Receita e PF desarticulam fraude de R$ 350 mi com comércio de café em Minas

Sem Comentários

05/12/2013

A Receita Federal e a Polícia Federal realizam, nesta quinta-feira (5/12), uma operação de combate à fraude na compra de café em Varginha, no Sul de Minas. Conforme as investigações, as firmas de exportação e torrefação envolvidas no esquema utilizavam empresas laranjas como intermediárias fictícias na compra do café dos produtores. As empresas beneficiárias da fraude eram as verdadeiras compradoras da mercadoria, mas formalmente quem aparecia nessas operações eram as empresas laranjas, que na verdade tinham como única finalidade a venda de notas fiscais, o que garantia a obtenção ilícita de créditos tributários. As empresas exportadoras conseguiam, por meio de criação de empresas laranjas, créditos de Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS). As empresas fictícias, no entanto, não recolhiam esses impostos, até porque não tinham lastro econômico para isso, uma vez que eram laranjas, criadas somente para “guiar” com suas notas fiscais o café para os verdadeiros compradores e gerar os créditos tributários.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário de Pernambuco

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*