Homem é detido com ‘chupa-cabra’ em agência bancária na Paraíba

Sem Comentários

08/10/2019

Um homem foi detido na tarde deste domingo (6) tentando furtar uma agência bancária em Campina Grande (PB). A polícia prendeu o homem dentro da agência no bairro da Liberdade e com ele encontrou documentos falsos e uma ferramenta conhecida como “chupa-cabra”. Segundo o tenente-coronel comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, o caso foi percebido por clientes e seguranças. Ele contou que quando as guarnições chegaram ao local o suspeito mentiu o nome e apresentou um documento falso. O homem é natural de São Paulo e contra ele havia um mandado de prisão por furto qualificado, expedido pela justiça daquele estado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Portal T5

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é presa por participação em golpe em agência bancária em BH

Sem Comentários

18/05/2019

Uma mulher foi presa na manhã deste sábado (18) após denúncias de que ela e um comparsa estariam tentando aplicar um golpe em uma agência bancária na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo as informações repassadas à Polícia, o homem estaria implantando um equipamento conhecido como “chupa cabra” em caixas eletrônicos da agência. Localizada pela Polícia Militar, a mulher foi questionada sobre sua relação com o autor do “chupa cabra”. Segundo informações da PM, ela aparentou nervosismo e entrou em contradição em vários momentos. Os militares partiram para o rastreamento do homem que a acompanhava e, durante esse período, foram acionados por uma vítima que relatou que enquanto utilizava um caixa eletrônico de uma agência próxima, na Rua Felipe dos Santos, teve o cartão preso na máquina. Nesse momento, um homem com as mesmas características do suspeito teria oferecido ajuda e recomendou que ela ligasse para um número que supostamente seria o do banco. A vítima aceitou a ajuda e deixou que o homem fizesse a ligação, que solicitava informações pessoais e até mesmo a senha do cartão. Ela só teria se dado conta do golpe quando foi alertada por outros usuários do banco. Após realizarem o monitoramento de imagens cedidas pela agência bancária, os militares confirmaram a atuação da mulher. O homem ainda não foi encontrado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Hoje em Dia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é presa em Pirassununga suspeita de golpe para furtar dinheiro de depósitos em 3 bancos

Sem Comentários

21/04/2019

Dois homens foram presos suspeitos de aplicar golpes em caixas eletrônicos de três agências bancárias no Centro Pirassununga (SP), na tarde de sábado (20). Com um sistema de coleta eles furtavam o dinheiro de depósitos de clientes. O caso foi descoberto quando um cliente tentou usar um dos caixas eletrônicos de um banco e percebeu que a entrada de acesso do cartão estava irregular e havia um plástico com adesivo colado na área.

Envelopes em lixeiras

Ele chamou a PM e passou características de dois suspeitos. Além do acesso de cartão danificado, os policiais encontraram vários envelopes preenchidos e rasgados dentro de lixeiras. Os policiais fizeram um cerco e conseguiu abordar os dois suspeitos em um veículo alugado de Belo Horizonte. Os homens, de 42 e 38 anos, não reagiram. Disseram que iriam alugar uma chácara, mas caíram em contradição.

Fita adesiva para furtar envelopes

No veículo foram encontradas notas de R$ 100 e R$ 50, além de uma sacola plástica com um rolo de fita adesiva dupla face, uma tesoura e um pedaço de plástico semelhante ao encontrado em um dos acessos ao cartão de crédito da agência. Os policiais encontraram mais envelopes preenchidos e rasgados no lixo de duas agências diferentes. A suspeita é que com o sistema da fita adesiva os envelopes ficavam grudados e era retirados do caixa pelos criminosos. Os homens foram presos e aguardam audiência de custódia na Cadeia Pública de Limeira. Eles já tinham passagens por furto e estelionato e devem responder pelos mesmos crimes.

Rio+Seguro prende homem suspeito de clonar cartões bancários em Copacabana

Sem Comentários

11/03/2019

No sábado (09), em Copacabana, uma equipe do Programa Rio+Seguro, programa da Prefeitura do Rio em apoio à segurança, prendeu um homem por estelionato e corrupção ativa. Com ele, foram apreendidos 67 cartões de créditos, R$ 10.754,00 em espécie, dois celulares e um carregador portátil. O preso, que tentou subornar os agentes, já possuía passagens pela polícia. Policiais militares e guardas municipais a serviço do programa foram acionados, por telefone, por uma testemunha que suspeitou do homem em um supermercado do bairro. A equipe procedeu ao local para averiguar a denúncia e conseguiu localizar o suspeito, identificado como S.A., de 40 anos, em uma lanchonete próxima ao estabelecimento. Durante a abordagem, foram encontrados os cartões e o dinheiro. O homem tentou subornar os agentes e foi preso em flagrante. Ainda no sábado, seis dispositivos de clonagem de cartões, popularmente conhecidos como “chupa-cabras”, foram apreendidos em várias agências de Copacabana. O Rio+Seguro tem atuado com frequência no combate a quadrilhas de estelionatários em Copacabana e Leme. Nos últimos seis meses, outros 14 dispositivos de clonagem foram apreendidos em agências bancárias dos bairros e cinco pessoas presas acusadas de instalar os aparelhos.

Golpe: ‘chupa-cabra’ é encontrado em agência bancária em Barueri

Sem Comentários

28/02/2019

No sábado (23), a Guarda Civil Municipal de Barueri (GCMB) atendeu uma ocorrência em uma agência bancária na rua Campos Sales, onde um dos caixas eletrônicos estava adulterado com o chamado “chupa-cabra”, aparelho que golpistas utilizam para puxar o envelope depositado pelo cliente. Ao realizar o depósito, a vítima percebeu que havia uma linha no compartimento de entrada do envelope. A Guarda foi acionada e os agentes conseguiram recuperar o material e devolvê-lo ao proprietário. Segundo os registros da GCMB não houve nenhum outro caso semelhante na cidade, mas os golpes podem acontecer em qualquer agência bancária e os usuários devem ficar atentos a tudo que saia do normal, conforme orienta o coordenador da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana. “A população deve ficar atenta quando for fazer depósitos e observar se não há nenhum equipamento diferente no caixa eletrônico, ou algo que esteja obstruindo o local de entrada do envelope. Se notar algo estranho, de imediato deve-se avisar ao órgão competente. Em horário bancário, deve-se notificar na própria agência e se for durante o final de semana, acionar a Guarda Municipal ou Polícia Militar”, conclui o coordenador, reforçando que o período mais seguro para se realizar depósitos em caixas eletrônicos é em dias de semana enquanto há expediente bancário.

Mulher cai no golpe do falso empréstimo e perde R$ 800

Sem Comentários

20/02/2019

Uma moradora do bairro Vila Mariana, de 40 anos, relatou para a Polícia Civil, que entrou em contato com uma empresa, no último dia 15, para tentar um empréstimo e iniciou a negociação. Ela fechou o negócio mas alega que foram pedidos R$ 500, para que o dinheiro fosse liberado. A mulher diz que fez o depósito e houve outro contato para liberar o empréstimo. Mas que para ser feito, seria necessário que ela depositasse mais R$ 300, o que acabou ocorrendo. O empréstimo acabou não sendo liberado. A mulher desconfiou de fraude e foi a polícia pedir providências. Na terça-feira (19), uma consumidora, de 23 anos, procurou a delegacia municipal e registrou boletim de ocorrência denunciando que fez uma compra pela internet, de um determinado produto (não informado no boletim) e não recebeu. A compra foi em 27 de dezembro e ela pagou R$ 3,3 mil.

Trio de estelionatários é preso por aplicar golpes em cidades da Região do Cariri

Sem Comentários

12/02/2019

Três estelionatários foram presos em flagrante pela Polícia Militar. Eles aplicavam golpes em comércios na Região do Cariri cearense usando cartões de crédito de terceiros. A prisão ocorreu quando eles trafegavam pela Rodovia Padre Cícero, no município do Crato, nesta terça-feira (12). Conforme um major da Polícia Militar, os suspeitos aplicaram golpes nas cidades de Brejo Santo, Mauriti, Missão Velha, Juazeiro do Norte e Barbalha. O major disse também que o grupo é de Crateús e clonava os cartões utilizando um dispositivo colocado por cima da máquina onde se insere o cartão, mais conhecido como “chupa cabra”. “Já fazia um tempo que o grupo agia, principalmente na Região do Cariri. Eles usavam aquela máquina, o chupa cabra, para conseguir clonar os cartões. Várias máquinas do tipo foram apreendidas”, afirmou. Com os suspeitos, também foram apreendidos 47 cartões de crédito e débito, celulares e aproximadamente R$ 2,3 mil em espécie. Tudo encontrado no fundo do painel falso do carro utilizado pelo grupo. O veículo também foi levado pela polícia.

Anterior