Suspeito de estelionato é preso em flagrante em cartório de Belém

Sem Comentários

10/01/2019

Um homem suspeito de cometer estelionato em Belém foi preso, em flagrante, pela Polícia Civil nesta quarta-feira (09). J.M.E.S., 50, foi detido em um cartório no bairro da Pedreira, no momento em que tentava aplicar um golpe ao vender um apartamento. De acordo com informações da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe), o homem foi denunciado por corretores e vítimas e já tem cinco passagens pela Polícia pelo mesmo crime. O delegado da Dioe, explicou que o suspeito enganou uma grande construtora de imóveis na capital e comprou um apartamento usando cheque sem fundo. Após isso, segundo as investigações, ele teve acesso à documentação do imóvel e teria repassado o apartamento pelo valor de R$180 mil a uma vítima. Na hora da prisão, a Polícia flagrou o suspeito tentando vender o mesmo imóvel por R$240 mil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Grupo fraudava empréstimos de até R$ 500 mil com dados de servidores federais no DF; três foram presos

Sem Comentários

09/01/2019

Nesta quarta-feira (09), foi desarticulado pela Polícia Civil do Distrito Federal um suposto esquema criminoso que roubava dados de servidores do Ministério do Planejamento. A investigação aponta que o grupo usou as informações para contratar empréstimos consignados de até R$ 500 mil. Conforme a corporação, os suspeitos atuavam em vários estados e eram especializados nas práticas de falsidade ideológica, uso de documento falso, estelionato e lavagem de dinheiro. Os principais alvos eram os auditores fiscais da pasta federal. “Usavam contracheque, CPF e comprovantes de residência em nome de um auditor fiscal, depois dispensavam esses documentos e obtinham outros para abrir contas jurídicas e movimentar o valor”, explicou a delegada que investiga o caso. Por nota, o Ministério da Economia – unificado à pasta do Planejamento – disse que ainda não foi notificado oficialmente sobre a investigação e, por isso, “não é possível se manifestar”. O comunicado, no entanto, reforça a segurança do Sigepe. “O ministério reafirma que o sistema é seguro e mantido pelo Serpro, que aplica as melhores práticas de segurança da informação do mercado.”

Prisões

Nesta terça (8) e quarta-feira (9), dois homens suspeitos de praticar os crimes foram presos temporariamente. A polícia cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão no DF e em Goiás. O terceiro membro do grupo está preso desde setembro. O suposto esquema foi classificado como “aperfeiçoado e complexo”. “Os investigados, após adquirirem fraudulentamente dados de contracheques de servidores no sistema Sigepe, fabricavam documentos que eram utilizados para abertura de contas correntes e contratação de empréstimos consignados vultosos”, diz material divulgado pela polícia.

Mulher cai em golpe e perde mais de R$ 2 mil em Araraquara

Sem Comentários

10/01/2019

Na quarta-feira (09), em Araraquara (SP), uma mulher de 54 anos caiu em um golpe e perdeu R$ 2,2 mil. Segundo o boletim de ocorrência, ela recebeu um telefonema de uma pessoa afirmando ser seu primo e que estaria com o carro quebrado em Matão. O golpista pediu R$ 5,4 mil para o reparo do veículo. A vítima depositou a quantia em duas partes, uma no valor de R$ 2,2 mil e a segunda de R$ 3,2 mil. Após realizar as transferências, a mulher desconfiou da história e ligou para o primo e soube que ele estava em Itumbiara (GO). A mulher foi até a agência bancária onde conseguiu bloquear a segunda transferência, mas o valor de R$ 2,2 mil já havia sido debitado da conta e não foi possível recuperar o dinheiro.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem cai em golpe do falso empréstimo e perde mais de R$ 1 mil

Sem Comentários

09/01/2019

A vítima, de 46 anos, relatou nesta quarta-feira, na delegacia da Polícia Civil, que entrou em contato com o suspeito por uma rede social para tentar um empréstimo. Ele iniciou as negociações com uma suposta empresa de São Paulo, via internet, combinaram o valor, porém, foi informado que para receber o montante, seria necessário fazer alguns depósitos. Ainda conforme o denunciante, seguindo as orientações, ele fez depósitos em várias contas diferentes, totalizando mais de R$ 1 mil, depois perdeu contato com o suspeito. Ele repassou aos investigadores os dados das contas onde o dinheiro foi depositado para ajudar identificar e prender os envolvidos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Só Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mais de 600 pessoas compraram passagens aéreas falsas no fim de 2018 em RO, diz Abav

Sem Comentários

08/01/2019

Segundo informou a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), mais de 600 pessoas foram vítimas de golpes com passagens aéreas falsas no fim do último ano em Rondônia. O golpe veio à tona depois que a polícia recebeu denúncias de pessoas que compraram os bilhetes aéreos por meio de uma determinada agência de viagem e que, quando tentaram embarcar, descobriram que a passagem não existia. Uma das vítimas é uma servidora pública, que comprou passagens em junho para visitar a tia, de 93 anos, no Paraná. Ao conferir o localizador, ela descobriu que a passagem não existia. “Eu já havia comprado passagens naquela agência e viajei sem ter problema. Como tinha cadastro, sempre que havia promoção, o vendedor me avisava. Em junho, recebi uma notificação de promoção, achei interessante, comprei e fiquei aguardando o dia da viagem. Quando foi agora, soube que era uma das muitas pessoas vítimas de estelionato”, lamentou. Quando descobriu que havia sido vítima de golpe, a mulher soube que o crime era mais comum do que ela imaginava.

A servidora está relacionada em um grupo no WhatsApp onde mais de 200 pessoas relatam ter sofrido o mesmo golpe. Algumas tiveram prejuízos de quase R$ 30 mil. Conforme a polícia, o golpe foi aplicado por uma empresa que está no mercado, em Porto Velho, há mais de cinco anos. As fraudes com passagens aéreas normalmente são praticadas por pessoas que se mostram atenciosas e que, geralmente, conhecem as vítimas. Afirmam ainda garantir o estorno do dinheiro, caso haja problema. De acordo com a Abav, só no final de 2018, mais de 600 pessoas caíram nesse tipo de golpe em Rondônia. O nordeste brasileiro foi o destino mais procurado pelas vítimas. O caso é investigado pela Polícia Civil e o dono da agência de viagens pode ser responsabilizado criminalmente por estelionato.

Casal é preso tentando comprar piscinas com documento falso em Teresina

Sem Comentários

09/01/2019

Na tarde desta terça-feira (08), policiais do 12º Distrito Policial (DP) realizaram a prisão de dois homens suspeitos de estelionato na zona Leste de Teresina. Os acusados tentaram comprar algumas piscinas em uma empresa especializada com documentação falsa. De acordo com a Polícia Civil, eles já realizaram outros crimes. A dupla foi conduzida à delegacia para prestar depoimento.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Portal R10

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estudante cai no golpe do falso site e perde mais de R$500

Sem Comentários

09/01/2019

Nesta segunda-feira (07), um estudante de 25 anos caiu no golpe do falso site. Ele registrou a ocorrência na Polícia Militar. Segundo o registro, o jovem teria feito uma compra no valor de R$558,39 em um site no dia 17 de dezembro de 2018, contudo não teria recebido nenhum produto até o momento. A vítima disse ter descoberto que o endereço da empresa, na verdade, é um terreno vago e que o telefone disponibilizado não funciona. A compra foi feita por meio de transferência bancaria e o dinheiro caiu na conta de um homem. O caso foi encaminhado para à Delegacia de Polícia Civil como estelionato. A PC vai investigar.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: JM Online

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo