Preso casal que fingia representar instituições para recolher doação

Sem Comentários

10/07/2019

Nesta terça-feira (9), um casal foi preso suspeito de integrar uma das maiores quadrilhas de estelionato do estado do Rio de Janeiro. 

De acordo com as investigações, a dupla fez 301 vítimas em três anos de atuação em diversas regiões do Rio de Janeiro. Eles fingiam ser representantes de instituições para arrecadar quantias entre R$ 50 e R$ 200 de pessoas solidárias, que acreditavam estar ajudando crianças, idosos ou até pacientes com câncer. Um dos suspeitos foi detido em flagrante quando recolhia uma doação em dinheiro, fingindo ser para uma instituição de caridade.

A polícia descobriu que o homem recebia 15% dos valores, enquanto a mulher repassava 40% das doações para os demais integrantes da quadrilha. Os suspeitos vão responder por organização criminosa e estelionato. Outros dois integrantes da quadrilha também já foram identificados.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: R7

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*