Traficante carioca usava documento falso e ficava 6 meses em cada lugar

Sem Comentários

13/12/2017

O criminoso brasileiro M.F.P.V., um dos traficantes mais procurados do Brasil, preso hoje (13) em Encarnación, no Paraguai, usava documento falso em nome de M.L.C. Ele tinha um RG brasileiro e documentos emitidos no Paraguai. Além disso, nos cinco anos em que passou escondido no Paraguai se mudava a cada seis meses, para não ser monitorado. No imóvel onde o traficante carioca foi preso, agentes da Polícia Federal brasileira apreenderam três documentos com o nome falso: uma identidade brasileira, outra paraguaia e uma carteira de habilitação paraguaia. Na casa também foram encontradas duas pistolas, seis carregadores e U$ 10 mil. Segundo policiais cariocas que acompanharam a operação, o homem tinha alugado o imóvel há de seis meses. Antes de mudar para Encarnación, morou em Ciudad del Este. Três brasileiras foram encontradas na casa com o criminoso. Uma dormia no quarto com ele quando os policiais chegaram. Uma delas é procurada no Brasil por associação para o tráfico. Segundo os policiais brasileiros, as três foram de ônibus do Rio de Janeiro até Foz de Iguaçu (PR) e depois chegaram a Encarnación de táxi. Segundo a Polícia Civil do Rio, o homem vive no Paraguai há cinco anos. Em 2012, quando as forças de segurança ocuparam a favela de Manguinhos, onde ele chefiava o tráfico, o mesmo fugiu para o Paraguai, onde assumiu a remessa de drogas e armas para o Comando Vermelho.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Campo Grande News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motorista é preso com documento falso

Sem Comentários

13/12/2017

Na manhã desta quarta-feira (13), um homem de 38 anos foi preso, depois de apresentar um documento falso à equipe da Polícia Rodoviária Federal. Ele conduzia um Honda Fit com placas de Londrina pela BR-369, em Cornélio Procópio. Depois da verificação da PRF, o homem confessou que pagou R$ 1 mil pelo documento. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal de Londrina.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem tenta retirar veículo do Detran com documento falso e acaba preso

Sem Comentários

04/12/2017

Foi preso na tarde da segunda-feira (04), um homem, de 23 anos, no depósito do Detran de Taguatinga, ao tentar retirar um carro com documentação falsa. Ele compareceu ao posto de atendimento para fazer a liberação do veículo, um VW Santana, com placa da Bahia, que foi removido no último sábado (02). Ao se dirigir para o setor de liberação, ele apresentou o Documento Único de Transferência (DUT) e uma procuração. Em seguida, o homem foi encaminhado para fazer a vistoria, quando, após checar os documentos, um servidor do Detran percebeu alguns indícios de falsificação e, imediatamente, entrou em contato com o cartório responsável, que confirmou que se tratava de uma procuração falsa. A Polícia Militar foi acionada e conduziu o homem à 12ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga. Ele deve responder por crime de falsificação. Neste ano, segundo o Detran, já foram 25 casos de prisões de pessoas que tentaram retirar veículos dos depósitos com documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: R7

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende estelionatário que fez empréstimo de R$ 8 mil com documento falso

Sem Comentários

04/12/2017

Nesta segunda-feira (04), uma guarnição da Polícia Militar realizou a prisão de F.J.G.Q., de 49 anos, sendo ele suspeito de ter aplicado golpe em uma empresa de empréstimo pessoal. A prisão do indivíduo aconteceu em frente a própria empresa, localizada na Avenida Alexandre Guimarães, Bairro Tancredo Neves, área leste da cidade. Há algum tempo, o homem foi até a empresa e realizou empréstimo no valor de R$ 8 mil reais, apresentando as devidas documentações. Já nesta segunda, ele foi visto em frente à empresa, em uma lotérica, sendo então acionada a Polícia Militar. Os policiais realizaram revista pessoal e encontraram um documento em nome de R.M.C. em posse do suspeito. Aos militares, o suspeito afirmou que um homem chamado “Rafael” é o responsável por emitir os documentos falsos, mas não revelou mais detalhes. O sujeito foi levado para a central de polícia e ficou a disposição da justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: News Rondônia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é detida ao tentar transferir moto com documento falso

Sem Comentários

29/11/2017

Uma mulher, de 30 anos, foi detida no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e conduzida a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERRFVA), da Polícia Civil, ao tentar transferir uma motocicleta com selo de reconhecimento de firma falsificado no documento. O Certificado de Registro de Veículo (CRV) estava devidamente preenchido pelo comprador, que no caso era a suspeita C.P.R.P., 30, mas o selo de reconhecimento de firma da vendedora era falso, conforme informado pelo cartório. Diante da fraude, a mulher foi levada até a Delegacia que apresentou a motocicleta, motivo da transferência. Na Especializada, ela disse que estava “comprando” a moto para seu marido, que está preso e se comunicam via celular. Com ela também foi encontrado o CRV de um Gol, com aspecto de lavagem química. A suspeita, que já tem passagem por crimes de extorsão e furto, foi autuada por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Midia News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Ex-policial militar é preso com carro roubado em Cuiabá

Sem Comentários

28/11/2017

Nessa segunda-feira (27), no Bairro CPA II, em Cuiabá, a polícia prendeu um ex-policial militar com um carro roubado. Conforme a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), J.C.R.B.Ferreira disse que comprou o veículo de um homem no Bairro Dom Aquino. O carro foi roubado no dia 24 de novembro de 2016. Na ocasião, a proprietária do veículo, um EcoSport, trafegava nas proximidades do bairro Consil, quando foi surpreendida por quatro homens em um carro prata. Dois deles desceram armados, pediram para que a vítima saísse e fugiram do local levando seu veículo. O EcoSport branco, que tem placas de São Paulo, foi localizada no bairro CPA II. Em checagem, foi constatado que a placa pertencia a outro automóvel, pois não era correspondente ao chassi. O condutor disse aos policiais que era dono de um lava jato e estava indo devolver o carro para o proprietário. A equipe acompanhou o suspeito até a casa do cliente. No local foram atendidos por um homem identificado como J.C.R.B.Ferreira, que confirmou a versão do proprietário do lava jato. Ele é ex-policial militar, exonerado da instituição pelo crime de tráfico de drogas. Ao ser perguntado sobre o fato do veículo se tratar de produto de roubo, o ex-PM alegou que comprou o carro de um homem no bairro Dom Aquino e que pagou a quantia de R$ 20 mil. Após o acordo, o ex-policial alegou que não teve mais contato com o vendedor e que estava em posse do EcoSport há 1 ano. O documento do veículo, apresentado pelo suspeito, aparentava grosseiros sinais de falsificação. Jean afirmou que o documento era cópia da versão original. Ele responderá pelos crimes de receptação, adulteração de sinal identificador de veículo e uso de documento falso. O ex-PM será apresentado em audiência de custódia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Adolescente é flagrada com documento falso ao tentar entrar em penitenciária

Sem Comentários

11/11/2017

Na manhã do sábado (11), uma adolescente de 15 anos foi apreendida e encaminhada para o plantão policial após tentar entrar em uma penitenciária de Itapetininga com documentos falsos. Segundo a direção da penitenciária, a menor foi até o local para visitar o namorado, de 19 anos, que está preso. Porém, os agentes desconfiaram do documento apresentado pela visitante. Na conferência da impressão digital da menor, o sistema de biometria constatou divergência com o que estava no documento. Ainda conforme a penitenciária, a Polícia Militar foi acionada e confirmou que o documento era falsificado. A menor foi conduzida ao Plantão Policial e o Conselho Tutelar foi acionado para tomar as providências cabíveis. A direção informou que o jovem, que está preso, vai responder a um procedimento administrativo disciplinar por ter solicitado o cadastramento da visitante como companheira em seu rol de visitas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior