Indícios de fraude provocam mudança no processo de solicitação de 2ª via de carteira de motorista em PE

Sem Comentários

18/07/2018

Em Pernambuco, indícios de fraude detectadas pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) provocaram uma mudança temporária no processo de solicitação de segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Com isso, o motorista só pode pedir esse documento com agendamento para fazer o atendimento de forma presencial e não apenas pela internet. De acordo com a determinação, que vai vigorar durante 30 dias, a princípio, os motoristas devem ir até a sede do Detran-PE, na Estrada do Barbalho, na Iputinga, na Zona Oeste do Recife. Outras opções são as unidades dos shoppings centers e circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), no interior. Segundo o Detran-PE, essa decisão vai vigorar até o fim da implantação de sistemas de leitura biométrica e de identificação facial, que vão deixar mais rigoroso o procedimento de entrega dos documentos.

“Quem for fazer a retirada da segunda via para outra pessoa, por exemplo, terá que apresentar procuração reconhecida e também passar pelos sistemas biométricos”, afirmou o presidente do órgão.

O presidente do Detran-PE informou que foram instaurados 122 processos para investigar os inícios de fraude nas solicitações de segunda via de habilitação. Segundo o departamento, foi possível detectar falhas no sistema, o que permitia a apresentação do pedido pelo computador e a retirada do documento sem a devida comprovação. Uma pessoa, podia, por exemplo, entrar no site e pedir a segunda via da carteira, mesmo sem precisar. Para isso, preenchia os campos obrigatórios com números de Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) e de CPF, pagava o boleto no banco e ia até a unidade do Detran-PE indicada no ato da solicitação para fazer a retirada.

O problema aparecia no momento em que, em vez de colocar o CPF verdadeiro, o fraudador escrevia o número de outra pessoa. Assim, gerava um documento falso e passava a usar no comércio ou para pedir financiamentos. O prejuízo ficava com o dono do CPF indicado na segunda via de habilitação, ou seja, no documento ”frio”.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende suspeito de estelionato no bairro de Ponta Verde

Sem Comentários

06/07/2018

Na quinta-feira (05) no bairro de Ponta Verde, em Maceió, um jovem suspeito de estelionato foi preso por Militares do 1º Batalhão de Polícia Militar (1ºBPM). Conforme a polícia, ele usava como documento de identidade uma CNH falsa. Segundo as informações do relatório do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), I.U.F.C., de 23 anos, foi a um banco e tentou fazer um cartão. O proprietário verdadeiro da CNH foi identificado e compareceu ao local. O suspeito foi encaminhado à Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, onde foi autuado em flagrante pelo crime de estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Caminhoneiro com habilitação falsa é preso pela PRF em São Miguel do Guaporé, RO

Sem Comentários

02/07/2018

Um motorista, de 33 anos, foi parado por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em São Miguel do Guaporé, região a pouco mais de 500 quilômetros de Porto Velho. Ele apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com indícios de falsificação no domingo (1º). Ao ser questionado pelos policiais, o condutor informou que pagou R$ 2 mil pelo documento, adquirido em uma autoescola de Cuiabá (MT). O motorista passava pelo Km 173 da BR-429 quando os rodoviários o abordaram. Durante a verificação dos documentos, a PRF encontrou indícios de falsificação na CNH. O condutor foi preso pela prática do crime de uso documento falso, segundo artigo 304 do Código Penal Brasileiro, e apresentado na Delegacia da Polícia Civil de São Miguel do Guaporé.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Força Tática prendeu falsificador foragido em Taboão com 31 RGs, 3 CNHs e 56 cartões bancários

Sem Comentários

11/06/2018

No jardim Santa Cruz, em Taboão da Serra (SP), policiais da Força Tática do 36º Batalhão da PM prenderam em flagrante, após abordagem na rua, um foragido da prisão praticando os crimes de estelionato, falsificação de documento público, falsificação de documento particular e associação para o crime. Os policiais apreenderam com o acusado 31 cédulas de identidade da Secretaria de Segurança Pública (SSP) falsificadas, 3 cédulas de CNH, 56 cartões de banco e estabelecimentos comerciais e notebook usado nas falsificações, 3 aparelhos celular e 33 holerites, um perfurador de placas para documento, além de 3 cadernos com identificação das vítimas. Após pesquisar o nome dele no sistema, os policiais descobriram que era foragido da penitenciária de Jardinópolis (SP). Depois disso os PMs foram até a residência onde estavam vivendo em Taboão e apreenderam todo o material usado para praticar os crimes citados. Houve confissão pela prática de falsificação para cometer crimes como abertura de contas em nome de laranjas, compras no comércio, além de falsificação para terceiros.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Jornal na Net

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motorista é preso por embriaguez e apresenta CNH falsa na MGC-496, em Várzea da Palma

Sem Comentários

08/06/2018

Na noite desta quinta-feira (07), um homem de 39 anos foi preso por embriaguez ao volante e apresentou uma CNH falsa no perímetro urbano da MGC-496, em Várzea da Palma (MG). Ele conduzia um carro quando foi abordado em uma operação conjunta da Polícia Militar Rodoviária de Pirapora e o policiamento de Várzea da Palma. De acordo com a PM, o motorista fez o teste do  bafômetro que acusou 0,42mg de álcool por litro de ar. Os policiais perceberam alguns sinais de adulteração no documento de habilitação apresentado e, ao fazer consulta, descobriram que não havia registro com o nome dele. O condutor confessou ter comprado a carteira por R$ 1.800 em Várzea da Palma. Ainda de acordo com a polícia, a CHN falsa permitia que o homem dirigisse até mesmo veículos com cargas perigosas. Ele foi encaminhado à delegacia de Pirapora e o veículo apreendido.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motociclista é preso por conduzir moto com CNH falsa

Sem Comentários

04/06/2018

Em Paulicéia (SP), a Polícia Militar Rodoviária flagrou um homem conduzindo uma moto com a CNH falsa. O caso ocorreu no domingo (03), às 15h, em fiscalização de trânsito e combate a demais ilícitos penais. O homem conduzia uma motocicleta Suzuki Yes, ano 2007, cor prata, com placa de Brasilândia/MS, e transitava no sentido Panorama/SP a Paulicéia/SP. Na abordagem o condutor J.H.S, de 40 anos, tratorista, morador no município de Paulicéia, apresentou os documentos de praxe, sendo realizado pesquisas via terminal PRODESP ficou constatado que a CNH apresentada não tinha cadastro junto ao DETRAN. Após o resultado da pesquisa, o autor confessou que comprou a CNH falsa de um homem na cidade de Paulicéia, pagando a quantia de R$ 2 mil. O condutor foi autuado pelas infrações cometidas na condução do veículo, por falta de habilitação. Ele se recusou a realizar o teste do bafômetro, e o veículo foi recolhido. Ele foi apresentado na delegacia de polícia de Paulicéia, onde permaneceu preso à disposição da Justiça sem direito ao pagamento de fiança, pelo crime de uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Siga Mais

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Senhor é detido após apresentar CNH falsa em abordagem policia

Sem Comentários

31/05/2018

Na manhã dessa quinta-feira (31), um senhor de 66 anos foi detido pela Polícia Militar Rodoviária, por uso de documento falso. Segundo informações da polícia, O.R.S. entregou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa durante a abordagem na LMG 764, KM 12, no município de Matutina. Foi constatado, através do número do CPF do senhor, que não havia CNH correspondente para os dados, comprovando que se tratava de um documento falso. Diante dos fatos, ele foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas. Na delegacia, o homem disse que tirou o documento na cidade de Aparecida do Goiás, e não sabia que o documento era falso. Ele falou que dirige carro há vinte anos e que sempre teve dificuldade de tirar a carteira e, tempos atrás, através de alguns amigos, conheceu um homem que o levou ao estado de Goiás para tirar a carteira, não lembrando o valor pago na época.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Patos Agora

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior