Polícia Militar prende jovem por uso de documento falso e cumpre mandado de prisão

Sem Comentários

13/03/2019

Na noite desta terça-feira (12), uma equipe da Polícia Militar de Coronel Sapucaia abordou durante rondas pela área central da cidade, um veículo Volkswagen Fox. Durante vistoria de documentos percebeu o nervosismo do passageiro, um jovem de 23 anos. A atitude suspeita fez com que os policiais constatassem que o abordado portava documento de identidade falso, o rapaz acabou revelando o nome verdadeiro. Em checagem aos sistemas de inteligência constataram que havia em seu desfavor um mandado de prisão do Estado de Goiás. Diante do fato, os PMs encaminharam o rapaz à delegacia para que fossem tomadas as devidas providências.

Polícia prende homem com documento de veículo falso

Sem Comentários

14/03/2019

Nesta segunda-feira (11), agentes da Polícia rodoviária Federal (PRF) realizaram a prisão de um homem que apresentou, no momento da abordagem, Certificado de Registro e Licenciamento de Veiculo (CRLV) do carro MMC/L 200, do estado do Ceará com indícios de falsificação. O condutor foi identificado pelas iniciais J. A. P. M., de 42 anos. A abordagem aconteceu na BR 402, KM 0, no município de Buriti dos Lopes. Segundo o condutor, ele não tinha conhecimento da falsificação do documento e que havia adquirido o veículo recentemente. Diante da situação, o condutor, o veículo e os documentos apresentados foram encaminhados à Polícia Federal na cidade de Parnaíba para autuação no Art. 304 da Lei Nº 2.848/1940 Código Penal.

Informação

A PRF informa que toda aquisição de veículo automotor deve ser antecedida de prévia consulta aos Órgãos de Segurança para evitar complicações futuras.

Polícia Federal faz operação contra transferência irregular de títulos eleitorais no TO

Sem Comentários

28/02/2019

Na manhã desta quinta-feira (28) em Oliveira de Fátima, mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos pela Polícia Federal , em operação contra crimes eleitorais. São investigadas irregularidades cometidas mediante transferência de títulos eleitorais com uso de documentos falsos. A operação foi chamada de Colheita II. Seis mandados foram expedidos pela 13ª zona eleitoral de Cristalândia. Ao todo, 24 policiais federais participam da operação. De acordo com a PF, o grupo atuava na falsificação de documentos que eram usados como comprovantes de endereço para transferência irregular de títulos eleitorais. A investigação teve início em julho de 2018.

Primeira fase

O mesmo esquema foi descoberto pela Polícia Federal no município de Lajeado durante a primeira fase da operação. Naquela ocasião, a investigação apontou que políticos transferiram centenas de títulos com a promessa de doação de lotes e atendimento médico.

Homem é preso com carteira de habilitação falsificada

Sem Comentários

27/02/2019

Nesta terça-feira (26), um homem foi preso em flagrante portando Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada. O crime aconteceu na cidade de Araxá, situada a 119km de Uberaba. Segundo a Polícia Civil, o indivíduo esteve na Delegacia de Trânsito solicitando a renovação da carteira, quando os policiais descobriram que, na verdade, o documento era falso. Ainda conforme a PC, não existem registros que constam a aprovação dele nas fases exigidas para a emissão da CNH e a compra do documento teria ocorrido em Uberaba. O homem foi preso em flagrante pelo próprio delegado. Conforme foto encaminhada pela PC (acima), é possível notar a diferença de um documento para o outro. A carteira da esquerda, verdadeira, possui símbolos com marcas vermelhas. Enquanto isso, a da direta aparece com marcas azuladas e é o documento falsificado.

PRF prende condutor por uso de documento falso em Cariri (TO)

Sem Comentários

25/02/2019

Durante um atendimento a acidente em Cariri do Tocantins, na altura do km 689 da BR 153, a equipe da PRF observou um veículo executando manobra de conversão irregular. Diante do fato, o veículo foi abordado e fora solicitada a documentação do caminhão e do seu condutor. De imediato, a equipe da PRF suspeitou da autenticidade da CNH apresentada, sendo que ao realizar consultas confirmou que o documento era falso. O condutor informou que teve sua CNH apreendida em razão de estar conduzindo embriagado há aproximadamente dois anos no estado de São Paulo e que por tal ato lhe fora imposta punição de suspensão do direito de dirigir. Alegou que trabalha como motorista profissional e não poderia ficar sem CNH, assim acionou o contador da empresa que trabalha para que este lhe “ajeitasse” uma outra habilitação, e assim foi feito. Diante do flagrante, o condutor foi preso como autor do crime de uso de documento falso, sendo então conduzido para Central de Flagrantes de Gurupi para continuidade dos procedimentos legais. O caso ocorreu nesta segunda-feira (25).

Homem apresenta documento falso da PC e acaba preso em Rio Largo

Sem Comentários

16/02/2019

Na noite da sexta-feira (15), militares do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRP) flagraram e autuaram um homem por porte ilegal de arma de fogo e falsidade ideológica. O condutor abordado se identificou como policial civil, apresentando um documento de identificação falso. Durante a abordagem, os policiais militares descobriram também que o condutor do veículo, de 50 anos, usava uma tornozeleira eletrônica e dentro do carro estava uma arma de fogo. O acusado foi conduzido à Central de Flagrantes I, no Farol, em Maceió, onde foi autuado pela equipe plantonista e confirmado que não era um policial civil. O caso ocorreu nas proximidades do Aeroporto Zumbi dos Palmares, em Rio Largo.

Homem Apresenta Documento Falso em Banco e é Preso em Catanduva

Sem Comentários

06/02/2019

Um homem, de 55 anos, apresentou documento falso em banco e foi preso em Catanduva. Ele foi até agência para fazer o saque do auxílio defeso, que é destinado aos pescadores, quando os funcionários desconfiaram do documento entregue. O caso foi registrado na última segunda-feira (04) no centro da cidade. Segundo informações do boletim de ocorrência, as equipes da Polícia Civil foram até o local a pedidos dos próprios funcionários. O homem, de acordo com os relatos havia apresentado documento falso. Quando foi questionado pela polícia, ele falou o verdadeiro nome, afirmando que entregou documentos falsos e que é morador de Ribeirão Preto. Ainda em depoimento, contou que veio até Catanduva com outras pessoas que o aguardavam do lado de fora da agência. Os policiais saíram do banco e nenhum suspeito foi localizado nos arredores. O homem foi encaminhado ao Plantão Policial, onde o delegado decretou a prisão por uso de documento falso. Ele foi encaminhado a Cadeia de Catanduva, já que o crime é inafiançável. O caso é investigado.

Anterior