Quadrilha que aplicava golpes pela internet é presa

Sem Comentários

20/04/2018

Na manhã desta quinta-feira (18), em Pontes Lacerda (MT), a Polícia Judiciária Civil deflagrou a “Operação OLX”, desarticulando uma quadrilha especializada em crimes de estelionato. O grupo criminoso era investigado há cerca de um mês pela equipe da Polícia Civil do município e aplicava golpes através de sites na internet. A ação realizada pela Delegacia Regional e Municipal com apoio do Núcleo de Inteligência (NI), resultou na prisão de cinco suspeitos, recuperação de grande quantia em dinheiro e cheques, além da apreensão de maços de cigarro contrabandeados e de pepitas de ouro. Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de estelionato e associação criminosa. Esse último também responderá por contrabando e armazenamento ilegal de ouro. Na quarta-feira (17), o grupo aplicou o golpe em uma vítima de 33 anos, moradora da cidade de Goiânia (GO). Na ocasião, os suspeitos, mediante estelionato, simularam a venda de um veículo Toyota Corolla, obtendo a quantia de R$ 68 mil, depositada na conta do quinto suspeito. Após tomarem conhecimentos do golpe aplicado através da internet, pelo site de compra e venda OLX, investigadores de polícia rapidamente conseguiram levantar as informações e identificar os envolvidos no crime. O titular da conta bancária emitiu quatro cheques no valor de R$ 5 mil, cada, que foram trocados direto no caixa da agência bancária, pelos quatro suspeitos. Outros R$ 9,5 mil foram debitados em uma máquina de cartão pertencente a uma pessoa. Durante diligências na residência do quinto suspeito, foram apreendidos mais de R$ 5,5 mil em dinheiro, provenientes dos saques feitos pelos comparsas, duas folhas de cheque preenchidas em R$ 5 mil cada, as quais possivelmente seriam trocadas nesta quinta-feira (19), mais duas folhas de cheque em branco, além de trinta e seis maços de cigarro contrabandeados e 5,3 gramas de ouro em pepitas. Em continuidade as diligências, os outros quatro integrantes da quadrilha foram localizados, sendo encontrado em posse do primeiro suspeito, mais de R$ 1 mil em dinheiro, referente sua participação no crime, e o cartão bancário no nome do quinto suspeito que seria usado para saque do restante do dinheiro adquirido através do golpe. Diante do flagrante, os cinco presos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda, onde foram interrogados e autuados pelos crimes de estelionato e associação criminosa. O preso também será indiciado por contrabando e armazenamento ilegal de ouro. As investigações sobre o caso continuam com objetivo de identificar e prender outros integrantes da associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cenário MT

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*