Casal é preso ao tentar aplicar golpe em locadora de veículos em Várzea Grande

Sem Comentários

22/11/2018

A Polícia Militar prendeu na quarta-feira (21), um casal que tentava aplicar golpe com uso de identidades falsas, em uma locadora de veículos, situada no Centro de Várzea Grande (MT). A situação só foi percebida após o funcionário notar as inconformidades nos dados apresentados pela dupla. Segundo a PM, um homem chegou ao local acompanhado de duas mulheres e em seguida apresentou uma CNH afirmando que tinha feito reserva empresarial. Entretanto, o atendente notou que o mesmo não possuía nenhuma semelhança física com a foto apresentada e não fez a liberação do carro. A testemunha disse ainda que uma das mulheres também pretendia alugar outro carro, com a mesma narrativa, porém em razão da negativa ela achou melhor desistir. Acionada, a PM fez rondas nas proximidades e localizou os suspeitos no ponto de ônibus em frente ao Aeroporto Municipal. A suspeita, ao perceber a aproximação da viatura tentou se desfazer da carteira de motorista, mas a ação foi percebida pelos militares, que agiram rapidamente para abordá-la. Questionados, ambos os suspeitos confessaram o crime de estelionato e revelaram que a ordem era entregar os veículos para um quarto envolvido. Diante do flagrante, J.K.G.S. e a suspeita N.G.S., foram encaminhados na Delegacia de Polícia Civil da cidade para medidas cabíveis. A terceira envolvida I.A.S., foi conduzida devido estar junto no momento da tentativa de crime. O casal deverá responder por uso de documento falso, formação de quadrilha e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Bom da Notícia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpe da CNH Social volta a circular na internet

Sem Comentários

20/11/2018

Voltaram a circular no final deste ano, mensagens em grupos de WhatsApp oferecendo a Carteira Nacional de Habilitação gratuita (CNH Social).  Os textos remetem a um site no qual o usuário precisa preencher formulário com nome, e-mail e telefone. Na etapa seguinte, para concluir o cadastro, o site pede para que o link seja compartilhado com cinco contatos pelo WhatsApp. O Departamento de Trânsito do RS (Detran-RS), entretanto, afirma que trata-se de um golpe. A instituição não está abrindo inscrições para ofertar a CNH Social, que isenta todas as taxas de beneficiados. O último edital foi encerrado em 2014. “O Estado do Rio Grande do Sul já ofereceu a CNH Social por duas vezes, através de decretos. Atualmente, porém, em virtude da situação financeira do Estado, da contenção de gastos e a questão orçamentária, não temos nenhuma previsão de edital aberto no Rio Grande do Sul”, explica a assessora da direção-geral do Detran do RS.

O site do golpe da CNH Social está hospedado em um provedor da Rússia. A Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos da Polícia Civil investiga as ofertas falsas dos documentos. Uma delegada analisou o site e confirmou que trata-se de uma armadilha. “Aparenta ser um site feito para conseguir informações pessoais das pessoas para praticar outros golpes. O governo brasileiro não hospeda sites na Rússia. Não tem característica de site oficial brasileiro. Nós vamos ficar monitorando essa questão”, afirma. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) respondeu, através de nota, que “não há uma lei federal que determine a disponibilização da Carteira Nacional de Habilitação gratuita” e, por isso, não poderia se manifestar. A CNH Social ou Popular depende de leis estaduais e possui restrições como número limitado de inscrições e vagas, além da comprovação de baixa renda.

Condutor é preso por apresentar habilitação falsa em fiscalização da PRF

Sem Comentários

01/10/2018

A Polícia Rodoviária Federal prendeu em flagrante um homem após apresentação de um documento falso. A prisão ocorreu no posto da PRF no Carié, na cidade de Canapi, no sertão alagoano, neste domingo (30). Era fim de tarde, quando os agentes federais paravam veículos em frente a UOP do Carié e abordaram o Honda/Civic, de cor prata. Seu condutor afirmou que havia saído de Guarulhos/SP com destino a João Pessoa/PB, a trabalho. Durante as consultas os policiais observaram que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do motorista abordado estava cassada desde setembro de 2017 e que ele só poderia voltar a dirigir em novembro de 2019. Ao realizar minuciosa fiscalização à habilitação apresentada pelo motorista, os policiais constataram que tratava-se de um documento falso. O homem, de 54 anos, acabou confessando que havia pago três mil reais pelo documento na cidade de Guarulhos/SP. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil da região.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Alagoas 24 Horas

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Vendedor é preso em flagrante com CNH falsa durante abordagem em Marabá Paulista

Sem Comentários

26/09/2018

Em Marabá Paulista, no km 48 da Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563), um vendedor, de 42 anos, foi preso por uso de documento falso. O homem estava com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. O caso ocorreu nesta quarta-feira (26). Durante fiscalização, uma equipe da Polícia Militar Rodoviária abordou um Fiat Toro Freedom, com placas de Dourados (MS), que era conduzido pelo suspeito. Após vistoria veicular, foi realizada a conferência da documentação, onde suspeitou-se da autenticidade da CNH apresentada. Os policiais realizaram a consulta junto ao sistema da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), onde foi verificado que o registro do documento não constava no sistema. Após uma nova pesquisa pelo CPF constou-se outra CNH, com outros dados. Questionado, o suspeito afirmou que foi renovar a habilitação em uma autoescola em Maringá (PR), onde pagou a quantia de R$ 1,2 mil pelo novo documento. O homem foi preso em flagrante e a ocorrência registrada na Delegacia de Polícia Civil de Marabá Paulista. Em seguida, ele foi encaminhado para a cadeia de Presidente Venceslau. O veículo foi liberado para um condutor devidamente autorizado e habilitado, ainda conforme a polícia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso com CNH falsa em Jundiaí

Sem Comentários

16/09/2018

Na madrugada deste domingo, por volta das 3h30,a Polícia Militar prendeu um homem que usava CNH falsa. O caso ocorreu na rua Atibaia, no bairro da Colônia, em Jundiaí (SP). A equipe da PM, durante patrulhamento pela localidade abordou um indivíduo, que estava em um veículo e com ele foi encontrada certa quantidade de entorpecentes. Na sequência, o condutor tentou ludibriar os policias, apresentando uma CNH. Após verificação foi constatado que não existia registro. O condutor confessou que o documento era falso e ofereceu R$ 600 aos policiais para ser liberado e recebeu voz de prisão, sendo conduzido ao plantão, onde permanece preso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Jornal de Jundiaí

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso suspeito de usar documento falso e dirigir carro clonado em Sabará, na Grande BH

Sem Comentários

05/09/2018

Na noite desta terça-feira (04), BR-381, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem suspeito de usar documentos falsos e dirigir carro clonado. Segundo a PRF, M.C.S., de 30 anos, foi parado em uma operação de rotina. Ao verificar as placas, foi constatado que o carro era clonado. O Honda Fit havia sido roubado em março deste ano. Além do carro, o motorista apresentou documento de habilitação falso e foi preso por receptação de veículo com sinalização roubo. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Documento digital de veículos é lançado e começa a valer primeiro no DF

Sem Comentários

27/08/2018

Documento digital de veículos começa a valer em Brasília

Nesta segunda-feira (27), em Brasília, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) na versão digital, que é o documento dos veículos, começou a ser disponibilizado para os motoristas. A tecnologia será adotada pelo Departamento de Trânsito (Detran) de cada estado gradualmente, começando pelo Distrito Federal. A determinação é de que todo o país ofereça o recurso até o fim de 2018. O site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) manterá uma lista com os estados que já aderiram. Cada Detran é encarregado de determinar a cobrança ou não de taxa adicional pelo CRLV digital. De acordo com Ministério das Cidades, o documento não terá custos no Distrito Federal. Mas só poderá obtê-lo quem já tiver pago o licenciamento de 2018. O documento eletrônico de veículos tem o mesmo valor legal do CRLV impresso, que continua sendo de emissão obrigatória.

Aplicativo

“Fazemos um apelos aos Detrans de todas as outras 26 unidades da federação, para que tenham esse meio eletrônico nos seus sistemas informatizados de trânsito”, disse o ministro das Cidades, no evento de lançamento do projeto. O documento ficará disponível no aplicativo “Carteira Digital de Trânsito”, que não tem custo para download. Por enquanto, o app só pode ser baixado em aparelhos Android. A expectativa é de que seja disponibilizada no sistema iOS até o fim desta segunda. Quem já tem o aplicativo da CNH Digital não precisa baixar o novo. Basta atualizá-lo, e a migração será feita automaticamente.

Integração com a CNH digital

Na plataforma, também será possível acessar a carteira de habilitação digital (CNH-e) e o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestres (DPVAT). “Com isso, diminuímos o tempo nas filas e ganhamos tempo com coisas que são efetivamente importantes”, disse a diretora-presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Quem pode ter

Conforme o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o CRLVe só será expedido após a quitação dos débitos relativos a tributos, encargos e multas de trânsito e ambientais vinculados ao veículo, bem como o pagamento do DPVAT. Assim como a CNH digital, o CRLVe contém todas as informações do documento impresso e um “QR code” para leitura rápida e informatizada. A nova versão também permite exportação em arquivo PDF, com assinatura digital — que tem validade de documento autenticado. De acordo com o Código de Trânsito, o motorista que for parado sem o documento – impresso ou digital- comete infração gravíssima e pode receber multa de R$ 293,47, 7 pontos na carteira, além de ter o veículo removido.

CNH digital

A CNH-e está disponível para os motoristas do Brasil desde abril último. Quem ainda não tem o documento com o código pode solicitar a emissão da segunda via pelo site do Detran ou presencialmente. Ao receber o documento, basta acessar o aplicativo de celular e escanear o QR code. Depois disso, não é mais necessário apresentar a versão impressa. Antes de usar o app, é preciso atualizar os dados na página do órgão ou pelo telefone 154. A decisão de cobrança pela CNH digital cabe a cada estado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Fique ligado.

Anterior