Homem é preso tentando renovar CNH falsa em Sinop

Sem Comentários

23/05/2019

O suspeito, de 34 anos, foi preso dentro de uma agência da Ciretran, o Detran Vip, localizado na avenida dos Tarumãs, no centro, ao tentar renovar uma Carteira Nacional de Habilitação falsa. Os servidores da unidade informaram aos policiais que foram checar os dados pessoais do suspeito no sistema do Detran e não constava nenhuma informação. Em seguida, a PM foi chamada. Ainda na unidade, o suspeito confessou que há 2 anos comprou o documento por $ 2 mil de um homem que se passou por diretor do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso. Ele foi conduzido à delegacia e pode responder por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Só Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é presa tentando reconhecer firma com CNH falsa em cartório no Centro

Sem Comentários

10/05/2019

Uma mulher de 45 anos foi presa com uma CNH falsa em um cartório na Rua Antônio Maria Coelho no Centro de Campo Grande, na sexta-feira (10). Funcionários do cartório acionaram a Guarda Municipal que fez a prisão da autora. Consta no registro policial que a mulher foi ao local no período da manhã, onde tentou reconhecer firma com o documento falso, para transferência de um veículo. Após a Guarda ser acionada, a mulher foi presa por estelionato e levada à Primeira Delegacia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Midiamax

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PF chega a suspeito de comercializar cédulas falsas e cartões

Sem Comentários

03/05/2019

A Polícia Federal chegou a um dos suspeitos de participar de um esquema de comercialização de cédulas falsas, cartões de crédito e débito, além de carteiras de habilitação falsas. Identificado como J.F. nas redes sociais, o homem tem 29 anos e mora em São Lourenço da Mata, segundo informou a PF. Uma cédula falsa de R$ 1 mil era vendida por R$ 100. Já as carteiras de motorista falsas variavam o preço, a depender da categoria, de R$ 1 mil a R$ 4 mil. Os cartões de crédito e débito, com valores disponíveis de R$ 4,5 mil a R$ 80 mil, tinham a senha e o prazo para uso do valor, sendo 15 dias o crédito e 20 dias o débito. Um cartão de crédito de R$ 12 mil era vendido por R$ 1 mil. Os crimes são de comércio de moeda falsa, além de falsificação de documentos. A PF não encontrou na casa do suspeito cédulas ou cartões falsos. No entanto, apreendeu maconha, cuja quantidade não foi informada pela PF, e por isso o homem assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e depois foi liberado.

A investigação é parte da Operação Forger, que apura crimes financeiros, falsificação de documentos públicos e comércio de cédulas falsas praticados na Região Metropolitana do Recife. Ao todo, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão e um mandado de condução coercitiva no Recife, Camaragibe, Paudalho, São Lourenço da Mata e Paulista. O outro caso investigou um grupo que movimentou R$ 2,5 milhões em concessão de financiamentos habitacionais com uso de documentos falsos. Um gerente de banco, que também tinha uma empresa do ramo da construção civil, era um dos integrantes da quadrilha. Nas buscas, a PF apreendeu diversos documentos e inúmeros contratos de compra e venda de imóveis em Paudalho e Camaragibe. Não houve prisões. No terceiro caso, a suspeita é de uso de passaportes e documentos falsos para ter acesso a outros países. O suspeito, com 40 anos, que usa pelo menos três nomes falsos, foi encaminhado para o Cotel. Segundo a PF, ele já residiu na Áustria, Portugal e Paris usando o golpe. Ele vai responder por crime de uso de documento público falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário de Pernambuco

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Notícia relacionada.

Infrator é detido com licenciamento falso e placa clonada em Guarujá

Sem Comentários

29/04/2019

No sábado (27),  no bairro Cidade Atlântica, em Guarujá, um homem de 37 anos foi detido por uso de documento falso. A abordagem da Polícia Militar se deu pelas características do veículo dirigido pelo infrator, um Volskwagem/Golf verde com rodas muito grandes e chamativas. Durante a abordagem o condutor do veículo entregou a CNH e um documento de licenciamento do veículo que continha sinais de adulteração: dados preenchidos fora do padrão do Detran. Em consulta ao número do registro (espelho), constou como roubado em 25 de fevereiro de 2016, comprovando ser um documento com dados falsos. Em pesquisa ao Copom, os PMs não encontraram queixa de roubo ou furto, mas a placa mencionada constava como propriedade de outra pessoa, um jovem de 22 anos morador de São José do Rio Preto. Os policiais militares de lá foram contactados e seguiram até a casa do proprietário. O carro, um Golf verde, estava na garagem e o jovem estava recebendo diversas multa da cidade de Guarujá. O verdadeiro proprietário informou que realizou queixa junto ao 4º DP de São José do Rio Preto referente a adulteração de sinal identificador de veículo automotor. No carro do infrator não foi encontrado nada de ilícito, mas haviam sinais de adulteração no chassi e na placa. Por estes motivos foi dada voz de prisão ao infrator por uso de documento público falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Costa Norte

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso em Bauru por uso de CNH falsa

Sem Comentários

25/04/2019

Foi preso pela Polícia Militar de Bauru utilizando uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa, um homem de 55 anos, morador da Vila Pacífico e que trabalha como motorista. A abordagem policial ocorreu na madrugada desta quarta-feira (24), no Jardim Vitória. Segundo a polícia, o homem entregou o documento para o policial militar, que percebeu que a textura do papel do documento era incompatível com o de CNH e que o nome também era de outra pessoa. Só a foto era do condutor que foi preso. Ele disse aos policiais que havia atingido a pontuação máxima permitida na carteira de motorista, perdido o direito de dirigir e que adquiriu o documento falso no centro da cidade de São Paulo. Ele prestou depoimento na Polícia Civil e permanece detido.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: JCNET

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso com CNH falsa, homem diz ter pago R$ 1 mil a servidor do Detran

Sem Comentários

24/04/2019

Em Campo Grande, um homem, de 27 anos, foi preso ao ser flagrado em uma blitz com uma CNH falsa e em posse de 100 gramas de cocaína. À polícia, o traficante disse que comprou o documento de um funcionário do Detran-MS pelo valor de R$ 1 mil. Ele não informou o nome do servidor. O sujeito teria sido contratado por um homem para pegar a droga que carregava no lixo do banheiro do posto de saúde do bairro Aero Rancho e deixaria em outro lixo no banheiro do posto do Nova Lima. O homem foi preso em flagrante por uso de documento falso e tráfico de drogas. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Campo Grande News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PRF prende homem portando CNH falsa na BR-101 na Serra

Sem Comentários

08/04/2019

Na tarde deste domingo (07), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na BR 101, um homem que portava Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. Policiais realizavam fiscalização de combate à criminalidade no Km 251 da BR 101, quando abordaram o veículo com um ocupante. Em solicitação às documentações pertinentes, o condutor apresentou sua CNH. Ao realizar consulta aos sistemas policiais, os agentes verificaram que o mesmo não era habilitado, além disso, as numerações que constavam no documento apresentado não existiam. Questionado, o condutor afirmou não ser habilitado e que teria comprado a carteira falsa de um sujeito, em Cariacica, por R$ 3 mil, à vista. Por estar, em tese, caracterizado como crime de uso de documento falso, o condutor foi conduzido à Delegacia de Polícia Federal para os procedimentos legais cabíveis.

Anterior