Homem é preso após apresentar documento falso para renovação de CNH

Sem Comentários

28/03/2018

Um homem que apresentou certificado falso ao dar entrada em pedido de renovação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran), foi preso em flagrante pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA), da Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (27). O suspeito de 44 anos, apresentou – na sede do órgão no Centro Político em Cuiabá – um certificado fraudulento de “Curso Especializado para Condutores de Veículos de Transportes de Produtos Perigosos” – 50h/aula”. A assinatura que constava no documento não coincidia com a dos servidores do Detran. Após ser percebida a fraude, o investigado confessou à Polícia Civil não ter participado de nenhum curso de capacitação. Conduzido à Delegacia, o motorista foi autuado no artigo 304 c.c. 297, Código Penal, “uso de documento público falso”.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cenário MT

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende homem com caminhão roubado e documentos falsos

Sem Comentários

18/02/2018

Na tarde deste sábado (17) em Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou um caminhão com alerta de roubo. Atrelado a um semirreboque também com indícios de adulteração, o caminhão transitava pela BR-277, quando foi abordado pela equipe da PRF de plantão na Unidade Operacional São Luiz do Purunã. Durante a abordagem, os policiais rodoviários perceberam que os documentos dos veículos apresentados pelo motorista continham indícios de falsificação. Ao examinar tanto o caminhão quando o semirreboque, os agentes também identificaram sinais de adulteração em ambos os veículos, que portavam placas clonadas. O caminhão, Scania modelo R440 6×2, havia sido furtado no último mês de novembro, em Joinville (SC). Ainda não foi possível identificar a placa original do semirreboque, provavelmente também produto de furto ou roubo. Com 37 anos e morador de Pontal (SP), o motorista foi preso em flagrante pelos crimes de receptação e uso de documento falso. Ele já tinha passagem anterior pela polícia, por contrabando de cigarro. A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Civil em Campo Largo.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: R7

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estrangeiros são flagrados tentando entrar ilegalmente no país

Sem Comentários

30/01/2018

Equipes da Polícia Federal em Corumbá flagraram e prenderam três pessoas por crimes relacionados à imigração. O fato ocorreu na madrugada desta terça-feira (30). A cidade que faz fronteira seca com Puerto Suárez serviu de rota para uma cidadã haitiana tentar adentrar no país, por meio de transporte de ônibus Bolívia-Brasil. O flagrante aconteceu na BR-262 e a mulher apresentou documentos falsos. Identificada a fraude, confessou que não conseguiu autorização para entrada no Brasil por não ter documentos necessários e o destino final era a cidade de Curitiba, no Paraná. Na segunda ocorrência, os policiais realizaram outra abordagem, com uma cidadã brasileira e um grego, ambos residentes no Brasil. Os dois foram detidos depois de serem surpreendidos promovendo a entrada ilegal de cinco estrangeiros chineses, cujo destino final seria o município de Bonito, região sudoeste do Estado. Ao serem interrogados, o homem e a mulher alegaram que receberiam R$ 700 de cada um dos chineses para levá-los da Bolívia até o destino final. As prisões feitas em flagrante são crimes previstos no Código Penal brasileiro. A haitiana será indiciada pelo crime de utilização de documento falso, que prevê pena de reclusão entre 2 e 6 anos, além de multa. No caso da dupla, o crime é promoção de migração ilegal, com pena de 2 a 5 anos e multa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Correio do Estado

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Mulher é presa por estelionato ao tentar empréstimo de R$ 30 mil em Paty do Alferes, RJ

Sem Comentários

27/12/2017

Na tarde de terça-feira (26), em Paty do Alferes, no Sul do Rio de Janeiro, uma mulher foi presa por estelionato. De acordo com a Polícia Civil, ela apresentou documentos falsos para realizar um empréstimo em uma agência bancária, que fica no Centro. Ainda segundo os agentes, a suspeita, de 47 anos, tentou sacar R$ 30 mil em um empréstimo consignado. O gerente da agência desconfiou e acionou a polícia. Após consulta no sistema, foi constatado que os documentos pertenciam a outra mulher. A suspeita foi levada para a 96ª Delegacia de Polícia (Miguel Pereira). Ela foi liberada nesta quarta-feira (27) após pagar fiança.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos de roubo e estelionato tem mandados de prisão cumpridos em Rondonópolis

Sem Comentários

22/12/2017

Nesta quinta-feira (21), dois homens e uma mulher integrantes de um grupo criminoso, apontado como autores de, pelo menos três roubos cometidos em julho no município, tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). O trabalho está inserido na operação “Ano Novo Seguro”, deflagrada com objetivo de intensificar o combate a criminalidade e violência na região. Na ação além dos três mandados de prisão, um mandado de busca e apreensão domiciliar também foi cumprido. Conforme a assessoria da Polícia Civil, a mulher também foi autuada em flagrante pelos crimes de uso de documento falso e posse irregular de munição. Segundo as investigações, um dos suspeitos, na companhia de um menor de idade, agiam diretamente nos crimes, depois de receber informações privilegiadas repassadas pelo outro comparsa sobre os alvos. Já a mulher, dava apoio aos criminosos, e auxiliava nas vendas dos produtos roubados. O primeiro crime ocorreu em uma Casa Lotérica no bairro Conjunto São José II, o segundo foi praticado em uma empresa de metalúrgica localizada no bairro Distrito Industrial e, o terceiro roubo realizado em uma residência no bairro Lúcia Maggi. Durante as diligências os policiais civis realizam buscas na casa da mulher. No momento da abordagem ela apresentou um documento de identidade (RG) falso e, no local ainda foi apreendida uma munição de calibre 38. Já os outros dois suspeitos tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos nas unidades prisional, um em Dourados, no Mato Grosso do Sul, e o outro na Cadeia Pública da Mata Grande, em Rondonópolis. Mais um foragido da Justiça foi preso no município de Rondonópolis, ontem. Ele estava com o mandado de prisão preventiva decretado pelo crime de estelionato. Após trabalho de vigilância e monitoramento, o suspeito foi localizado pelos policiais civis do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra).

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Só Notícias

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Motorista é preso com documento falso

Sem Comentários

13/12/2017

Na manhã desta quarta-feira (13), um homem de 38 anos foi preso, depois de apresentar um documento falso à equipe da Polícia Rodoviária Federal. Ele conduzia um Honda Fit com placas de Londrina pela BR-369, em Cornélio Procópio. Depois da verificação da PRF, o homem confessou que pagou R$ 1 mil pelo documento. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal de Londrina.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Três pessoas são presas suspeitas de fraudar benefícios sociais, em Goiânia

Sem Comentários

06/12/2017

Três homens foram presos suspeitos de fraudar benefícios sociais do governo federal. A prisão aconteceu na tarde desta terça-feira (05) após um deles ser abordado por policiais militares. F.P.Silva estava em porte de dez cartões do cidadão. De acordo com a PM, o suspeito estava em um Honda Civic, quando foi abordado no Centro de Goiânia. Ao ser questionado sobre a procedência dos cartões, ele relatou que participava de uma equipe que lesava um banco. F.P. também confessou que em sua casa teria mais cartões de benefícios e outros dos indivíduos que integravam a associação criminosa. O suspeito morava no Jardim Imperial em Aparecida de Goiânia. No local, os agentes prenderam J.F.Silva e J.B.Silva. J.F., no momento da abordagem, ainda apresentou um documento falso para os policiais. Foram apreendidos aproximadamente 89 cartões, cédulas de identidades falsas, notebook, uma pistola Taurus Cal. 380 e mais de R$ 3,5 mil em dinheiro. Eles relataram aos agentes que tinham acesso a informação de beneficiários do seguro-desemprego, solicitavam o cartão cidadão e remetiam para a cidade de Uruaçu. O gerente da agência dos correios desviava os cartões e, depois, o grupo se dirigia a uma casa lotérica, em porte de documentos falsos, e registravam uma senha para o cartão e sacavam o benefício. Os três foram encaminhados para a Polícia Federal, que busca a identificação do gerente dos correios.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Mais Goiás

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo