Homem é preso com CNH falsa em Cruzeiro do Sul

Sem Comentários

17/01/2018

Um caso curioso aconteceu em Cruzeiro do Sul,um homem de 27 anos, foi preso com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa após uma abordagem da Polícia Militar. Já na delegacia foi descoberto que o suspeito tinha sido vítima de um estelionato ao tentar comprar a habilitação falsa. O delegado responsável disse que o motorista informou que teve a habilitação cassada e acabou indo comprar uma falsa a partir de uma rede social. Ele fez o depósito de quase R$ 1 mil, mas o documento falso nunca chegou. “Ele contratou esse serviço, fez o depósito do dinheiro, o cara mandou uma foto pra ele no Whatsapp da carteira e ficou de enviar, mas essa carteira não foi enviada”, disse. Segundo o delegado, o suspeuti imprimiu a foto enviada e andava como se fosse a CNH até que foi abordado pela PM, que percebeu a falsificação. “É uma falsificação grosseira. Ele só imprimiu a foto e andava por aí com ele. Na verdade, ele foi vítima do golpe que tentou aplicar e agora vai responder por isso”, explica. Ele foi indiciado pelos crimes de falsidade ideológica e porte de documento falso e encaminhado ao presídio Manoel Neri. A pena pode chegar até 5 anos de reclusão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Militar Rodoviária flagra morador de Anaurilândia com CNH falsa

Sem Comentários

16/01/2018

Um homem de 44 anos, residente na cidade de Anaurilândia-MS, foi flagrado pela Polícia Militar Rodoviária (PMR) fazendo uso de uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. O fato ocorreu em frente à Base Operacional da rodovia MS-134, entre Nova Andradina e Batayporã. A guarnição realizava fiscalização quando abordou um veículo VW Voyage, com placas de Anaurilândia, conduzido pelo homem residente na mesma cidade. O condutor apresentou aos policiais a sua CNH, que estava com prazo de validade vencido. Em checagem mais detalhada, os patrulheiros constataram que a numeração da Carteira de Habilitação não constava no banco de dados do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS). Diante dos fatos, o homem foi detido e encaminhado para a Delegacia de Polícia de Batayporã, onde seriam tomadas as devidas providências. Em entrevista com o autor, ele revelou que havia adquirido a CNH em uma autoescola em Nova Andradina, há alguns anos, pela quantia de R$1.800,00. Ele informou que para obter o documento não fez aulas teóricas, mas apenas o treinamento prático. O condutor foi autuado por uso de documento falso.

 

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Nova News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Presidiário foragido do Pará é preso com documentos falsos e 133 chaves para arrombar casas, no AM

Sem Comentários

10/01/2018

Chaves michas usadas para abrir cadeados, portas e portões foram encontradas com o foragido.

Um presidiário foragido do Pará há quatro anos foi preso, na noite dessa terça-feira (09), em Manaus. A.C.S., de 30 anos, é suspeito de realizar série de furtos, roubos, traficar drogas e falsificar documentos. Mais de 130 chaves micha foram apreendidas com ele. A polícia diz que elas seriam usadas para arrombar imóveis. O homem era considerado fugitivo desde 2014, onde cumpria pena por tráfico de drogas e associação para o tráfico, além de responder por sete processos criminais na justiça paraense. O foragido foi preso pela equipe do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), por volta das 20h, na Zona Leste. Segundo o delegado responsável, A.C.S. é suspeito de furtar na região do bairro Flores. “Ele apresentou uma identidade, que aparentemente era original. Policiais checaram o documento e encontraram inconsistências nas informações. Foi realizada busca na residência e encontramos uma Carteira de Habilitação com foto dele, mas com nome de outra pessoa. Ele estava usando documentos falsificados”, explicou. Com o foragido foram apreendidas 133 chaves michas usadas abrir fechaduras, uma balança de precisão, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Carteira de Identidade falsificadas. Um caderno com anotações de tráfico de drogas foi achado pela polícia, que identificou que o presidiário teria movimentado grande volume de dinheiro na compra e venda de entorpecentes. Em depoimento à polícia, ele confirmou envolvimento com o tráfico e costumava enviar drogas para Santarém (PA). Um documento mostra o envio de 2 milhões de pesos colombianos para compra de drogas. “Junto com a associação criminosa que ele fazia parte, eles realizavam furtos em diversos locais da capital. O sujeito já tem condenação no Pará por tráfico e associação. Aqui no Amazonas ele já foi condenado por roubo e responde a diversos furtos. Tem um homicídio que é atribuído a ele. Ele teria matado uma pessoa que furtou uma loja que ele possuía”, afirmou o delegado. Outros dois suspeitos de integrar a quadrilha já estavam presos. A.C.S. foi autuado por falsidade ideológica e uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motorista é preso após apresentar CNH falsa

Sem Comentários

10/01/2018

Foi preso nesta terça-feira (09), um homem, de 36 anos, suspeito de apresentar à Polícia Rodoviária Federal (PRF) uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. A abordagem aconteceu na Unidade Operacional de Uruaçu, na BR-153. Em depoimento, o homem informou que pagou a quantia de R$2.000 pelo documento. Além disso, ele confessou que nunca tentou obter a sua habilitação pelas vias normais, ou seja, junto ao DETRAN. O motorista foi levado para a delegacia de Polícia local onde poderá responder por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: DM

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motorista de 35 anos é preso pela segunda vez em MS por uso de CNH falsificada

Sem Comentários

03/01/2018

Na madrugada desta quarta-feira (03), ao ser flagrado na BR-262, em Água Clara (MS), um motorista de 35 anos foi preso por uso de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. Essa é a segunda vez que o homem é preso pelo mesmo motivo. A outra vez foi em Três Lagoas, também na região leste de Mato Grosso do Sul. Durante a abordagem, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista de um caminhão com placas de Bandeirantes (MS) apresentou uma CNH com indícios de falsificação. A equipe pediu outro documento de identificação e o suspeito entregou o RG, também com sinais de adulteração. Ao checarem o sistema, os policiais constataram que os dados dos documentos tratavam de outra pessoa. Na CNH e RG as fotos foram trocadas pelo do condutor. Ao ser questionado, o motorista disse à PRF que é habilitado na categoria B – para veículos de passeio -, mas que a carteira estava vencida há mais de um mês. O suspeito contou ainda que comprou a CNH falsificada em Campo Grande por R$ 1 mil porque tinha problemas de visão e pouco estudo. Segundo ele, o nome falso seria para dificultar a descoberta da habilitação falsa, já que o nome no documento é de uma pessoa regularmente habilitada. No sistema, foi constatado também que o suspeito já tinha sido preso em junho de 2017 pela mesma infração. O homem encaminhado para a Polícia Federal de Três Lagoas, onde foi preso na primeira vez.,

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Notícia relacionada:

PRF prende, pela 2ª vez, homem por uso de documento falso.

PRF prende, pela 2ª vez, homem por uso de documento falso

Sem Comentários

03/01/2018

Um homem foi preso, na madrugada dessa quarta-feira (03), em Água Clara (MS), por utilizar o documento de outro homem. Os policiais fiscalizavam na BR-262 km 141, quando abordaram o caminhão VW/14.220 com placa de Bandeirantes/MS. O condutor tinha a esposa como passageira e apresentou uma CNH, que tinha indícios de inautenticidade. A equipe solicitou outro documento de identificação e lhes foi entregue uma carteira de identidade (RG) também com indícios de falsidade. Em verificação aos sistemas de informação, os policiais rodoviários federais descobriram se tratar de pessoas diferentes. Nos documentos as fotos foram trocadas pelas do condutor. Questionado, o motorista, de 35 anos, informou que é habilitado na categoria B, mas sua carteira estava vencida há mais de 30 dias. Ele informou que comprou a CNH em Campo Grande por R$ 1.000 porque tinha problemas na visão e “pouco estudo”. Segundo ele, o nome falso seria para dificultar a descoberta da habilitação falsa, já que o nome no documento é de uma pessoa regularmente habilitada. Em verificação ao histórico, o homem já havia sido preso pela PRF em 07/06/2017 em Três Lagoas por uso de CNH falsa. O sujeito foi preso e encaminhado para a Polícia Federal de Três Lagoas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Jornal Agora MS

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Pedreiro apresenta CNH falsa durante abordagem policial e acaba preso em Álvares Machado

Sem Comentários

02/01/2018

Nesta segunda-feira (1º), em Álvares Machado (SP), um pedreiro, de 32 anos, foi preso, após apresentar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa durante uma abordagem da Polícia Militar Rodoviária na Rodovia Júlio Budiski (SP-501). Conforme a corporação, o homem, morador de Álvares Machado, conduzia um Ford Escort e foi abordado por volta das 18h no km 10 da rodovia. Durante a fiscalização, o motorista apresentou uma CNH que “gerou dúvidas quanto a sua autenticidade”. O documento foi consultado e seu registro não foi localizado na base de dados. O pedreiro explicou que havia adquirido a falsa CNH em Presidente Prudente, por cerca de R$ 2 mil. O condutor recebeu voz de prisão pelo crime de uso de documento falso e a ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil em Álvares Machado, onde o indiciado permaneceu preso para ser apresentado à audiência de custódia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior