Polícia investiga estelionatário que agia em vários estados

Sem Comentários

11/07/2016

Crimes supostamente praticados por um falso dentista que atuava em Alagoas, vêm sendo investigados por policiais do estado. O suspeito de estelionato se identificava como C.A.S.Diniz e atendia em uma pequena clínica. A polícia garante que não há registros profissionais do suspeito nos estados pelos quais passou. Em Maceió, além de exercer ilegalmente profissão, o homem também saiu deixando prejuízos por onda passou. Antes de desaparecer, deixou uma dívida de cerca de R$ 9 mil ao proprietário do apartamento onde vivia. Foi essa vítima quem levou a polícia alagoana a iniciar as investigações. “Ingressei com ações na justiça para reaver meu apartamento. Depois que entrei no local encontrei uma série de documentos usados por ele, com nomes e origens diferentes. Também encontrei cartões de crédito e documentos de veículos. Foi então que encaminhei à polícia e descobrimos que estávamos diante de um estelionatário que responde a processos em todo o Brasil”, contou. O sujeito responde a 29 processos criminais e estava com mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça de São Paulo. O homem, que se diz natural de Rancharia (SP), também usava documentos com o nome C.Diniz, para fazer cartões de crédito e conseguir outros benefícios.

Comentários

*