento falsificado. O registro de licenciamento do veículo também estava adulterado. Segundo o trio, o veículo foi comprado pela quantia de R$7 mil. De acordo com a polícia, o carro foi alugado em uma locadora, depois vendido e revendido até chegar nas mãos dos três homens.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é procurada pela polícia no AP por usar documento falso em empréstimos e compras

Sem Comentários

04/10/2018

A Polícia Civil indiciou e está à procura de uma mulher de 59 anos acusada de estelionato em vários estabelecimentos comerciais e financeiros em Macapá. Segundo a denúncia, ela usava uma carteira de identidade falsa com informações de outras pessoas com “nome limpo” para contrair empréstimos e abrir crediários em lojas de eletrodomésticos. Os prejuízos causados chegaram a R$ 30 mil. Na maioria dos casos, ela, que está foragida, repassava também para a empresa o endereço da vítima, que passava a receber as cobranças indevidas. O alvo dela era a compra de televisores e eletrodomésticos de grande porte. A investigação teve início a partir de gravações de câmeras de segurança que mostram a mulher tentando aplicar o golpe, que na oportunidade, foi mal sucedido. Os registros são do dia 1º de outubro e de acordo com o inquérito, ela chegou numa loja de eletrodomésticos no Centro da capital e se encaminha ao setor de crediário com o documento falso. Após apresentar a identidade ilegal, a funcionária solicita outro documento para comprovação, e como não tinha, e percebendo que poderia ser presa, ela sai rapidamente da loja. Outros golpes semelhantes aplicados pela mulher foram identificados pela polícia, o que resultou no endividamento de várias vítimas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é presa tentando transferir R$ 700 mil com documentos falsos na PB

Sem Comentários

01/10/2018

Nesta segunda-feira (1º), duas mulheres foram presas tentando transferir R$ 700 mil usando documentos falsos, em João Pessoa. De acordo com o delegado da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, as duas são suspeitas de integrar uma associação criminosa especializada na abertura de contas e na realização de negociações fraudulentas, com acesso a documentos públicos falsos e informações de clientes de instituições financeiras. A associação criminosa, que seria composta por seis pessoas, escolhe suas vítimas de acordo com a renda disponível, motivo pelo qual chegou até a atual vítima, que possui o montante de R$ 700 mil em sua conta poupança, segundo informou o delegado. O grupo já havia tentado transferir, sem sucesso, R$ 500 mil da mesma conta poupança, há poucos dias, no estado de Pernambuco, uma vez que a instituição conseguiu bloquear a transferência, sem que nenhum suspeito tivesse sido preso. Dando seguimento à fraude, a associação deslocou-se ao estado da Paraíba, imaginando que teriam sucesso devido à distância. No entanto, a equipe da DDF conseguiu comprovar a falsidade da documentação utilizada e prendeu as duas mulheres em flagrante. As suspeitas foram levadas para a Central de Polícia Civil e vão ser apresentadas à audiência de custódia. Elas vão responder pelos crimes de estelionato qualificado, uso de documento falso e associação criminosa. A Polícia Civil continua as investigações para identificar os demais membros do grupo.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PF prende passageiro em Guarulhos com passaporte falso

Sem Comentários

02/10/2018

Na segunda-feira (1º), no Aeroporto Internacional de São Paulo, a Polícia Federal prendeu um homem com passaporte falso. Policiais federais efetuaram uma análise mais detida de um passaporte após o documento de viagem de um passageiro, que estava saindo do país, emitir um alerta da Interpol de furto/roubo. Além disso, foi verificado também que não constava em sistema a entrada do viajante no país, mas no passaporte havia um carimbo de entrada de padrão diverso daquele utilizado pela Polícia Federal. Por essas razões o passageiro, um congolês, de 49 anos, foi conduzido até a delegacia. Ele confessou que não era seu o documento e que o encontrou em uma praia, decidindo utilizá-lo por ser mais fácil conseguir um visto. O passageiro recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de uso de documento falso e será encaminhado ao presídio estadual, onde ficará à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Ponta Porã Informa

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo