Homem tenta trocar cheque falso em banco e enganar a PM, mas é desmentido pela mãe

Sem Comentários

26/10/2017

Após receber informações de que um homem havia tentado trocar um cheque falso em um banco, em Colorado, uma guarnição da Polícia Militar se deslocou até agência onde fez contato com um dos atendentes que confirmou as informações. De acordo com um funcionário do banco, um homem teria tentado trocar um cheque no valor de R$ 1 mil, porém, este teria identificado que a folha, que havia sido emitida pela agência de Chupinguaia, era falsa e que o nome do cliente constante no documento, possui conta na agência de Vilhena. Diante das informações repassadas pelo funcionário, os militares localizaram o homem, que afirmou não saber que a folha era falsa e que teria recebido a mesma de um cliente chamado M., que havia ingerido bebida alcoólica em seu bar, no valor de R$ 500, saldando a dívida com o referido cheque, porém, a mãe do agente desmentiu a versão contada pelo filho que acabou mudando seu relato. Na nova versão, o homem alegou ter recebido o cheque como pagamento de uma comissão, por ter vendido um veículo para um homem chamado E., informando também, o endereço do mesmo, onde ninguém foi encontrado. Diante dos fatos, ele foi conduzido até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) para serem tomadas as medidas cabíveis ao caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rondoniaovivo

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia Civil prende quatro pessoas pelo crime de estelionato em Ribeirão Preto

Sem Comentários

02/10/2017

Quatro pessoas foram presas pelo crime de estelionato em Ribeirão Preto (SP). Conforme as informações do delegado responsável, o grupo detido fazia parte de uma quadrilha que aplica golpes contra empresas da cidade. Várias empresas de Ribeirão já caíram na ação criminosa. “Os estelionatários ligam para a empresa e dizem que depositaram uma determinada quantia em dinheiro ou cheque, por engano, na conta bancária do local e solicitam a devolução do dinheiro”, explica. Segundo os policiais da Delegacia de Investigações Gerais, no caso do dinheiro o depósito era feito por meio de envelopes vazios, no caixa eletrônico. Com relação aos cheques, eles eram depositados e ficavam provisionados, mas, depois, não eram compensados, pois não tinham fundos ou eram cheques fraudados. As quatro pessoas, sendo três mulheres e um homem, foram presas pelos crimes de estelionato e associação criminosa. O caso aconteceu no final da tarde da sexta-feira (29). As investigações dos oficiais continuam sob sigilo.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Revide

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatário é preso após tentar aplicar golpe em agência bancária

Sem Comentários

02/10/2017

Na tarde da sexta-feira (29), um homem, de 35 anos, foi preso ao sair de uma agência bancária no centro de Pimenta Bueno (RO). Ele tentava sacar um cheque com valor adulterado e foi detido em flagrante. Conforme informações, o infrator foi preso após o chefe de segurança do local reconhecê-lo através das câmeras de monitoramento e acionar a PM. De acordo com os policiais, as agências bancárias já estavam em alerta quanto à ação do acusado, pois dias antes, o mesmo tentou aplicar o mesmo golpe em um banco em Novo Horizonte do Oeste. Ao perceber a presença dos militares, o suspeito passou a apresentar um comportamento estranho e tentou fugir deixando para trás o cheque em questão, entretanto, logo foi abordado pelos policiais e conduzido à DPC. Já na Delegacia, o homem confessou de imediato o crime e revelou também que o valor original do cheque era de R$ 258,50 e que havia sido modificado para R$ 70.058,50. Diante dos fatos, ele recebeu voz de prisão e posteriormente foi apresentado ao comissariado de plantão para que fossem adotadas as devidas providências.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rondônia ao vivo

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeito de estelionato é preso com carimbos, notas e cheques falsos em Ji-Paraná, RO

Sem Comentários

25/09/2017

Foi preso na manhã desta segunda-feira (25) pela Polícia Civil e Militar, um homem de 48 anos, suspeito de estelionato, em Ji-Paraná (RO). O homem já era investigado e foi preso no escritório no bairro Nova Brasília, no 2º Distrito. Com ele, foi encontrado dezenas de carimbos, notas falsas, arma e munição. Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram depois que um homem denunciou o caso. A vítima vendeu os móveis de casa para o homem, que pagou em cheques. Quando a vítima tentou trocá-los, descobriu que eram clonados, então, procurou a polícia. De acordo com o tenente da PM, o homem foi encontrado no escritório, onde a polícia identificou como o local que ele utilizava meios fraudulentos para fazer vítimas. Com ele havia 27 carimbos diferentes que, segundo a polícia, eram utilizados nos crimes. Também foram apreendidos documentos falsos que estavam no escritório que comprovam a prática criminosa do suspeito. O homem também tinham notas de R$100, R$50, R$20 e R$10 falsificadas. De acordo com o delegado responsável, o suspeito também tem um suporte para a falsificação de documento, com programas específicos para isso no computador dele. A polícia também encontrou uma arma e munição no local. Com o suspeito também foi encontrado o documento original de outro homem, que fazia estelionatos em Vilhena (RO) e foi assassinado. “Isso nos surpreendeu e mostra a relação que ele tem com os crimes de estelionato no estado”, explica o delegado. O suspeito foi encaminhado para Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), onde será ouvido pela Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia de Mogi prende casal suspeito de golpes na venda de carros

Sem Comentários

29/06/2017

Nesta quinta-feira (29), a Polícia Civil de Mogi das Cruzes prendeu em São Matheus, na Zona Leste da Capital, um casal suspeito de fazer parte de uma quadrilha especializada em golpes de vendas de veículos pela internet e em “feirões” de carros. O delegado que comandou a investigação, explicou que a quadrilha se passava por consumidores interessados em comprar os veículos. Com cheques fraudados, eles enganavam as vítimas e assim conseguiam a posse do veículo. “No mesmo dia, com documentos falsos, eles vendiam esses carros para outra vítima e recebiam o dinheiro, geralmente, a vista. O foco desse trabalho foi prender o líder da quadrilha.” Eles atuavam em Mogi das Cruzes e já fizeram várias vítimas. Os criminosos chamaram a atenção da polícia quando um morador do município viu o anúncio de um carro comercializado pela quadrilha na internet, há um mês. “Os criminosos tinham preferência por carro de luxo, especialmente por caminhonetes. Monitoramos o grupo e descobrimos tratar-se de quadrilha especializada em estelionato, envolvendo veículo automotor. Nós prendemos duas pessoas, uma delas o líder da quadrilha. Ele é o mentor do grupo e tinha como função contratar outros envolvidos para não aparecer. Ele ficava de sua casa, se comunicando com os demais por telefone, e coordenando todos os crimes”, explicou o delegado. Quatro envolvidos já foram identificados e seis vítimas nesse caso foram comprovadas. Ele afirmou que o grupo atuava até fora do Estado de São Paulo. Os dois suspeitos presos responderão por estelionato e associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatários tentam golpe de R$ 500 mil em prefeitura de Mato Grosso

Sem Comentários

17/04/2017

Criminosos tentaram dar um golpe de mais de R$ 500 mil na Prefeitura de Diamantino (MT). O município alega que 11 cheques falsificados foram depositados em contas físicas de outros estados, entre eles São Paulo e Paraná, e prestou queixa à polícia na última quarta-feira (12). A fraude foi descoberta pelos funcionários do setor de tesouraria da Secretaria Municipal de Finanças. A prefeitura informou que os cheques não foram compensados, pois a fraude foi descoberta a tempo. Por segurança, as contas do município são checadas diariamente e no dia 5 deste mês, no extrato de uma delas, foi identificado um pagamento programado de cheques que haviam sido emitidos. Depois disso, os servidores entraram em contato com a instituição bancária e a compensação foi bloqueada. Conforme a prefeitura, as fraudes eram grosseiras. Os cheques falsificados eram diferentes dos cheques emitidos pela prefeitura, normalmente por meio de uma impressora especial. Além disso, os cheques da prefeitura têm o carimbo e assinaturas do prefeito da cidade e do tesoureiro. Os cheques fraudados foram preenchidos à mão, além do que as assinaturas não eram idênticas. Por orientação da assessoria jurídica, a prefeitura suspendeu todas as compensações e foi feito o boletim de ocorrência para que a Polícia Civil investigue o caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Mato Grosso Mais

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeito é preso por tentativa de estelionato em Valinhos

Sem Comentários

31/03/2017

Na tarde da sexta-feira (31), em Valinhos (SP), a polícia prendeu um homem de 52 anos por tentativa de estelionato. Segundo o delegado titular do 1º distrito policial do município, o suspeito já tinha contra ele mais de 30 boletins de ocorrência por crimes como furto e roubo. “Ele é de Mogi Mirim e já cumpriu pena por roubo também e estava solto. Só que dessa vez, ele não efetuou o golpe, a vítima comunicou antes, foi só tentativa”, afirma.

Cheques e documentos frios

Segundo o delegado, a vítima é dona de uma rede de restaurantes em Campinas (SP) e estava tentando vender uma de suas lojas. “Ele buscava gente que tava vendendo e usava cheques frios, documentos frios, até de gente morta para comprar, depois não pagava. Apreendemos uma máquina de clonar cartão [...] Não paga e acaba com a empresa e deixa a pessoa com a dívida”, explica. O suspeito vai ser levado para a cadeia anexa ao 2º DP de Campinas e depois encaminhado para uma unidade prisional.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior