Homem vende carro clonado e tenta passar golpe no comprador

Sem Comentários

09/04/2018

Na tarde da última quinta-feira (05), por volta das 15h, uma guarnição de motos da Guarda Municipal foi acionada via Central de Operações 153 para atender uma ocorrência de briga envolvendo dois homens próximos à uma oficina mecânica na Rua 904. Chegando ao local, a guarnição visualizou os indivíduos discutindo. Indagados os fatos, informaram se tratar de um desacordo comercial. Um dos envolvidos, J.J.V.F., de 35 anos, estaria negociando a compra de um veículo Peugeot 207 com o outro envolvido, B.B., de 27 anos, e que já lhe havia entregue a quantia de R$ 3,1 mil reais como sinal do negócio. Em certo momento, o vendedor do veículo se ausentou do local, retornando aproximadamente 10 minutos depois, alegando ter recebido diversas notas falsas. O comprador imediatamente acionou a Guarda Municipal por ter ciência da veracidade de suas notas, suspeitando ser vítima de um golpe. Em consulta do veículo, foi constatado ser um veículo adulterado, com o chassis proveniente de outro veículo com registro de furto/roubo. Os dois indivíduos foram encaminhadas com os objetos até a Central de Plantão Policial para a realização dos procedimentos cabíveis.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Click Camboriú

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Ex-policial militar é preso com carro roubado em Cuiabá

Sem Comentários

28/11/2017

Nessa segunda-feira (27), no Bairro CPA II, em Cuiabá, a polícia prendeu um ex-policial militar com um carro roubado. Conforme a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), J.C.R.B.Ferreira disse que comprou o veículo de um homem no Bairro Dom Aquino. O carro foi roubado no dia 24 de novembro de 2016. Na ocasião, a proprietária do veículo, um EcoSport, trafegava nas proximidades do bairro Consil, quando foi surpreendida por quatro homens em um carro prata. Dois deles desceram armados, pediram para que a vítima saísse e fugiram do local levando seu veículo. O EcoSport branco, que tem placas de São Paulo, foi localizada no bairro CPA II. Em checagem, foi constatado que a placa pertencia a outro automóvel, pois não era correspondente ao chassi. O condutor disse aos policiais que era dono de um lava jato e estava indo devolver o carro para o proprietário. A equipe acompanhou o suspeito até a casa do cliente. No local foram atendidos por um homem identificado como J.C.R.B.Ferreira, que confirmou a versão do proprietário do lava jato. Ele é ex-policial militar, exonerado da instituição pelo crime de tráfico de drogas. Ao ser perguntado sobre o fato do veículo se tratar de produto de roubo, o ex-PM alegou que comprou o carro de um homem no bairro Dom Aquino e que pagou a quantia de R$ 20 mil. Após o acordo, o ex-policial alegou que não teve mais contato com o vendedor e que estava em posse do EcoSport há 1 ano. O documento do veículo, apresentado pelo suspeito, aparentava grosseiros sinais de falsificação. Jean afirmou que o documento era cópia da versão original. Ele responderá pelos crimes de receptação, adulteração de sinal identificador de veículo e uso de documento falso. O ex-PM será apresentado em audiência de custódia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é detido com BMW roubada na Fernão Dias em Vargem, SP

Sem Comentários

14/11/2017

Nesta segunda-feira (13), um homem foi detido por receptação e uso de documento falso depois de ser flagrado com uma BMW roubada na rodovia Fernão Dias, em Vargem (SP). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma blitz de rotina de rotina era feita, quando o veículo foi parado para uma vistoria. Na busca, eles perceberam que o número do chassi não batia com os documentos então verificaram que o veículo era roubado. Conforme os registros, o carro havia sido roubado na última quinta-feira (09) no Ciretran de Jandira, no interior de São Paulo. Além do veículo, a polícia também apreendeu R$ 5 mil em dinheiro. O motorista foi encaminhado à Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motorista de carreta é preso por uso de documento falso na Via Dutra, em Itatiaia, RJ

Sem Comentários

06/10/2017

Um motorista foi preso por uso de documento falso e adulteração de chassi na quinta-feira (05) na Via Dutra, em Itatiaia, Sul do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele conduzia uma carreta que foi abordada na altura do km 318, durante a operação Égide. “Após análise, foi constatado que o CRLV do semirreboque [atrelado à carreta] apresentava indícios de falsificação. Ato contínuo, foi realizada identificação veicular que resultou também em indícios de adulteração para a numeração do chassi do semirreboque”, informou a PRF. Ainda de acordo com a PRF, o motorista foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Federal, em Volta Redonda.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso com carro clonado na Via Dutra, em Resende, RJ

Sem Comentários

20/09/2017

Na tarde de terça-feira (19) na Via Dutra, em Engenheiro Passos, distrito de Resende (RJ), um homem foi preso com um carro clonado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante a abordagem foi verificado que o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) possuía indícios de falsificação. Segundo a PRF, durante a inspeção foi constatado que o chassi estava adulterado e que o carro tinha registro de roubo/furto e usava placas de um veículo idêntico. A PRF informou que o condutor, de 49 anos, foi encaminhado à 89ª Delegacia de Polícia (Resende), onde foi autuado por uso de documento falso e receptação.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso com CNH falsa e carreta com chassi adulterado no RN

Sem Comentários

13/09/2017

Em Mossoró, na BR-304, nesta quarta-feira (13), um homem de 30 anos foi preso com uma carreta bitrem com chassi adulterado e documentos falsos. Ele é suspeito ainda de despejar areia granulada higiênica para gatos no meio ambiente. A prisão aconteceu em uma fiscalização de rotina. Com relação ao veículo, segundo a assessoria de comunicação da PRF, há um histórico de irregularidades praticadas pelo motorista. Na segunda-feira (11), ele foi contratado por uma empresa na cidade de Campina Grande (PB), para transportar a carga de areia granulada higiênica para gatos, até a Florianópolis (SC), onde foi pago à vista o valor de R$ 6.460 pelo frete. Segundo a PRF, decorridos dois dias, a empresa foi informada por pessoas ligadas a ela sobre uma carreta que estaria descarregando areia, em algumas cidades da Paraíba e também no Rio Grande do Norte. “Inclusive passou a receber, via rede social, informações sobre a suposta poluição do meio ambiente”, informa a Polícia Rodoviária em nota. Ainda segundo informações da PRF, ao tomar conhecimento dos fatos, e procurando se resguardar de qualquer demanda judicial, a empresa registrou queixa em uma delegacia de Polícia Civil no estado da Paraíba. A empresa relatou o pagamento de um frete para o transporte de um produto seu que, segundo denúncias, estaria sendo extraviado. Na abordagem ao suspeito, os policiais foram informados por populares de que aquela carreta estaria envolvida em crimes contra o meio ambiente. No detalhamento da fiscalização, os policiais constataram que o veículo apresentava sinais de adulteração do chassi, bem como que os documentos do caminhão eram falsificados. Verificou-se também que a Carteira de Habilitação (CNH) do motorista era falsa. Diante dos flagrantes, foi dada voz de prisão ao caminhoneiro, sendo ele encaminhado com o veículo à Delegacia de Polícia Federal de Mossoró, onde foi autuado pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documentos falsos e por adulteração de sinais de identificação de veículo automotor.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é preso por uso de documento falso e adulteração de veículo na Via Dutra, em Itatiaia, RJ

Sem Comentários

09/09/2017

Na noite de sexta-feira (08) na Via Dutra, em Itatiaia, no Sul do Rio de Janeiro, um homem foi preso por uso de documento falso e por adulteração de sinais identificadores de veículo automotor. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista, de 37 anos, foi abordado em uma caminhonete de luxo no km 318, durante a fiscalização da Operação Égide. Segundo a PRF, agentes observaram que o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) apresentado possuía diversos indícios de falsificação. Foi realizada inspeção de identificação veicular e constatado sinais de adulteração no chassi. O condutor foi encaminhado à Polícia Federal de Volta Redonda, onde foi autuado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior