Polícia prende grupo suspeito de aplicar golpe do bilhete premiado em Cabo Frio, no RJ

Sem Comentários

15/11/2018

Nesta quarta-feira (14), policiais civis detiveram três suspeitos de aplicar o golpe do bilhete premiado em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Uma vítima que perdeu R$ 76 mil procurou a delegacia. Segundo a polícia, os suspeitos são do Paraná e estavam atuando em Cabo Frio desde segunda-feira (12), quando aplicaram o golpe na idosa, que fez a denúncia. Os policiais encontraram o veículo utilizado pelo grupo e os suspeitos, que foram presos em flagrante por estelionato e organização criminosa. De acordo com a polícia, os três confessaram os crimes. Os suspeitos foram localizados na rua da casa da vítima após ligarem para ela e marcarem um encontro para tentar conseguir mais dinheiro. Os presos também foram reconhecidos por outras vítimas e o Setor de Inteligência da Polícia Civil está realizando uma pesquisa em toda a região para encontrar mais pessoas que tenham sido lesadas pelo grupo. As investigações apontam que a quadrilha de estelionatários é especializada em aplicar o golpe em todo o Brasil, principalmente no trecho entre Londrina e Cabo Frio.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Moradora de Santa Cruz perde R$ 5,1 mil no golpe do bilhete

Sem Comentários

30/10/2018

Na manhã dessa segunda-feira (29), no Centro de Santa Cruz do Sul, um mulher de 60 anos foi enganada por golpistas. Ela acabou perdendo R$ 5,1 mil no conto do bilhete e registrou o caso na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA). Segundo o relato da vítima, ela estava na Rua Marechal Floriano, quando foi abordada por uma mulher, que disse estar procurando uma lotérica. A estelionatária afirmou que havia comprado um bilhete premiado em Candelária, mas que o dono da lotérica do município havia a instruído a vir até Santa Cruz para retirar o prêmio, que seria de R$ 6 mil. Neste momento, a golpista abordou o outro estelionatário envolvido no golpe, que teria visto o bilhete e afirmado que o prêmio seria de R$ 2,8 milhões.

A vítima afirma que a golpista perguntou se eles possuíam dinheiro no banco, porque deixaria o bilhete com os dois. A moradora de Santa Cruz foi levada até uma agência bancária, entregando o cartão e senha ao homem, que realizou um saque de R$ 1,5 mil em nome da mulher. Depois, os golpistas pediram para que a vítima entrasse na agência e retirasse mais R$ 3,6 mil – o que ela fez. Após uma ligação que parecia ser para um banco, o homem despistou a vítima, que teve o prejuízo total de R$ 5,1 mil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: GAZ

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpe do bilhete: estelionatários levam R$ 5 mil de idoso

Sem Comentários

24/10/2018

Na manhã desta quarta-feira (24), em Chopinzinho (PR), um senhor de 68 anos foi vítima de estelionatários. Ele foi abordado perto de casa por dois homens que informaram ter um bilhete de loteria premiado. Para convencer o idoso a entrar no esquema, os suspeitos pediram ajuda para efetuar o saque em uma lotérica no Centro. A vítima aceitou ajudar e entrou em um carro com os estelionatários. No meio do caminho, os golpistas desviaram e seguiram até o bairro São Miguel, onde um deles sacou uma arma, deu uma coronhada no idoso e levou R$ 5 mil. A Polícia Militar foi acionada e, com ajuda das imagens das câmeras de monitoramento da cidade, descobriu que os golpistas fugiram para a região de Coronel Vivida. Policiais das cidades vizinhas foram acionados, mas os suspeitos ainda não foram encontrados. A Polícia Civil suspeita que os golpistas sejam os mesmos que agiram na cidade de Itapejara D’Oeste na última terça-feira (23).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Três são presos por aplicar golpe do ‘bilhete premiado’ em idosos em Atibaia

Sem Comentários

19/10/2018

Foram presos na sexta-feira (19), dois homens, de 59 e 52 anos, e uma mulher, de 45,  suspeitos de aplicar golpes do bilhete premiado em idosos em Atibaia (SP). Segundo a Polícia Civil, os estelionatários diziam ter recebido um bilhete premiado e pediam ajuda das vítimas para chegar ao local de retirada o prêmio. Com a ajuda das vítimas, eles diziam que a quantia seria repartida, mas para isso, pediam um valor antecipado como garantia. Os criminosos usavam dois bilhetes para aplicar o golpe – em um, o falso prêmio seria de R$ 10 milhões e, no outro, R$ 2 milhões. O grupo já estava sendo investigado pela polícia e foi preso pela Guarda Civil depois que o carro deles foi detectado pelas câmeras de segurança da cidade. Além dos bilhetes, foram apreendidos com os criminosos uma carteira com dinheiro, inclusive com valores em dólares e euros, além de blocos de papel e uma pasta. Eles vão responder por estelionato e formação de quadrilha.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idosos perdem R$ 14 mil no golpe do bilhete premiado, em Dracena e Adamantina

Sem Comentários

05/10/2018

Nesta quinta-feira (05), um casal foi preso por estelionato em Adamantina, por aplicar o golpe do bilhete premiado em idosos da região. Duas vítimas perderam R$ 14 mil. O delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), informou que o primeiro caso aconteceu em Adamantina no início de setembro, vitimando uma idosa. Ela perdeu R$ 6 mil. O outro caso aconteceu em Dracena. Um idoso, de 72 anos, perdeu R$ 8 mil – R$ 2 mil foram recuperados. A polícia apreendeu ainda, com os golpistas, celulares, joias e cartões de banco. A princípio, neste último caso, o golpista diz ter ganhado R$ 15 milhões na Mega-Sena. E pediu R$ 100 mil para a vítima – em troca de ajuda. O idoso sacou R$ 10 mil em dinheiro e entregou aos suspeitos na terça-feira (02). A vítima sacaria mais R$ 40 mil na quinta-feira (04) e outros R$ 50 mil nesta sexta (05). Ele descobriu o golpe e avisou à polícia, após ter sido alertado por um parente. Em troca dos R$ 100 mil e de toda a ajuda oferecida para receber o suposto dinheiro ganhado na loteria, o idoso levaria uma espécie de “prêmio”, com a promessa de ficar com boa parte do dinheiro. O delegado orienta as pessoas a sempre desconfiarem de qualquer vantagem financeira fácil. “Chequem as informações. Trocar R$ 100 mil por alguns milhões? Não tem cabimento”, disse o delegado. O homem, de 42 anos, e a mulher, de 25, vão passar por audiência de custódia nesta sexta. À polícia, ambos confessaram os crimes.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Três mulheres são presas em Campinas suspeitas do golpe do ‘bilhete premiado’

Sem Comentários

13/09/2018

Em Campinas (SP), nesta quinta-feira (13), três mulheres foram presas suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em golpes do “bilhete premiado”. O trio estava em um Honda Civic de cor preta e no interior do veículo foram apreendidos resultados e volantes de aposta na Quina. Segundo a Polícia Civil, a ação da quadrilha vinha sendo investigada por uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas. Uma denúncia apontou o veículo utilizado pelos criminosos. A abordagem foi feita por guardas municipais. As mulheres possuem antecedentes criminais e foram reconhecidas por uma vítima de estelionato ocorrido na cidade de Amparo (SP). Outras vítimas serão chamadas para possíveis reconhecimentos. As três foram presas em flagrante pelo crime de associação criminosa e serão indiciadas pelo crime de estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia procura dupla de estelionatários que aplicava golpes em idosos no Rio

Sem Comentários

20/07/2018

Uma dupla de estelionatários que, somente este ano, já aplicou 12 golpes – a maioria contra idosos – na área da Tijuca, Zona Norte do Rio, está sendo procurada pela polícia. Um homem está tentando ajudar a mãe, de 71 anos, a superar um trauma. Ela foi vítima do golpe do bilhete premiado e perdeu R$ 90 mil depois de ser enganada por dois estelionatários na semana passada, na Tijuca, logo depois que a idosa saiu de uma clínica de fisioterapia. “Ela está muito abalada ainda. Está, realmente, muito assustada porque ela não sabe exatamente o que aconteceu”, disse o filho da vítima. Segundo ele, a idosa foi parada na rua por um homem que disse que precisava encontrar um local porque tinha ganhado um prêmio. Ela disse não saber onde era e uma outra pessoa chegou. “Essa outra pessoa disse que trabalhava onde ela tinha saído, ela estava numa fisioterapia. Disse que trabalhava lá, que era médico de lá e tal, que eles podiam ajudar aquela pessoa. A minha mãe foi induzida. Para ajudar, ela foi sacando dinheiro, sacou, ficou rodando, foi em quatro agências no carro com essas pessoas”, explicou o filho da idosa. A vítima reconheceu um dos criminosos através de fotos. Ele foi identificado e está foragido. Só neste ano, na delegacia da Tijuca, o mesmo homem já foi reconhecido em 12 casos diferentes de estelionato. A polícia expediu um novo mandado de prisão para ele.

Golpes do bilhete premiado e do cartão de crédito

O suspeito aplica, principalmente, os golpes do bilhete premiado, que foi o caso da idosa de 71 anos, e o do cartão de crédito, em que rouba a senha e troca o cartão de alguém no caixa eletrônico para sacar o dinheiro da conta. Uma delegada diz ainda que, apesar de muitos golpes serem aplicados dentro das agências bancárias, as empresas não costumam se responsabilizar e, dificilmente, ressarcem as vítimas. Os estelionatários costumam se aproveitar, principalmente de idosos. “Os bancos têm que ter muita cautela. No âmbito da responsabilidade civil, a gente não descarta que o banco tenha responsabilidade. Penalmente, não se tem como falar, mas civilmente cabe às vítimas buscar perante o poder judiciário, a responsabilidade civil, se houver”, explicou.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior