Homens são presos por comprar eletrônicos e carro com CHN adulterada em Porto Velho

Sem Comentários

23/05/2018

Em Porto Velho (RO), na noite desta última terça-feira (22), um rapaz de 22 anos e o sobrinho, menor de idade, foram detidos por suspeita de integrar uma quadrilha que comprou carro, televisor, notebook e vários outros objetos com uso de documentação adulterada. A dupla foi flagrada pela Polícia Militar (PM) quando tentava adquirir um segundo carro, em uma concessionária localizada na Rua da Beira, bairro Cascalheira, Zona Sul da capital. Com os suspeitos, a polícia apreendeu uma CNH adulterada, cartão de loja, cartão de crédito, receptor de TV a cabo, roteador de internet, cadeira de escritório, televisão, impressora e um notebook. Segundo o registro, outros dois homens fugiram em um veículo que, de acordo com os detidos, foi comprado de forma fraudulenta. A dupla não informou quantos golpes já foram aplicados no comércio, nem o destino que era dado aos veículos e objetos adquiridos pela quadrilha. Conforme consta em registro de ocorrência, a tentativa de fraude foi detectada quando um vendedor consultou no sistema do Detran a CNH apresentada pelos criminosos. O atendente da concessionária percebeu que a foto do documento era uma e a do sistema era de outra pessoa. A PM foi acionada e surpreendeu os suspeitos. O caso foi registrado na Central de Polícia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Criminoso confessa à polícia que passou por várias blitzes com documentos falsos

Sem Comentários

17/05/2018

Foi preso na noite dessa quinta-feira (17) em Florestal, na Região Central de Minas, um homem de 29 anos que tinha um mandado de prisão em aberto por clonagem de veículos . Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ele estava foragido desde o último Natal, quando saiu temporariamente da prisão e não voltou. Durante a abordagem, ele apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação falsa. Depois de ter sido desmascarado, ele ainda desafiou os policiais dizendo que passou por várias blitzes sem nunca ter sido identificado. Ele foi encaminhado para o posto da Polícia Rodoviária Federal, em Betim, na Região Metropolitana. Além de retornar à prisão, o homem ainda será autuado por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Tempo

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Pedreiro é preso em Mogi por dirigir com habilitação falsificada

Sem Comentários

10/05/2018

Em Mogi das Cruzes (SP), um pedreiro, de 58 anos, foi preso depois de ser flagrado usando uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada. O caso foi registrado como falsificação de documento público e uso de documento falso no 2º Distrito Policial nesta quarta-feira (09). Segundo o boletim de ocorrência, policiais militares estavam em operação junto com a Prefeitura na Estrada da Pedreira por volta das 7h35. Eles deram sinal de parada para o carro guiado pelo pedreiro. Eles pediram o documento do carro e a CNH do motorista. Ao pesquisar o número da CNH ele constou como inválido. Segundo os policiais, o pedreiro confessou que comprou a habilitação por R$ 800 de um desconhecido porque não queria se submeter aos exames para a obtenção dom documento. A CNH falsa foi apreendida e uma perícia foi requisitada. A polícia não fixou fiança e o pedreiro foi preso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motorista compra CNH falsa por R$ 1,2 mil, mas acaba preso em flagrante durante fiscalização em rodovia

Sem Comentários

08/05/2018

Nesta segunda-feira (07), em Rancharia (SP), a Polícia Militar Rodoviária prendeu em flagrante um auxiliar de tratorista, de 31 anos, por uso de documento falso. Ele foi abordado pela fiscalização no km 518 da Rodovia Prefeito Homero Severo Lins (SP-284), quando conduzia um veículo GM Classic, com placas de Birigui (SP), e apresentou aos policiais uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que gerava dúvida quanto à sua autenticidade. Os militares realizaram a consulta do documento junto ao terminal e não foi localizado o registro na base de dados, o que confirmou a situação de falsidade. Conforme a corporação, o homem alegou que havia adquirido a CNH falsa em Regente Feijó, na empresa em que trabalhava, de um outro funcionário, do qual não recordava o nome, pelo valor de R$ 1,2 mil. Ele recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de uso de documento falso e a ocorrência foi apresentada na Delegacia da Polícia Civil, em Rancharia, onde houve a apreensão da CNH.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Ex-policial civil é preso por uso de documento falso em Ceilândia

Sem Comentários

23/04/2018

Na noite deste domingo (22) na QNN 22, em Ceilândia (DF), um homem, de 31 anos, foi preso. A Polícia Civil já investigava o suspeito, que já foi integrante da corporação. Ele tinha um mandado de prisão preventiva por crimes relacionados a falsificação de documentos e, no momento da abordagem apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação falsa, com outro nome. Ele foi conduzido a 24ª Delegacia de Polícia do Setor O, Ceilândia. Conforme o delegado adjunto, o mandado foi cumprido e ele acabou preso em flagrante por uso de documento falso, previsto no artigo 304 do código penal e pelo uso e porte de droga do artigo 28 da lei da droga. “Quando perguntado pela falsificação do documento que ele apresentou, disse ter recebido de um colega, mas não entrou em detalhes. Ele sabia que estava sendo procurado”, conta o delegado. Segundo o adjunto, o homem foi autuado no momento que saía de um bar e o serviço de inteligência da PCDF o localizou pois já tinha fotos e qualificação completa do suspeito.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio Braziliense

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por uso de documento falso na Dutra

Sem Comentários

14/04/2018

Na tarde deste sábado, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em uma fiscalização na rodovia Presidente Dutra (BR-116), prendeu um homem por uso de documento falso. A abordagem aconteceu na altura de Seropédica, na Região Metropolitana do Rio. O suspeito alegou ter comprado o documento na empresa onde trabalhava. Ele não teve o nome divulgado. Policiais rodoviários federais abordavam veículos nas proximidades do pedágio, quando desconfiaram da atitude do condutor de uma moto. O homem, de 51 anos, apresentou uma carteira de habilitação falsa. Ao ser questionado, ele disse ter comprado de um despachante na empresa onde trabalhava. O suspeito afirmou ter pago R$ 1,8 mil em duas parcelas para obter o documento falso. Ele contou ainda que diversas pessoas também teriam adquirido a habilitação com o suposto despachante. A ocorrência foi encaminhada à Polícia Federal na Praça Mauá, no Centro do Rio. O homem foi indiciado por uso de documento falso. A ação faz parte da operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do estado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Dia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos são presos por estelionato e adulteração de veículo em cidade de MT

Sem Comentários

16/04/2018

Quatro homens foram presos no sábado (14), pela Polícia Judiciária Civil, pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa, relacionada a desvio de carga. As diligências iniciaram após denúncia sobre uma pessoa que estaria em um Posto de Combustível trocando a placa de um caminhão. De imediato, os investigadores de polícia descolaram-se até o local, onde ao longe avistaram o primeiro suspeito, que passou a ser monitorado. Ainda na ocasião, foi possível constatar que o cavalo do caminhão, da marca Volvo, se destacou da carreta, e em seu lugar foi engatado um Iveco, que na sequência saiu para Rodovia, sentido o município de Lucas do Rio Verde. Já o cavalo do caminhão Volvo foi engatado em outra carreta, tomando rumo para o bairro Industrial. Após trafegar alguns minutos e estacionar, uma caminhonete Amarok de cor marrom com dois suspeitos, parou ao lado da carreta. Ato contínuo, um dos envolvidos pegou um alicate de pressão e outro em posse de uma chave de boca, trocaram a placa da carreta. Diante dos fatos foi feita a abordagens dos envolvidos. Durante revista no interior da carreta foi apreendida uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa, além de diversas placas de veículos, um documento de veículo (CRLV) falso, e uma carta frete no valor de quase R$ 5 mil. Conduzidos à Delegacia de Polícia de Sorriso, os suspeitos foram interrogados. Em depoimento, um deles afirmou que havia marcado encontro no Posto de Combustível, para trocar a placas, e que o condutor do caminhão que seguiu para Lucas do Rio Verde, teria ficado com a carga contida na carta frete, que foi desviada. Os suspeitos também afirmaram que a referida carta frete era proveniente de um crime de estelionato aplicado contra uma empresa. Com base no flagrante e depoimentos dos presos, eles foram autuados pelos crimes  de estelionato, falsidade ideológica, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cenário MT

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo