Suspeito de cobrar R$ 500 por documentos falsos é preso no Ceará

Sem Comentários

04/12/2019

Um jovem de 21 anos foi preso na noite desta terça-feira (3) dentro de casa, em Pacatuba, suspeito de falsificar documentos. O jovem foi localizado após denúncias anônimas recebidas pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). Ele confessou que cobrava até R$ 500 para confeccionar um RG, por exemplo, mas ele também fazia outras falsificações. Na casa do suspeito foram apreendidos documentos falsos, papéis do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e um notebook onde o homem fazia a contabilidade do serviço ilícito. Conforme o delegado, da Delegacia Metropolitana de Maracanaú, responsável pelo caso, o jovem possui antecedentes criminais por estelionato, corrupção ativa e falsificação de documentos. Ele foi autuado novamente por estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: TNH1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é detida suspeita de usar documentos falsos com dados de pessoas mortas para sacar o PIS/Pasep, em Goiás

Sem Comentários

06/11/2019

Dois homens foram detidos na sexta-feira (1º) suspeitos de usarem documentos falsos para sacar o PIS/PASEP no nome de outras pessoas, em Mineiros, no sudoeste de Goiás. Segundo a polícia, eles compravam os documentos pela internet. Um deles disse que alguns dos dados podiam ser de pessoas que já morreram. Os suspeitos estavam em um carro na BR-364, quando foram abordados pelo Comando de Operações de Divisa (COD). Com eles foram encontrados R$ 2,6 mil. “Ao serem questionados sobre a origem do dinheiro, eles não souberam explicar, disseram apenas que tinham sacado os direitos trabalhistas em uma agência bancária. Fomos ao local e vimos que um dos suspeitos tinha sacado o benefício no nome de outra pessoa, que mora em Minas Gerais, e ficou constatado o golpe”, disse o tenente da Polícia Militar. A câmara de segurança do banco registrou quando um dos suspeitos foi à agência e sacou o dinheiro. O policial disse que, em conversa informal, um deles disse que alguns dos dados seriam de pessoas que já morreram. “Eles nos relataram que esses documentos, senhas e informações dos beneficiários eram obtidos com hackers que repassavam as informações pela internet e que os documentos eram entregues pelos Correios”, completou o tenente. Os dois, que são de Brasília e foram a Mineiros apenas para aplicar o golpe, foram levados para a delegacia da cidade. Um deles foi autuado em flagrante e levado para o presídio da cidade. O outro suspeito foi liberado por falta de prova do envolvimento dele no golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PF prende dois por uso de documento falso

Sem Comentários

06/11/2019

A Polícia Federal prendeu em flagrante, no domingo (3/11), dois homens, de 31 e 44 anos que tinha contra si um mandado de prisão preventiva. A polícia descobriu que eles estariam em uma feira em Caruaru/PE, acompanhado de outro envolvido. De posse dessas informações, uma equipe de policiais federais se dirigiu até o local indicado, com o fim de identificar e realizar a prisão, caso houvesse a confirmação de alguma ilicitude. A ação teve seu desfecho quando os policiais, ao procederem a abordagem de três suspeitos, dois deles se identificaram com documentos falsos (RG e CNH), razão pela qual foram presos em flagrante e levados até a Delegacia da Polícia Federal em Caruaru. O terceiro foi ouvido em inquérito policial e liberado em virtude de não ter sido comprovada sua participação ou envolvimento em crimes. Foram apreendidos cerca de R$ 270 mil, U$ 120 dólares, 11 celulares, um tablet, R$ 16.500 e uma máquina fotográfica. Eles responderão pelo crime de uso de documento falso e, caso sejam condenados, poderão pegar penas que variam de 2 a 6 anos de reclusão, além de multa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Polícia Federal

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Procurada por golpes de estelionato em vários estados é presa em Jundiaí

Sem Comentários

17/10/2019

Uma mulher de 51 anos procurada por golpes de estelionato em todo o país foi presa em flagrante, nesta quarta-feira (16), em uma loja de veículos de Jundiaí. A suspeita e o marido foram flagrados dentro da loja quando tentavam retirar os documentos de um veículo comprado com documentos falsos. Com eles foram apreendidos diversos cartões, talões de cheques, malas e sacolas. De acordo com os registros da Polícia Civil, a criminosa pratica crimes há 34 anos em vários estados brasileiros e é considerada uma das maiores estelionatárias do país. Além deste, uma uma pessoa alegou à polícia que foi vítima do bilhete premiado. Para entender como ocorriam os últimos crimes, a polícia vai pedir a quebra do sigilo bancário.


Ler a notícia na íntegra

Fonte: Novo dia Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulheres são presas suspeitas de usar idosa para contrair aposentadorias em Limoeiro

Sem Comentários

14/10/2019

Uma idosa foi presa por utilização de documentos falsos na Receita Federal de Limoeiro, no agreste pernambucano. De acordo com a Polícia Federal (PF), a idosa tentou regularizar um CPF suspenso com documentos emitidos no Rio Grande do Norte. Além da Carteira de Identidade falsificada também foram apreendidos três aparelhos celulares, carteiras de trabalho, cartões de bancos, além de outros documentos com sinais de falsificação. Ao ser analisado, foi constatado que o documento era falso, a partir daí, a Polícia Civil foi acionada e deteve a idosa e mais duas mulheres que a acompanhavam. Segundo a PF, há a suspeita de que o caso esteja ligado à atuação de quadrilhas que agem para conseguir aposentadorias de forma fraudulenta.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Portal FolhaPE

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Três irmãs são suspeitas de criar folders de casas de luxo falsas, ‘vender na planta’, e aplicar golpe milionário, em Manaus

Sem Comentários

27/08/2019

Três irmãs foram presas suspeitas de vender casas na planta, de um condomínio falso, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Segundo a polícia, elas compraram o terreno e parte do pagamento foi feito com cheques sem fundo. As vendas ilegais feitas por elas giraram em torno de R$ 2 milhões. Clientes que compraram as casas do prometido residencial aguardavam a entrega no fim de 2018. Conforme o delegado, a entrega não foi feita e as vítimas denunciaram para a polícia.As irmãs devem responder pelo crime de estelionato. Elas serão encaminhadas para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba como evitar esse e outros tipos de fraude acessando a página do BrSafe, um sistema moderno e eficaz no combate a fraude em documentos.

Homem tenta comprar moto com documento falso e acaba preso pela Polícia Civil

Sem Comentários

20/08/2019

Nesta quarta-feira (14) em Campo Grande (MS) no momento em que tentava comprar uma moto com documentos falsos, um homem de 25 anos foi preso em flagrante, em uma concessionária pelos Investigadores do Grupo de Operações e Investigações (GOI) da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul. Há dias os policiais vinham investigando um grupo suspeito de usar documentos falsos para adquirir veículos em Campo Grande. Os investigadores prenderam o acusado momentos antes dele receber as chaves da moto, que foi comprada com os mesmos documentos falsos apresentados aos policiais durante a abordagem. Em revista pessoal ao acusado, os investigadores do GOI encontraram mais uma carteira de identidade falsa, em nome de outra pessoa. Durante a entrevista, o acusado acabou confessando aos policiais seu verdadeiro nome e que foi contratado por um desconhecido, por R$ 500, para comprar a moto com documento falso. O homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro (Depac-Centro), onde foi autuado em flagrante por uso de documento falso e estelionato, permanecendo à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: PC-MS

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior